sábado, 29 de janeiro de 2011

DESTAQUES DOS JORNAIS LOCAIS DESTA SEMANA

Jornal O DEBATE, de São Manuel, edição de 28 de janeiro de 2011

□□□ A verdade sobre a verba de Milton Monti para o hospital.
□□□ Milton Monti prestigia visita de Alckmin à região.
□□□ Caixa Eletrônico do Banco do Brasil em Aparecida continua quebrado.
□□□ Tinta spray – venda vai ser controlada em São Manuel para evitar pichações.
□□□ Dia 31 de janeiro é o Dia Mundial de Combate à Hanseníase.
□□□ “Verão Vivo” é sucesso no Clube Recreativo.
□□□ Reforma da Estação Ferroviária terá prosseguimento com dinheiro devolvido pela Câmara Municipal.
□□□ Lançado Condomínio Residencial em Botucatu com presença de vereadores são-manuelenses.
□□□ Horários de Missas da Paróquia São Manuel alterados.
□□□ Madre Maria Celina comemora 60 anos de vida religiosa em clausura, em Piracicaba.
□□□ Opinião – Considerações sobre Liderança, que pressupõe uma relação entre líder e liderados.
□□□ Ponto de Vista – Histórias da Rádio Clube de São Manuel AM 1510 kHz – A entrevista desta semana foi feita com o jornalista Francisco Corá, que foi colaborador da Rádio Clube de São Manuel na juventude.
□□□ Os pioneiros – Nesta edição o jornalista Miguel Roberto Nítolo conta a história da Família Durante.
□□□ COLUNAS: Esporte (Osmar Corrêa), Bloco de Notas (coluna deste blogueiro), Direito em Debate (drª. Edilaine Rodrigues de Góis Tedeschi), Casual (Letícia Castaldi), Motivação (Bene Bassetto), Cornetando (Sandro Dálio).
□□□ Flash – as personalidades da cena de nossa região.
□□□ Badalação – moças e rapazes da cidade em fotos coloridas.
□□□ Classificados – os melhores classificados da cidade.

Jornal O PRATIANO, de Pratânia, edição de 28 de janeiro de 2011

□□□ Câmara adquire terreno para construção da sede do Legislativo.
□□□ Campanha da Igreja Adventista recolhe uma tonelada de alimentos para famílias flageladas do Rio de Janeiro.
□□□ Problema hidráulico causa perda de livros do acervo da Biblioteca Municipal.
□□□ Libra Maria Brasil Ovigly – 90 anos: uma vida de trabalho e amor.
□□□ Beleza & Saúde: A saúde é sua! Cuide com carinho (terapeuta Everaldo Andrade) /// Diga não à propaganda de cigarro /// Dengue: você não pode ter dúvidas /// Atletas de fim de semana: atenção aos exageros.
□□□ Coluna “Em Dia com as Notícias” e a Crônica “Escutando com a finalidade de compreender”, ambas de autoria deste blogueiro, estão na página 05.
□□□ Buracos e entulhos nas ruas e calçadas de Pratânia incomodam população.
□□□ Paraíso tropical, adeus – artigo do professor Gaudêncio Torquato.
□□□ Copom não prevê aumento no preço da gasolina e do gás de cozinha.
□□□ Adolescentes do Programa Ação Jovem de São Manuel participam de curso intensivo na África do Sul.
□□□ Conheça a ADRA – Agência de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais ou ASA – Agência Social Adventista – Organização não governamental (ONG) de âmbito mundial.
DICA DO DIA
Às vezes, o brilho do sucesso deixa algumas pessoas nervosas, mas mesmo assim o nosso brilho tende a ser um guia para outras pessoas. Graças ao talento e brilho de Emerson Fittipaldi, hoje existem vários pilotos na Formula 1. Graças ao brilho de Guga, atualmente existem muitas pessoas praticando o tênis. Por isso não tenha medo de brilhar. Nosso maior medo não é sermos inadequados... Nosso maior medo é sermos poderosos além da medida. É nossa luz, e não nossa sombra, que nos amedronta. Se você se pergunta “quem sou eu para ser brilhante, magnífico, talentoso e fabuloso?”, eu pergunto: “quem é você para não o ser?” Se você se anular, isso não vai adiantar nada para o mundo. Não é nada bom "encolher-se" para que as pessoas ao seu redor se sintam seguras. Nascemos para manifestar a grandeza que está dentro de nós. Ela não está apenas em alguns de nós, está em todos - e, quando deixamos nossa própria luz brilhar, conscientemente damos permissão às outras pessoas para fazerem o mesmo. Quando nos libertamos de nossos temores, nossa presença automaticamente liberta os outros. Rejeite convicções limitadoras. E brilhe... pois tem muita gente torcendo por você!
(diabetenet.com)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Em Plymouth, o inglês Jason Chinn estava tranquilamente assistindo a um jogo pela TV quando algo estranho acabou entrando no seu ouvido direito. Incomodado com o zunido, Jason tentou desesperadamente usar palitos de fósforos e até mesmo um aspirador para retirar o estranho invasor. Sem êxito na sua tentativa, ele acabou buscando ajuda no hospital mais próximo onde foi constatado que um inseto havia entrado no seu ouvido. Os médicos de plantão usaram um sucçor para retirar o inseto e Jason acabou levando-o para casa para mostrar para a esposa. Valeu como troféu de caça... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● O bloqueio das comunicações e da internet, o forte aparato policial e militar nas ruas e o toque de recolher decretado em todas as cidades do Egito não foram suficientes para conter multidões de manifestantes, que desafiaram durante todo o dia o governo de Hosni Mubarak. Na maior mobilização popular em 30 anos de ditadura, houve violentos confrontos, que deixaram 24 mortos, pelo menos 1.030 feridos e mais de mil presos, relata o enviado ao Cairo, Fernando Duarte. O Prêmio Nobel da paz Mohamed El Baradei foi posto em prisão domiciliar. Mesmo sob toque de recolher, no centro do Cairo, manifestantes subiam em tanques do Exército. Sucumbindo às pressões, o presidente rompeu o silêncio e anunciou que demitirá os ministros, prometeu mais liberdade, mas assegurou que não renunciará: "No Egito, o poder está com o presidente".

● A presidente Dilma Rousseff disse que o governo vai investigar as denúncias de irregularidades e de tráfico de influência em Furnas. Segundo ela, a responsabilidade está com a Controladoria-Geral da União. "Iremos apurar o que foi acusado e o que foi divulgado", disse. Ex-aliados, os deputados Anthony Garotinho e Eduardo Cunha trocaram acusações pela internet.

● A presidente Dilma Rousseff reafirmou ontem que o governo manterá a elevação do mínimo para R$ 545, contrariando as centrais sindicais, que pressionam por R$ 580. "O que queremos é saber se as centrais querem manter este acordo (feito no Congresso). E, se quiserem, nossa proposta é de R$ 545", disse ela, referindo-se ao acordo que prevê a correção com base na inflação e na variação do PIB de dois anos antes.

Folha de S. Paulo

● O Egito viveu ontem os maiores protestos políticos em 30 anos. O ditador Hosni Mubarak, no poder há três décadas, mandou a Exército para as ruas e decretou toque de recolher. No fim do dia, anunciou a dissolução de seu gabinete, mas afirmou que fica no poder. O governo cortou internet e telefone, mas não conseguiu evitar os protestos. Ontem, ao menos 26 pessoas morreram e 1.030, apenas no Cairo, ficaram feridas. O presidente Barack Obama exortou Mubarak a realizar reformas sociais, políticas e econômicas. A Casa Branca não descartou cortar ajuda financeira ao país. A instabilidade derrubou Bolsas no mundo e fez o preço do barril de petróleo subir 10% em apenas uma semana.

● Deposito judicial de R$ 4 bilhões, feito em dezembro pela Caixa e contabilizado como receita pelo governo, permitiu o cumprimento da meta fiscal do país em 2010. O valor é, de longe, a maior operação do gênero no país realizada no ano passado. Os recursos se referem a pendências no pagamento ao PIS/Pasep. A operação fez explodir a arrecadação dessas contribuições, que não chegam a R$ 3,5 bilhões mensais. A Caixa diz que o depósito foi realizado porque a instituição vai contestar em juízo a cobrança de tributos realizada pela Receita. Guido Mantega usou o cumprimento da meta para ironizar críticas do FMI.

