sábado, 20 de fevereiro de 2010

JORNAIS LOCAIS
Os jornais O DEBATE e O PRATIANO não circularam neste final de semana, em vista do feriado de Carnaval. Por esse motivo não postei os destaques dos mesmos neste sábado. Esses jornais voltam a circular na próxima sexta-feira.
DICA DO DIA
Todos os dias fazemos mentalmente a construção do nosso futuro através de pensamentos positivos, codificados através de símbolos em nossa mente. Indiretamente, estamos pedindo ao Universo as energias positivas que irão construir a nossa felicidade. Para que isto ocorra com uma certa facilidade, é preciso ter uma regra básica: saber pedir! Anote num pequeno de papel seus sete principais pedidos para a sua vida. Leia e releia todos os dias até gravar no seu consciente e inconsciente. É muito importante saber o porquê do pedido. Não adiante só pedir: é preciso ter fé, determinação e paciência para esperar o momento certo. Mas tem um detalhe: não peça somente coisas para você. Pense no que você irá pedir para os outros que estão à sua volta. Lembre-se: o universo é rico, generoso e abundante.
(diabetenet.com.br/motivacional)

HORÁRIO DE VERÃO
Termina hoje à meia-noite o Horário Brasileiro de Verão. Os relógios devem ser atrasados em uma hora. Ontem, no noticioso que faço na Rádio Clube de São Manuel, li uma matéria da CPFL Paulista enaltecendo os efeitos positivos do estabelecimento desse horário aqui no Brasil. Espantei-me. Dizia o comunicado que nos mais de 230 municípios de São Paulo servidos pela distribuidora, a economia no período fora de 0,7%... Aí então, percebendo o índice irrisório de economia, argumentam os doutos no assunto que o tal horário se reflete positivamente na hora do pico de consumo de energia elétrica, ou seja, das 18 às 21 horas. Mas também nesse aspecto os números são pífios. Então eu critiquei, de novo, esse Horário de Verão, como faço sempre. Dizem os médicos que existem pessoas que passam mal, chegam até a ir em busca de prontos-socorros, por causa dessa mudança. Claro que não são todos, mas tem muita gente que sente essa mudança, tanto na entrada quanto na saída do Horário de Verão. E se fosse muito bom, de verdade, ele seria estendido a todos os Estados brasileiros, como já foi no passado. Mas não. Ficam de fora os Estados do Norte e do Nordeste do País. Por quê? Alguém deve ter muito interesse nesse Horário de Verão aqui do Brasil...

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O Jornal da Cidade de Bauru, que gentilmente me envia todos os dias um resumo de suas principais matérias, afirma na edição de hoje que “a indústria local se recupera e quase dobra exportações”. A notícia destaca que “o crescimento das vendas para o mercado externo neste início de ano confirma a recuperação da indústria local. As exportações aumentaram em Bauru 82,36% em janeiro de 2010 se comparadas com o mesmo período do ano passado. Ao todo, a remessa de produtos ao Exterior somou US$ 11,55 milhões”. Uma notícia positiva, sem dúvida alguma.

● Ainda no Jornal da Cidade de Bauru, uma notícia boa para os funcionários públicos estaduais de toda a região – Diz que o secretário de Gestão Pública, Sidney Beraldo, participa hoje da cerimônia de ampliação do contrato entre o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) e o Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu, da Universidade Estadual Paulista(Unesp). O evento será às 10h no campus da Unesp, Distrito de Rubião Junior, no salão nobre da Faculdade de Medicina da Unesp.

● Na ocasião, o secretário deverá anunciar novos serviços na área de saúde para os funcionários públicos da região. As novidades vão beneficiar diretamente os 12,1 mil usuários da cidade de Botucatu além de 4.494 servidores e seus dependentes em cidades próximas como Anhembi, Areiópolis, Bofete, Conchas, Itatinga, Laranjal Paulista, Pardinho, Pereiras, Porangaba, Pratânia, São Manuel e Torre de Pedra. Muito bom!

● Ao aprovar diretrizes do programa de governo para a pré-candidatura da ministra Dilma Rousseff ao Planalto, o congresso do PT incluiu no documento teses mais radicais e à esquerda do texto base da Executiva. Entre elas, taxação gradativa das grandes fortunas, combate ao monopólio dos meios de comunicação e mudança na legislação sobre telecomunicação.

● Por pressão da CUT, os 1.300 delegados aprovaram o compromisso de tentar reduzir a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. Foi derrotada a emenda que previa a inclusão do nome do PMDB como aliado preferencial na campanha presidencial. O congresso termina hoje, com o lançamento da pré-candidatura da ministra. Em seu discurso, Dilma fará um contraponto às teses esquerdistas, reafirmando o compromisso com a estabilidade econômica.

● A afirmação do presidente Lula de que nem ele nem Dilma subirão em dois palanques onde a base estiver dividida causou forte reação de petistas e aliados. Dirigentes do PT voltaram a defender, por exemplo, que, no Rio, Dilma suba nos palanques de Garotinho (PR) e Cabral (PMDB).

● O governador afastado do DF, José Roberto Arruda, foi transferido pela Polícia Federal para uma cela sem banheiro e só com uma janela. A cela anterior – o gabinete de um diretor da PF – era maior, tinha banheiro privativo e quatro janelas. Na nova cela, Arruda fica fora do alcance de fotógrafos e também de manifestantes. A PF alegou razões de segurança para a mudança.

● São Paulo deve continuar a enfrentar chuva acima da média pelos próximos três meses, aponta previsão do Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climático). Para especialistas, entre março e maio, a capital pode registrar mais problemas causados pelas cheias. Segundo Lincoln Alves, do Cptec, no decorrer do próximo trimestre as condições atmosféricas e oceânicas verificadas nos últimos meses não devem mudar. Com isso, o país continuará a sofrer a influência de El Niño (aquecimento anormal das águas do Pacífico).

● Sessenta e quatro pessoas sobreviveram ao naufrágio do veleiro canadense Concórdia, utilizado como navio-escola, a 555,6 km do litoral do Rio. Não houve mortos. O veleiro viajava de Recife a Montevidéu quando sofreu o acidente, atribuído a fortes ventos e ondas. Havia na embarcação pessoas de dez nacionalidades (nenhum brasileiro), a maioria entre 17 a 20 anos.

