sábado, 10 de outubro de 2009

DESTAQUES DOS JORNAIS LOCAIS NESTE FINAL DE SEMANA

Jornal O DEBATE, de São Manuel, edição de 09 de outubro de 2009

♦♦♦ Baroni assume prefeitura com dívida de quase R$ 19 milhões.
♦♦♦ Opinião – Álcool e drogas são flagelos de nossa juventude.
♦♦♦ Tiros no centro da cidade apavoram jovens.
♦♦♦ Confirmada 1ª morte por gripe suína na cidade.
♦♦♦ Comunicado – jornal não circula na próxima sexta-feira, voltando a fazê-lo no dia 23 de outubro.
♦♦♦ Marcos Monti, presidente da APM-Associação Paulista de Municípios, prestigia reunião da AMENSP-Associação dos Municípios do Extremo Noroeste do Estado de São Paulo.
♦♦♦ São Manuel já tem empresa que faz perícia veicular.
♦♦♦ O Debate nos Bairros visita Chácara Aliança, Bairro dos Machados e Loteamento Cataneo Angelo, levantando os problemas e as melhorias existentes.
♦♦♦ Igreja Matriz de São Manuel pode ser pintada em 2010.
♦♦♦ Tríduo e Festa de Nossa Senhora Aparecida.
♦♦♦ Pratânia inaugura nova Rodoviária.
♦♦♦ Milton Monti destina verbas para Areiópolis.
♦♦♦ Um ano de falecimento do padre Zezinho, homenagem do padre Alberico.
♦♦♦ MST invade fazenda da região.
♦♦♦ Sustentabilidade: Posto Eldorado protege a natureza.
♦♦♦ Edson e Evandro: artistas locais em destaque.
♦♦♦ Ponto de Vista – Ângelo Adriano Caglioni conta a história de sua passagem como locutor da Rádio Clube AM.
♦♦♦ OBRIGADO! – Jornal O Debate completou 6 anos de existência! Agradecemos os leitores, anunciantes e colaboradores pela credibilidade depositada em nosso trabalho!
♦♦♦ Miss e Mister São Manuel será no sábado.
♦♦♦ 1ª Festa do Frango foi sucesso.
♦♦♦ 2ª Sextaneja no Clube Recreativo.
♦♦♦ Clube Água Nova comemora Dia das Crianças e faz o Porco no Rolete.
♦♦♦ Horário de Verão e meio ambiente – artigo de Antonio Carlos Cyrino – diretor de operações da CPFL Energia.
● Os pioneiros – jornalista Miguel Roberto Nítolo escreve sobre a família Zeminian.
♦♦♦ Jogos Abertos do Interior realiza-se em São Caetano do Sul e São Manuel participa com delegação de 110 pessoas.
♦♦♦ COLUNAS: Esporte (Osmar Corrêa), Bloco de Notas (coluna deste blogueiro), Direito em Debate (drª. Edilaine Rodrigues de Góis Tedeschi), Casual (Letícia Castaldi), Motivação (Bene Bassetto), Viva Bem (Dr. Tiago Ragozzo).
♦♦♦ Flash – as personalidades da cena de nossa região.
♦♦♦ Badalação – moças e rapazes da cidade em fotos coloridas.
♦♦♦ Classificados – os melhores classificados da cidade.

Jornal O PRATIANO, de Pratânia, edição de 09 de outubro de 2009

♦♦♦ Inaugurada a Rodoviária Municipal “Joaquim Vieira da Maia”– presentes os deputados federais Milton Monti e Antonio Carlos Panunzio, o deputado estadual Edson Giriboni, prefeito Marcos Corrêa, ex-prefeitos Ninão Vieira e Roque Joner, vereadores e autoridades municipais.
♦♦♦ Festa do Dia das Crianças acontece na Pratinha, realizada pela Associação Pratinha de Amigos e Moradores do bairro.
♦♦♦ Clube de Campo Água Nova realiza almoço, com o porco no rolete, no domingo, dia 11. Renda em prol do Grupo de Voluntários de Combate ao Câncer de São Manuel.
♦♦♦ Beleza & Saúde – Retrovirus pode ser a causa da síndrome da fadiga crônica / Idosos que dormem demais podem ter maior risco de demência, diz estudo (Dr. André Luís Bertani – fisioterapeuta e acupunturista) – Coluna “Mais Saúde” – Pratos inimigos do coração.
♦♦♦ VIII Campeonato “Prata é Ouro” de Futsal foi aberto na sexta-feira, dia 02 de outubro.
♦♦♦ Na página 07 está “Em Dia com as Notícias” e a crônica “Os Jogos Olímpicos na América do Sul”, ambas de autoria deste blogueiro.
♦♦♦ Uma homenagem à “Mãe África” no Miss e Mister São Manuel 2009 – hoje à noite, no Ginásio “Pref. Miltinho Monti”, em São Manuel.
♦♦♦ Bairro Boa Vista reverencia sua padroeira com a Festa de Santa Tereza D’Ávila, neste final de semana.
♦♦♦ Escola “Atílio Innocenti” de São Manuel proporciona aulas diferenciadas.
♦♦♦ Cientistas descobrem anel gigante em Saturno, onde cabem 1 bilhão de planetas do tamanho da Terra.
♦♦♦ Prosseguem obras do Programa “Pró-Vicinais” em Pratânia.
♦♦♦ Finalizadas obras do Programa “Melhor Caminho” no município.
♦♦♦ Mutirão da Cidadania no Campo será realizado no dia 12, feriado nacional. Parceria da Prefeitura de Pratânia com o Sindicato Rural de São Manuel e SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural).
♦♦♦ Secretário do Meio Ambiente do Estado, Chico Graziano, visitou a Usina S. Manoel.


COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Caros amigos leitores, o frio continua por aqui. Embora ontem pelo meio do dia tenha esquentado um pouco, esfriou à tarde e à noite, e hoje também estamos tendo temperatura baixa. Mas não há perspectiva de chuva, pelo menos por enquanto.

● Acontece hoje o Concurso para a escolha de Miss e Mister São Manuel. Moças e rapazes controlam a ansiedade para a apresentação ao público, que será hoje à noite. Mais abaixo o leitor deste blog pode, se desejar, ver mais detalhes e fotos dos participantes, em link para o site da Rádio Clube de São Manuel.

● E por falar em Rádio Clube, insisto: ouçam toda a programação da emissora pioneira de São Manuel – 70 anos no ar, 69ª estação de rádio instalada aqui no Brasil – no mesmo site (www.cluberegional.com.br). Transmissão durante as 24 horas do dia. Experimentem!

● Conforme o jornal O Estado de S. Paulo, a Síntese dos Indicadores Sociais do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que, em 2008, 1,2 milhão de jovens de 18 a 24 anos não exerciam atividade produtiva, ou seja, não trabalhavam, não estudavam e não ajudavam em afazeres domésticos. O número representava 5,37% do total da população nessa faixa etária. O fenômeno se deve em boa parte ao desemprego, mas outros fatores, como deficiências, doenças ou simplesmente falta de ocupação, também pesaram, segundo os pesquisadores.

● Outra notícia ruim sobre a juventude, esta da Folha de S. Paulo – Apesar de avanços nos últimos dez anos, 64% dos jovens de 18 a 24 anos no Brasil começam a trabalhar sem concluir o ensino médio. No ritmo atual, o País ainda vai precisar de 30 anos para se equiparar ao Chile, onde 64% da população com 25 a 34 anos tem o ensino médio completo. Se isso não mudar, jamais deixaremos de ser um “país emergente”...

● Segundo o Jornal Nacional, quem desistiu de fazer o Enem e quiser receber o dinheiro da inscrição de volta terá de mandar uma carta para o Ministério da Educação. Os R$ 35 pagos pelos estudantes de escolas particulares só serão devolvidos depois do exame. O MEC ainda não sabe como será feito o reembolso. Não vai ser fácil...

● Os principais integrantes do Ministério da Fazenda e do BC avaliam que não há hoje como conter a excessiva alta do real frente ao dólar, provocada pela enxurrada de investimentos externos. A moeda americana, que já caiu 25% no ano, fechou ontem a R$ 1,737. O governo teme prejuízo às exportações e rombo nas contas externas.

● Ao rebater a acusação de confisco, Lula disse que o governo não tem interesse econômico em reter a restituição do IR, porque é corrigida pela Taxa Selic até a data do depósito: “É falta de compreensão”, disse o presidente, esquecendo-se de que muita gente aguarda esse dinheirinho para cumprir compromissos já assumidos. O governo “emprestou” dos contribuintes, então, tem que “pagar” no vencimento. Ou não?

● O TCU encontrou irregularidades graves na reforma do Palácio do Planalto e cobrou explicações da Casa Civil. Também descobriu que a obra, orçada em R$ 100 milhões, está sendo feita sem alvará, o que poderá provocar multa. Valha-nos Deus!!!

● O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a assessores que o projeto de cobrar Imposto de Renda sobre a poupança perdeu seu “tempo político” e que não quer mais enviá-lo ao Congresso. Em véspera de ano eleitoral, o Planalto teme a repercussão negativa de uma taxação de 22,5% sobre os rendimentos de cadernetas acima de R$ 50 mil e atrasos na tramitação do pré-sal. Lula só admite repensar sua posição se Guido Mantega (Fazenda) considerar a medida essencial. A própria equipe do ministro, porém, vê a proposta como politicamente inviável, apesar de ser defendida tecnicamente.

● O Comitê Norueguês do Nobel anunciou Barack Obama como vencedor do Nobel da Paz de 2009 por “esforços extraordinários para fortalecer a cooperação entre os povos”. É o terceiro presidente dos EUA a receber o prêmio no cargo, que ocupa há quase nove meses. A premiação vem num momento em que a popularidade de Obama cambaleia dentro e fora dos EUA e em que seu país está envolvido em duas guerras, no Iraque e no Afeganistão.

● O presidente americano disse estar “surpreso e profundamente honrado” com a escolha e que vai doar o dinheiro do prêmio, cerca de 1,5 milhão de dólares, à caridade. Teve muita gente que criticou a escolha, pelo pouco tempo que Obama tem no cargo. Mas, e se esse prêmio representar a abertura de mais um caminho para o encontro da paz no mundo? É preciso acreditar.

● O presidente Lula chamou de “vandalismo” a ação dos sem-terra em fazenda no interior paulista, onde pés de laranja, máquinas agrícolas e instalações foram destruídos. “Todo mundo sabe que sou defensor das lutas sociais. Agora, entre uma manifestação reivindicando alguma coisa e aquela cena de vandalismo, obviamente eu não posso concordar com aquilo”, disse Lula. Nos últimos cinco anos, o governo repassou R$ 115 milhões a entidades ligadas ao MST.

● Dez anos produziram no País uma realidade de atrasos e progressos, informa a Síntese de Indicadores Sociais, do IBGE. O estudo mostra que caiu em quase 10 pontos o número de famílias com renda per capita de até meio salário mínimo, mas metade do País ainda vive com menos de R$ 415,00 por mês.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

CONCURSO PARA ESCOLHA DE MISS E MISTER SÃO MANUEL
Acesse e veja a notícia por inteiro, mais foto dos concorrentes.
http://www.cluberegional.com.br/site/noticia.php?id=111
COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O frio que está fazendo aqui por estas bandas é estonteante! Estamos quase na metade do mês de outubro, fez um calorzinho na semana passada, e agora o frio voltou com tudo! Não há organismo que agüente! E o feriadão que começa hoje vai ser recheado de muito frio... Credo...