● O empresário Silvio Santos aceitou vender o PanAmericano para o BTG Pactual em troca do pagamento do rombo de R$ 4 bilhões. Segundo assessores, agora falta apenas o acerto entre o Pactual e o Fundo Garantidor de Créditos para obter recursos.

O Estado de S. Paulo

● O regime do ditador egípcio, Hosni Mubarak, viveu ontem seu momento mais crítico desde que foi instaurado, há 30 anos. Mubarak mobilizou o Exército, decretou toque de recolher e derrubou a internet, mas acabou novamente surpreendido pela população, que desde o dia 25 sai às ruas para exigir a queda do regime. Milhares de egípcios desafiaram as medidas adicionais de exceção e os tanques. Manifestantes escalaram veículos policiais e atearam fogo a prédios públicos. Pelo menos 13 pessoas morreram, e o Nobel da Paz Mohammed El Baradei, que se dispôs a liderar a oposição, foi colocado sob prisão domiciliar. Os EUA, que têm em Mubarak um de seus maiores aliados, ameaçam rever a ajuda financeira e militar ao Egito “com base no que ocorrer nos próximos dias".

● O governo Lula prometeu conter o avanço dos gastos como instrumento auxiliar de combate à inflação, mas terminou o seu último ano com despesas no patamar recorde: 19,14% do PIB. No primeiro ano de Lula, as despesas representavam 15,14% do PIB, nível semelhante ao do segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso. De 2009 para 2010, as despesas subiram R$ 128 bilhões e atingiram a marca de R$ 700,12 bilhões, com alta de 22,4%.

● Guido Mantega atacou texto do FMI sobre o País: "O diretor-gerente saiu de férias e algum velho ortodoxo deve ter escrito esse relatório com bobagens sobre a Brasil".

● O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que, em vez de limitar a publicidade de cerveja, prefere acertar com os fabricantes a promoção de hábitos saudáveis.

Jornal do Brasil

● No Rio, legislação capenga permite que guias sem qualificação exponham turistas a acidentes usando material e técnicas erradas em esportes radicais.

Correio Braziliense

● Menos de um dia após ser levada à prisão, a arquiteta Adriana Villela foi libertada ontem, após decisão do desembargador George Lopes, do Tribunal de Justiça do DF e Territórios. Indiciada pelo envolvimento no assassinato dos pais, o casal de advogados José Guilherme e Maria Villela, e da empregada deles, Francisca da Silva, Adriana deixou o presídio feminino, no Gama, às 17h. O Ministério Público pretende recorrer da decisão. A detenção da acusada, que responde o processo em liberdade, foi pedida por três promotores que estiveram em Montalvânia e em outros dois municípios de Minas Gerais seguindo os passos dos policiais da 8ª DP responsáveis pela investigação paralela que encontrou os autores confessos do crime da 113 Sul. Lá, o MP constatou uma série de irregularidades na atuação dos agentes e avaliou que os erros foram cometidos para beneficiar Adriana Villela.

Estado de Minas

● Uma carreta bitrem com 37 toneladas de trigo perdeu o controle, bateu em 15 veículos, matando cinco pessoas e ferindo 11, no Anel Rodoviário. O desastre ocorreu na descida do Bairro Betânia, onde há um estreitamento de pista, mesmo local de vários acidentes semelhantes. Nesse trecho, desde setembro de 2009, portanto nos últimos 17 meses, já são 14 mortes. Mesmo assim, não foram tomadas providências para impedir que a carnificina continue.

Jornal do Commercio

● Grupo esperava transporte para fazer exames no Recife, quando foi rendido por cinco homens na porta da Prefeitura de Santa Maria do Cambucá. Após explodir terminal bancário, bando espalhou grampos que furaram pneus de viaturas da PM.

Zero Hora

● Interdição de prisões vai deixar condenados livres. Justiça impede que oito albergues recebam novos condenados e dá ao Estado prazo de até o dia 14 para cumprir a determinação ou abrir novas vagas.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

DICA DO DIA
Tenho a impressão de que as pessoas não sabem mais o que é paciência. Clientes, colegas de trabalho,
chefes e subordinados, todos literalmente “perderam a paciência” e não sabem mais onde encontrá-la. Até nossos melhores amigos parecem tê-la perdido em algum lugar. Isso sem falar de nossos familiares. Maridos, esposas, filhos, noras, genros, cunhados, primos, tios, todos vivem numa impaciência sem limites. Onde foi parar a paciência das pessoas?A paciência é uma virtude que não pode ser confundida com a tolerância excessiva, com a aceitação da falta de qualidade, com o não cumprimento do dever. Uma pessoa paciente não é aquela que aceita tudo. É aquela que tem domínio sobre o seu ser. Tanto é verdade que o contrário da paciência é a ira, a raiva, a falta de controle sobre suas emoções. E os melhores sinônimos da paciência são a serenidade e paz de espírito ou ainda a capacidade de resistência a influências externas e o domínio da própria vontade. Assim, quando digo que as pessoas estão “perdendo a paciência”, quero dizer que elas estão perdendo o controle sobre si mesmas e perdendo o domínio da própria vontade e se deixando levar pela emoção e não pela razão.Benjamin Franklin afirmava que “quem tem paciência, obtém o que deseja” e Isaac Newton disse: “Se fiz descobertas valiosas, foi mais por ter paciência do que qualquer outro talento”.A paciência é, pois, uma virtude que deve ser cultivada pelas pessoas. Ela pressupõe um exercício constante de empatia – ou seja – de se colocar no lugar das outras pessoas. Requer a humildade para respeitar opiniões alheias mesmo que delas discordando. E para viver com saúde e qualidade nos dias de grande mudança em que vivemos é preciso muita paciência.(Luiz Marins)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
A mais nova moda do Japão agora é o sorrido LED. A criação é bem simples. Uma lâmpada LED é colocada dentro da boca das pessoas interessadas com o objetivo de colorir os dentes.O criador do dispositivo apelidou o produto de "uma festa na sua boca", que conta também com um controle remoto para mudar as cores das luzes no interior da boca. Como dizia meu avô, neste mundo tem doido pra tudo... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo


● Em guerra com o PT por causa de cargos de segundo escalão e pressionado por denúncias de ingerência em Furnas, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) fez ameaças claras a petistas ontem. No Twitter, lembrou o escândalo dos aloprados - no qual petistas foram presos com mais de R$ 1,6 milhão em dinheiro vivo para comprar um dossiê forjado contra tucanos, em 2006: "E impressionante o instinto suicida desses caras. Quem não se lembra dos aloprados? Quem com ferro fere com ferro será ferido." Cunha ainda fez referências a Valter Cardeal, diretor da Eletrobrás e homem de confiança da presidente Dilma. Ameaçou também seu ex-aliado Garotinho: "Vai ser multo proveitoso detalharmos todas as reuniões que tivemos juntos. Contribuiria e muito para o nosso país." Reunidos em jantar de apoio a Marco Maia (PT) para presidente da Câmara, ontem, no Rio, Cunha e Garotinho evitaram o assunto.

● A presidente Dilma desautorizou sua ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e negou, três vezes, a possibilidade de cortes no PAC. O ministro Guido Mantega negou que o governo negocie a correção do IR, o que fora admitido pelo secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

● O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central e o FMI alertaram o governo para a situação fiscal do país. Para o BC, o controle efetivo de gastos é essencial para evitar aperto monetário maior. Já o FMI advertiu para a deterioração "particularmente acentuada" nas contas fiscais. E previu que as metas não serão cumpridas.

Folha de S. Paulo

● O já modesto reembolso que planos de saúde fazem ao SUS encolheu mais. Entre 2007 e 2009. O valor recuou de R$ 8,23 milhões para R$ 5,62 milhões, menos 32%, relata Claudia Colluci. O ressarcimento é determinado por lei de 1998, contestada pelas empresas. O valor cobrado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) teve queda maior (81%). de R$ 64,4 milhões a R$12,8 milhões. Uma auditoria do Tribunal de Contas da União estima que a agenda tenha deixado de cobrar R$ 2,6 bilhões durante cinco anos. Para os planos, a lei é inconstitucional. A ANS diz que não recebeu dados dos atendimentos. Pesquisadora vê questão política: 3 dos 5 diretores da ANS são ligados a empresas.