● A Argentina vai pedir apoio oficial dos países vizinhos para impedir a Inglaterra de explorar petróleo nas Ilhas Malvinas, arquipélago cuja soberania da Grã-Bretanha é contestada por Buenos Aires. Nomes de 4.300 agentes, militares e civis, que integraram a repressão na ditadura Argentina foram divulgados ontem pela primeira vez.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

DICA DO DIA
Muitas vezes nós acabamos criando armadilhas para a nossa própria produtividade, ao rejeitar instrumentos simples, como listas de pendências, contatos e agenda de compromissos. Mantemos informações apenas na nossa cabeça, e elas acabam ficando no caminho quando precisamos nos concentrar no que estamos realizando a cada momento. O planejamento e preparação inadequados causam distrações desnecessárias e difíceis de evitar, porque ocorrem dentro de nós mesmos, sem causa externa que possa ser combatida. Ter – e usar! – um sistema confiável de registro de pendências, compromissos, contatos e referências é a forma de solucionar este efeito, e não depende de tecnologia: embora existam sistemas sofisticados muito bons, os métodos baseados em papel e caneta continuam populares. (http://www.efetividade.net)

ALERTA
A empresa GlaxoSmithKline anunciou ontem, em comunicado mundial, que decidiu interromper o fornecimento de seu fixador de próteses dentárias contendo zinco, o Ultra Corega Selante Anti-Partículas, por medida de precaução. Os fixadores de prótese da marca que não contêm zinco (Ultra Corega Creme Fixador de Dentaduras, Corega Fita Adesiva, Ultra Corega Pó, Super Corega Pó e Corega Pó Fixador) continuam sendo comercializados. A medida foi tomada após a publicação de estudos que apontaram possíveis riscos do uso excessivo e prolongado da substância. As avaliações são que o consumo ao longo dos anos pode levar a problemas sanguíneos, como anemia, e a sintomas como dormência, formigamento ou fraqueza nos braços e pernas e dificuldade para caminhar. No Brasil, o produto é comercializado há um ano e não há relatos de problemas. "Se algum usuário tiver preocupação de ter usado produto em excesso, deve interromper o uso, consultar seu médico e usar uma alternativa sem zinco", diz a empresa. Consumidores podem tirar dúvidas nos números 0800 0211529 ou 0800 0266001 ou no site www.gsk.com.br.

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Conforme o jornal Folha de S. Paulo, a Câmara Legislativa do Distrito Federal abriu processos de impeachment contra o governador afastado José Roberto Arruda (sem partido), preso há oito dias sob a acusação de tentar subornar uma testemunha, e contra Paulo Octávio (DEM), governador interino desde a prisão de Arruda. Também investigado pela Polícia Federal, Paulo Octávio anunciou que permanecerá no cargo.

● Sob forte protesto da China, o presidente Barack Obama recebeu o Dalai Lama na Casa Branca, num encontro de uma hora, que, ao contrário do habitual, não pôde ser acompanhado pela imprensa. A Casa Branca divulgou a foto e um comunicado defendendo a identidade do Tibete. Segundo a nota, o presidente e o Dalai Lama concordam sobre “a importância de uma relação positiva e cooperativa entre os EUA e a China”.

● Cassado e sob investigação do STF por causa do mensalão do PT, o ex-deputado José Dirceu foi um dos mais assediados no congresso do partido, aberto ontem, e disse que vai ter função formal na campanha da candidata petista ao Planalto, Dilma Rousseff. “Agora serei do Diretório Nacional (do PT). Vou ter um papel oficial na campanha da Dilma”, disse ele.

● Num discurso aplaudido por convidados socialistas e comunistas de mais de 30 países, como Cuba, China, Coreia do Norte e Venezuela, a ministra Dilma Rousseff fez sua primeira aparição no congresso do PT e defendeu maior aproximação com países vizinhos.

● O presidente Lula negou que tenha escolhido Dilma Rousseff como candidata presidencial com o objetivo de tentar voltar ao poder em 2014. “Ninguém aceita ser vaca de presépio e muito menos eu iria escolher uma pessoa para ser vaca de presépio”, afirmou Lula em entrevista exclusiva ao Estado. “Todo político que tentou eleger alguém manipulado quebrou a cara”. Para o presidente, uma eventual gestão Dilma não será mais à esquerda do que o seu governo, mas afirmou que as diretrizes do programa petista podem ser mais “progressistas”.

● O país abriu 181.419 vagas com carteira em janeiro, no melhor saldo para o mês desde 1992. A indústria também se recuperou, mas ainda precisa gerar 157 mil postos para zerar o que perdeu desde 2008.

● Estudantes acima de 18 anos que usaram o Enem para substituir o antigo supletivo podem ficar sem vaga no ensino superior. Os alunos precisam de um certificado - emitido pelo governo estadual com base em informações federais - que equivale ao diploma de conclusão do ensino médio.

● Na primeira alta desde 2006, o banco central dos EUA anunciou o aumento da taxa de redesconto, cobrada de empréstimos emergenciais a bancos. Ela subiu 0,25 ponto, para 0,75%. Em agosto de 2007, quando estourou a crise imobiliária americana, essa taxa estava em 6,25%.

● Desde 12 de novembro o Supremo Tribunal Federal aguarda respostas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o conhecimento dele dos fatos apontados na ação penal do mensalão. O Ministério Público dividiu as questões em 33 tópicos. A Advocacia-Geral da União informou que recebeu na sexta-feira passada ofício do STF e o enviou à Presidência ontem.

● O governo estuda injetar até R$ 40 bilhões do Tesouro para renovar a linha de crédito subsidiada do BNDES para compra e exportação de bens de capital. A linha foi criada em 2009 para enfrentar a crise, e a Fazenda avalia que ela eleva a taxa de investimento industrial.