● Conforme informa o jornal “O Estado de S. Paulo”, edição de hoje, a euforia com o Brasil e o enfraquecimento global do dólar fizeram a Bovespa atingir ontem o maior nível em 15 meses. A moeda americana caiu 0,97% e fechou a R$ l,739, a menor cotação do ano. O ministro Guido Mantega, da Fazenda, expressou preocupação com o “excesso de otimismo" do mercado sobre o Brasil, vendo nisso o interesse de especular sobre uma eventual alta dos juros.

● De acordo com o "Jornal Nacional" da Rede Globo, no ano passado, até outubro, a Receita devolveu R$ 7 bilhões ao contribuinte. Este ano, no mesmo período, foram R$ 5,4 bilhões - R$ 1,6 bilhão a menos. O ministro da Fazenda botou a culpa na crise econômica e disse que a devolução está mais lenta porque o governo arrecadou menos. E a corda continua arrebentando sempre do lado mais fraco...

● Afirma a "Rádio CBN" que os senadores da oposição conseguiram assinaturas suficientes para abrir a CPI do MST. Agora buscam apoio na Câmara. O Tribunal de Contas da União acredita que o governo conteria o problema se aplicasse com rigor a lei, que proíbe repasse de verbas federais a entidades que invadem imóveis rurais ou bens em terras públicas.

● Está no jornal “O Globo” de hoje: “Depois de conseguir aumento de 9% em seus vencimentos, presidentes dos tribunais superiores decidiram propor ao Congresso reajuste de 80% para os servidores do Judiciário. O projeto eleva em 15% o vencimento base. As gratificações judiciárias, que hoje chegam a 50% do salário, poderão ir a 135%. A proposta, cujo impacto financeiro não foi divulgado, terá de ser votada na Câmara e no Senado”.

● O Ministério da Educação informou que devolverá os R$ 35 de taxa de inscrição no Enem a estudantes que desistiram de fazer a prova. O adiamento do exame mexeu com outro programa do MEC: as inscrições de candidatos a bolsas no Prouni só começarão na segunda semana de fevereiro. EM TEMPO: não consigo entender porque o Ministério da Educação ainda mantém a sigla do antigo Ministério da educação e Cultura, MEC. Alguém poderia me dizer por quê?

● Em decisão inédita, 22 grandes empresas brasileiras lançaram um programa para medir emissões de gases que provocam o efeito estufa. Responsáveis por até 8,5% das emissões no País, as companhias, porém, não fixaram metas para reduzir a poluição.

● Especialistas veem restrição à ação da Justiça em campanhas, e relator nega. Pelo menos oito pontos da minirreforma eleitoral sancionada pelo presidente Lula no final de setembro tornam mais brandas ou dificultam punições por irregularidades na propaganda ou na prestação de contas dos políticos. A nova lei limita aos partidos, excluindo o Ministério Público, a tarefa de mover ação contra propaganda irregular no rádio e na TV.

● Missão da OEA deixou Honduras sem acordo que desse fim aos mais de cem dias de crise política no país. O Itamaraty agora pressiona o presidente deposto, Manuel Zelaya, para que reduza à metade o total de "hóspedes" na embaixada brasileira.

● Comissão da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou o arquivamento da ação de impeachment contra a governadora Yeda Crusius (PSDB). A sessão foi abandonada pela oposição. A decisão precisa ser confirmada no dia 20 pelo plenário, onde os governistas são maioria.

● A ofensiva do governo para restringir a ação do Tribunal de Contas da União prevê a reforma da Lei de Licitações, que poderá ser votada na semana que vem no Senado e que limita o prazo das medidas do TCU. Além disso, o governo quer que pareceres do tribunal não paralisem obras sem aval do Congresso. Para Dilma Rousseff, ministra Chefe da Casa Civil, suspender obras só com base em indícios de irregularidades é "frágil”.

● Passados 40 anos do sequestro do embaixador Charles Elbrick, um dos envolvidos, Paulo de Tarso Venceslau, obteve visto para entrar nos EUA. O veto americano ainda inclui Fernando Gabeira e Franklin Martins, que também foram sequestradores. Hoje, o primeiro é deputado e o segundo ministro.

● Herta Mül1er, escritora alemã nascida na Romênia, ganhou ontem o prêmio Nobel de Literatura. "Sua obra desenha as paisagens dos desamparados com a concentração da poesia e a objetividade da prosa", justificou a Real Academia de Ciências. E o Brasil, terra de grandes escritores, até hoje não teve um único Nobel de Literatura...

● O portal Transparência Olímpica, que vai permitir o acompanhamento de gastos e prazos das obras executadas para os Jogos Olímpicos de 2016, está no ar. Mas ainda será necessário esperar até o fim do mês, pela reunião do COI, para fiscalizar os projetos.

● A sombra da corrupção atinge duramente políticos em escândalos na Itália, na Espanha e na Polônia. Após perder a imunidade, o primeiro-ministro Silvio Berlusconi se defendeu partindo para o ataque. O PP espanhol enfrenta graves acusações de subornos a empresários. E o chefe da agência anticorrupção polonesa acabou demitido ao denunciar ministros, que caíram.

