sábado, 12 de dezembro de 2009


CIDADE SE ENFEITA PARA FESTAS NATALINAS

São Manuel está movimentada neste final de ano. Os enfeites, como os da foto acima, na Avenida José Horácio Mellão, estão espalhados pela cidade. O comércio abre à noite e retira os moradores de suas casas para assistir aos espetáculos oferecidos pela municipalidade e para fazer as compras dos presentes. Veja a programação do PAZ NATAL no site:

DESTAQUES DOS JORNAIS LOCAIS NESTE FINAL DE SEMANA

O Jornal O DEBATE, de São Manuel, não está circulando neste final de semana, devendo voltar às bancas e às mãos dos seus assinantes na próxima sexta-feira, com sua edição especial de Natal.

Jornal O PRATIANO, de Pratânia, edição de 11 de dezembro de 2009

♦♦♦ Pratânia realiza o 4º Festival Sertanejo amanhã, homenageando Zé Germano, uma figura querida do município.
♦♦♦ Escolas de Pratânia realizam cerimônias de formatura no dia de hoje.
♦♦♦ Equipe do Bar Santa Luzia sagrou-se campeã do VIII Campeonato “Prata é Ouro” de Futsal.
♦♦♦ Equipe Pró Silk tornou-se campeã do Campeonato “Prata é Ouro” de Futsal Sub-15.
♦♦♦ Beleza & Saúde: Oligoterapia – Energia da Vida (terapeuta Everaldo Andrade) /// Café reduz risco de câncer (fisioterapeuta e acupunturista André Luís Bertani) /// Mais Saúde – 2010: O ano do pulmão.
♦♦♦ Estudo: pecuária é responsável por metade do CO2 no Brasil.
♦♦♦ Quase 40% dos jovens de 16 anos não acabaram o ensino básico.
♦♦♦ Senado aprova licença de quatro meses para pais.
♦♦♦ Mundo vai ter recorde de calor em 2010.
♦♦♦ Coluna “Em Dia com as Notícias” e a crônica “A hora e a vez dos vampiros”, ambas de autoria deste blogueiro, estão na página 5.
♦♦♦ Um Estado permanentemente imoral – artigo do Dr. Ives Gandra da Silva Martins.
♦♦♦ Aposentado que ganha mais de um mínimo terá reajuste real de 2,5%.
♦♦♦ Em São Manuel, Programa Ação Jovem apresentou o espetáculo “Relatos de Adolescentes”.
♦♦♦ Formatura dos acadêmicos do IMES será no dia 18 de dezembro.
♦♦♦ Diretoria de Turismo de São Manuel realizou reunião para o Carnaval 2010.
♦♦♦ Instituição Assistencial Maria de Nazareth agradece apoio recebido da Associação Banespiana. Os recursos serão utilizados na manutenção das atividades da entidade assistencial.

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O Sol mostrou a cara agora pouco, mas já se escondeu atrás das nuvens. Há previsão de chuvas para hoje, mas as chuvas mais fortes devem vir amanhã, que vai ser um dia frio – a previsão da temperatura máxima pelo Climatempo é de 22º –, às portas do Verão que já vem vindo por aí!

● O mundo católico aqui de São Manuel, e por que não dizer, do interior de São Paulo, está em festas hoje, com a ordenação sacerdotal de dois jovens diáconos são-manuelenses, Reginaldo e Cristiano, que se tornarão padres em cerimônia a ser realizada às 17 horas, no Santuário de Santa Teresinha, pelas mãos do arcebispo emérito de Botucatu, Dom Antonio Maria Mucciollo.

● Um dia após o presidente Lula afirmar que quer “tirar o povo da merda”, numa referência ao precário sistema de saneamento básico do País, especialistas advertem que, caso seja mantido o atual nível de investimentos, o Brasil ainda vai demorar 66 anos para universalizar os seus serviços de esgoto. De 2008 até hoje, o governo só executou 11% dos R$ 12,6 bilhões reservados no Orçamento da União a programas na área urbana e rural. Dos mais de R$ 8 bilhões do FGTS destinados a esse fim desde 2003, só 35% foram usados. Hoje só 42% dos brasileiros têm acesso a esgoto. A meta do milênio de ampliar a rede para atender 70% da população até 2015 também pode ir pelo ralo: só seria alcançada em 40 anos. A análise é do jornal O GLOBO de hoje.

● Ainda segundo O GLOBO, no programa do PT na televisão, anteontem, o presidente Lula – crítico feroz, à época, do Plano Real e da Lei de Responsabilidade Fiscal – atribuiu a seu governo o mérito da estabilização da economia, omitindo resultados das políticas econômicas do governos Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Protagonista do programa ao lado da ministra Dilma Rousseff, Lula exagerou nos números positivos de sua gestão e foi contestado por historiadores e cientistas políticos.

● Em Copenhague, a versão preliminar do documento que define metas para frear o aquecimento global desagradou aos países com maior risco de sofrer danos pela alta da temperatura. A proposta limita em dois graus Celsius a elevação térmica do planeta até o fim do século, mas o bloco dos africanos e estados-ilha defende um teto de 1,5. O texto sugere ainda reduzir a emissão de gases poluentes em 95% em 2050 — o mesmo patamar de 1990. Estados Unidos e China são contra.