● Revisão de estudos das universidades de Michigan (EUA) e Würzburg (Alemanha) concluiu que portadores de uma variante curta de gene 5-HTILPR, envolvido no transporte da serotonina, são mais propensas a ter depressão após estresse. Isso explicaria por que as pessoas respondem de modo diverso a situações parecidas. Resultado contraria trabalho de 2009.

● Historicamente dividida, a oposição egípcia se uniu pela primeira vez contra o ditador Mubarak. O retorno do Nobel da paz Mohamed El Baradei reforçou a ala oposicionista. Novo protesto está marcado para hoje. Dahab, reduto da elite, acompanha tudo de longe, informa André Lobato. A onda de protestos chegou ao Iêmen. Manifestantes também querem depor o ditador.

O Estado de S. Paulo

● Dados divulgados pelo IBGE mostram que a taxa de desemprego em 2010 ficou em 6,7%, contra 8,1% em 2009. O número de pessoas ocupadas no mercado de trabalho foi de 22 milhões, o maior patamar da série da Pesquisa Mensal de Emprego iniciada em 2002. Apesar disso, a renda media real do trabalhador caiu 0,7% em dezembro, ante novembro de 2010. O motivo foi a aceleração da inflação, com alta de 5,91% no IPCA, ante 4,31% em 2009. “A inflação, de certa forma, funciona como uma espécie de barreira ao crescimento do rendimento do trabalho", afirmou Cimar Azeredo, economista do IBGE. Mesmo assim, a renda fechou o ano com alta de 3,8%.

● Na primeira reunião depois da posse do governador Geraldo Alckmin, o Conselho Estadual do Meio Ambiente liberou o início das obras de ampliação do Aeroporto de Viracopos. As discussões sobre a obra se arrastavam desde 1997. A construção de uma nova pista e de um novo terminal de passageiros exigirá a retirada de 8,71 hectares de vegetação em Área de Proteção Permanente. O edital para contratação do projeto será lançado hoje pela Infraero.

● O governo federal acredita ter indícios de que 19 desaparecidos políticos durante a ditadura, depois de torturados e mortos, foram enterrados clandestinamente em Petrópolis (RJ). O Grupo Tortura Nunca Mais considerou precipitada a divulgação dos nomes dos militantes.

Jornal do Brasil

● Meio ambiente vira caso de polícia. Ministério Público apura gastos do fundo ambiental do estado, do qual sairiam R$ 24 milhões para construção do Museu do Amanhã.

Correio Braziliense

● A Justiça brasiliense decretou pela segunda vez a prisão de Adriana Villela, 46 anos, por entender que a arquiteta atrapalha as investigações do triplo homicídio cometido na 113 Sul em 2009. A decisão do Tribunal do Júri atende ao pedido do Ministério Público. O Núcleo de Investigação e Controle Externo da Atividade Policial (NCAP) concluiu que agentes da 8ª DP ignoraram deliberadamente uma testemunha que apontava Adriana como mandante do crime. O relato da testemunha foi publicado pelo Correio em novembro do ano passado. O Ministério Público também tem informação de que uma empresa do SIA, área coberta pela 8ª DP, bancou as despesas da investigação paralela em Minas Gerais.

Valor Econômico

● A nova administração do banco PanAmericano informou ao empresário Silvio Santos nos últimos dias a existência de um novo rombo de R$ 1,5 bilhão nas contas da instituição que se soma aqueles R$ 2,5 bilhões apontados em novembro e que motivaram uma operação de salvamento com recursos do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Na esteira dessa descoberta, o BTG Pactual, do banqueiro André Esteves, fez ontem uma proposta firme de compra do controle do PanAmericano, segundo apurou o Valor.

Estado de Minas

● A Região Metropolitana de Belo Horizonte fechou 2010 com menor taxa de desocupação (8,4%),amais baixa entre as sete pesquisadas pelo Dieese e Fundação Seade. Já no levantamento do IBGE, foi o segundo menor índice (5,5%), ficando atrás apenas de Porto Alegre.

● Sem sintonia: Governo bate cabeça sobre PAC e imposto. A presidente Dilma Rousseff desautorizou a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e disse que não haverá cortes de verbas para obras. Já o titular da Fazenda, Guido Mantega, negou correção do IR, desmentindo o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

Jornal do Commercio

● Prefeitura de Recife adianta de maio para março o início do monitoramento nas áreas de risco. Operação Inverno está orçada em R$ 36 milhões. Gel impermeabilizante foi aprovado e vai ser aplicado em 40 mil metros quadrados de encostas.

Zero Hora

● Falta de mão de obra freia construção civil. Para atingir a projeção de crescimento de 5,5% em 2011, as construtoras têm o desafio de contratar e treinar mais 15 mil profissionais no RS, alerta o Sinduscon.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

DICA DO DIA
Recentemente fui servido por um garçom mal-educado. Sua linguagem corporal dizia mais ou menos o seguinte: “quem mandou você vir a este restaurante?”. Ele demorou 20 minutos para me trazer um cappuccino e, quando chegou, metade estava no pires. Conversando, eu lhe perguntei sobre seu trabalho e seu patrão. Aí ele disse: "É claro que não quero trabalhar para esse cretino o resto da vida”.
Infelizmente o nosso garçom esqueceu um aspecto importantíssimo da vida no local de trabalho: a gente não trabalha para o patrão; trabalha para si mesmo.Nenhum empregador é perfeito, e pode ser que seus colegas sejam preguiçosos. Mas quando você se candidata a um emprego, o seu dever é dar o melhor de si e não prejudicar o cara que assina os cheques no fim do mês. Quando você só dá 50 por cento do seu esforço, acaba sofrendo muito mais do que o patrão. Este, quando muito, sai perdendo algum dinheiro. Você perde o entusiasmo e a auto-estima, além de um bom pedaço da vida. Algumas pessoas acreditam que há coisas “boas” e coisas “ruins” para fazer na vida. Não é assim. Uma pessoa interessante pode tornar interessante um trabalho tedioso... Gostar do trabalho é uma escolha. Há pessoas que são capazes de transformar as piores atividades num prazer! Elas simplesmente partem do princípio de que o trabalho deve ser interessante, e pronto!Em poucas palavras: você dá o melhor de si não porque precisa impressionar as pessoas. Dá o melhor porque é a única maneira de gostar do trabalho. (Andrew Matthews, no livro "Siga seu coração")

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Em Redditch (Inglaterra), para evitar o desperdício, uma piscina deverá ser aquecida com o calor gerado por um crematório. Com isso, mais de R$ 38 mil devem ser economizados por ano em gastos com eletricidade para esquentar a água. Só que, segundo o jornal Telegraph, tem gente que não está querendo nadar em "água de morto". Essa é a previsão de Simon Thomas, dono da funerária. - Eu não sei se as pessoas vão se sentir confortáveis ao nadarem em uma piscina aquecida com a morte de alguém que amam. Acho que é meio estranho. Meio só? (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo


● O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, prepara levantamento para mover ações com o objetivo de suspender o pagamento de aposentadorias de ex-governadores. Ele disse que os estados poderiam se antecipar e cancelar esses privilégios, já julgados ilegais pelo STF, argumentando que não é razoável pagar pensão vitalícia a ex-governadores que ficaram apenas quatro anos no cargo - há casos de políticos que ficaram apenas dias e recebem a pensão.

● Terminou sem avanços a primeira reunião entre o governo Dilma e centrais sindicais para discutir o aumento do mínimo. Foi marcada nova reunião, para 2 de fevereiro. O governo insiste nos R$ 545; as centrais, em R$ 580.

Folha de S. Paulo

● O Estado de SP adotará padrão mais rígido para classificar a qualidade do ar; o assunto será tratado hoje pelo conselho ambiental. O parâmetro atual foi estabelecido em 1990 e está defasado em relação ao definido em 2005 pela Organização Mundial da Saúde. Se o novo padrão estivesse em vigor, a Grande SP teria tido, em 2008, o ar inadequado 1.265 vezes para o poluente poeira. Foram duas. A adoção do padrão da OMS será gradual, relatam Eduardo Geraque e Cristina Moreno de Castro.