● A taiwanesa Acer, terceira do mundo na venda de PCs e laptops, voltou a se instalar no Brasil após 15 anos. A empresa já está produzindo em uma fábrica no interior de São Paulo e passará a ter direito aos benefícios fiscais concedidos a concorrentes.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

SÃO MANUEL TEM PRIMEIRA MORTE POR GRIPE SUÍNA
Veja matéria completa no site:
http://www.cluberegional.com.br/site/noticia.php?id=119
COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Ontem os Sem Terra, do MST, deixaram pacificamente a fazenda que invadiram aqui na região. Uns dizem que a fazenda da Cutrale fica em Iaras, outros em Lençóis Paulista, e alguns em Bauru. Vai ver é tão grande que pega os três municípios. Mas nossa imprensa, creio eu, não se preocupou com esse pormenor. O fato é que os invasores saíram, a mando da Justiça. Mas... dizem que vão voltar... Parece brincadeira...

● Eram cerca de 300 famílias do MST as que deixaram a Fazenda Santo Henrique. A invasão deixou um rastro de destruição: milhares de pés de laranja foram arrancados, e cerca de 30 tratores, quebrados. O prejuízo é calculado em R$ 3 milhões, segundo o “Estadão”. Nos últimos cinco anos, entidades ligadas ao MST receberam R$ 115 milhões do governo federal, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário enviados ao DEM.

● Conforme o jornal O Estado de S. Paulo, o governo decidiu buscar um amplo acordo para agilizar a liberação dos projetos relativos à exploração do pré-sal e às obras da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016. Serão procurados empresários, sindicalistas, governadores, prefeitos, Congresso e Ministério Público, além do Tribunal de Contas da União que há uma semana recomendou a paralisação de 41 obras federais, sendo 13 do PAC. O objetivo do governo é flexibilizar as auditorias do tribunal e acelerar os processos de concessão das licenças ambientais do Ibama.

● Após a Unicamp, a Universidade de São Paulo (USP) e a PUC-SP anunciaram que não usarão o Enem por causa do atraso de dois meses na aplicação da prova. Até ontem, segundo o MEC, 4 federais e 14 estaduais tinham adiado seus vestibulares. Duas federais ainda discutem o problema. A nova data limite para divulgação dos resultados do Enem é 5 de fevereiro.

● A espanhola Telefônica ofereceu R$ 6,5 bilhões para comprar a GVT, empresa que atua em 14 estados e DF, onde compete com a Oi-BrT. A oferta supera a do grupo francês Vivendi, de R$ 5,4 bilhões.

● Na Itália a Corte Constitucional declarou inválida a lei com que o premier Berlusconi se concedeu imunidade. Com isso, ele pode novamente virar réu em quatro processos judiciais. O homem está verdadeiramente enrolado...

● Um defeito que paralisou um trem lotado, da SuperVia, resultou em quebra-quebra e incêndio da composição, ontem, em Nilópolis. Após escapar quebrando vidros do trem, 300 passageiros subiram até a estação, depredaram a bilheteria e levaram um cofre e placas para os trilhos. A circulação entre Japeri e Deodoro foi suspensa por cinco horas, revoltando outro grupo, em Mesquita. Imaginem se isso acontecesse antes da escolha do Rio de Janeiro para sediar a Olimpíada de 2016...

● O governo federal começou a atrasar o pagamento das restituições do Imposto de Renda das Pessoas Físicas, na maioria trabalhadores de classe média, para compensar parte da queda na arrecadação de tributos no ano. A ordem foi dada à Receita pelo Ministério da Fazenda. De R$ 15 bilhões que seriam devolvidos até dezembro, cerca de R$ 3 bilhões só devem sair no primeiro trimestre de 2010.

● Acordo entre Brasil e Vaticano é aprovado também no Senado. Texto inclui pontos polêmicos, como o ensino católico facultativo em escola pública, e só depende de promulgação do Congresso para vigorar.

● A Organização dos Estados Americanos está mediando as negociações para tentar pôr fim à crise em Honduras. O maior impasse é a data na qual o presidente golpista, Roberto Micheletti, deixaria o poder. Apesar de o governo afirmar que suspendeu o estado de exceção, moradores denunciam que, na prática, ainda vigora.

● A Câmara votará nos próximos dias o projeto de lei que cria incentivos ao desenvolvimento de fontes de energia renováveis. Entre as propostas, desconto de 20% na conta de luz para quem adotar o uso de energia solar em casa e redução de impostos. Bom negócio para empresas como a Soletrol, aqui de São Manuel, que fabrica aparelhos de aquecimento solar.

● Pesquisa de antibióticos leva o Nobel de Química. Um indiano, um norteamericano e uma israelense decifraram os ribossomos. Experimento premiado abre caminho para a produção de remédios mais eficientes, sobretudo antibióticos.

● A União Internacional de Telecomunicações (UTI) propôs a criação de uma plataforma mundial de cibersegurança para os paises defenderem suas estruturas estratégicas, em um momento em que as ameaças à web se tornaram um problema global.

● Os EUA tomaram a dianteira e representantes do governo anunciaram um projeto para contratar mil especialistas em cibersegurança entre os melhores do mundo nos próximos três anos. Essa equipe incluirá analistas, programadores e engenheiros para ajudar na defesa do país e proteger a infraestrutura e sistemas domésticos na área de tecnologia da informação.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O ministro Guilherme Cassei (Desenvolvimento Agrário) definiu como "grotesca" a destruição de laranjal em fazenda invadida pelo MST em Iaras (SP) - pertinho aqui de São Manuel - e disse que o ato deve atrasar a atualização de dados de produtividade da reforma agrária, atendendo a um pedido dos sem-terra. A Justiça ordenou reintegração de posse da fazenda, onde estão 250 famílias, à empresa Cutrale.

● Este blogueiro está curioso em saber como o governo federal vai se portar em relação a essa insana atitude do MST. É que o movimento é ilegal, não tem configuração jurídica nem como ONG, e continua fazendo suas estripulias pelo Brasil afora, sem que ninguém tome uma atitude mais drástica contra isso. A curiosidade é maior quando fico sabendo que a Cutrale, que teve 7 mil pés de laranja destruídos por um trator, foi a maior doadora de recursos para o presidente Lula, em sua campanha eleitoral para a reeleição, em 2006. E agora José???