● Relatório da Agência Internacional de Energia Atômica avalia que o Irã está desenvolvendo uma carga nuclear que pode ser usada em mísseis. Se confirmada, a acusação prova que o programa nuclear iraniano tem fins militares, diferentemente do que vem afirmando Teerã.

● Ezequiel Lima, de 18 anos, um dos assassinos do menino João Hélio, a quem arrastou por quilômetros com um carro, está solto e sob proteção oficial após cumprir três anos de pena socioeducativa. A liberdade e o benefício causaram indignação, não só pela barbárie do crime mas por Ezequiel ter tentado matar um agente e fugir da instituição.

● Inglaterra, Alemanha, França e Irlanda exigem explicações de Israel sobre os passaportes falsos usados no assassinato de um dirigente do Hamas em Dubai, crime atribuído ao Mossad. Onze membros do comando que assassinou Mahmoud Abdel Raouf al-Mabhouh tinham passaportes britânicos e irlandeses; além de um francês e um alemão.

● Brasil, Austrália e Tailândia acusam a União Europeia de derrubar os preços do açúcar - que caíram 10,3% desde 20 de janeiro - com o anúncio da exportação adicional de 500 mil toneladas do produto.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

DICA DO DIA
Tu encontrarás, sempre, no teu caminho alguém para a lição de que precisas. Aprende, mesmo que não queiras. Feliz é o que aprende. Errar é humano, diz a sabedoria popular. Insistir no erro é obstinação. Aquele que reconhece o seu erro está no caminho da perfeição. Reconhece o teu erro, mesmo que custe muito ao teu orgulho e vaidade. Ajude a quem precisa e acredite. Aqueles que acreditam, caminham para a frente. Aqueles que duvidam, põem pedras e tropeços nos caminhos dos outros. Que a partir de hoje, todos nós possamos aprender a viver melhor e a respeitar o próximo dentro dos seus limites.(diabetenet.com.br/motivacional)

CARNAVAL
No Rio de Janeiro, com seu estilo pop e uma nova concepção de carnaval, o carnavalesco Paulo Barros quebrou o jejum de 74 anos da Unidos da Tijuca. A escola conquistou seu segundo título do carnaval carioca, sonho acalentado por três gerações de sambistas. A outra vitória da Tijuca havia sido em 1936, quando pela primeira vez foram usadas alegorias para apresentar um enredo. Barros já havia levado o Estandarte de Ouro do jornal O GLOBO de melhor escola, com o enredo “É segredo”, além do prêmio de melhor comissão de frente. A Viradouro desceu para o Grupo de Acesso.

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O Congresso Nacional do PT começa hoje em Brasília com uma briga interna por cargos da direção partidária que ameaça manchar o lançamento da pré-candidatura presidencial da ministra Dilma Rousseff, previsto para sábado. As tendências já pensam em adiar o desfecho dessa disputa para uma nova reunião. O congresso também tratará de propostas polêmicas de governo que preocupam aliados, como o PMDB.

● A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, possível candidata do PT para as eleições presidenciais de outubro, diminuiu ainda mais a vantagem do governador paulista José Serra, do PSDB, revelou hoje uma pesquisa de intenções de voto. O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) em uma pesquisa encomendada pela Associação Comercial de São Paulo, indicou que Dilma passou de 17% a 25%, enquanto Serra caiu de 38% para 36%. A variação deixa o governador "tecnicamente estável" segundo a margem de erro.

● Na terceira posição apareceu o deputado cearense Ciro Gomes, do PSB, com 11% das intenções, seguido da senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, do PV, com 8%. Ciro Gomes perdeu dois pontos percentuais, enquanto Marina Silva aumentou dois pontos em relação à pesquisa anterior realizada em dezembro. Pela margem de erro, de dois pontos percentuais da enquete, Ciro Gomes e Marina Silva ficaram na mesma posição.

● O governador afastado do DF, José Roberto Arruda, ficará pelo menos mais uma semana preso. O mérito do pedido de habeas corpus só será julgado pelo plenário do STF semana que vem. A CCJ da Câmara do DF aprova hoje pedido de impeachment do governador afastado. Para a defesa, Arruda está em depressão.

● O presidente Lula evita dar sinais de que trabalha pela sustentação política do governador interino do Distrito Federal, Paulo Octávio, que desde a semana passada tenta agendar um encontro. Assessores de Octávio chegaram a informar que o presidente o receberia ontem, o que não aconteceu. O Planalto não pretende se associar ao escândalo do “mensalão do DEM”. Isolado, o governador admitiu a interlocutores que a sua renúncia é fato consumado.

● Mesmo com o calor forte levando a recordes no consumo de eletricidade, o país deve atingir a meta de economia de 2 mil megawatts de energia com o horário de verão, que acaba no domingo. Nas lojas, a falta de aparelhos de ar-condicionado continua: a espera para entrega pode chegar a 40 dias.

● Este blogueiro, sempre contrário a esse tal de horário de verão, não acredita que a economia valha tanto sacrifício da população, sobretudo das crianças e dos mais velhos, que sentem essa mudança de horário, tanto na entrada quanto na saída do período. A propósito, o horário de verão termina sábado agora, à meia-noite, ou, se preferirem, à zero hora de domingo.

● Declarações sem confirmação oficial e rumores sobre a participação da Telebrás no Plano Nacional de Banda Larga inflaram o valor das ações da empresa em 35.000% desde 2003, no início do governo Lula. A valorização baseou-se na suposição de que a estatal será crucial no projeto do governo federal para levar a internet rápida a 68% dos domicílios até 2014.

● Ruas e avenidas de São Paulo, capital, voltaram a alagar por causa das chuvas de ontem. Na zona leste, o Jardim Pantanal, que ficara alagado por 47 dias, voltou a encher. A cidade registrou 64 pontos de alagamento em todas as regiões e três túneis interditados. O aeroporto de Congonhas chegou a fechar.

● Os EUA confirmaram que o subsecretário-adjunto de Estado para a América Latina, Craig Kelly, participará amanhã em Havana de conversas sobre migração. Kelly é o funcionário mais graduado do governo norte-americano a pisar na ilha em décadas.

