sábado, 26 de fevereiro de 2011

DESTAQUES DOS JORNAIS LOCAIS DESTA SEMANA

Jornal O DEBATE, de São Manuel, edição de 25 de fevereiro de 2011

□□□ Câmara quer saber quanto entidades pagam a funcionários.
□□□ Secretário de Turismo Márcio França recebe Marcos Monti presidente da APM – Associação Paulista de Municípios.
□□□ Deputado Milton Monti acompanha governador Alckmin em Itapeva e Itaberá.
□□□ Ajuste o seu tempo: termina no sábado o horário de verão.
□□□ ACESM lança Campanha Premiada 2011.
□□□ Pré-carnaval no Ginásio da APAE será no sábado.
□□□ Evento Cultural Moda Raiz em Areiópolis, no sábado às 20 horas.
□□□ Ao Pé do Coreto – será no dia 25, às 18 horas – realização da Associação dos Artistas.
□□□ Cicarelli, Cláudio Enfermeiro e João Paulo visitam Câmara Municipais de Botucatu e Lençóis Paulista.
□□□ Grupo de Voluntários de Ajuda aos Portadores de Câncer realizará campanha de mamografia.
□□□ Rotary Club e Lions Clube fazem campanha de coleta de sangue dia 02 de março.
□□□ Ordenação sacerdotal de José Luiz Sauer Teixeira será neste sábado no Santuário de Santa Teresinha.
□□□ Opinião – Ter autocontrole é absolutamente indispensável.
□□□ Ponto de Vista – Custódio Fávero, o Dê da Sabesp, presidente da Câmara de Vereadores de Prtânia, é o entrevistado desta semana.
□□□ Os pioneiros – Nesta edição o jornalista Miguel Roberto Nítolo conta a história da Família Bosco.
□□□ COLUNAS: Esporte (Osmar Corrêa), Bloco de Notas (coluna deste blogueiro), Direito em Debate (drª. Edilaine Rodrigues de Góis Tedeschi), Casual (Letícia Castaldi), Motivação (Bene Bassetto), Cornetando (Sandro Dálio).
□□□ Flash – as personalidades da cena de nossa região.
□□□ Badalação – moças e rapazes da cidade em fotos coloridas.
□□□ Classificados – os melhores classificados da cidade.

Jornal O PRATIANO, de Pratânia, não circulou neste final de semana

DICA DO DIA
Amizade não é receber, é dar. Não é magoar, é incentivar. Não é descrer, é crer. Não é criticar, é apoiar. Não é ofender, é compreender. Não é humilhar, é defender. Não é julgar, é aceitar. Não é esquecer, é perdoar. Amizade... é simplesmente amar. Fazer novas amizades é fácil. Mantê-las, cultivá-las, acariciá-las no dia-a-dia é que é muito difícil. Isso é o que devemos fazer dia após dia. Acariciar os amigos, mostrando o quanto gostamos deles! Não somos infalíveis. Podemos errar. E é nessa hora que precisamos ser perdoados e compreendidos. Essa é a verdadeira amizade!
(diabetenet.com)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
O americano Harry Lysons fez um acordo com um casal de vizinhos para pagar US$ 2 mil toda vez que ele acender um cigarro dentro do seu apartamento em Nova York, nos EUA.Harry Lysons fez um acordo com o casal Russell e Amanda Poses, que mora no mesmo prédio e havia entrado com um processo contra ele pedindo US$ 2 milhões de indenização, porque Lysons se recusava a parar de fumar em casa.Russell e Amanda alegavam na ação que a fumaça do cigarro estava provocando problemas respiratórios em seus filhos, com idades entre três e seis anos. Com o acordo, o processo foi encerrado. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Forças leais ao ditador Muamar Kadafi abriram fogo contra manifestantes em vários bairros de Trípoli, um dos últimos bastiões do governo, mas moradores relataram que áreas da capital já estão em mãos dos rebeldes. Em discurso, Kadafi mostrou-se disposto a armar a população para resistir ao avanço dos opositores, prometendo transformar a Líbia numa “labareda vermelha”. Seu filho, no entanto, deixou aberta a porta para negociar com rebeldes. Numa ofensiva para deter a ação de Kadafi, os EUA suspenderam as relações com a Líbia, fechando a embaixada no país, e anunciaram que adotarão sanções unilaterais. O Conselho de Segurança da ONU não descarta a intervenção militar.