● Pesquisa feita pelo IBGE revela que 104,7 milhões de brasileiros (65,2% da população acima de dez anos) não têm internet. O acesso à rede, porém, registrou alta de 75% e passou de 32 milhões para 56 milhões de pessoas no País no período entre 2005 e 2008. O instituto atribui essa alta à expansão de renda e crédito. Em média, o brasileiro que acaba de descobrir a internet mora no Norte/Nordeste, tem renda de até um salário mínimo, 27 anos de idade, sete anos de estudo e acessa a rede de casa ou de LAN house. A pesquisa ouviu 391 mil pessoas acima de dez anos que entraram na internet pelo menos três meses antes da entrevista. “A evolução é fantástica, mas, pela quantidade de excluídos, ainda temos um apagão digital”, afirmou Cimar Azeredo, do IBGE. A pesquisa mostra também que 30 milhões de brasileiros passaram a ter celular entre 2005 e 2008. Agora, 86 milhões possuem o aparelho.

● Responsável pela América Latina do governo Obama, Arturo Valenzuela não será recebido pelo ministro Celso Amorim na segunda-feira. Falará com Marco Aurélio Garcia, assessor de Lula. Brasil e EUA divergem em assuntos como Honduras, e Irã. “Eu não acho que nós estejamos nos estranhando”, disse Valenzuela. A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, alertou a América Latina sobre o risco de se envolver com o país islâmico.

● O governo do Distrito Federal abasteceu nos últimos três anos com ao menos R$ 14,4 milhões, sem licitação, uma produtora que fez programas para o diretório do DEM em Brasília e cuidou da campanha do governador José Roberto Arruda em 2006. O sistema se assemelha ao “valerioduto”, que envolveu o governo Lula e a gestão de Eduardo Azeredo em Minas, no qual empresas-mãe contratadas repassavam dinheiro a políticos mediante subcontratações. No caso do Distrito Federal, o dinheiro vai primeiro para contratados oficiais que fazem publicidade e depois é transferido à produtora. O governo negou irregularidades. Nos últimos cinco anos, a verba de publicidade do Distrito Federal foi de R$ 500 milhões.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● A Frente Fria está rodeando nossa região. Tempo nublado, ainda não chove, mas é bem possível que venha água logo mais. Choveu muito ontem no Rio de Janeiro. Caiu mais da metade da média de chuvas prevista para o mês de dezembro, ontem, em terras cariocas. São Paulo, capital, ainda lida com os problemas da chuva que caiu no começo da semana por lá. O planeta anda mesmo muito nervoso...

● De julho a setembro deste ano, a economia brasileira cresceu abaixo das expectativas. O avanço do Produto Interno Bruto (PIB) ficou em 1,3%, mas as previsões - inclusive do ministro Guido Mantega, na véspera - eram de 2%. Com isso, em 12 meses, a economia encolheu 1%, o que não acontecia desde 1999, ano da maxidesvalorização cambial. Com o resultado divulgado pelo IBGE, analistas apostam que 2009 fechará com estagnação ou recessão, o que não acontece desde 1992, no governo Collor.

● Boa parte dos economistas acredita que o pequeno PIB se deve ao fato de a saída de estoques ter demorado mais do que o esperado. A boa notícia, por outro lado, é que a indústria, a partir de agora, precisa retomar a produção num ritmo mais acelerado para atender à demanda, permitindo que o PIB cresça mais em 2010. Fica também mais distante a chance de o Banco Central subir os juros, pois a economia não está mais tão aquecida.

● Em discurso para duas mil pessoas no Maranhão, o presidente Lula disse que quer investir mais em saneamento: "Quero saber se o povo está na merda e quero tirar o povo da merda em que se encontra." E admitiu: "É lógico que falei palavrão aqui".

● O interessante é que todos os grandes jornais de hoje destacam essa fala, entremeada com o que chamam de palavrão, do presidente Lula. Mais uma vez ele, com toda sua visão política, chamou a atenção, ao dizer uma palavra que todo mundo diz no dia a dia, e que, para muitos, nem é um palavrão...

● Além de adiar até 2012 a punição de proprietários que desrespeitaram o limite de corte de vegetação nativa em suas terras, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu suspender a cobrança de multas de desmatadores que passarem a cumprir a lei. A anistia faz parte do programa Mais Ambiente, criado por decreto do Planalto. O decreto será publicado hoje no "Diário Oficial".

● Sancionadas pelo Planalto, as novas regras da Lei do Inquilinato saíram no "Diário Oficial" e entrarão em vigor em 45 dias. Elas facilitam o despejo do inquilino inadimplente e sem garantias, tornam mais ágil a devolução de imóveis comerciais alugados e regulamentam a figura do fiador.

● Sem entrar no mérito, o Supremo rejeitou o pedido do jornal "O Estado de S. Paulo" de publicar notícias sobre ação da Polícia Federal que investiga Fernando Sarney, filho do senador José Sarney. Para o STF, o jornal utilizou mecanismo errado para contestar a proibição.