● Grupos sensíveis - crianças, idosos e pessoas com doenças cardíacas e respiratórias - poderão ter mais controle da exposição a riscos e se preparar melhor para dias de poluição crítica. Para especialistas, há avanço; o desafio será criar política de melhoria da qualidade do ar.

● O PT decidiu pagar um salário mensal de R$ 13 mil ao ex-presidente Lula. O contracheque será equivalente ao do presidente da legenda, José Eduardo Dutra. "Ele é um importante dirigente político", argumenta Dutra. Como o estatuto não prevê pagamento a cargos simbólicos, o registro será de assessor.

● A casa de 4.100 m² do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira parece um museu de tudo, relata Mario César Carvalho. Há esculturas fenícias, busto romano, pórtico barroco, obras modernistas, pintores famosos. O imóvel deve ir a leilão para cobrir o rombo de R$ 2,2 bilhões do banco, com lance mínimo em torno de R$ 80 milhões.

O Estado de S. Paulo

● O governo vai abandonar o debate sobre a proibição da propriedade cruzada nos meios de comunicação por estar convencido de que a tecnologia tornou a discussão obsoleta, informam Cida Damasco, João Bosco Rabello e Ricardo Gandour. O conceito de convergência das mídias, que consolidou o tráfego simultâneo de dados e noticiários em todas as plataformas - da impressa à digital -, pôs na mesa do ministro Paulo Bernardo (Comunicações) um projeto de concessão única.

● A inversão do processo partiu da constatação de que os veículos de comunicação hoje têm num só portal seus noticiários de jornal, rádio e TV. O conselheiro da Anatel João Resende considera a concessão única “inevitável" para ser discutida e implementada num prazo de cinco anos. Isso imporia, na sua avaliação, uma reforma na própria Anatel, que hoje trata os diferentes meios de comunicação de forma isolada.

● A nova administração descobriu que o rombo do Panamericano, causado por fraude contábil, é maior do que os R$ 2,5 bilhões estimados pelo BC, informam David Friedlander e Leandro Modé. Como o banco, controlado pelo Grupo Silvio Santos, precisará de mais dinheiro, estuda-se a concessão de um novo empréstimo do Fundo Garantidor de Crédito.

● A entrada da Portugal Telecom (PT) no Grupo Oi finalmente saiu do papel. Pela operação anunciada ontem, a companhia portuguesa vai desembolsar R$ 8,32 bilhões para ter fatia de 22,38% no grupo brasileiro. O acordo, costurado desde julho do ano passado, prevê ainda que a Oi compre uma participação de 10% na PT, negócio estimado em cerca de R$ 1,7 bilhão.

Jornal do Brasil

● Pesquisa comprova os efeitos da propaganda de TV sobre os hábitos alimentares do público infantil, mas os pais não se convencem do perigo e a legislação brasileira ignora o problema. No mundo, a OMS conta 43 milhões de crianças obesas.

Correio Braziliense

● Joilson de Araújo veio do Piauí há 4 meses e conseguiu emprego com carteira assinada numa obra em Águas Claras. Em 2010, foram criadas 49 mil vagas e a taxa de trabalhadores sem ocupação caiu ao menor nível desde 1992. A nova realidade faz o vendedor de frutas Márcio Oliveira repensar a condição de autônomo.

Valor Econômico

● A presidente Dilma Rousseff terá R$ 68 bilhões em projetos de infraestrutura a serem licitados em 2011, herdados do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Sem contar os setores de saneamento e habitação, são 43 grandes obras nas áreas de transportes, energia, aeroportos e portos, que estão com os editais em preparação - algumas com licitações marcadas, como é o caso do trem-bala entre Rio e São Paulo.

Estado de Minas

● Os dados são do Banco Central e refletem as medidas para conter o consumo excessivo movido a empréstimos, determinadas pelo governo no mês passado, que encareceram os financiamentos, especialmente os de longo prazo. Apesar do custo mais alto para tomar dinheiro, a inadimplência das pessoas físicas caiu para 5,7%, menor patamar desde julho de 2001. O volume de operações de crédito cresceu 20,5% em 2010, somando R$ 1,703 trilhão, o que representa 46,6% do PIB.

Jornal do Commercio

● Taxa de homicídios caiu 34% no Recife. Redução alcançada pelo Pacto pela Vida no primeiro governo de Eduardo Campos superou a queda registrada em Nova Iorque após o programa Tolerância Zero. Brasil deve adotar o modelo.

Zero Hora


● Anac anuncia mais rigor na cobrança da qualidade nos serviços. Tarifa será reajustada e passará a ter mais variações, por terminal e demanda.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

DICA DO DIA
Se você está seguro da sua opinião, mantenha-se firme em sustentá-la. É bonito ver uma pessoa capaz de viver as suas idéias e até de morrer por seus ideais, e não mude de opinião, a não ser quando descobrir que está incorrendo em erro. Mas, não se esqueça de respeitar as opiniões alheias. O fato de você se ter como certo em seu modo de pensar não lhe confere o direito de impô-lo a ninguém. Evite qualquer discussão que possa colocá-lo como um impositor.(J.S.Nobre)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Enquanto a maioria dos burros tem tempo estimado de vida entre 25 e 30 anos, Bisonho superou as expectativas e já ultrapassa meio século. Aos 54 anos ele está prestes a ser considerado o burro mais velho do mundo, se assim permitir o Livro dos Recordes. Seu dono, o senhor Selwyn Demmy descobriu com outros dois proprietários anteriores do animal que ele nasceu em 1957, dado o tempo em que esteve com cada dono. Atualmente, ele vive em Disley, em Derbyshire, na Inglaterra. “Eu sei que Bisonho tem mais de 50 anos, porque os donos anteriores o tiveram por 10 anos e os donos antes destes o tiveram por cerca de 40 anos”, disse Demmy ao jornal Daily Mail. Se confirmada sua idade, o burro pode ser considerado o mais velho do mundo. Um burro chamado de Suzy, no Novo México, Estados Unidos, tinha o título, mas ele morreu em 2002, aos 54 anos. Na disputa também estava Lively Laddie, com 62 anos, mas não teve a “velhice” confirmada oficialmente. Resta a Bisonho receber o troféu de ancião. “Nós estamos fazendo algumas pesquisas para afirmar este caso”, diz Demmy. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● O novo Senado, que tomará posse na próxima terça-feira, terá 26 ex-governadores entre os 81 senadores, sendo que 13 deles terão subsídios que ultrapassam o teto do funcionalismo público, de R$ 26.700. Eles vão acumular os vencimentos de senador com aposentadorias de ex-governadores, que variam de R$ 11 mil a R$ 24 mil, dependendo do estado. O STF, em decisão de 2007 sobre Mato Grosso do Sul, definiu que essas pensões são i1egais, mas os estados continuam pagando. Até mesmo o presidente do Senado, José Sarney, que será reeleito para o cargo, recebe R$ 24 mil como ex-governador do Maranhão. O diretor-geral do Senado, Haroldo Tarja, diz que a Casa não tem como aplicar o teto nesses casos. Depois de reportagens do GLOBO, a OAB anunciou que recorrerá ao STF.

● O governo Dilma vai criar um grupo de peritos com poder para entrar de surpresa nas prisões do país e apurar casos de tortura. Um projeto de lei criando o grupo será enviado ao Congresso.

● A área econômica orientou o Planalto a adotar postura firme com as centrais sindicais, no encontro de hoje. Para ministros da área, o governo não pode correr o risco de corrigir a tabela do Imposto de Renda e não conseguir aprovar o mínimo de R$ 545.

● Num inovador e inédito processo de produção de vacinas, cientistas da Fiocruz produzirão imunizante contra a febre amarela somente com plantas, sem o uso de vírus atenuado ou inativado.