● O novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será feito nos dias 5 e 6 de dezembro. Com isso o uso da nota em universidades públicas paulistas se torna difícil. O Enem não deverá contar pontos ao menos na primeira fase da Fuvest, que seleciona para a USP. A Unicamp já anunciou que deixará de adotar a nota por causa do adiamento do exame, causado pelo vazamento da prova. Com o adiamento do Enem, o Ministério da Educação prorrogou o prazo para alunos que quiserem mudar a cidade em que farão a prova.

● Os responsáveis pelo vazamento das questões da prova do Enem, que prejudicaram mais de quatro milhões de estudantes e deram enorme prejuízo ao governo, foram descobertos. Vamos ver o que vai acontecer com eles...

● O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o Brasil não pode adotar como meta o desmatamento zero. O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, elogiou o comprometimento brasileiro em diminuir o desmatamento em 80% até 2020. Resta saber se isso será possível.

● Nascido há seis dias em colégios particulares da Zona Sul do Rio, um novíssimo movimento estudantil deu cara às manifestações contra a fraude no Enem: Nove (Nova Organização Voluntária Estudantil). Ao saber do adiamento da prova, os estudantes combinaram - pelo Orkut e pelo MSN - o protesto no MEC. Mas a Nove rejeita o movimento estudantil tradicional, ligado a partidos e comandado por UNE e Ubes.

● Em seu primeiro teste após o auge da crise global, o comércio está otimista em relação ao Dia da Criança. Pesquisa da Fecomércio-RJ mostra que o carioca gastará 15% mais do que em 2008. A indústria terá vendas 12% maiores.

● O Santander, quarto maior banco brasileiro, concluiu a maior captação de recursos deste ano no Pais com a venda de novas ações. O Banco pode obter até R$ 14 bi com venda de papéis e deve se aproximar do Bradesco em valor de mercado.

● O embaixador do Brasil na OEA, Ruy Casaes, disse em entrevista que o País quer a volta de Manuel Zelaya ao poder em Honduras, mas é contra estender o mandato do presidente deposto. Para Casaes, o governo golpista "não deixa de ser um ator. “Temos de conversar com ele", afirmou. O que se teme é que o Brasil acabe se enroscando ainda mais nessa gelada hondurenha...

● O governo estuda mudar a tributação dos fundos de investimento para torná-los mais atraentes. A ideia é que o Imposto de Renda sobre o rendimento incida só uma vez por ano. Hoje, é pago a cada semestre. Os fundos defendiam mudanças por causa da concorrência da poupança. Em setembro, a captação líquida das cadernetas foi de R$ 3,51 bilhões, segunda maior do ano.

● A inflação medida pelo Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI), da Fundação Getúlio Vargas, acelerou em setembro. Subiu 0,25% no mês, o maior acréscimo desde outubro de 2008. Itens industriais puxaram a alta, graças à retomada da economia mundial.

● Abrir caminho para a era da Internet e a criação de câmeras digitais rendeu o Nobel de Física a três cientistas. Um foi pioneiro das fibras óticas, e dois descobriram como transformar a luz em sinais eletrônicos. Eles moldaram os fundamentos das sociedades em rede.

● O Gmail, serviço de correio eletrônico do Google, foi alvo de um ataque de hackers, que teriam usado sites e endereços falsos para tentar obter informações dos usuários, como dados bancários ou senhas de contas na Internet. Mais de 30 mil pessoas tiveram seus dados revelados. Na véspera, o Hotmail, da Microsoft, sofrera ataque semelhante.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● A informação foi pouco veiculada pela imprensa, mas o STF, através de uma de suas ministras, concedeu liminar proibindo a posse de novos vereadores ainda nesta legislatura. Claro que o caso deve ser julgado pelo plenário do STF, mas, enquanto isso não ocorrer, ninguém vai poder tomar assento nas Câmaras Municipais, em decorrência do aumento do número de vereadores decidido pelo Congresso Nacional. Pode ser que o número de vereadores seja aumentado somente nas próximas eleições.

● Chamou-me a atenção ontem um episódio ocorrido na noite anterior na chamada Praça do Santuário, aqui em São Manuel. Um indivíduo, em motocicleta, atirou num outro que estava dentro de um estabelecimento comercial e acertou-o no peito. Mas o que que é isso??? (diria o narrador esportivo da Bandeirantes Ulisses Costa). Tempos de faroeste? E.T.: o ferido foi removido para o Hospital das Clínicas da Unesp, em Botucatu.

● De acordo com o Jornal Nacional, o Ministério da Educação vai contratar outra empresa, em caráter de emergência, para aplicar e corrigir as provas do Enem. Órgãos do próprio governo também vão ajudar na realização do exame. Os Correios vão fazer a distribuição das provas. A Força Nacional de Segurança e a Polícia Federal vão fazer a segurança. Depois que a boiada escapou, estão fechando as porteiras...

● O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que questionar transparência de gastos com Olimpíadas do Rio é argumento para diminuir o papel do Brasil. Em Bruxelas, Bélgica, o presidente sustentou que o povo brasileiro saberá fiscalizar o uso do dinheiro. Lula reconheceu a necessidade de se começar a trabalhar já para a realização dos jogos, não se deixando nada para a última hora. Bom que se diga que esse medo de não haver transparência, decorre dos gastos dos Jogos Pan-americanos, muitos deles até hoje não explicados...

● A classe média parou de crescer e até encolheu em 2008, após três anos de expansão. A conclusão é de um estudo do economista Waldir Quadros, da Unicamp, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE.