● Em Benghazi, segunda maior cidade da Líbia, já sob controle rebelde, moradores sentiram na pele as atrocidades cometidas pelo regime ao tentar salvar vítimas enterradas vivas pelos aliados de Kadafi. relata Deborah Berlinck. Os últimos brasileiros embarcaram em navio para deixar o país.

● A Petrobras anunciou ontem lucro líquido de R$ 35 bilhões. Horas antes, a Vale anunciara ganho de R$ 30 bilhões só em 2010, o triplo do ano anterior. Nos últimos dias, vários bancos divulgaram lucros também recordes, impulsionados pela inflação em baixa, juros altos e crédito em expansão. Os resultados positivos das empresas e instituições financeiras do ano passado fecham um ciclo de recordes em balanços na Era Lula. As duas maiores empresas do país e os grandes bancos nunca embolsaram tanto na história.

● Acredite se quiser: Tiririca vai para a Comissão de Educação – Depois de ter tido que provar que era alfabetizado para assumir o mandato, o deputado Tiririca (PR-SP) será integrante da Comissão de Educação e Cultura da Câmara. O líder do PR diz que o deputado, que é palhaço, representará o setor cultural. “Educação é uma coisa e cultura é outra”, afirma.

Folha de S. Paulo

● Europa tomará medida similar; Gaddafi discursa, aumenta salários e dá dinheiro a desempregados. O governo norte-americano se adiantou à ONU e anunciou a suspensão das atividades de sua embaixada em Trípoli e a adoção de sanções unilaterais contra o país de Muammar Gaddafi.Os EUA não deram detalhes, mas as medidas devem incluir o embargo à venda de armas e o congelamento de bens de autoridades líbias no exterior. Sanções semelhantes serão praticadas pela União Europeia.

● As ruínas do quartel-general do Exército em Benghazi viraram ponto de encontro. Moradores acompanham a revolta em Trípoli com a confiança de que o ditador tem os dias contados. No complexo ocorreram alguns dos confrontos mais violentos, e ninguém conta em menos de 500 os mortos.

● Alta de imposto deve aumentar o preço de bebidas. O governo convocou fabricantes de cerveja, refrigerantes, tubaínas e água mineral para avisar que, após dois anos congelados, os impostos serão reajustados. As empresas devem repassar esse aumento.

O Estado de S. Paulo

● O ditador da Líbia, Muamar Kadafi, prometeu ontem que vai “esmagar qualquer inimigo”, em meio ao avanço de rebeldes em Trípoli. Testemunhas disseram que forças leais a Kadafi abriram fogo contra manifestantes na capital. A violência da reação do ditador levou a comunidade internacional a se mobilizar. Os EUA anunciaram sanções unilaterais e a suspensão das relações diplomáticas com a Líbia. O Conselho de Segurança da ONU começou a tratar de punições - países árabes e da África pediram que elas sejam “severas”, O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, cobrou “ações concretas” do conselho e disse que é preciso impedir um massacre. A ONU já documentou as atrocidades cometidas pelo regime líbio na atual campanha. Os dados podem ser usados em julgamento por crimes contra a humanidade.

● O primeiro impacto do ajuste fiscal anunciado pelo governo Dilma Rousseff foi nos novos investimentos, incluindo os do Programa de Aceleração do Crescimento. Os Ministérios dos Transportes, da Educação e da Saúde, por exemplo, não deram nem o primeiro passo na execução dos gastos do PAC autorizados para 2011 até quarta-feira. Por ora, Dilma tem se limitado a pagar contas pendentes do governo Lula.

● O presidente da Associação dos Juízes Federais, Gabriel Wedy, declarou-se “perplexo” com a decisão da presidente Dilma Rousseff de não negociar com a categoria, que reivindica aumento de 14,79%. “O governo não pode tratar sua relação com outro Poder, que é independente, como se estivesse negociando com sindicato de motoristas de ônibus”, disse Wedy. Para o sindicato dos motoristas de ônibus de São Paulo, a declaração foi “infeliz”.