● A Polícia Federal vai pedir a quebra do sigilo bancário e fiscal do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, de seis parlamentares, entre eles o presidente licenciado da Câmara Distrital, secretários e autoridades envolvidas no mensalão do DEM. O objetivo é investigar indícios de movimentação superior à renda dos suspeitos, lavagem de dinheiro, aumento patrimonial e enriquecimento ilícito.

● José Roberto Arruda anunciou ontem que vai deixar o DEM. O governador não poderá se candidatar em 2010. O partido ficou aliviado...

● A proposta de um "protocolo de Copenhague", a ser apresentada hoje na Conferência do Clima, visa a incluir os EUA num acordo de redução de emissões de CO2. O texto se assemelha ao Protocolo de Kyoto, rejeitado pelos americanos.

● O presidente dos EUA, Barack Obama, disse ontem, ao receber o Nobel da Paz, que há guerras "moralmente justificáveis". Foi uma resposta às críticas sobre a premiação, já que ele lidera os EUA nas guerras afegã e iraquiana. "Dizer que a força algumas vezes é necessária não é cinismo. É o reconhecimento da história, das imperfeições do homem e dos limites da razão", argumentou.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009


NOVOS SACERDOTES

No próximo dia 12, sábado agora, às 17h, no Santuário de Santa Teresinha, realiza-se a ordenação sacerdotal dos diáconos Cristiano Aparecido dos Santos e Reginaldo A. da Silva. Os jovens sacerdotes são são-manuelenses e terão como Bispo Ordenante Dom Antonio Maria Mucciolo, arcebispo emérito de Botucatu. Os novos padres católicos estão integrados atualmente à Paróquia Nossa Senhora Achiropita, de Cotia, Estado de São Paulo.
COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Hoje está mais frio do que se poderia imaginar, para uma época como esta, pertinho do início do verão. O céu está azulado com algumas nuvens altas, brancas. Não parece que vamos ter chuva, ao menos por enquanto, aqui em nossa São Manuel. Em São Paulo, capital, ainda ontem havia bairros alagados, por causa da imensa chuva que caiu no dia anterior. Subiu para oito o número de mortos devido aos problemas causados pela chuva na capital. Aqui na região também ocorreram quedas de terra na Rodovia “Marechal Rondon”, anteontem.

● Quase cinco anos após o mensalão do PT e duas semanas depois do mensalão do DEM, o presidente Lula encaminhou ontem ao Congresso o primeiro projeto de combate direto à corrupção formulado por seu governo. Pela proposta, atos de corrupção ativa e passiva se transformam em crime hediondo, como ocorre hoje com estupro, e serão inafiançáveis. Penas de prisão aumentam, especialmente se os acusados forem autoridades. O projeto de Lula soma-se a outros 70 sobre o tema, que já estão no Congresso.

● Com bombas de efeito moral, balas de borracha e cassetetes, a PM do Distrito Federal, subordinada ao governador José Roberto Arruda, reprimiu com violência um ato em que cerca de 1.500 pessoas bloquearam uma das avenidas de Brasília. Elas protestavam contra os casos de corrupção envolvendo Arruda. Fez lembrar bastante casos semelhantes ocorridos no regime militar brasileiro, de alguns anos passados.

● Tuvalu, um minúsculo país-ilha do Pacífico, bloqueou ontem as negociações da Conferência Mundial do Clima, em Copenhague. Liderando os países mais pobres e ameaçados pelo aquecimento global, Tuvalu dividiu o G-77 ao exigir metas mais rigorosas de cortes de CO2, o que Brasil e China não querem. Nações como Tuvalu desaparecerão com a elevação do nível do mar. Vai ser difícil chegar a um acordo nessa Conferência do Clima. Mas vai mesmo...

● O governo brasileiro anunciou ontem uma série de medidas para manter os estímulos aos investimentos do setor privado e sustentar o crescimento econômico do Brasil na casa dos 5% nos próximos anos. O quarto pacote de "bondades" em dois meses elevou de R$ 2,3 bilhões para R$ 5,5 bilhões o volume de renúncias fiscais contratado para 2010. Entre as medidas, a prorrogação da desoneração de IPI para bens de capital e o reforço de R$ 80 bilhões no caixa do BNDES para empréstimos.

● A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou a ampliação da licença-paternidade em algumas situações, como morte da mãe no pós-parto ou, nos casos de adoção, decisão do casal de transferir ao homem o cuidado do filho. Se não houver recurso ao plenário, o projeto irá para a Câmara.

● Na busca de reverter o isolamento internacional, o presidente eleito de Honduras, Porfirio Lobo, defendeu anistiar todos os envolvidos na crise criada pelo golpe de Estado, em junho. Lobo toma posse em janeiro. Manuel Zelaya, que foi deposto, está na Embaixada do Brasil desde setembro.