● O presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, revogou o estado de sítio e pediu punição aos responsáveis por tirar Zelaya do país em junho. Três estudantes ocuparam por 7 horas a embaixada brasileira em Caracas, pedindo a mediação de Lula junto ao governo Chávez.

● A Receita apertou o cerco contra fraudes em deduções do Imposto de Renda, praticadas sobretudo pela classe média. As primeiras autuações ficaram em cerca de R$ 150 mil por contribuinte. A ação começou por Brasília, onde já foram autuadas aproximadamente 700 pessoas. Depois, foi estendida a vários Estados. Documentos obtidos pela "Folha de S. Paulo" mostram casos de multas superiores a R$ 400 mil.

● Nunca as lojas ofereceram prazos tão longos para parcelamento sem juros no próprio cartão de crédito. Em setembro, a oferta chegou a 17 parcelas. Mas os parcelamentos embutem pesados encargos financeiros - entre 30% e 35% - no preço anunciado, que são imperceptíveis ao consumidor. Por isso, é interessante consultar quanto é que a mercadoria desejada custa à vista.

● O Editorial do “Estadão” de hoje é alentador: “O Brasil credor do FMI é simplesmente isso: um país mais produtivo, menos sujeito a grandes surtos de inflação, mais aberto e com um padrão fiscal melhor do que teve durante décadas”.

● Três cientistas dos EUA conquistaram o Prêmio Nobel de Medicina pela identificação da telomerase, enzima que renova um revestimento na extremidade do cromossomo cujo desgaste natural pode levar ao envelhecimento ou ao câncer. Quem sabe um novo caminho para encontrar a cura do Mal de Alzheimer?

● Após 13 dias de paralisação dos bancários, clientes com menos recursos e pouco acesso à tecnologia, sofrem para receber salários e pagar contas. Depois os bancários vão ceder, pedindo para não terem os dias parados descontados do salário do mês...

● Um terrorista suicida realizou um atentado na Arábia Saudita utilizando explosivos que foram introduzidos em seu corpo na forma de um supositório. O novo tipo de ataque é difícil de ser detectado e já preocupa as autoridades. Seria cômico, se não fosse trágico...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

ATENÇÃO! Estamos no ar!Acesse o site www.cluberegional.com.br e ouça a programação da RÁDIO CLUBE DE SÃO MANUEL 1510 kHz AM! Nesse site você também tem acesso a este Blog! E pode saber quais as principais notícias de São Manuel e da região!
COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, o Connasel, consórcio que havia sido contratado para aplicar o Enem, será substituído. A decisão ainda não foi oficializada porque o Ministério da Educação busca soluções jurídicas para romper o contrato, por falha de segurança.

● A PF de São Paulo deve pedir hoje a prisão preventiva de Felipe Pradella, suspeito de vazar a prova do Enem. Ele seria segurança da Fort Knox, contratada pelo consórcio que aplicaria a prova. Dois outros acusados, um publicitário e um DJ, já foram indiciados.

● O ministro Orlando Silva Jr. (doEsporte) disse que o Pan do Rio "deixou lições" e admitiu erros do evento de 2007. Para o ministro., o Pan ensinou que é preciso "planejar detalhadamente cada ação de um grande evento" e previu organização "mais consistente" para 2016. O ministro apontou "outro erro do Pan" ao dizer que, para a Olimpíada, será necessário prever logo o destino das instalações esportivas pós-Jogos.

● O FMI alertou ontem que o sucesso do Brasil na recuperação dos efeitos da crise global pode "instigar o apetite" de investidores externos e fazer com que a abundância de dólares se torne um problema. Para o Fundo, o País deve considerar diminuir estímulos fiscais para evitar a valorização do real.

● O relatório da ONU mostra que o Brasil melhorou seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), mas manteve a mesma 75ª posição no ranking de nações elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. O índice variou de 0,808 para 0,813. O avanço se deu principalmente pelo crescimento do PIB per capita. Educação e saúde também progrediram, mas em ritmo menor.

● Pequenas emissoras de rádio vão pagar menos imposto como compensação pelo tempo cedido para divulgar propaganda política. Esse benefício, atualmente, só vale para grandes empresas. A iniciativa, parte da lei eleitoral sancionada pelo presidente Lula na última terça, segue o plano do governo de fortalecer mídias regionais. O presidente já havia aumentado o número de veículos que recebem publicidade federal.

● A proposta de ampliar a anistia prevista no acordo que tenta pôr fim à crise em Honduras tornou-se ontem mais um ponto crítico. O presidente deposto Manuel Zelaya quer o perdão também para a retirada de US$ 2,13 milhões que financiaria um plebiscito.

● Os índios brasileiros pretendem eleger ao menos cinco deputados federais e formar uma bancada forte em 19 Estados. Puxadores de votos serão lançados para a Câmara, como Almir Suruí, de Rondônia, Sandro Tuxa, da Bahia, e Júlio Macuxi, de Roraima. O Partido Verde é o mais cortejado por eles.

● Coração sob controle - Aprovado pela Anvisa, equipamento implantado no peito de pacientes cardíacos é capaz de emitir sinal de alerta 12 horas antes de um infarto.