Correio Braziliense

● Pelos cálculos do governo, o ajuste de R$ 50 bilhões anunciado este mês pode ser insuficiente para controlar a inflação. Por isso, o Palácio do Planalto estuda uma redução extra de R$ 30 bilhões nos gastos públicos.

Estado de Minas

● O cabo Fábio de Oliveira, que comandava grupo de quatro militares acusado de executar dois inocentes no Aglomerado da Serra, apareceu morto, enforcado na cela do 1º Batalhão da PM. O cordão do short ao redor do pescoço estava amarrado no registro do chuveiro, cuja altura seria inferior à da vítima. O corpo estaria sentado. As suspeitas são de suicídio ou de homicídio, já que o cabo poderia se tornar bode expiatório do crime. A Ouvidoria de Polícia abriu inquérito para investigar outra morte, a do desconhecido, cadáver 134 no IML, que estaria com um pacote de dinheiro quando foi capturado por outros sete PMs.

Jornal do Commercio

● Ônibus vão rodar com segurança particular. Estratégia tenta conter o vandalismo e começa já neste fim de semana, que tem Virgens do Bairro Novo e Olinda Beer. Domingo passado, apenas uma empresa teve 37 coletivos depredados. Em 2010, o balanço final da folia registrou avarias em 491 veículos.

Zero Hora

● EUA deixam Kadafi ainda mais isolado. Em meio ao desespero dos refugiados na fronteira Líbia-Tunísia, governo americano anuncia sanções contra ditador.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

DICA DO DIA
Jamais engane os outros, para não ser enganado.Seja sempre verdadeiro. Não minta, para que sua consciência permaneça tranqüila e seu sono seja calmo. Fuja do remorso e não prepare para si mesmo um futuro doloroso, pois nada torna uma pessoa tão infeliz quanto o sentir que ninguém mais confia nela. Seja sempre verdadeiro e há de angariar muitos amigos leais e sinceros. (C. Torres Pastorino)


NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Um casal britânico que se divorciou há 27 anos disse que se apaixonou novamente depois de ver uma foto deles juntos publicada em um livro. Chris e Ann Jackson se casaram em 1977, mas romperam a relação em 1984. Agora, 27 anos depois do divórcio, o casal decidiu reatar e pretende se casar novamente. O casal se reencontrou após participar da festa de lançamento do livro no início deste ano. "Eu jurei nunca mais me casar novamente e mantive minha promessa por todos esses anos. Mas fiquei sem fôlego quando a vi", disse Chris. Ann chegou a se casar de novo, mas voltou a se divorciar. "Foi amor à primeira vista", disse ela, sobre o reencontro com o ex. Eu diria “amor à segunda vista”... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Importantes campos de petróleo no Sul e no Leste da Líbia estão em mãos de opositores, constatam jornalistas que já começam a entrar no país em guerra civil. O controle dos poços compromete a exportação de gás e petróleo. Com seu território cada vez mais reduzido, o ditador Muamar Kadafi enviou milhares de soldados e mercenários num contra-ataque às rebeliões em cidades próximas à capital, Trípoli. E voltou a falar na TV, mas desta vez só por áudio. Ele ameaçou cortar o envio de petróleo se os protestos não pararem e a1ertou que os opositores estão influenciados pela al Qaeda, de Osama bin Laden.

● Na corrida diplomática para frear Kadafi, a Suíça se apressou a congelar bens do ditador. Segundo o Itamaraty, todos os brasileiros que estavam em Trípoli já deixaram o país. Os que estão em Benghazi, onde milhares de pessoas se aglomeram no porto, devem embarcar hoje. Os conflitos fizeram o preço do petróleo encostar em US$ 120 ontem. Mas a cotação perdeu força após a Arábia Saudita prometer aumentar a produção de óleo para compensar a quebra na Líbia.

● Vitoriosa na votação do mínimo de R$ 545, a presidente Dilma Rousseff vai editar, já na próxima semana e sem negociação com as centrais sindicais, medida provisória reajustando em 4,5% a tabela do Imposto de Renda. As centrais avisaram ontem que vão aumentar os protestos contra a decisão de editar a MP.