● A polícia do Reino Unido prendeu Ray Gosling, apresentador de documentários da BBC, que confessou na TV ter sufocado um antigo parceiro que estava com Aids em estado terminal. O caso traz de volta o debate sobre autorizar o suicídio assistido no país.

● O Ministério da Saúde confirmou que já há epidemia de dengue em cinco Estados: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Acre, Roraima e Goiás. Ainda segundo a pasta, com a maior movimentação no carnaval, cresce o risco de que a doença – até agora concentrada em áreas com menor densidade populacional, se espalhe pelo País. As autoridades de saúde classificam de epidemia a ocorrência de ao menos 300 casos por 100 mil habitantes.

● A crise e os incentivos ao consumo reduziram a carga tributária brasileira a 35,2% do PIB em 2009, ante 35,8% em 2008, segundo estudo. Para 2010, a tendência é de aumento da carga.

● A Rússia anunciou ontem a suspensão temporária da entrega de mísseis terra-ar S-300 vendidos ao Irã. A medida é mais uma indicação de que o governo russo está disposto a unir-se à pressão do Ocidente contra o programa atômico iraniano.

● O governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) aceitaram que o Brasil dê apoio logístico à operação para resgatar dois reféns da guerrilha. Entre eles está um soldado capturado há mais de 12 anos.

● Anvisa proíbe a venda de analgésicos e antitérmicos nas gôndolas das farmácias. Clientes terão que pedir esses remédios no balcão. Mas existem 60.000 farmácias que têm liminar de justiça que lhes permite continuar operando do jeito atual, ou seja, colocando os medicamentos nas gôndolas, para serem apanhados pelos fregueses.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

PERDAS
Morreram: Murilo Antunes Alves e Arnaud Rodrigues. Murilo era jornalista da velha guarda, tinha 91 anos e recentemente passara por uma delicada cirurgia. Ícone do rádio, ele foi sepultado em Itapetininga, sua terra natal. Arnaud, ator, produtor, comediante, tinha 67 anos e morreu em um naufrágio no Rio Tocantins. Durante muito tempo foi parceiro de Chico Anísio e fez novelas na Rede Globo – “Pão pão, beijo beijo” e “Roque Santeiro”. Desde os anos 90 fazia parte do elenco do humorístico “A Praça é Nossa”, do SBT.
DICA DO DIA
As coisas que você valoriza são as coisas que se tornam importantes em sua vida. Você dá valor, você cria valor com sua atenção, seus esforços, seu comprometimento. Dê valor ao seu trabalho e ele se tornará mais valioso. Dê valor à sua casa e ela se tornará mais valiosa. Dê valor à sua vida, à sua família, à sua fé, ao seu corpo e à sua mente e todos eles se tornarão mais valiosos.Dê valor às suas idéias e elas se tornarão mais valiosas. Dê valor ao seu tempo e ele se tornará mais valioso. Dê valor ao seu dinheiro e ele se tornará mais valioso. O valor das coisas não é determinado por uma etiqueta de preço. O valor de qualquer coisa é o valor que você dá a ela. Para o que você dá valor? O que você deseja que cresça e se torne abundante em sua vida? Entregue-se às coisas que você valoriza e elas certamente florescerão. (diabetenet.com.br/motivacional)

CARNAVAL
Pois é... Hoje é quarta-feira de cinzas... Terminou o Carnaval, agora só no ano que vem! Os festejos transcorreram, ao que parece, normalmente aqui por São Manuel. O único problema, que eu percebi por causa das reclamações das pessoas, foi com o consumo excessivo de álcool, sobretudo por parte de menores de idade. Em São Paulo a Rosas de Ouro ganhou o primeiro lugar no sambódromo, depois de 16 anos. No Rio de Janeiro sai hoje o resultado, e tem muita gente que vai ficar ligada na televisão, acompanhando...

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O Palácio do Planalto e os petistas não gostaram das declarações do governador Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro, cobrando fidelidade da ministra Dilma Rousseff e exigindo que ela não suba ao palanque do ex-governador Anthony Garotinho. “Sérgio Cabral precisa tomar cuidado com a língua. Dilma não recusará o apoio de ninguém”, reagiu o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP).

● Representantes dos partidos na corrida presidencial estão tentando pôr as contas em dia para evitar rombo em seus cofres após a eleição. PT e PSDB encerraram a campanha presidencial de 2006 no vermelho. Agora, o PT registra débito de R$ 36 milhões e o PSDB mostra endividamento de cerca de R$ 4 milhões. Já o PSB informa não ter dívidas significativas e o PV diz ter contas "modestas e equilibradas".

● O PT já dá como certa a derrota da candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, no Estado de São Paulo. Das cinco eleições em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, apenas em 2002 ganhou no Estado. A disputa entre os dois principais partidos na sucessão presidencial é pela cifra da derrota no maior colégio eleitoral do país, que soma 29,5 milhões de votos (23% do total).

● O objetivo do PT é deixar a ministra, no máximo, a três milhões de votos do candidato tucano. No PSDB, a conta para dar ao governador José Serra a vantagem necessária para neutralizar a previsível dianteira petista no Norte e Nordeste varia de 4 milhões a 6 milhões de votos. Em 2006, Lula perdeu por 3,8 milhões para Geraldo Alckmin no Estado.

● A direção do DEM exigiu do governador em exercício do DF, Paulo Octávio, a substituição de todos os secretários de estado envolvidos no escândalo de corrupção que levou o governador José Roberto Arruda à prisão. Octávio poderá ser expulso do partido.

● A Câmara Legislativa o Distrito Federal está decidida a cassar o mandato de pelo menos três dos oito deputados distritais envolvidos no escândalo do "mensalão do DEM" para tentar evitar a intervenção federal no governo do DF. Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM), Eurides Brito (PMDB) e Júnior Brunelli (PSC), deputados que foram filmados ao receber maços de dinheiro do ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal, Durval Barbosa, deverão ser acusados de falta de decoro parlamentar pelo corregedor da Câmara, Raimundo Ribeiro (PSDB).

● Ao mesmo tempo, os deputados distritais também decidiram aprovar abertura de processo de impeachment contra o governador afastado José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), preso desde quinta-feira na Polícia Federal.