Folha de S. Paulo

● O presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Benjamin Zymler, recebeu pelo menos R$ 228 mil de honorários pagos por órgãos públicos e entidades fiscalizados pelo TCU. De 2008 a 2010, Zymler foi contratado, sem licitação, para dar palestras e cursos de até dois dias. Durante e após o período descrito, Zymler foi o ministro-relator de seis processos, além de participar de pelo menos cinco julgamentos que interessavam a alguns de seus contratantes. Palestras, custos e agendas do presidente do TCU não são divulgados na página do tribunal na internet.Zymler diz que as palestras e os cursos eram "atividades docentes" e que não houve conflito de interesse. UFABC, Eletronorte, Sebrae, Inpi, Conab e AGU, que contrataram o presidente do TCU, disseram que a lei autoriza a dispensa de licitações em casos de notória especialização.

● Uma semana antes do fim do mês, a cidade de São Paulo bateu o recorde de chuvas de janeiro desde que a medição começou a ser feita pelo Instituto Nacional de Meteorologia, em 1943. Até às 18h de ontem, houve 491,5 mm de chuvas, 10,1 mm mais que o recorde anterior, de 1947.

● Inspiradas pelo levante na Tunísia, multidões tomaram as ruas das principais cidades do Egito para reivindicar a saída do ditador Hosni Mubarak. A onda de protestos deixou três mortos. Mubarak está no poder há três décadas. Manifestações foram convocadas em parte via Facebook e Twitter. Segundo a TV Al Jazeera, 30 mil pessoas participaram de protestos em Cairo e Suez, apesar de o governo ter cortado celulares e bloqueado sites na internet.Os maiores protestos em 30 anos ocorreram depois de onda de autoimolações similar à que derrubou a ditadura tunisiana.

O Estado de S. Paulo

● Com um movimento extraordinário em dezembro (fluxo positivo de US$ 15,36 bilhões, o maior em um único mês), o Investimento Estrangeiro Direto, voltado para o setor produtivo, fechou 2010 com o recorde de US$ 48,46 bilhões. O resultado foi suficiente para cobrir o déficit, também recorde, das transações de comércio exterior, serviços e transferências de renda do Brasil com o exterior, que foi de US$ 47,52 bilhões. Até novembro, tanto o mercado quanto o Banco Central davam como certo que o investimento não cobriria o rombo da conta corrente, provocado pela economia aquecida e o dó1ar barato. A reviravolta foi provocada por uma operação no setor de petróleo, com o ingresso de US$ 7,1 bilhões nos últimos dias do ano.

● A presidente Dilma Rousseff cumprimentou José Alencar depois da entrega de medalha da Prefeitura de SP ao ex-vice. Alencar saiu do hospital, onde estava internado desde 22 de dezembro, só para a cerimônia, que teve a presença do ex-presidente Lula, do prefeito Gilberto Kassab e do governador Geraldo Alckmin. Ele disse estar "vencendo as dificuldades".

● Altos executivos de todo a mundo estão a caminho de Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial, que começa hoje. Só pelo convite básico, pagam US$ 71 mil. Se quiserem sessões privadas, terão de desembolsar US$ 156 mil. Para grupos de cinco pessoas, US$ 662 mil.

Jornal do Brasil

● O atentado que matou 35 pessoas no principal aeroporto de Moscou deve ter reflexos em todo o planeta, onde as revistas, a espera e a dificuldade para embarcar devem aumentar.

Correio Braziliense

● Sob aplausos e lágrimas, José Alencar foi homenageado ontem, em São Paulo. Numa cadeira de rodas, ao lado de Lula e Dilma, o ex-vice-presidente emocionou a plateia ao falar da luta contra o câncer. “Se eu morrer agora, será um privilégio, porque é tanta gente torcendo por mim”, discursou. A presidente chorou ao entregar a medalha a Alencar.

Valor Econômico

● A China liderou em 2010, pela primeira vez, a lista dos países com maior investimento direto no Brasil, com um fluxo de capital de US$ 17 bilhões, pouco menos de um terço do total de ingressos de US$ 52,6 bilhões. A estimativa é da Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização (Sobeet). Em dezembro, o investimento estrangeiro direto líquido atingiu US$ 15,3 bilhões, volume inflado pela compra de 40% do capital da Repsol pela chinesa Sinopec, no valor de US$ 7,1 bilhões.

Estado de Minas

● Livro gigante terá 6 toneladas e 42 mil páginas – O advogado de Belo Horizonte Vinícios Leôncio pretende gastar R$ 1 milhão para publicar uma obra sobre o excesso de leis tributárias no Brasil, com 2,4 metros de altura.

Jornal do Commercio

● Presidente Dilma Rousseff negocia hoje com centrais sindicais uma correção de 6,46% na tabela progressiva de desconto do IR. Estudo aponta que defasagem é maior: 64% entre 1995 e 2010. Aumento do mínimo também está na pauta.

Zero Hora

● Fortunati endurece na cobrança de cumprimento de horário em postos de saúde da Capital gaúcha e sindicato da classe reage, enquanto pacientes aguardam solução.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

DICA DO DIA
Quem se agarra a bens materiais escraviza o coração. Não saboreia a liberdade-criança, presenteada pelo desprendimento. Somente os desapegados têm o privilégio de experienciar a liberdade, em sua plenitude. (Vicente Carvalho)


NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Um homem de 34 anos de Sacramento, Califórnia, oferece o reparo de computadores em troca de sexo, e garante: está obtendo retorno. Em entrevista ao site Sync, “Ray Digerati” declarou que teve a idéia depois de ajudar uma mulher “bastante atraente” que estava enfrentando problemas com a conexão à Internet. Então, ele colocou um anúncio no Craig’s list, um dos principais classificados online dos Estados Unidos. Desde então, Ray garante que não parou mais de trabalhar. “A maioria das chamadas que eu recebo é para remover vírus e spyware. Uma mulher sequer esperou eu terminar o trabalho”, conta. Quando perguntado se tinha uma tabela de preços, ele declarou que não. Mas ele considera um orgasmo por duas horas de trabalho o suficiente. “Se é alguma coisa que eu consigo arrumar em 15 minutos, gosto de uma massagem nos pés”, explica.O “gigolô de TI” também não pede para ver as fotos das clientes, antes de aceitar o trabalho. “Tenho a mente aberta, sou exigente em relação à higiene, mas não faço discriminação”, justifica. Mas Ray não atende homens da mesma maneira. Neste caso, ele cobra em dinheiro... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● A proposta em estudo no governo de corrigir a tabela do Imposto de Renda (IR) em 6,46%, em troca de manter o salário mínimo em R$ 545, foi mal recebida pelas centrais sindicais - criando mais um round da queda de braço entre aliados e a presidente Dilma Rousseff. Em nota divulgada ontem, a Força Sindical chama a proposta de "nefasta" e afirma que a negociação teria que envolver três pontos: mínimo, IR e aumento dos benefícios dos aposentados que ganham acima do mínimo.

● Em sua página na internet, a CUT voltou a enfatizar a defesa dos R$ 580 para o mínimo. O secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, se reuniu com a presidente, e amanhã recebe, no Palácio do Planalto, os dirigentes das seis centrais sindicais. De acordo com a assessoria da Secretaria Geral da Presidência, Dilma pediu ao Ministério da Fazenda que faça simulações do impacto orçamentário do reajuste do mínimo e da correção da tabela do IR.

● Treze dias após a "tsunami" que matou 814 pessoas, equipes da Defesa Civil do estado demoliram as primeiras duas casas na comunidade de Alto Floresta, em Nova Friburgo, por estarem em área de risco.

● A Rússia entrou em estado de alerta máximo ontem depois que o saguão de desembarque do principal aeroporto de Moscou tornou-se palco de um violento ataque, em que pelo menos 35 pessoas morreram e mais de 160 ficaram feridas, entre elas estrangeiros. Testemunhas afirmaram que um homem-bomba se explodiu. As suspeitas são contra separatistas da Chechênia.