● De olho na Copa e nas Olimpíadas, o Conselho Monetário Nacional autorizou casas lotéricas e postos dos Correios a negociar moeda estrangeira - em espécie ou cheques de viagem - no limite de até US$ 3 mil.

Folha de S. Paulo

● O governo discute a adoção de idade mínima para a aposentadoria integral dos trabalhadores do setor privado, informam Natuza Nery e Gustavo Patu. A proposta mais forte é de 65 anos para homens e de 60 para mulheres no caso dos segurados do INSS. A mudança valeria só para quem ainda não ingressou no mercado de trabalho.

● No terceiro discurso desta semana, o ditador líbio, Muammar Gaddafi, recorreu ao seu maior trunfo para tentar reaver o controle do país: ameaçou cortar o fornecimento de petróleo. A Líbia é o 11º maior exportador mundial da commodity, respondendo por 1,5% do comércio global.

O Estado de S. Paulo

● Os rebeldes líbios que lutam para derrubar Muamar Kadafi tomaram duas cidades ao oeste de Trípoli, região estratégica para manter o ditador no poder. Mercenários a serviço de Kadafi atacaram nas proximidades da capital e teriam matado pelo menos 90 pessoas, segundo testemunhas. Estrangeiros que já deixaram a Líbia relatam que as forças de Kadafi já fizeram mais de 2 mil vítimas. Em quatro dias, pelo menos 30 mil pessoas escaparam pelas fronteiras terrestres da Líbia. As empresas brasileiras que têm negócios no país retiraram ontem, em segurança, parte dos funcionários.

● A Europa já trata Muamar Kadafi como passado. A Suíça bloqueou suas contas, e França e Reino Unido ameaçam levar o ditador aos tribunais. “Espero, de todo coração, que Kadafi esteja vivendo seus últimos momentos como chefe de Estado”, disse um ministro francês.

● A presidente Dilma Rousseff quer um “pente-fino” no projeto que regulamenta as comunicações. Para o ministro Paulo Bernardo, há “grande chance de ter besteira no meio”.

Correio Braziliense

● O Ministério das Relações Exteriores abriu uma sindicância para apurar o desaparecimento de 18 peças na embaixada brasileira em Paris, informa o repórter Renato Alves. Telegramas sigilosos atestam o sumiço de quadros, gravuras e tapetes.

Valor Econômico

● As despesas administrativas e de pessoal dos bancos deram um salto em 2010 e darão outro em 2011. A ampliação das redes de agências ajudaram a elevar os gastos administrativos dos cinco maiores bancos de varejo do país em 14,3% no ano passado, segundo os balanços publicados. A folha de salários cresceu 9,2%.

● O Itaú Unibanco foi quem apresentou o maior crescimento das despesas administrativas, com aumento de 21,1%, para R$ 14,03 bilhões. Em 2011, o banco vai abrir 150 agências e reformar outras 600. Já a dianteira nas despesas com pessoal coube ao Bradesco - aumento de 16,8%, para R$ 9,3 bilhões. Depois de contratar 7,5 mil funcionários, o banco vai admitir pelo menos 1,7 mil pessoas neste ano e abrir mais 183 agências. "Reafirmamos nossa vocação de ser banco de dispersão geográfica", diz Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente.

Estado de Minas

● Opositores já controlam o Leste e o Oeste da Líbia, boa parte dos poços de petróleo e articulam marcha a Trípoli. Cinco funcionários da Andrade Gutierrez que deixaram o país chegaram ao Brasil. Outros 107, da Odebrecht e da Petrobras, desembarcaram em Malta.

Jornal do Commercio

● Galo gigante só fecha ponte na quinta-feira. Bloqueio da Duarte Coelho foi adiado para reduzir transtornos no trânsito. Táxis poderão rodar no Recife e Olinda nos dias de folia. Fim de semana vai ser quente com blocos e bailes.

Zero Hora

● Homicídios no RS sobem mais do que a média do país.
Enquanto Rio e São Paulo derrubam indicadores de criminalidade, insegurança dos gaúchos cresce, alimentada pelo tráfico.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

DICA DO DIA
Cada um recebe de acordo com o que dá.
Se você der ódios e indiferença, há de recebê-los de volta.Mas se você der atenção e carinho, há de ver-se cercado de afetos e amor.
Ninguém se aproxima do espinheiro, por causa dos espinhos, nem do lodo, porque suja.