● A quatro anos e meio de seu início, a Copa no Brasil já estima gastar - apenas com estádios e transporte - mais que o dobro de todo o Mundial da África do Sul. A lista preliminar divulgada pelo governo relaciona 59 obras, sendo 12 estádios. O Mundial brasileiro terá mais sedes e mais arenas que o africano, o que justificaria, proporcionalmente, aumento de um terço no investimento total. As previsões do Brasil, porém, já ultrapassam em 120% o custo da Copa-2010, da África do Sul, e a diferença ainda deve aumentar.

● Governo e empresas planejam tornar o Brasil referência financeira na América Latina. Para que o país concentre o fluxo de recursos da região, estão sendo estudadas mudanças cambiais, tributárias e de funcionamento de mercados. Com isso, empresas de países vizinhos poderão abrir capital na Bolsa brasileira e, ainda, distribuir suas aplicações em vários mercados mundo afora.

● O ministro da Educação, Fernando Haddad, defende a valorização dos docentes e reconhece que o próximo governo precisa avançar em três questões: avaliação dos professores, melhoria da qualidade de ensino médio e integração de programas para a primeira infância. O ministro diz que já conversou sobre o último tema com a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff.

● Primeiros balanços do fim de 2009 consolidam cenário de recuperação e apontam para resultados ainda melhores neste ano, especialmente nos setores voltados ao mercado interno.

● A Rússia deu ontem o mais significativo sinal de que apoia a pressão por novas sanções contra o Irã, ao assinar com EUA e França carta que qualifica o avanço iraniano de "totalmente injustificado". Endereçado à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), o documento vazou à imprensa e foi prontamente rebatido pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad. Países que impuserem sanções ao Irã "sofrerão retaliações e se arrependerão", prometeu o iraniano.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

DICA DO DIA
Às vezes o caminhar é lento, mas o importante é não parar. Mesmo um pequeno progresso é um avanço na direção certa. E qualquer um é capaz de fazer um pequeno progresso. Se você não pode conquistar algo importante hoje, conquiste algo menor. Pequenos riachos se transformam em rios poderosos. Continue em frente. O que de manhã parecia fora do alcance, pode ficar mais próximo à tarde se você continuar em frente. O tempo que usar trabalhando com paixão e intensidade aproximará você do seu objetivo. É bem mais difícil começar de novo se você para completamente. Então, continue em frente. Não desperdice a chance que você mesmo criou. Existe algo que pode ser feito agora mesmo, ainda hoje. Pode não ser muito, mas fará com que você continue no jogo. Caminhe rápido enquanto puder. Caminhe lentamente quando for preciso. Mas, seja como for, continue andando. (diabetenet.com.br/motivacional)

CARNAVAL

● Aqui em São Manuel, ontem à noite, realizou-se a última apresentação das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos deste período momesco, com a presença de um grande número de pessoas na Avenida José Horácio Mellão. A festa foi bonita mas, infelizmente, muita gente lamentou o fato de muitos jovens, adolescentes até, exagerarem na bebida, mostrando os efeitos do álcool pelas ruas. Aqui, defronte à minha casa, numa madrugada dessas, uma moça estava caída no chão, acho que desmaiada. Alguns minutos depois, outras duas moças, em melhores condições, a levantaram e a carregaram, para o Pronto-Socorro ou talvez para sua casa. Uma pena que essas coisas aconteçam com nosso jovens. E isso não ocorre apenas aqui em São Manuel. Acontece em todo lugar...

● No segundo dia de desfiles do Grupo Especial do Carnaval carioca, duas escolas homenagearam de maneiras diferentes a música brasileira. Em um enredo simples e direto, a Vila Isabel homenageou o sambista Noel Rosa, com letra composta por Martinho da Vila. Repleto de referências à música e a instrumentos musicais, o desfile da escola procurou destacar passagens da vida de Noel, e também fazer referência à boemia típica do universo do artista. Última escola a desfilar pelo Grupo Especial, a Mangueira apresentou enredo "Mangueira é Música do Brasil", prestando homenagens a diversos momentos da música nacional. Com referências à Jovem Guarda, Bossa Nova e Tropicalismo, a escola explorou figuras como Roberto Carlos, Gilberto Gil e Tom Jobim em suas alegorias. Agora fica a expectativa para ver quem vai vencer lá no Rio de Janeiro e também aqui em São Paulo.

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● O presidente Lula chega ao fim de seu segundo mandato com a estabilidade econômica consolidada. Ao mesmo tempo, dizem economistas, deixa lacunas e desafios para quem vencer as eleições, como o descontrole dos gastos e a elevada carga tributária.

● A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, defende a presença mais forte do Estado na economia: não apenas para induzir investimentos mas também para tocar obras. “O Estado terá, inexoravelmente, de reforçar seu segmento executor”, disse a ministra, ao detalhar proposta que chamou de “bem-estar social à moda brasileira”, em entrevista que será divulgada no congresso do partido, nesta semana.

● Após a primeira rodada de matrículas, sobraram 60% das vagas do Sisu, sistema que seleciona alunos que fizeram o Enem para 51 instituições públicas. Novo período de inscrição para preencher as 29 mil vagas restantes vai até sábado. Segundo o Ministério da Educação, isso era esperado, pois, depois das inscrições no Sisu, foram divulgados resultados de vários vestibulares federais e estaduais, como o da USP.

● O governo do Distrito Federal pagou pelo menos R$ 10,4 milhões nos últimos três anos para empresas de comunicação do governador interino, Paulo Octávio (DEM), veicularem publicidade oficial. No período, ele já era vice do governador afastado José Roberto Arruda (sem partido), hoje preso. Segundo o governo do DF e o grupo de comunicação de Paulo Octávio, a distribuição de verbas segue a audiência das emissoras.

● O Correio Braziliense constata: “Quase três meses depois da Operação Caixa de Pandora, os oito deputados distritais que protagonizaram as cenas de corrupção mais explícitas do país continuam em plena atividade. Antes da prisão de Arruda, o grupo barrou as iniciativas para confisco do mandato. Agora, podem ser réus em processo disciplinar na Câmara Legislativa. O corregedor Raimundo Ribeiro promete entregar relatório à Comissão de Ética da Casa até dia 26”.