● E vai continuar por lá. É que a negociação que garantiria a saída de Manuel Zelaya, da embaixada brasileira no país, foi abortada na madrugada desta quinta-feira. Zelaya afirmou que o governo interino "abortou o processo que estava sendo promovido pelo México" para que ele pudesse deixar o país, ao exigir sua renúncia ao cargo de líder como condição para sua saída. E o Brasil continua metido na encrenca...

● O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu ontem manter a taxa básica de juros em 8,75% ano. No comunicado divulgado após a reunião, o Copom reconhece que a ociosidade da indústria está sendo gradualmente ocupada, mas, por enquanto, o juro está em nível adequado à meta de inflação. Para o mercado, o sinal é de estabilidade na taxa no início de 2010.

● Confirmado: o governo vai editar medida provisória reajustando os benefícios de 8,2 milhões de pensionistas que ganham acima do salário mínimo, o que custará R$ 3 bilhões aos cofres públicos, valor que ainda será incluído no Orçamento da União, em discussão no Congresso Nacional.

● Concurso dos Correios: maior parte dos 6.565 cargos oferecidos será para carteiros e atendentes das agências, em todos os estados e no Distrito Federal. As inscrições começam em 28 de dezembro e os salários variam de R$ 706,48 a R$ 3.431,06. Seleção da ECT deve atrair cerca de 3 milhões de candidatos no País.

● A Volkswagen vai comprar 20% da Suzuki Motor, por US$ 2,5 bilhões. O acordo reforça a posição das montadoras nos mercados da Ásia e de veículos compactos.

● Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou projeto de autonomia do BC, que também transforma empresas de cartões em instituições
financeiras.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Estávamos imaginando que hoje voltaria a chover intensamente aqui por São Manuel e região, como aconteceu ontem. Mas não está chovendo. O céu não está inteiramente azul, mas já espiei lá fora e vi uma réstia de sol. A temperatura caiu bastante. Não está tão frio, mas nem temos aquele calorão horrível da semana passada.

● Seis pessoas morreram por causa das chuvas que levaram o caos a São Paulo ontem. Na região metropolitana, houve deslizamentos e desabamentos. Em um deles, quatro irmãos morreram quando o barraco onde viviam foi soterrado. Os rios Tietê e Pinheiros transbordaram, paralisando o trânsito. Foi o maior volume de chuvas dos últimos três anos. Terrível!

● Propostas divergentes elaboradas pela Dinamarca (em nome dos países ricos) e por Brasil, China, Índia e África do Sul, os países, digamos, mais pobres, causaram a primeira grande queda de braço na Conferência do Clima. Os ricos querem reduzir suas obrigações e enfraquecer a ONU. Os emergentes impõem aos ricos mais custos e metas rigorosas.

● Cá entre nós: com tantos interesses em jogo, eu tenho muitas dúvidas sobre a possibilidade de um acordo honesto, para todos os lados, nessa Conferência do Clima. Tomara que eu esteja errado...

● O DEM planeja fazer uma sessão secreta de sua executiva nacional para decidir sobre a expulsão do governador José Roberto Arruda (DF). Prevista para sexta-feira, a votação só não será secreta se a expulsão for por aclamação. Que coisa...

● Cresceu 192% o volume de spams enviados por servidores localizados no Brasil este ano. Com isto, o País tornou-se o primeiro no ranking de envio de mensagens indesejadas, segundo relatório de segurança da empresa Cisco. O crescimento foi de 2,7% no ano passado para 7,7%. Os EUA ficaram em segundo lugar. A previsão dos especialistas é a de que o tráfego das mensagens não solicitadas ou infectadas deve subir até 40% em 2010...

● O presidente Lula vai editar medida provisória reajustando o salário mínimo para ao menos R$ 505,00 – 5,1% acima da inflação – a partir de janeiro. Para conter o desgaste político, a MP dará metade desse ganho real para os benefícios da Previdência Social superiores ao mínimo. Com a MP, o governo barra projeto na Câmara que prevê reajuste maior para os que ganham acima do mínimo, que, obviamente, vão continuar perdendo, como já vem acontecendo desde o governo de FHC. E olha que o presidente Lula disse, em sua campanha eleitoral, em que iria ajudar os aposentados...

● Pelo menos 127 pessoas morreram e 390 ficaram feridas numa série de cinco ataques com carros-bomba e suicidas em Bagdá. A operação é a terceira desta dimensão desde agosto no Iraque. Forças de segurança dizem que o objetivo da ação é enfraquecer o primeiro-ministro Nouri al-Maliki, ligado aos EUA, nas eleições parlamentares de março.

● Aqui no Brasil, o Supremo Tribunal Federal julgará hoje pedido de liminar de O Estado de S. Paulo contra a censura ao jornal, impedido há 131 dias de publicar dados de investigações sobre o empresário Fernando Sarney. O pedido se baseia em decisão do STF que derrubou a Lei de Imprensa.

● Seis suspeitos de terem cavado um túnel de cem metros para roubar R$ 20 milhões de uma transportadora de valores em São Paulo foram presos, ontem, na mesma cidade, por uma atitude amadora: estacionaram o carro usado na preparação do assalto na porta de casa. Tomara que esses bandidos continuem sendo assim tão ingênuos, sempre...