Mas todos apreciam permanecer perto das flores, que espalham beleza e perfume.Cada um recebe de acordo com o que dá.
(C. Torres Pastorino)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Uma sorveteria em Londres, na Inglaterra, criou um sorvete feito com leite materno. O estabelecimento paga 15 libras por cerca de 300 ml de leite. O sorvete ganhou o apelido de "Baby Gaga". O fundador da sorveteria "Icecreamists", Matt O"Connor, destacou que a novidade será vendida a 14 libras. Caro não?... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

Observação: Percebam, caros leitores, nas notas abaixo, que cada jornal escreve o nome do ditador da Líbia de maneira diferente. Acho que nem ele mesmo sabe como se chama de fato...

O Globo

● Praticamente metade da produção de petróleo na Líbia foi suspensa ontem diante do agravamento dos conflitos no país. Até agora, nove petrolíferas, entre elas Shell, BP, a italiana Eni, a francesa Total e a espanhola Repsol, interromperam suas operações. Com a crise, o barril do petróleo em Londres ultrapassou os US$ 111, com alta de 5,6%, Em Nova York, subiu 2,8%, atingindo o maior patamar desde setembro de 2008, quando estourou a crise financeira mundial. A alta do petróleo provocou forte valorização das ações da Petrobras, de até 4,66%. O papel foi muito procurado por investidores estrangeiros, inclusive da China.

● Com grandes áreas do Leste do país fora de seu controle, o ditador Muamar Kadafi trava uma batalha desesperada para manter o comando do Oeste. Duas cidades próximas da capital, Trípoli, já estariam sob controle dos rebeldes.

● Primeiro, uma falha em equipamento deixou Angra 2 fora do sistema nacional interligado. Na noite da mesma terça-feira, um problema no medidor de pressão levou ao desligamento de Angra 1, que só voltou a funcionar ontem. A Eletronuclear disse que foi uma coincidência e não há problemas de manutenção.

● Os 20 membros do Clube dos 13 se dividiram ontem sobre as negociações dos direitos de TV. Os quatro cariocas mais oito times vão negociar separadamente.

Folha de S. Paulo

● Forças antigoverno fecharam o cerco contra Muammar Gaddafi. Além do leste da Líbia, já tomado, opositores dizem ter dominado cidades do oeste, como Misratah (a terceira maior do país), outras duas no golfo de Sirt e localidades a 50 km de Tripoli. Difusa, a oposição a Gaddafi atrai da classe média líbia a dissidentes de tribos. Entre as reivindicações, estão uma assembleia nacional para definir o governo interino e uma Constituição.

● Com o aval do governo, a construtora Camargo Corrêa fechou acordo com o Banco do Brasil e o fundo de pensão Previ para fundir a CPFL com a Neoenergia. A união não foi concluída porque a espanhola Iberdrola, acionista da Neonergia, resiste em aceitar que a empreiteira comande a nova operação.

● O prefeito Gilberto Kassab vai deixar o DEM até 30 de março e fundar um partido, que se unirá ao PSB - sigla pela qual quer concorrer ao governo de São Paulo. A articulação foi fechada com o governador Eduardo Campos (PSB-PE). Também sairá do DEM o vice de Geraldo Alckmin, Guilherme Afif Domingos.

O Estado de S. Paulo

● O regime sustentado pelo coronel Muamar Kadafi ao longo dos últimos 42 anos na Líbia está desmoronando. Ontem, parte das Forças Armadas se juntou aos insurgentes em grandes cidades do leste do país. Militares e mercenários estariam concentrados em um raio de 40 km de Trípoli, onde tentam garantir a sobrevida da ditadura. Entidades de direitos humanos dizem que os mortos já chegaram a 640. A ferocidade da reação de Kadafi aos opositores fez a comunidade internacional se mobilizar para isolar a Líbia. Ontem, a Europa estabeleceu sanções econômicas, e os EUA caminhavam para fazer o mesmo. A Liga Árabe afastou Kadafi de suas reuniões.