● Autoridades indianas abriram um inquérito para investigar a troca de socos entre os dois pilotos de um voo da Air India e, uma aeromoça e um comissário. A confusão ocorreu no sábado de madrugada, a quase dez mil metros de altura, quando o avião, com 106 passageiros a bordo, sobrevoava o Paquistão. Os pilotos são acusados de assédio.

domingo, 4 de outubro de 2009

CRÔNICA DE DOMINGO

Alô gente! Bom domingo e boa semana!
Esta crônica foi recentemente publicada no jornal O PRATIANO. Lembra a chegada do primeiro homem na Lua. Boa leitura!
Gildo Sanches

FAZ 40 ANOS QUE O HOMEM CHEGOU À LUA
Na noite de 20 de julho de 1969 eu e minha mulher, Elza, fomos dormir um pouco mais tarde do que de costume. Morávamos em Porto Alegre naquele tempo, e ficamos aguardando a chegada do homem à Lua, que aconteceu justamente às 23 horas, 56 minutos e 20 segundos (horário de Brasília) daquela fria, porém inesquecível noite. Na Terra a Agência Espacial Americana (Nasa) transmitiu a cena ao vivo. Foi a primeira transmissão ao vivo via satélite para televisão para cerca de 1,2 bilhão de pessoas, muitas maravilhadas, outras temerosas, e outras tantas incrédulas.
Víamos tudo em nossa pequena televisão da marca Admiral, fabricada lá mesmo na terra gaúcha, e comprada a prestação na própria loja da fábrica, que ficava próxima à agência do Banco Brasul de São Paulo S.A., onde eu trabalhava.
Neil Armstrong conseguiu pôr o pé esquerdo em primeiro lugar no irregular solo lunar, depois de descer a escada metálica do módulo Águia, da legendária Apollo 11. Pesado, com cerca de 100 quilos, o astronauta começou a andar em pequenos saltos, pois sem a gravidade da Terra tinha a sensação de ter um peso não superior a 15 quilos, se tanto.
As imagens em preto e branco que a telinha mostrava não eram perfeitas. Mas dava para acompanhar tudo, inclusive os dois companheiros de viagem de Armstrong, os astronautas Michael Collins e Edwin Aldrin (que também alunissou). Collins parecia extasiado com o feito, e Aldrin, um católico fervoroso, retirou uma hóstia de um pequeno estojo e a levou à boca. Foi a primeira comunhão feita por alguém na Lua. O curioso é que quatro anos depois ele mergulhou no alcoolismo. Passou seis anos internado em várias clínicas e hoje se dedica a divulgar o turismo espacial.
Depois dessa viagem à Lua, a ciência espacial desenvolveu-se de forma inacreditável. Para alcançar o satélite da Terra foi preciso criar uma tecnologia fantástica, em diversas áreas científicas, o que foi um fabuloso ganho para a humanidade. No que se relaciona diretamente ao espaço, hoje se sabe, por exemplo, que existe água em Marte e as sondas que lá estiveram devem um tributo à velha Apollo 11. E se existe água por lá, é bastante provável que tenha havido vida ou até que ainda existam formas de vida bacterianas em condições de sobrevivência em ambientes extremos.
Mas a herança daquela viagem é muito maior. Na medicina, foi possível a criação do marca-passo, que ajusta hoje em dia as batidas dos corações de muita gente, e da tomografia computadorizada, um raio X diferenciado, que proporciona a visão facetada do corpo humano. Na dieta, criaram-se os alimentos desidratados. No vestuário, foram desenvolvidos materiais sintéticos, mais leves e resistentes, que atualmente entram na confecção de tênis e de muitas roupas. Na cozinha, imagine, tem a revolucionária panela revestida de teflon, que foi criado para revestir a Apollo 11 com a finalidade de ela resistir a altas temperaturas.
Foram seis as viagens tripuladas feitas à Lua, e doze os astronautas que alunissaram. Mas, 40 anos depois do feito, ninguém se esquece do primeiro, Neil Armstrong, que cravou no satélite a bandeira americana e disse: “Esse é um pequeno passo para um homem, mas um salto gigantesco para a humanidade!”. E foi, realmente
.

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Na madrugada de hoje, 02 horas da matina, foi disputado o Grande Prêmio de Fórmula 1 do Japão. Quem ganhou foi o alemão Sebastian Vettel, que saiu na pole e venceu de ponta a ponta. O brasileiro Rubens Barrichello só conseguiu o 7º lugar, muito pouco para quem anda querendo vencer o campeonato deste ano. Button, que é o líder e parceiro do brasileiro, chegou em 8º lugar e adiou a festa da conquista, talvez para o Grande Prêmio do Brasil, daqui a duas semanas.

● A cantora Mercedes Sosa, que estava internada desde o mês passado, em estado grave, faleceu aos 74 anos de vida. Foi uma das principais vozes do cancioneiro latino-americano e tem gravações feitas com cantores brasileiros, como Milton Nascimento e Fagner.

● O jornal “Estadão” informa que, mesmo antes do vazamento da prova do Enem deste ano, o Ministério da Educação já estudava mudanças no exame para evitar fraudes. O “antídoto antifraude”, que deve ser implementado em 2010, prevê que haverá cinco ou mais provas totalmente distintas, de modo a ter ao menos 900 perguntas diferentes – hoje, são apenas 180 questões. Assim, ainda que houvesse vazamento, a possibilidade de alguém decorar tantas perguntas seria mínima.

● O presidente Lula criticou os que não acreditavam na vitória brasileira e garantiu que a Olimpíada não vai tirar o foco dos problemas sociais. Um dos argumentos da campanha do Rio é de que não será usado dinheiro destinado a projetos sociais e não haverá aumento de impostos por causa dos jogos. Lula afirmou que essa vitória foi a conquista da cidadania internacional brasileira. “Quebramos o último preconceito contra nosso país”, disse.

● O Rio não tem desafios só em áreas como transporte, hospedagem e segurança. Em 2016, os atletas brasileiros também terão que obter um desempenho bem melhor do que o das últimas Olimpíadas, como é tradição em países que sediam a competição. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) planeja usar o modelo que os britânicos estão utilizando para os Jogos de Londres, em 2012, em detrimento da “megalomania chinesa”, de Pequim-2008. O incentivo será para esportes que podem dar muitas medalhas, como boxe e ciclismo.