Folha de S. Paulo

● A Assembleia Legislativa de São Paulo funcionou, na prática, apenas dois dos últimos sete meses, informa Fernando Gallo. No período, houve campanha eleitoral e recesso de dois meses. De julho do ano passado até ontem, os 94 deputados estaduais custaram R$ 78,7 milhões aos cofres paulistas, valor que inclui gastos com salários de parlamentares e assessores e verbas para moradia e gabinetes. De 10 de julho a 19 de outubro, nada foi votado. Votações presenciais se concentraram de 8 a 22 de dezembro; nove projetos foram aprovados. No segundo semestre de 2009, foram 29. A lei mais relevante foi a que reserva 25% dos leitos do SUS para convênios. Barros Munhoz (PSDB), presidente da Assembleia, reconhece a baixa produção, mas ressalva: "Não tem nada para votar".

● O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai visitar o Brasil pela primeira vez em março. A data exata ainda está em negociação com o Itamaraty. Como Obama virá, Dilma Rousseff cancelou viagem para os EUA, relata Natuza Nery. A expectativa é de um fôlego novo para as relações entre Brasil e EUA, estremecidas durante o governo Lula pelo apoio ao Irã.

O Estado de S. Paulo

● Um homem-bomba matou ontem ao menos 35 pessoas e feriu 130 após detonar seus explosivos no setor de retirada de bagagens do aeroporto internacional de Domodedovo, em Moscou, o mais movimentado da Rússia. O Kremlin classificou o ataque de "terrorista" e informou que a polícia procura três homens, todos seriam da região separatista do Cáucaso. Citando agentes de inteligência, a agência de notícias Ria-Novosti informou que os serviços de segurança do país “sabiam há uma semana da preparação do atentado". O presidente Dmitri Medvedev prometeu "perseguir e punir" os responsáveis. O ataque abalou os planos eleitorais do primeiro-ministro Vladimir Putin, que pretende voltar à presidência.

● O governador Geraldo Alckmin nomeou para presidir a Fundação para o Desenvolvimento da Educação o ex-prefeito de Taubaté José Bernardo Ortiz (PSDB), condenado por ato de improbidade administrativa. Em nota, o governo afirma que Ortiz é "reconhecidamente honesto" e que cabe recurso em todos os processos contra ele.

● O governo calcula que terá de deduzir cerca de R$ 11 bilhões de despesas do PAC do cálculo do superávit primário de 2010 para atingir a meta de 3,1% do PIB.

Jornal do Brasil

● Destruição da Mata Atlântica no Rio faz com que temperatura média no verão seja superior à registrada no escaldante deserto do Saara, na África.

Correio Braziliense

● Uma onda de destruição varreu Santo Antônio do Descoberto, um dos municípios mais pobres do Entorno. Revoltado com a precariedade dos serviços públicos, um grupo de 2,5 mil moradores protestou em vários pontos da cidade e exigiu a saída do prefeito David Leite da Silva. A manifestação começou com uma barricada formada por pneus queimados, mas descambou para atos de vandalismo. Os manifestantes atearam fogo a um ônibus, depredaram a prefeitura, a Câmara de Vereadores e a Rodoviária. A Polícia Militar foi contundente, com o uso de balas de borracha e gás lacrimogêneo. Há, no entanto, relatos de excessos. O secretário de Segurança do estado de Goiás, João Furtado, disse que vai apurar as denúncias e, se for o caso, determinar a abertura de processo na Corregedoria da Polícia Militar.

Valor Econômico

● Criado há 20 anos e ainda considerado moderno pela comunidade jurídica, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) passará por reformas para abranger um tema que preocupa as famílias brasileiras: o superendividamento - total de contas acima da capacidade de pagamento. Hoje, de acordo com pesquisa divulgada este mês pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 59,4% de um total de 17,8 mil famílias entrevistadas estão endividadas. Desse percentual, 22% estão com contas em atraso e 7,9% alegam que não terão como quitar seus débitos. Um anteprojeto com previsões legais sobre o assunto deve estar pronto em seis meses, tratando de informações, transparência e o direito de arrependimento no mercado de créditos, a exemplo do que já é feito em outros países. O texto também deve regulamentar melhor outros temas, como o comércio eletrônico e o papel dos Procons como meio alternativo de resolução de conflitos.

Estado de Minas

● Por causa do aumento da população, registrado pelo último censo, as câmaras municipais estão autorizadas a criar 7.816 vagas de vereador em todo o Brasil, 836 delas em 236 cidades de Minas. Para que os cargos estejam em disputa nas eleições de outubro de 2012, basta que sejam incluídos nas leis orgânicas dos municípios até setembro, um ano antes do pleito. O custo com os novos parlamentares será de pelo menos R$ 251,6 milhões anuais no país e de R$ 26,8 milhões no estado.

Jornal do Commercio

● Terror e morte abalam Moscou. Atentado feito por homem-bomba matou pelo menos 35 pessoas no aeroporto Domodedovo, o maior do país. Líderes mundiais condenaram a ação. Nenhum grupo assumiu responsabilidade.

Zero Hora

● Tarso prepara envio de pacote à Assembleia. Projeto cria albergues para famílias de pacientes. Incentivos para empresas terão novos critérios – Um conjunto de propostas do governo aos novos deputados estaduais traz ações de apelo social, impacto econômico e mudança na gestão.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

DICA DO DIA
Um grande urso, vagando pela floresta, percebeu que um acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida. Quando a tina já estava fora da fogueira, o urso a abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo. Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe atingindo.

Na verdade, era o calor da tina...Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava. O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida. Começou a urrar muito alto. E, quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo. Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele a apertava contra o seu corpo e mais alto ainda rugia.Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima à fogueira, segurando a tina de comida. O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo.
Moral: Quando terminei de ouvir esta história de um mestre, percebi que, em nossa vida, por muitas vezes, abraçamos certas coisas que julgamos ser importantes. Algumas delas nos fazem gemer de dor, nos queimam por fora e por dentro, e mesmo assim, ainda as julgamos importantes. Temos medo de abandoná-las e esse medo nos coloca numa situação de sofrimento, de desespero. Apertamos essas coisas contra nossos corações e terminamos derrotados por algo que tanto protegemos, acreditamos e defendemos.
Para que tudo dê certo em sua vida, é necessário reconhecer, em certos momentos, que nem sempre o que parece salvação vai lhe dar condições de prosseguir. Tenha a coragem e a visão que o urso não teve. Tire de seu caminho tudo aquilo que faz seu coração arder. Solte a panela!
(portaldiabetes.com.br)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Se você é do tipo de pessoa que não gosta de companhia, seus problemas acabaram: mude-se para Lost Springs, nos Estados Unidos. De acordo com o censo norte-americano, a cidade é um dos quatro lugares em que os Estados Unidos têm apenas 1 pessoa como morador. Os outros estão em Erving, New Hampshire e New Amsterdam, Indiana. Desde 2000, a população de Monowi, no Nebraska também caiu para uma só pessoa... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Em troca da manutenção do valor de R$ 545 do salário mínimo ou de, no máximo, aumentá-lo para R$ 550, a presidente Dilma Rousseff decidiu reajustar a tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física em 2011 pelo índice de inflação de 2010 (6,46%). A proposta será feita às centrais sindicais, que defendem o valor de R$ 580 para o mínimo - descartado pelo governo. Dilma apresentará hoje a ideia, durante reunião com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Encarregado das negociações, ele se encontrará com representantes das seis centrais sindicais na quarta-feira. O reajuste da tabela do IR repõe parte das perdas provocadas pela inflação na renda dos trabalhadores que prestam contas ao Fisco.

● Com um dia de antecedência, o MEC divulgou ontem o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O sistema, marcado por falhas e reclamações de estudantes, selecionou 82.949 candidatos, para 83 instituições públicas de nível superior.

● Na mira da presidente Dilma Rousseff, Furnas enfrenta denúncias de prejuízos financeiros, causados pelo aparelhamento da atual gestão. Documento apresentado por gerentes mostra a influência do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na estatal. Dilma quer tirar o PMDB do comando de Furnas.

Folha de S. Paulo

● A emissão de passaportes diplomáticos em caráter excepcional, como os concedidos a filhos e netos do ex-presidente Lula, só poderá ser feita com a publicação do nome do beneficiado no "Diário Oficial da União". Essa é a principal mudança nas regras que devem ser encaminhadas hoje a presidente Dilma Rousseff. O governo decidiu mudar as normas para os superpassaportes após a Folha ter revelado o caso da família de Lula.