● Um censo inédito da Secretaria de Direitos Humanos revela que 23.973 crianças e adolescentes trabalham ou dormem nas ruas de 75 cidades com mais de 300 mil habitantes. As brigas verbais (32,2%) e a violência doméstica (30,6%) lideram a lista de motivos.

● Pressionada por médicos e farmacêuticos, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária recuou e adiou a decisão sobre a intenção de proibir a venda de medicamentos usados para emagrecimento no Brasil. “Não há prazo para definição”, admitiu ontem o presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, após audiência pública. A proibição havia sido recomendada pela Câmara Técnica de Medicamentos.

Correio Braziliense

● Pela segunda vez, a base aliada de Dilma Rousseff demonstrou que tem força para atender aos interesses do Planalto no Congresso Nacional. O Senado aprovou ontem, por votação simbólica, o salário mínimo de R$ 545 e consumou a disputa no Legislativo. A oposição tentará anular a vitória do governo no Supremo Tribunal Federal. PSDB, DEM e PPS vão alegar a inconstitucionalidade do artigo que prevê o reajuste do mínimo por decreto presidencial a partir de 2012. Mas o Planalto já considera a possibilidade de vetar tal artigo, encerrando a contenda. O novo piso salarial deve entrar em vigor em 1º de março.

Valor Econômico

● Para recuperar a credibilidade perdida na política de combate à inflação, o governo já admite, em conversas internas, a possibilidade de o Banco Central aumentar a taxa básica de juros (Selic) em 0,75 ponto percentual na reunião da próxima semana. Segundo informações obtidas pelo Valor, o governo reconhece que está perdendo a batalha das expectativas inflacionárias e, por isso, trabalha agora contra o relógio para ganhar credibilidade e reverter o momento ruim.

Estado de Minas

● Mais rapidez contra o câncer: dispositivo de microrressonância magnética nuclear, portátil, agiliza diagnóstico. E programa para smartphone acelera análise dos dados.

Jornal do Commercio

● Golpe na venda ilegal de remédio no interior operação contra a venda de medicamentos sem receita interditou 23 farmácias, em cinco cidades do Sertão e uma do Agreste. Houve dez prisões, entre elas a do secretário de Saúde de Araripina. Cerca de 12 mil caixas de produtos foram apreendidas.

Zero Hora

● Piratini propõe R$ 610 para mínimo regional. Projeto a ser encaminhado à Assembleia prevê reajuste de 11,6% para as quatro faixas do piso.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

DICA DO DIA
Nossa vida se desenrola numa série de encruzilhadas diante das quais precisamos fazer opções. Aí é que aparece este impulso de autodeterminação pessoal chamado liberdade. Nele pode estar toda a nossa grandeza, se acertarmos, ou a nossa miséria, se errarmos.Seus fracassos e decepções estão todos no passado. Eles nada têm a ver com o que você deseja conquistar a partir de hoje.Só o homem que chegou ao ponto mais alto da árvore da vida é capaz de decidir.Você começa cada dia como uma folha em branco. Cada momento é uma oportunidade de começar a transformar seus sonhos em realidade.O que já passou não importa mais. Sim, o passado trouxe você até aqui. Mas agora seu caminho se divide em infinitas direções e você pode escolher qual delas deve seguir.Aprenda com o passado e deixe-o para trás. Desejar que tivesse sido diferente é perda de tempo e energia. Continuar convivendo com as limitações do passado é desperdiçar o enorme potencial da sua vida. Seu passado não define quem você é ou o que você pode conquistar. E quem decide isso é você."É mais fácil atirar pedras do que se defender delas".
(portal diabetes)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Procurado por fraude bancária, Viorel Plescan conseguiu se manter por uma década longe das garras da Justiça. O sujeito de 35 anos virou até apresentador em uma TV e o seu rosto era bem conhecido do público. Viorel se tornou fugitivo em 2001 após golpe em Galati (Romênia). Ele se casou e passou a adotar o sobrenome da esposa. Era então conhecido como Viorel Andrei. Policiais enfim capturaram Viorel por causa de uma multa de trânsito antiga. Eles se espantaram com a semelhança entre os dois "Vioréis": Plescan e Andrei...Ele deve cumprir agora pena de 8 anos de prisão. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Apesar de ter sofrido novas baixas em seu governo, com a renúncia de seus ministros da Defesa, do Interior e do chefe de Gabinete, o ditador Muamar Kadafi desafiou os líbios ao garantir que prefere morrer como mártir a deixar o poder. Kadafi manteve o tom ameaçador, advertindo que “limparia a Líbia casa por casa” se os manifestantes não recuassem. Metade da costa líbia já estaria sob o domínio de rebeldes. Opositores controlam várias cidades do Leste e vigiam terminais e oleodutos contra a ação de vândalos. A petrolífera italiana Eni suspendeu parte de suas atividades no país, incluindo o gasoduto responsável por 10% do gás natural que a Itália consome. A empresa, que produz um terço do 1,5 milhão de barris diários da Líbia, assegurou, no entanto, que conseguirá atender aos clientes. Já a espanhola Repsol suspendeu todas as suas atividades.