● Com a escolha do Rio como sede da Olimpíada de 2016, os investimentos no estado devem somar R$ 250 bilhões, segundo cálculos da Firjan. Parte da conta vem de empresas que executarão projetos que dependiam da realização do evento esportivo. O governo estadual, responsável pela outra parte, vai rever o plano de investimento para 2010-2012, que soma R$ 126 bilhões.

● De 1998 a 2007, hospitais privados reduziram de 3,2 milhões para 1,7 milhão os atendimentos pelo SUS. É a resposta da rede particular, insatisfeita com os repasses públicos, que abandona o sistema Há reembolso de consultas de R$ 2,55, o que é um absurdo. Em uma década, 1.082 hospitais deixaram o SUS. E assim a saúde dos brasileiros mais humildes continua indo por água abaixo...

● Pesquisa Datafolha feita em todo o País mostra que 13% dos brasileiros admitem já ter trocado seu voto por dinheiro, emprego ou presente. Esse percentual corresponde a cerca de 17 milhões de pessoas maiores de 16 anos, em um universo de 132 milhões de eleitores.

● O presidente hondurenho deposto, Manuel Zelaya, e o líder do governo de fato, Roberto Micheletti, se reunirão na quarta-feira, sob mediação da OEA, com um ponto em comum: ambos estão enfraquecidos. Para diplomatas, um eventual acordo transformará Zelaya e Micheletti em passado. O que, convenhamos, já está demorando muito...

● Pesquisa da Unesco mostra que o Brasil precisa investir na formação dos professores se quiser ter um ensino com a mesma qualidade do de países desenvolvidos. A baixa remuneração é um sério desestímulo e afasta das salas de aula estudantes que se formam em áreas com carência de docentes, como matemática, física e química.

DESTAQUES DAS PRINCIPAIS REVISTAS SEMANAIS BRASILEIRAS

VEJA
♦♦♦ Maravilhosa e olímpica – Para o Rio e o Brasil, o ano de 2016 já começou.
♦♦♦ Entrevista – Yoani Sánchez – As três mentiras de Cuba – A blogueira cubana diz que as chamadas “conquistas da revolução” são um mito e que só quem nunca morou na ilha pode ter admiração por seu regime.

♦♦♦ De olho no Planalto – O presidente do BC, Henrique Meirelles, filia-se ao PMDB como parte de um plano só esboçado para transformá-lo em vice na chapa da ministra Dilma Rousseff. Se vai dar certo, é outra história.
♦♦♦ A reação dos fichas-sujas – O projeto que impede a candidatura de pessoas processadas pela Justiça nem começou a tramitar e já está sob ataque de um grupo de deputados.
♦♦♦ Notícias de um sequestro – Surgem evidências de que os terroristas das Farc estão agindo na Venezuela. O narcoterror sequestrou um empresário brasileiro, desaparecido há dois meses, e cobra resgate da família.
♦♦♦ No cafofo do Zelaya – Na embaixada do Brasil, o presidente deposto lê livro de autoajuda, insufla a violência e protege-se dos “raios nocivos” que a mando de alguém, de algum lugar e de alguma maneira estariam sendo emitidos para prejudicar a sua saúde. Pois é...

♦♦♦ Em busca da prova segura – Depois do vazamento do Enem, o substituto do velho vestibular, o MEC está diante de um desafio: tornar o exame mais imune a fraudes como essa.

ÉPOCA
♦♦♦ O sabor da vingança – O que o novo filme de Brad Pitt ensina sobre um dos sentimentos mais primitivos da humanidade.
♦♦♦ A Olimpíada é nossa! – A conquista dos Jogos de 2016 revela o novo papel do Brasil no mundo.
♦♦♦ O Enem levou bomba antes da prova.
♦♦♦ Dá para sair da enrascada? – Oposição e governo retomaram as negociações para encontrar uma saída para a crise em Honduras. O que esperar daqui para a frente.
♦♦♦ Ele vai ser independente? – Aprovado para o STF, José Toffoli está agora diante do desafio de provar sua capacidade jurídica e de se descolar da imagem de advogado do PT.

♦♦♦ Sem direito de ir e vir – Impedida de sair de Cuba por causa de suas críticas ao regime castrista, a blogueira Yoani Sánchez não deverá comparecer ao lançamento de seu livro no Brasil.

ISTOÉ
♦♦♦ Beleza – O triunfo do laser – Os médicos comprovam que, para o rejuvenescimento, o laser é melhor que o botox. E, além de apagar rugas e manchas, consegue eliminar pelos e até cicatrizes.
♦♦♦ Quartel general – O Itamaraty cria central de emergência para a crise em Honduras
♦♦♦ Sim, nós faremos! – Com projeto consistente, discursos seguros e engajamento sem precedentes, a vitória do Rio de Janeiro para sediar os Jogos de 2016 coloca o País em outro patamar.

♦♦♦ Políticos de carteirinha – A maioria das novas filiações partidárias ignora ideologias e programas e vai atrás apenas de votos na próxima eleição. Que falta faz uma reforma política!
♦♦♦ Sarney, o neopetista – Absolvido com a ajuda do PT, o presidente do Senado agora paga a fatura e apóia o MST.
♦♦♦ Os jovens no poder – Uma onda de juventude invade o primeiro escalão do governo e poderosos de menos de 30 anos vivem situações inusitadas. ♦♦♦ A lei da limpeza – Um novo projeto tenta barrar os políticos fichas-sujas, mas eles já esconderam a vassoura.
♦♦♦ Passaporte para a prisão – Tráfico de drogas, prostituição e imigração ilegal triplicam o número de brasileiros presos no Exterior.