● O discurso de continuidade que a ministra Dilma Rousseff levará ao seu palanque será centrado na universalização dos serviços públicos. “O Luz para Todos é a universalização de energia, mas falta a universalização do esgoto. Temos que ter cobertura de esgoto em 100%”, disse Dilma em entrevista ao jornal Valor Econômico.


● A ministra-chefe da Casa Civil diz ser favorável a que crimes de corrupção tenham punição mais dura, mas alerta contra ritos sumários que não preservem o direito de defesa. Abraça a candidatura Ciro Gomes em São Paulo e não vê problemas em subir em palanques estaduais com mais de um candidato governista.

● Sem qualquer avanço digno de nota na agenda comercial, a 38ª. reunião de cúpula do Mercosul terminou ontem com críticas da Argentina e do Paraguai à paralisia e aos desequilíbrios do bloco, em recados endereçados diretamente ao presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

● Após quase três anos fora do mercado, com fábricas praticamente paradas, a Gradiente anuncia hoje a conclusão de um plano de recuperação extrajudicial que consumiu meses de negociações com dezenas de credores em torno de uma dívida de R$ 385 milhões. A Gradiente também renegociou a dívida fiscal de R$ 148 milhões no Refis, programa da Receita que permite parcelar os débitos. Essa marca - Gradiente - é brasileira e merece ser preservada.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Choveu muito aqui pelas bandas de São Manuel na noite de hoje, e continua chovendo agora pela manhã. Os informativos radiofônicos que escuto todos os dias de madrugada disseram que choveu no Estado de São Paulo inteiro. Não foi uma chuva comum, tanto que na capital, a São Paulo da garoa, choveu 80 mm em apenas três horas, o que é uma barbaridade. Os meteorologistas dizem que vai continuar chovendo hoje, o dia inteiro!

● Assinala o jornal O Estado de S. Paulo que o governo vai financiar, por meio do BNDES, cerca de 60% do projeto do trem-bala Campinas-São Paulo-Rio, estimado em R$ 84,6 bilhões. Além disso, a União deverá ter participação de cerca de 30% do capital da empresa que será criada para construir e administrar o trem. O secretário executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, disse que, dos R$ 10,4 bilhões de capital próprio da empresa, R$ 7 bilhões deverão vir dos sócios privados e outros R$ 3,4 bilhões do Tesouro.

● Numa decisão aplaudida na abertura da Conferência do Clima da ONU (COP-15), em Copenhague, a agência ambiental dos EUA classificou o CO2 e outros cinco gases do efeito-estufa como prejudiciais à saúde. Com isso, a administração federal poderá controlar diretamente emissões, mesmo sem a aprovação do Congresso, que emperrou a legislação climática americana. A partir de 2010, a agência poderá impor restrições, por exemplo, à indústria e à geração de energia. O secretário-geral da COP-15, Yvo de Boer, saudou a decisão e disse que ela aumenta significativamente as chances de um acordo climático ambicioso em Copenhague. A medida dá ao presidente Barack Obama mais autonomia para firmar um acordo.

● Mas também tem notícia ruim a respeito do encontro em Copenhague: com a União Europeia à frente, os países industrializados estão se recusando a repassar recursos dos fundos de Adaptação e Mitigação aos grandes países emergentes, como o Brasil. Trata-se do principal meio de financiar ações contra o aquecimento global. A discussão ocorreu nos bastidores da Conferência do Clima, que começou ontem em Copenhague.

● Acusado de comandar o esquema de corrupção no Distrito Federal, o governador José Roberto Arruda está ainda mais isolado: O PMDB decidiu sair do governo e mandou seus aliados deixarem os cargos.

● Enquanto o País assistia às finais do Brasileirão, anteontem, ladrões entraram por um túnel enorme que tinham cavado antes e roubaram R$ 20 milhões de uma empresa de transporte de valores em São Paulo. A quadrilha tinha comprado uma casa na região e cavou o túnel durante quatro meses. Já tivemos roubo semelhante a esse aqui no Brasil, mais precisamente no Nordeste. Será que não são os mesmos esses ladrões?

● Após um ano de investigação, o Ministério Público do Estado e o consulado americano em São Paulo identificaram quadrilha que vendia falsas vagas de emprego para brasileiros nos EUA. O grupo movimentou R$ 90 milhões em sete anos e fez cerca de 9.000 vítimas. Há 11 detidos.

● O Ministério Público Federal denunciou cinco envolvidos na tentativa de fraudar o Enem, adiado em outubro após o Estado avisar o Ministério da Educação sobre o vazamento da prova. Os acusados foram denunciados pelos crimes de peculato, corrupção passiva, violação de sigilo funcional e, um deles, também por extorsão. A pena pode chegar a 60 anos de prisão.

● A possibilidade de desabastecimento de alguns produtos no comércio às vésperas do Natal foi admitida ontem pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Mas ele voltou a fazer previsões otimistas com relação a 2010 e disse que não há "bolha de consumo".