● Os 123 funcionários da construtora Queiroz Galvão que estão retidos na cidade de Benghazi, um dos principais focos dos protestos na Líbia, serão resgatados por mar até amanhã. A solução foi alcançada após uma negociação com os rebeldes que tomaram a cidade. E, embora a embaixada tenha citado Itália, Grécia e Turquia como possíveis destinos da embarcação, o Itamaraty informou que o navio seguirá para Malta. Outros brasileiros em Tripoli também serão retirados por um navio até o fim de semana. A França ofereceu ajuda ao Brasil no regaste de brasileiros.

● Na véspera da votação do mínimo de R$ 545 no Senado, o governo deu ontem sinais aos aliados, em especial ao PMDB, de que será ágil na distribuição dos cargos de segundo escalão. O ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, confirmou que será enviada ao Congresso a MP que reajusta a tabela do IR em 4,5%.

Folha de S. Paulo

● Gaddafi vai à TV e conclama aliados a atacar os “rebeldes” dentro das casas; opositores dominam o leste do país. Em discurso pela TV, o ditador líbio, Muammar Gaddafi, disse que não deixará o país e que morrerá como “mártir”, se for necessário. No poder desde 1969, Gaddafi conclamou partidários a resistir aos “ratos e mercenários” que tentam derrubá-la. “Muammar não é presidente para renunciar, Muammar é o líder da revolução para sempre”, disse.

● A defesa da liberdade de imprensa marcou a sessão especial da Câmara que celebrou os 90 anos do jornal. “A Folha estabeleceu-se como paradigma da melhor imprensa, mesmo que por vezes discordemos de sua linha editorial”, disse o presidente da Casa, Marco Maia.

● O turista que traz ao país produto acima de US$ 500 sem declaração na Receita comete crime tributário, mas isso não invalida o direito à garantia dada no exterior nem a relação de consumo com o vendedor. O juiz Hamid Charaf Bdine, da 8ª Vara Cível de SP, deu ganho de causa a um consumidor, mas o denunciou à Receita.

O Estado de S. Paulo

● Em meio ao avanço de forças opositoras, o ditador da Líbia, Muamar Kadafi, foi à TV garantir que ainda estava no país e esmagaria os “ratos e mercenários” que abalaram seu regime - ele mandou bombardear os opositores. “Não abandonarei esta terra. Morrerei aqui como mártir”, afirmou. O ministro do Interior, general Abdul Fatah Yunis, renunciou ao governo e convocou o restante das Forças Armadas a segui-lo. Na fronteira com a Tunísia, os sinais são de que o Estado líbio desmoronou, relata o enviado especial à região, Andrei Netto. Saifal-Islam, filho de Kadafi, afirmou que pelo menos 300 pessoas morreram em uma semana de distúrbios, incluindo 58 militares. Já os dissidentes falam em mais de 500 mortos.

● A crise líbia fez o petróleo superar US$ 108 o barril, levando analistas a prever freio na recuperação econômica mundial. A Opep garantiu o fornecimento, e o FMI disse que ainda não vê razão para mudar sua expectativa de crescimento, mas a tensão derrubou as bolsas.

● O ministro Orlando Silva (Esporte), depois de cobrança do Planalto, informou que abrirá sindicância para apurar irregularidades no projeto Segundo Tempo, reveladas pelo Estado.