● O presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci, foi autuado em R$ 3,5 milhões, suspeito de fraude no Imposto de Renda e operação irregular de câmbio. O grupo de Denucci rebate as acusações. Seus advogados exibiram à Folha de S. Paulo documentos que, dizem eles, comprovam a legalidade da operação de câmbio.

● A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, disse ontem em Riad que a crescente influência da Guarda Revolucionária do Irã faz o regime caminhar para uma “ditadura militar”. “Estamos planejando unir a comunidade internacional para pressionar o Irã por meio de sanções adotadas pela ONU”, afirmou. Em Madri, o chanceler Celso Amorim voltou a expressar a disposição do Brasil de “favorecer” o diálogo entre Teerã e a Agência Internacional de Energia Atômica, rejeitando a aplicação de novas sanções.

● Brasil adota discurso ambíguo. Durante sessão da ONU ontem, o Brasil sinalizou sua preocupação com a situação dos direitos humanos no Irã, mas evitou condenar o regime de Teerã e acabou criticado por ONGs brasileiras e pela oposição iraniana.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

DICA DO DIA
Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo. Morre lentamente quem destrói o seu amor próprio, quem não se deixa ajudar. Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece. Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru. Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os "is" em detrimento de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos. Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite, pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos. Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante. Morre lentamente quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe. Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples fato de respirar. Somente a perseverança fará com que conquistemos um estágio esplêndido de felicidade. (diabetenet.com.br/motivacional).

CARNAVAL

● Vamos ter hoje, aqui em São Manuel, o segundo e último desfile de rua, com as Escolas de Samba – AABB e Samba no Sangue – e os diversos blocos que enfeitam a festa de Momo na cidade. Gerson Solano e seus companheiros por certo estarão revivendo os antigos carnavais, executando as velhas e deliciosas marchinhas, postados ao lado do palanque das autoridades. Os bailes e as matinês na Tenda estão muito animados. Também estão previstos festejos de rua em Pratânia e em Aparecida de São Manuel!

● No Rio de Janeiro terminou agora pouco o primeiro tempo dos desfiles das Escolas de Samba do Grupo Principal. Hoje à noite tem a segunda etapa. Todas as participantes se saíram bem, apesar de um ou outro problema, segundo os especialistas. A União da Ilha abriu ontem à noite o desfile do Grupo Especial das Escolas de Samba, na Sapucaí, com o recomeço de Rosa Magalhães, que por 17 anos foi a carnavalesca da Imperatriz. Vencedora do Emmy pelo figurino do Pan 2007, Rosa colocou toda sua técnica à disposição da empolgação histórica da Ilha com o enredo sobre D. Quixote, o cavaleiro dos sonhos impossíveis. Encerrou o desfile da noite passada a Beija Flor, e o Salgueiro retratou na passarela personagens marcantes da literatura. Muitos artistas convidados estiveram presentes, entre eles a cantora Madona, que disse estar muito feliz em estar participando do grande espetáculo do carnaval brasileiro!

COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Conforme o jornal O Estado de S. Paulo, o endividamento das famílias brasileiras atingiu, no fim do ano passado, R$ 555 bilhões, o equivalente a quase 40% da renda anual da população. “O endividamento do consumidor é recorde”, afirma o economista Bráulio Borges, da LCA Consultores.

● De acordo com a rádio Jovem Pan, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou a prisão de José Roberto Arruda. O presidente disse estar chocado com as denúncias de corrupção no país e espera que a prisão de Arruda sirva de exemplo para que a situação não se repita em lugar nenhum.

● Dois documentos apreendidos pela PF mostram que o governador afastado do DF, José Roberto Arruda, registrou em ata uma reunião com assessores e coordenadores de campanha para lotear cargos no governo. Consta na ata que técnicos ou servidores efetivos seriam afastados de cargos em comissão para dar lugar a “amigos e correligionários”. Outro papel registra quantas nomeações cada secretário, deputado ou assessor poderia fazer.

● O governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio, vai se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na quarta-feira para tratar da governabilidade. Isolado, ele não conta com o apoio nem mesmo do seu partido, o DEM, depois que José Roberto Arruda foi preso e afastado do governo na quinta-feira, por decisão do STJ, sob a acusação de tentar comprar testemunhas.

● O Brasil não consegue combater e punir a lavagem de dinheiro, diz relatório do principal órgão internacional que sugere e monitora políticas contra esse crime e o financiamento ao terror. Segundo o texto do Gafi (Grupo de Ação Financeira), faltam leis, disposição das autoridades para sequestrar bens comprados com dinheiro ilícito e preparo da Justiça para tratar o tema.

● Camarotes do Carnaval baiano serviram à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e ao governador de São Paulo, José Serra, como palanques eleitorais no domingo de Carnaval. Apesar da falta de jeito, os dois pré-candidatos à Presidência fizeram de tudo para demonstrar alegria de folião.

● A Folha Online noticia que quatro homens armados invadiram, por volta da meia-noite de sábado, a casa do apresentador Silvio Santos no bairro do Morumbi, em São Paulo. Uma das filhas do apresentador, o genro e um copeiro foram trancados em um quarto. Ninguém foi preso. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, mas a assessoria do SBT nega. O apresentador não estava em casa. A Folha Online apurou que Silvio Santos está nos Estados Unidos e só retorna ao Brasil no dia 22. Um carro foi roubado no local, mas já foi localizado pela Polícia e está sendo periciado.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

DICA DO DIA
Embora nosso dia seja artificialmente dividido em fatias – a hora da faculdade, a hora do trabalho, a hora da janta em família, etc. –, considerá-lo como se fosse realmente dividido em fases estanques aprofunda os problemas que deveríamos evitar. Use bem os limites da sua flexibilidade, e considere todas as dimensões da sua vida antes de tratar da alocação do tempo. Caso contrário, você rapidamente cairá na armadilha de tentar misturar as fases, pensando no artigo do seu curso enquanto está no trabalho, preparando reuniões e apresentações na hora do jantar com a família, e depois matando aula para compensar. Você tem 24 horas no seu dia, e precisa usá-las bem para cuidar de todas as facetas da sua vida. (www.efetividade.net)