● Estudantes contrários ao presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad ressuscitaram ontem a onda de protestos pró-reformas com manifestação no interior da Universidade de Teerã. Temendo um agravamento dos conflitos, lojas da região fecharam as portas.

● As exportações brasileiras de café somaram 2,53 milhões de sacas em novembro, uma queda de 13,7% em relação a igual período de 2008. No acumulado do ano, a alta é de 6%.

● Campeão nacional após 17 anos, o Flamengo saiu frustrado da entrega do prêmio Craque Brasileirão 2009, que escolheu os melhores da competição na noite passada, no Rio de Janeiro. O clube carioca teve apenas dois jogadores eleitos para a seleção do torneio e viu o meia Diego Souza, do Palmeiras, ser escolhido o craque da competição. Vale ressaltar que a escolha acontece sempre antes da última rodada, senão as coisas poderiam ser diferentes.

● E a CBF interditou o Estádio Couto Pereira, do Coritiba, por tempo indeterminado. O clube paranaense ainda pode sofrer uma multa de R$ 200 mil. Isso tudo por causa da “guerra” que os torcedores armaram por lá, depois de o time ter sido rebaixado para a Série B.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009


UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

O time de futebol mais popular do Brasil, o Flamengo, venceu o Grêmio de Porto Alegre ontem, no Maracanã, e sagrou-se Campeão Brasileiro de 2009. Uma trajetória cheia de altos e baixos, um monte de problemas envolvendo o clube, mas o Flamengo soube superar esses obstáculos, para a alegria de sua imensa torcida espalhada por todo o Brasil!

Lamentável o que ocorreu em Curitiba, com torcedores invadindo o gramado, brigando com policiais, uma batalha, uma guerra... Um saldo de pelo menos 17 feridos, alguns com gravidade. O futebol brasileiro não merece esse comportamento... E por falar em comportamento, torcedores do Flamengo também se pegaram nas ruas do Rio de Janeiro ontem à noite. Brigavam contra eles mesmos. Parece brincadeira...

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O jornal O Globo diz que depois do vazamento das provas e de seu adiamento em outubro, o Enem registrou o maior índice de abstenção da história do teste: pelo menos 37,7% dos inscritos não fizeram a prova no sábado. O Inep, ligado ao MEC, admitiu que divulgou gabaritos errados. A Folha de S. Paulo dá outro número: a abstenção teria sido de 39,5%.

● A cúpula do DEM já trabalha com a expulsão, na próxima quinta-feira, do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, que teve o nome envolvido num esquema de caixa dois e propinas. Grupos a favor do impeachment de Arruda contrariaram a Justiça e mantiveram ocupada a sede do Legislativo do DF.

● Segurados do INSS que contribuem pelo limite máximo toda a vida têm perda de 6,6% no valor do beneficio ao se aposentar. Isso se deve a aumentos do teto acima da inflação. Em 2002, por exemplo, o teto foi de R$ 1.869 para R$ 2.400. Depois disso, aplica-se o fator previdenciário, que reduz ainda mais o benefício.

● Pesquisas de boca de urna apontam que Evo Morales foi reeleito presidente da Bolívia, com pelo menos 61% dos votos. No Legislativo, as sondagens indicam que Morales conseguiu sua meta de fazer 24 dos 36 senadores. Hoje pela manhã os noticiosos radiofônicos já confirmavam essa vitória de Evo Morales.

● A maior conferência climática da história começa hoje, em Copenhague, com 20 mil delegados de 192 países, enorme expectativa e uma coleção de impasses. Os principais pontos de tensão são as metas de redução de gases-estufa e a definição de recursos para que as nações mais pobres se adaptem à mudança do clima. O maior problema é que as metas estão bem aquém do que os cientistas dizem ser necessário para evitar o aquecimento excessivo do planeta.

● O Brasil pretende flexibilizar o uso de um fundo com recursos dos royalties do petróleo para combater os efeitos das mudanças climáticas. O fundo ambiental, que ainda depende de lei, pode chegar a R$ 1 bilhão por ano.

● Mais de R$ 3 bilhões serão restituídos aos contribuintes, caso seja confirmada a promessa do ministro da Fazenda, Guido Mantega. A partir de hoje, a Receita Federal em Brasília prioriza o cidadão e passa a atender empresas somente em horários agendados pela internet com um dia de antecedência.

domingo, 6 de dezembro de 2009

CRÔNICA DE DOMINGO

Alô gente! Bom domingo e boa semana!
Publicada no jornal O PRATIANO, recentemente, esta crônica nos leva a refletir sobre nossa autoestima. Como é que está a sua ultimamente? Boa leitura!
Gildo Sanches