● Hercília Catharina da Luz, 89, filha de Hercílio Luz, que governou Santa Catarina por três mandatos na República Velha (1889-1930), recebe R$ 15 mil por mês. Desde 1992, ela é beneficiada por lei complementar do Estado que garante a pensão para viúvas e filhos de ex-governadores.

● Por ora, a boa e velha televisão vai muito bem. Mas vem aí uma onda de inovação, puxada pela internet, que promete sacudir o barco. Simpáticas caixinhas querem trazer a internet para o centro da sala e tomar o lugar de redes de TV e empresas a cabo.

O Estado de S. Paulo

● O governo Dilma Rousseff vai precisar economizar cerca de R$ 60 bilhões para cumprir a promessa de fazer um superávit primário de 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB), informa a repórter Raquel Landim. A estimativa de economistas ouvidos pelo Estado é superior as apostas do mercado, que variam de R$ 40 bilhões a R$ 50 bilhões. O superávit primário é obtido quando o governo gasta menos que arrecada, descontado o pagamento dos juros da dívida. Um superávit "cheio e limpo” - como prometido por Dilma - significa cumprir a meta, sem descontar os investimentos ou utilizar “manobras criativas". “O esforço fiscal do governo Dilma precisa ser monstruoso. Como 2010 foi um ano muito ruim para as contas públicas, o arrasto para 2011 é excepcional", diz o economista Fernando Montero.

● Parecer da Advocacia-Geral da União restringe o poder da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na análise dos pedidos de direito de propriedade intelectual sobre remédios. Integrantes de ONGs veem na medida uma ameaça à aprovação de novos medicamentos genéricos. Com a decisão, ganha autoridade o Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

● Afastado da CIA há quatro anos, Duane R. Clarridge continua controlando uma rede de espiões de sua casa, perto de San Diego. Já enviou agentes para o Paquistão e o Afeganistão. Aos 78 anos, Clarridge é descrito como alguém convencido de que Washington está inchado de diplomatas e advogados que impedem as tropas de combater os inimigos.

Jornal do Brasil

● Livro revela documentos do governo brasileiro que dificultaram e até impediram a entrada no país de judeus que fugiam do nazismo durante a Segunda Guerra.

Correio Braziliense

● Moradores que formalizaram denúncias de abusos policiais durante ocupação do Complexo do Alemão, no Rio, continuam sem receber resposta do Estado. Ronai de Almeida, que teve mais de R$ 31 mil roubados, conta à repórter Renata Mariz que fez rifa para recuperar a perda.

Valor Econômico

● Com 17 milhões de ovinos, o Nordeste importou até 2009 carne de cordeiro do Uruguai. Isso mudou porque o rebanho regional deu um salto de qualidade. "É aí que entra a genética", diz Luiz Felipe Brennand, dono de fazendas especializadas em reprodutores caprinos e ovinos.

Estado de Minas

● MEC antecipa lista de aprovados no Sistema de Seleção Unificada. São 82.949 estudantes que devem se cadastrar nas universidades escolhidas nos dias 27, 28 e 31. Se depois disso ainda houver vagas disponíveis, serão feitas duas outras chamadas. A primeira está marcada para 4 de fevereiro.

Jornal do Commercio

● Sport cai no Sertão e deixa a zona do G-4.

Zero Hora

● Safra do Norte gaúcho compensa seca no Sul. Em contraste com a estiagem da Metade Sul, região onde está maioria das lavouras de grãos tem chuva constante, o que dá boa perspectiva para a colheita.

domingo, 23 de janeiro de 2011

DICA DO DIA
Evite colocar-se como se fosse dono da verdade.Não abra mão daquilo que a sua inteligência aprendeu como verdadeiro, a não ser no dia em que se convencer de que essa não é a verdade. Por outro lado, respeite sempre aquela opinião do outro, enquanto ele a tem e defende como verdadeira. Ninguém é dono da verdade, a ponto de querer impô-la aos outros. Nos aspectos subjetivos da inteligência, cada um vê a verdade conforme o seu prisma, mas ela é uma só. É universal. Defenda aquela que você conhece e respeite a que o outro defende: a Verdade é Deus. (J.S.Nobre)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Uma mulher visitou um zoológico na Ucrânia e tentou tirar fotos de um crocodilo de 14 anos que vivia lá. Ela bobeou e... "nhack", ele comeu o aparelho. Só que agora o bicho se recusa a comer. E, se ele não comer mais nada, os veterinários do zoológico vão ter que operá-lo. Para tirar o celular de dentro dele... (contaoutra.com)

CRÔNICA DE DOMINGO
Alô gente! Bom domingo! Esta crônica a escrevi há um punhado de anos. O mote é o aparelhinho que Flash Gordon usava naqueles meus bons tempos de criança e adolescente, muito parecido em suas funções com o celular de hoje. Boa leitura!

DE VOLTA PARA O FUTURO, DE NOVO?
Se me pedirem para contar uma história, um enredo contido nas revistas em quadrinhos dos meus tempos de criança, não poderei fazê-lo. Minha envelhecida memória não consegue fazer brotar de seus registros essas coisas tão antigas.
Mas, me lembro dos personagens. Um deles, em especial, me fascinou muito, principalmente por causa de seus apetrechos futuristas, como um pequeno aparelhinho que ele usava para se comunicar com todo o mundo, daqui e do espaço. Era uma espécie de telefone, que o homem comum empunharia décadas depois: o celular.
Se não recordo a história, posso, rapidamente, numa máquina que eu acredito que Flash Gordon também tinha, encontrar detalhes sobre ele, o personagem, com a rapidez de um apertar de teclas. Refiro-me ao meu computador.
Encontro a história do surgimento do herói. Diz que naquele tempo o mundo estava para ser destruído por um planeta desconhecido que se aproximava rapidamente da Terra. Flash Gordon, um piloto e ex-jogador de pólo, estava viajando em um avião quando esse foi atingido por um meteorito. A única coisa que ele teve tempo de fazer foi pegar um pára-quedas e saltar, levando consigo outra passageira, Dale Arden.
Eles caíram próximos do laboratório de um cientista louco, o dr. Hans Zarkov, que inventou uma maneira de desviar a órbita do tal planeta ameaçador e está saindo com seu foguete para realizar seu objetivo. Zarkov obriga os dois a acompanhá-lo no tal foguete para a missão suicida.
Conseguem desviar o rumo do planeta, mas acabam pousando nele. Com o impacto do foguete o Dr. Zarkov recupera a sanidade e se torna um fiel amigo de Flash Gordon.
O planeta onde chegaram chama-se Mongo, e é dominado por um cruel tirano de traços orientais, o imperador Ming, que se torna o grande inimigo do herói. Flash Gordon, sempre acompanhado de Zarkov e Dale Arden, atravessa todo o planeta convocando os demais governantes e povos a se rebelarem contra Ming.
Conhecem os homens-leão, os homens-lagarto, os homens-falcão e outros povos. Vão a cidade maravilhosas de Arbórea, governada pelo príncipe Barlin, que se torna seu amigo. Flash consegue derrotar Ming e instala as Repúblicas Unidas de Mongo, regidas por um conselho presidido por ele mesmo. Mas com o inicio da Segunda Guerra Mundial Flash Gordon volta para defender sua pátria.
Esse era o Flash Gordon, que depois de uma saga de lutas e vitórias, implantava, por fim, o bem, identificado, é claro, com os valores sagrados da sociedade americana, o que para mim, adolescente, pouco se me dava. O que me encantava eram as coisas do futuro que o herói mostrava em suas aventuras.
Agora a memória me falha novamente. Não sei dizer se era Flash Gordon e sua turma que se alimentavam com pílulas, ao invés de ingerirem alimentos, ou se eram outros heróis do futuro, que perambulavam naquele meu tempo passado.
Pois eis que, de repente, leio que, dia destes, uma equipe de pesquisadores apresentou sua primeira coleção do “imaginário alimentar” no Salão Internacional da Alimentação de Paris, na França, e prometeu “reinventar” os hábitos de consumo, oferecendo para nós, mortais, cápsulas vegetais ou bolinhas de especiarias com todas as proteínas e vitaminas.
O grupo partiu da idéia de que a criação e inovação em matéria de produção de alimentos não têm tido o espaço adequado. Falam, por exemplo, de uma placa alimentar de forma retangular, que pode ser um aglomerado de salada, de grãos ou de hortaliças. Divisível, prática, pode ser transportada e consumida em qualquer lugar com todos os requisitos para uma refeição completa.
Do mesmo modo, as cápsulas vegetais podem ser consumidas todas de uma vez ou com outros alimentos. Os criadores garantem que a primeira coleção já teria chamado a atenção de empresas do setor alimentício.
Bem, de minha parte, não duvido nada. Só acho que os pesquisadores deveriam ter dito que não estão sendo muito originais nessa descoberta, porque, no passado, quando se falava sobre o futuro – naqueles tempos de Flash Gordon – já se pensava em pílulas alimentícias, como eu já disse.
De qualquer maneira, se deu certo com o celular, por que não daria certo com as pílulas?...