CRÔNICA DE DOMINGO
Alô gente! Bom domingo e boa semana! A crônica de hoje faz referência ao Carnaval e está publicada na edição desta semana do jornal O PRATIANO. Bom Carnaval e boa leitura!
Gildo Sanches


Confete, pedacinho colorido de saudade...
Contam os pesquisadores que, dez mil anos antes de Cristo, homens, mulheres e crianças se reuniam no verão com os rostos mascarados e os corpos pintados para espantar os demônios da má colheita. Mas, as origens do carnaval têm sido buscadas nas mais antigas celebrações da humanidade, tais como as Festas Egípcias que homenageavam a deusa Isis e o touro Apis.
Os gregos festejavam com grandiosidade nas Festas Lupercais e Saturnais, a celebração da volta da Primavera, que simbolizava o Renascer da Natureza. Mas num ponto todos concordam: as grandes festas como o carnaval estão associadas a fenômenos astronômicos e a ciclos naturais.
O carnaval se caracteriza por festas, divertimentos públicos, bailes de máscaras e manifestações folclóricas. Na Europa, os mais famosos carnavais foram ou são os de Paris, Veneza, Munique e Roma, seguidos de Nápoles, Florença e Nice.
Mas, “bom mesmo é o carnaval brasileiro!”, dizem todos. E parece que a opinião é unânime também entre os estrangeiros. Nosso carnaval foi chamado de Entrudo por influência dos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias, mela-mela de farinha, água com limão, no ano de 1723, surgindo depois as batalhas de confetes e serpentinas.
No Brasil o carnaval é festejado tradicionalmente no sábado, domingo, segunda e terça-feira anteriores aos quarentas dias que vão da quarta-feira de cinzas ao domingo de Páscoa (a Quaresma). Existem lugares que começam antes os festejos. Na sexta-feira é mais comum, mas há os que festejam a efeméride a semana toda...
No passado o carnaval era diferente do que é hoje em dia. Mas também muito animado. Uma das coisas mais interessantes, que os antigos ainda recordam, é o corso. Aqui em São Manuel o corso acontecia sempre em torno do jardim da Praça “Dr. Pereira de Rezende”. Os carros, cheios de foliões e foliãs, transitavam em baixa velocidade. Rapazes e moças tocavam e cantavam marchas da época, dando alegre musicalidade ao evento, portando, alguns, os vidros de lança-perfume, naqueles tempos permitidos.
Mas a brincadeira maior no corso era feita com confete e serpentina. As tiras e os pedacinhos arredondados de papel marcaram muitas histórias, vários romances, e deixaram em muita gente nostálgicas recordações... Há até uma marchinha de 1952, composta por David Nasser e Jota Júnior, que diz: "Confete, pedacinho colorido de saudade"... Pois é...

CARNAVAL

● Sabrina Sato e Ronaldo Fenômeno foram destaques na Gaviões da Fiel, no desfile de Escolas de Samba de São Paulo. Ciência, cultura e política de Itu foram enfocadas pela Escola de Samba Império de Casa Verde. A última Escola a desfilar nesta manhã foi a Pérola Negra, que prestou homenagem a Rolando Boldrin, compositor, cantor, apresentador de programas de televisão. Ele também foi ator em certa época.

● Aqui na terrinha tivemos ontem a primeira noite com desfile das Escolas de Samba locais – Samba no Sangue e AABB – e os diversos blocos, alguns já existentes há anos. Ao lado do palanque das autoridades, Gerson Solano e seu grupo de músicos executavam as antigas marchinhas, para deleite dos apreciadores desse tipo de música de carnaval. Houve também festejos de rua em Pratânia e em Aparecida de São Manuel. Nos clubes – Água Nova e Recreativo – muita animação, que continua até amanhã, a terça-feira gorda!


COMENTANDO AS NOTÍCIAS

● Comenta José Paulo de Andrade, da Rádio Bandeirantes de São Paulo, em seu twitter: “SI NON È VERO...". Está na praça a especulação; FHC seria o candidato tucano à Presidência, Serra à reeleição em São Paulo. Passo adiante”. Será? A pergunta é deste blogueiro...

● Conforme o jornal Folha de S. Paulo, a falta de mão de obra qualificada levou o País a bater recorde de sobra de vagas no mercado de trabalho formal em 2009: 1,661 milhão de postos oferecidos pelas empresas não foram preenchidos pela rede pública de agências de emprego. Houve alta de 14% ante 2008. Baixa escolaridade, carência de preparo técnico e pouca experiência explicam o não preenchimento das vagas.

● A Polícia Federal achou num anexo da residência oficial do governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), recibos de doações ao DEM nacional, sigla a que Arruda pertencia quando foi deflagrada a Operação Caixa de Pandora, em novembro. A operação apontou um esquema de distribuição de propina no governo, o que Arruda nega. Os recibos, em nome de duas empresas e assinados pelo tesoureiro nacional do DEM, Saulo Queiroz, somam R$ 425 mil. Queiroz disse que as doações são legais.

● O Ministério Público prepara nova acusação contra o governador afastado do DF, José Roberto Arruda: ele teria usado a Polícia Civil para espionar o próprio MP e obter informações sobre as investigações das quais era alvo. Cinco procedimentos teriam vazado. Arruda permanece preso, acusado de tentar subornar uma testemunha.

● O vice-governador do Distrito Federal, Paulo Octávio (DEM), admitiu ontem que, diante dos problemas de governabilidade, pode renunciar ao cargo. "Não está descartada (a hipótese de renúncia). Nada está descartado", afirmou Paulo Octávio, depois de visita às obras de um complexo viário que liga Brasília a cidades satélites. Até a cúpula do DEM torce por uma intervenção federal no governo do DF. Os dirigentes temem que Paulo Octávio, que assumiu o lugar do governador José Roberto Arruda, seja igualmente impedido de continuar no cargo.