Como é que está sua autoestima?
A gente ouve a toda hora alguém falar sobre autoestima. Que precisamos manter elevada nossa autoestima, que temos que nos desvencilhar de problemas que possam acarretar sua queda, essas coisas. Mas, o que é mesmo a autoestima? Garanto que pouca gente saberia responder a essa pergunta de imediato, sem fazer nenhuma consulta no seu livro de cabeceira ou na Internet.
Bem, autoestima é a opinião e o sentimento que cada um tem por si mesmo. É ter consciência de seu valor pessoal, acreditar, respeitar e confiar em si. Coisas que, convenhamos, nem sempre são tão simples assim. A autoestima, juntamente com o amor-próprio, é a base para o bem viver do ser humano, a cura para todas as dificuldades e sofrimentos de origem emocional.
A autoestima começa a se formar na infância, a partir de como as outras pessoas nos tratam. Ou seja, as experiências do passado exercem influência significativa na autoestima quando nos tornamos adultos. Perde-se a autoestima quando se passa por muitas decepções, frustrações, em situações de perda, ou quando não se é reconhecido por nada que se faz. O que abala não é só a falta de reconhecimento por parte de alguém, mas principalmente a falta de reconhecimento por si próprio.
Quando a autoestima está baixa a pessoa se sente inadequada, insegura, com dúvidas, incerta do que realmente é, com um sentimento vago de não ser capaz. Se você não acredita ser capaz de ter alguém que o ame, de fazer aquilo que quer, de se cuidar, desenvolvendo assim um sentimento de insegurança muito profundo, desistindo facilmente de tudo que começa, está, com certeza com a autoestima lá embaixo...
Interessante notar que esse processo acontece inconscientemente. A pessoa não tem consciência de por que está agindo assim, apenas sente o sofrimento, que pode se expressar em forma de angústia, dor no peito, choro, pesadelos, vazio, agressividade, depressão, doenças. Acaba culpando os outros pelos próprios erros, encara todas as críticas como ataques pessoais e torna-se dependente de relações doentias.
O maior indicador de que alguém está com baixa autoestima é quando essa pessoa sente intensa necessidade de agradar, não consegue dizer "não", busca aprovação e reconhecimento por tudo o que faz, sempre querendo se sentir importante para as pessoas, pois na verdade, não se sente importante para si mesma. Com isso, se abandona cada vez mais.
A autoestima influencia tudo que fazemos, pois é o resultado de tudo que acreditamos ser. Por isso o autoconhecimento é de fundamental importância para aumentar a autoestima. Ou seja, confiar em si mesmo, ouvir sua intuição, acreditar em sua voz interior, respeitar seus limites, reconhecer seus valores, expressar seus sentimentos sem medo, sentir-se competente, capaz e se tornar independente da aprovação dos outros, tudo isso faz com que a autoestima se eleve. Mas é um processo gradativo, que exige trabalho e conscientização. Que tal tentar reconstruir a sua?


COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Uma análise do jornal O Globo do Rio de Janeiro: “De escândalo em escândalo, o Brasil se acostumou a ver dinheiro em malas, meias e cuecas – como nos recentes mensalões do PT e do DEM. Mas a marca dos escândalos brasileiros é a impunidade: levantamento da Associação de Magistrados Brasileiros revela que, das ações contra autoridades no Superior Tribunal de Justiça (STJ), 40% prescrevem ou caem no limbo do Judiciário. NO STF, o percentual é de 45%. As condenações de autoridades são apenas 1% no STJ - muitas convertidas em penas pecuniárias irrisórias - e inexistem no STF”.

● E prossegue o jornal carioca: “Desde que foi criada há 17 anos, a Lei de Improbidade Administrativa condenou 1.605 pessoas. Para juízes, cientistas políticos, psicólogos e procuradores ouvidos pelo GLOBO, punir corruptos é o caminho para concluir a democratização brasileira, que trouxe o aumento da Fiscalização da gestão pública. ‘Mas não conseguimos consumar a punição, ponta final do processo. O percurso precisa ser fechado urgentemente’, alerta a cientista política Rita Biason. Com partidos minados por denúncias de corrupção, falta porta-voz para a bandeira da ética. ‘É grave, porque pode dar condições para candidatos identificados com o 'rouba, mas faz' ganharem espaço’, avalia o cientista político Leonardo Barreto

● Conforme o jornal O Estado de S. Paulo, o patrimônio do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, filmado recebendo dinheiro vivo no escândalo do "mensalão do DEM", cresceu 1.060% em sete anos, informa o repórter Rodrigo Rangel. Nas declarações à Justiça Eleitoral, em 2002 e 2006, a soma dos bens do governador não passava de R$ 600 mil. Agora, o patrimônio real da família Arruda, só em imóveis em Brasília, acumula um valor de mais de R$ 7 milhões.

● Segundo a TV Globo, em todo o Brasil, mais de 4,1 milhões de pessoas se inscreveram para o Enem esse ano. O resultado do exame seria usado como único critério de seleção ou somado à nota do vestibular para entrar nas principais universidades do país. Mas, depois que a primeira prova foi anulada, muitas mudaram de idéia.

● De acordo com a rádio BandNews, os depósitos em poupança somaram R$ 100 bilhões, pela primeira vez no ano, em novembro. Segundo o Banco Central (BC), o resultado foi influenciado pela primeira parcela do décimo terceiro salário. Portanto, o brasileiro está poupando.