O QUE DIZEM OS JORNAIS
*** As informações aqui postadas são recolhidas do site da Radiobras - Agência Brasileira de Notícias

O Globo

● O projeto de pacificação de favelas previa a retomada do território que antes era dominado por traficantes armados. O que as Unidades de Polícia Pacificadora não imaginaram é que acabariam também fazendo um trabalho inédito de recursos humanos junto a ex-integrantes do tráfico. Abandonados pelos chefes das facções, esses criminosos sem passagem pela polícia e com idade entre 16 e 25 anos começaram a buscar emprego com a ajuda da PM, que antes era seu principal inimigo. Dezenas desses pequenos traficantes estão conseguindo emprego com carteira assinada, como motoboys, pedreiros, comerciários, porteiros e em estacionamentos privados. “Ou a gente arruma um emprego ou tomba ou vai em cana. O império acabou. Perdemos, vou fazer o que?", disse um dos novos trabalhadores ao repórter Marcelo Dutra.

● Verbas para água e esgoto acabam no ralo. Das 60 condenações impostas pelo Tribunal de Contas da União no último trimestre de 2010, 25 exigem a devolução de R$ 35 milhões para obras de rede de água e esgoto que não foram realizadas por prefeitos e gestores dos recursos.

Folha de S. Paulo

● Com a falta de mão de obra no Brasil e a crise no mundo rico, governos e entidades de classe do exterior têm contratado empresários e associações brasileiras para oferecer trabalhadores. O Ministério do Desenvolvimento faz a intermediação de alguns desses encontros. A fila de espera para entrar no país, sobretudo no setor de construção, inclui americanos, espanhóis, italianos, portugueses e ingleses. “Há interesse brutal em vir para cá”, diz Marcos Túlio de Melo, presidente do Confea (Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura). Validar diplomas e obter autorização para trabalhar no Brasil, porém, é demorado e caro: pode chegar a oito meses e passar de R$ 15 mil. Para entidades do setor, o processo seria mais curto se os países ricos oferecessem contrapartidas para os brasileiros no exterior.

● O governo federal não dispõe de um mapeamento de locais vulneráveis a chuvas. A Defesa Civil de 14 dos 18 Estados consultados pela Folha não têm a localização completa das áreas de risco. A maioria dos órgãos estaduais afirma que a responsabilidade por esse monitoramento cabe aos municípios, mas 75% deles nem têm Defesa Civil.

● O governo Geraldo Alckmin (PSDB) nomeou um ex-diretor da Kroll (empresa de investigação), um coronel da PM e um promotor para a secretaria de Transportes. A nova equipe tem a missão de revisar contratos da pasta, foco de acusações de superfaturamento na gestão de José Serra.

O Estado de S. Paulo

● Os dez órgãos do segundo escalão mais disputados pelos partidos que apoiam a presidente Dilma Rousseff tiveram de responder à Controladoria-Geral da União (CGU) por irregularidades no repasse de R$ 1,35 bilhão a Estados, municípios e entidades nos últimos quatro anos. O órgão mais comprometido foi o Fundo Nacional de Saúde. De 2007 até 2010, a CGU concluiu que R$ 663,12 milhões dos repasses do FNS tiveram algum tipo de irregularidade nos pagamentos a conveniados do Sistema Único de Saúde e Autorização para Internação Hospitalar, desvios de finalidade e não prestação de contas. O levantamento foi feito com base nos últimos quatro anos, porque os partidos em torno de Dilma hoje já formavam a aliança que garantiu a reeleição do então presidente Lula. O resultado das investigações da CGU foi enviado ao Tribunal de Contas da União, ao qual cabe abrir as auditorias sugeridas.

● Mesmo com o mundo rico ainda em marcha lenta, as commodities e os alimentos estão em alta, e emergentes brigam com a inflação. O cenário é semelhante ao de 2008, anterior à eclosão da crise global. "O grande risco do mundo de hoje é o aumento de commodities, que ninguém sabe onde vai parar", comenta o economista Ilan Goldfajn. Ao contrário de 2008, porém, os países ricos enfrentam baixo crescimento, desemprego, déficit fiscal e dívidas públicas e privadas.

● Cientistas brasileiros enfrentam uma imensa dificuldade burocrática para transformar descobertas em produtos. Para Glaucius Oliva, diretor do CNPQ, a prioridade deve ser a criação de um novo marco legal, para agilizar a liberação de recursos.

Correio Braziliense

● O aumento nos gastos secretos da agência, pagos com cartões corporativos, preocupa a oposição. Projeto que prevê o controle externo do órgão pode voltar à pauta.

● Enquanto PT e PMDB disputam a Fundação Nacional de Saúde, o órgão investe R$ 52,8 milhões em menos de um mês. Isso significa 80% a mais do que foi pago em janeiro de 2010, contrariando o discurso de corte de despesas do governo Dilma. Parte da verba atende a emendas de parlamentares e banca custeio e projetos em pequenas cidades.

Estado de Minas

● Descaso mata 8 em cada 10 vítimas. Investimentos em prevenção poderiam ter evitado 106 das 126 mortes em Minas de 2005 ao início de 2010, revela estudo de especialista da Defesa Civil. Das 17 pessoas que perderam a vida no estado nesta temporada, apenas uma não teria sido salva. Em Santa Catarina, os temporais pioraram e fizeram 5 vítimas. Tragédia no Rio já conta quase 800 mortos.

Jornal do Commercio

● Nos morros de Camaragibe, Olinda e Jaboatão, quase 150 mil pessoas vivem à beira do perigo. São 3 mil pontos mapeados que atormentam moradores quando chove. País investe pouco em prevenção a tragédias.

Zero Hora

● Chuva mata em Santa Catarina. Com o temporal, estradas estão bloqueadas e há risco de desmoronamento de morros e encostas.

O QUE DIZEM AS REVISTAS SEMANAIS

Veja

□□□ Guerra nas estrelas - Mais uma vez a astronomia demole as crenças astrológicas. Mas isso importa para quem se guia pelos astros? □□□ Rio de Janeiro - 8 soluções para que as chuvas matem menos em 2011. □□□ Desigualdade - Por que até o FMI quer diminuir o abismo que separa os muitos ricos dos muitos pobres.

Época

□□□ A força da solidariedade - De onde vem esse sentimento nobre e profundo que nos leva a fazer sacrifícios para ajudar as vítimas de tragédias como as enchentes.
□□□ Educação - O improviso na expansão das universidades no governo Lula.
□□□ Os brasileiros que acham mais fácil abrir negócios fora do país.

ISTOÉ

□□□ 100% natural - Adeus, silicone. Com uma nova técnica desenvolvida pela medicina, células-tronco e gordura do próprio corpo podem substituir próteses para reconstituir e aumentar seios e também rejuvenescer o rosto sem o uso de substâncias sintéticas.
□□□ Exclusivo: Encontramos o homem que virou símbolo da violência contra a mulher - O homem que tentou matar Maria da Penha.

CartaCapital

□□□ Abandonados à própria sorte - A tragédia das chuvas expõe o descaso e a omissão do poder público.
□□□ Copom - O BC de Tombini dá sinais de a finação com a Fazenda.
□□□ A presidenta - O discreto e eficaz estilo Dilma Rousseff.