● A prisão preventiva do governador José Roberto Arruda, aprovada pelo STJ e confirmada pela decisão do ministro Marco Aurélio, do STF, e o pedido de intervenção federal no Distrito Federal devem levar o Supremo a revisar uma jurisprudência - a de que os governadores só podem ser processados por crimes comuns, pelo STJ, depois de autorização das assembleias legislativas - para facilitar a prisão de políticos corruptos. Tal revisão é admitida por integrantes do Supremo, preocupados com as dimensões que tomou o escândalo do mensalão do GDF.

● Alardeada pelo governo, a expansão da habitação popular esbarra na falta de redes de esgoto e água. Como recurso público não pode ser usado em áreas sem saneamento, só 15,5% do dinheiro disponível foram contratados.

● O governo brasileiro vai fechar o cerco a exportadores chineses que burlam sobretaxas utilizadas para punir os fabricantes que vendem no Brasil abaixo do preço de custo, informa a repórter Raquel Landim. Há indícios de que produtos são fabricados na China com custo baixo, mas chegam como se tivessem sido feitos em Taiwan, Malásia ou Vietnã.

DESTAQUES DAS PRINCIPAIS REVISTAS SEMANAIS BRASILEIRAS

VEJA

♦♦♦ O fim do efeito sanfona – Os 10 mandamentos da manutenção do peso ideal.

♦♦♦ Corrupção – Arruda, do DF, é o primeiro governador a conhecer a cadeia.
♦♦♦ Terror nuclear – O Irã já tem o foguete e agora busca a bomba.
♦♦♦ A tempestade FHC – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso inaugura o estilo "nem paz, nem amor": diz que topa "ir para o pau" com o PT, chama Dilma Rousseff de "autoritária" e impõe ao PSDB a defesa de seu legado na disputa presidencial deste ano.

♦♦♦ 60 servidores novos por dia - Esse é o ritmo de contratação de funcionários federais dos três poderes nos sete anos de governo Lula, período em que o gasto com a folha subiu 54%.

ÉPOCA

♦♦♦ O fim da folia para Arruda – Os bastidores e os desdobramentos da derrocada do governador de Brasília. Numa decisão histórica e sem precedentes, a Justiça decreta a prisão do governador do Distrito Federal e o afasta do cargo.
♦♦♦ Entrevista - André Singer – O lulismo pode durar 30 anos – Para o ex-porta-voz de Lula, a conquista dos eleitores pobres levará o PT à hegemonia política.

♦♦♦ Eles brigam como adolescentes – O debate de Lula e FHC tem apelo eleitoral, mas ignora os avanços obtidos com a continuidade dos dois governos.
♦♦♦ A punição do general – Ao demitir o oficial que criticou a Comissão da Verdade, Nelson Jobim reafirma o poder civil sobre os militares.
♦♦♦ Orgulho transgênico - Para criar uma soja modificada, a Embrapa se uniu à alemã Basf. Os prós e os contras desse avanço.
♦♦♦ Ele continua de olho na bomba - O presidente Mahmoud Ahmadinejad anuncia o enriquecimento de urânio por conta própria e eleva os temores sobre o programa nuclear iraniano.

ISTOÉ

♦♦♦ Seja ambicioso – Estudos mostram o que acontece na cabeça das pessoas com mais ambição, como esse sentimento atua de maneira diferente em homens e mulheres e quais os caminhos para despertar essa força dentro de você.
♦♦♦ Escândalo em Brasília – Como o caso Arruda pode mudar a história da corrupção no País.
♦♦♦ Especial – Escândalo em Brasília – Um governador na prisão. Em decisão histórica, a Justiça decreta a prisão de José Roberto Arruda e o mantém na cadeia. Agora vai decidir quem governará o DF.

♦♦ Atirador de elite - A cada campanha presidencial, Fernando Henrique Cardoso tem uma tarefa muito mais árdua do que a batalha eleitoral: convencer o candidato do seu próprio partido, o PSDB, a defender os seus oito anos de governo.
♦♦♦ É Dirceu, o indomável – O ex-ministro volta à direção do PT, ignora as decisões do partido, cria confusão com aliados, é repreendido por Lula e diz que isso não tem importância.

♦♦♦ Com fôlego de candidato - Vista inicialmente como pouco provável, candidatura de Alencar ao governo mineiro ganha força e só depende agora da saúde do vice-presidente.
♦♦♦ A eleição dos fichas-sujas - Os três principais candidatos ao governo de Goiás são acusados de cobrança de propina, caixa 2 e favorecimento ilícito.
♦♦♦ As cartas de Dorothy - Cinco anos após a morte da freira americana, mais de 300 manuscritos da missionária chegam à Justiça e fecham o cerco contra seus assassinos.
♦♦♦ De office boy a ministro - Com Paulo Teles Barreto, o Ministério da Justiça volta a ser chefiado por um servidor de carreira após 188 anos.
♦♦♦ Bondade federal - De olho nas eleições, o governo libera mais de 1,5 milhão de brasileiros do Imposto de Renda e promete ser ainda mais flexível em 2011.

CARTA CAPITAL

♦♦♦ Skyrock, LinkedIn, MySpace, Facebook – O mundo nesta rede – Especial The Economist – As comunidades virtuais vieram para ficar ou são apenas uma nova bolha da internet?
♦♦♦ Distrito Federal – Um papo com Sombra, o algoz de Arruda.
♦♦♦ Europa – Da Grécia à Espanha, o Mediterrâneo em crise.
♦♦♦ Um monumento ao desperdício – Goiás – O centro cultural de Goiânia está abandonado. Herança de Marconi Perillo.

♦♦♦ A ética sustentável – Marina Silva – A presidenciável do PV rejeita a pecha de candidata de uma nota só e defende novo modelo de desenvolvimento.
♦♦♦ O mundo contra o Irã – Diplomacia – No aniversário de 31 anos da Revolução Islâmica, o governo é pressionado por cidadãos e pela comunidade internacional.
♦♦♦ Uma voz contra a impunidade – Ophir Cavalcante – O novo presidente da OAB quer marcar seu mandato pelo combate à corrupção.