● Na véspera da cúpula do clima das Nações Unidas, que começa amanhã na Dinamarca, pesquisa Datafolha revela que a maioria dos brasileiros se diz disposta a pagar mais em impostos ou energia para amenizar efeitos do aquecimento global. Os entrevistados, porém, não consideram as mudanças climáticas o mais grave dos problemas mundiais. Elas aparecem em sétimo lugar, com 5%, numa lista de prioridades encabeçada por pobreza (22%), violência e fome (ambos com 19%). O encontro da ONU, que reunirá representantes de 193 governos em Copenhague até o dia 18, terá início em meio a divergências entre países ricos e pobres e propostas de corte das emissões de gases-estufa tidas como insuficientes.

● O presidente Evo Morales deve dar, na eleição de hoje, um dos mais importantes passos para a consolidação de seu projeto de "refundar" a Bolívia. Cada vez mais popular, ele deve se reeleger com facilidade. A dúvida é saber se Evo terá maioria absoluta no novo Congresso, que será responsável por redesenhar as estruturas do Estado boliviano.

DESTAQUES DAS PRINCIPAIS REVISTAS SEMANAIS BRASILEIRAS

VEJA

♦♦♦ O Natal dos safados – A impunidade e outros 9 presentes que os corruptos sempre ganham de Papai Noel.
♦♦♦ Gigante na praça – União do Pão de Açúcar e Casas Bahia muda tudo no varejo.
♦♦♦ Poder, dinheiro, corrupção e... - O governador de Brasília estrela um dos mais repugnantes espetáculos de corrupção já vistos na história. Sem nenhum pudor, políticos foram filmados recebendo dinheiro de propina em meias, cuecas, bolsas e até via Correios. Depois, ainda rezam, agradecendo a Deus a graça alcançada.

♦♦♦ Contra a parede - O STF processará o senador Eduardo Azeredo, do PSDB, pelo "mensalão mineiro". A defesa do tucano é bem petista: ele diz que nunca soube de nada.
♦♦♦ O mundo em alerta - O desafio das 192 nações reunidas em Copenhague, a partir desta semana, será construir um acordo em bases realistas. O segredo é respeitar a ciência.
♦♦♦ Ficará mais fácil desatar o nó - Ao eliminar a etapa da separação, a nova lei do divórcio diminui também a angústia dos casais que hoje estão no limbo: nem casados, nem livres para nova união.

ÉPOCA


♦♦♦ 100 - Os brasileiros mais influentes em 2009.
♦♦♦ Os segredos do mensalão de Arruda - A história de chantagens e traições que levou à denúncia de um esquema de corrupção milionário e à derrocada do governador do Distrito Federal.

♦♦♦ Se não punir, eles sempre voltam - Há nove anos, Arruda estava em outro escândalo. Seu caso mostra que, no Brasil, a impunidade perpetua e incentiva os desvios éticos na política.
♦♦♦ Falta mais ambição em Copenhague - As propostas antecipadas pelos principais países para a conferência do clima são boas. Mas não bastam para evitar um aquecimento catastrófico.
♦♦♦ E agora, Itamaraty? - eleito um novo presidente, a posição brasileira na questão Zelaya fica cada vez menos defensável.

ISTOÉ

♦♦♦ 10 anos de premiação - Brasileiro do Ano 2009.
♦♦♦ Entrevista - David Uip - "Camisinha é ruim e droga é bom" - Para o médico, é preciso dizer a verdade antes de se reforçar que o preservativo salva vidas e que a dependência química mata. Pode ser um caminho para melhorar a prevenção da Aids.

♦♦♦ Cruz credo! - Preces e dinheiro em cueca e meias. O "Mensalão do DEMO", chefiado pelo governador José Roberto Arruda, é um esquema de corrupção diferente por ser cheio de provas e de caras de pau.
♦♦♦ A versão da ex de Arruda - Mariane Vicentini diz que o governador usa o dinheiro da corrupção para construir patrimônio não declarado à Receita.
♦♦♦ Gigante do varejo - Com promessa de preços menores ao consumidor, Pão de Açúcar se une à Casas Bahia e torna-se um dos 50 maiores grupos de comércio do mundo.

♦♦♦ O sindicalismo domado - A proximidade com o governo tira da CUT o papel de protagonista em questões econômicas como previdência, jornada de trabalho e política salarial.
♦♦♦ Para acompanhar Copenhague - ISTOÉ antecipa algumas das discussões que deverão esquentar o encontro da ONU sobre mudanças climáticas.

CARTA CAPITAL

♦♦♦ O conto do Natal – O DEM acabou no panetone – As imagens de corrupção explícita complicam a vida de Arruda, o único governador do ex-PFL.

♦♦♦ Câmbio – Os efeitos negativos do real valorizado ficam mais aparentes
Uruguai – Mujica quer transformar o país pela tecnologia.

♦♦♦ Um golpe maquiado – Honduras – Eleição tenta disfarçar a polarização do país, mas está longe de encerrá-la. Zelaya foi só o começo.
♦♦♦ Disputa até a última gota – Petróleo – Pequenos exploradores lutam para sobreviver em um setor que, no Brasil, exige grandes escalas de investimentos e produção.