Correio Braziliense

● Parlamentares da base e da oposição apostam que o “rolo compressor” do governo aprovará hoje no Senado o projeto do novo salário. Em meio às negociações, o Planalto confirmou que enviará em breve a proposta de correção do Imposto de Renda em 4,5%.

● A presidente Dilma Rousseff só aceita discutir a volta da contribuição após o ministro Alexandre Padilha melhorar a administração dos recursos do SUS. Um dos procedimentos é a realização de auditoria na Fundação Nacional de Saúde.

Valor Econômico

● As cotações do petróleo começam a ficar nervosas à medida que os protestos se alastram na Líbia e chegam perigosamente perto da Arábia Saudita, o maior produtor mundial e o único com capacidade de suprir quantias suficientes de óleo no caso de interrupções no fornecimento pelos países vizinhos. A temperatura dos preços subiu a ponto de criar expectativas de que o limite em que é capaz de causar estragos na economia global pode não estar longe, embora para isso seja necessário algo impensável até há pouco: que a Arábia Saudita mergulhe em uma onda de insatisfação popular.

Estado de Minas

● Policiais federais prendem no Leste de Minas cinco acusados de tráfico de anfetamina, a substância usada para emagrecer. Operação se estendeu ao Espírito Santo. Esquema envolve brasileiros que moram nos EUA.

Jornal do Commercio

● Membros do PCC capturados no sertão. PF e PM prenderam, em Salgueiro, 13 acusados de tráfico que seriam integrantes da facção criminosa paulista. Cocaína enviada de São Paulo para a cidade pernambucana era distribuída, através de caminhões, no Piauí, Ceará e Bahia.

Zero Hora

● Terremoto: Gaúcho relata o pavor na Nova Zelândia: “Eu olhava ao redor as casas balançando”, conta André Nunes.

OBSERVAÇÃO: TODO O NOTICIÁRIO AQUI POSTADO É FORNECIDO PELA RADIOBRAS, AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO GOVERNO FEDERAL, GRATUITAMENTE.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

DICA DO DIA
Nunca se irrite! Se a condução custa a chegar, tenha paciência. Se o vizinho o incomoda, suporte-o. Sua irritação não pode melhorar as coisas e faz mal a seu fígado. A irritação causa mais sofrimentos a nós que aos outros, ao passo que a paciência é um bálsamo, sempre pronto a suavizar as feridas próprias e alheias.
(Minutos de Sabedoria)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Na última eleição para presidente da associação cívica de Hillbrook-Tall Oaks (Maryland, EUA), os membros da comunidade elegeram por aclamação uma candidata chamada Bethea Lee, que havia sido indicada pelo antigo presidente, Mark Crawford. Só que agora, meses depois, foi revelado que Bethea é na verdade uma terrier! Sim, uma cadela! Uma associação civil é uma organização cujo objetivo é melhorar as condições de vida de uma localidade por meio do trabalho voluntário. "Muitas pessoas, exatamente como eu, acharam engraçado. Mas outras ficaram extremamente irritadas. Passei muito tempo ao telefone explicando o que havia ocorrido", disse ao "Washington Post" Dave Frederickson, que apresentara o nome da cadela e as suas qualificações no dia da eleição. Dave, vice-presidente da associação, é quem, obviamente, está à frente da associação."Pretendemos com aquilo passar uma mensagem para a vizinhança: ela precisa se envolver e se engajar", argumentou. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Numa violenta tentativa de conter protestos que exigem sua renúncia, o ditador líbio, Muamar Kadafi, ordenou o bombardeio, com aviões militares, de civis em Trípoli. O ataque mais forte ao ditador veio de sua missão na ONU, onde o vice-embaixador Ibrahim Dabbashi pediu sua renúncia: “Kadafi declarou guerra ao povo e está cometendo genocídio.” Embaixadores líbios na Índia, na China e na Liga Árabe deixaram o cargo e pediram asilo. O ministro da Justiça renunciou.

● Dois pilotos de caças aterrissaram em Malta e desertaram. Segundo testemunhas, a capital foi bombardeada várias vezes, e haveria pelo menos 61 mortos desde a madrugada. A sede do Parlamento, a rádio e a TV estatal teriam sido incendiadas e saqueadas. Isolado pela comunidade internacional, após condenações em massa, o ditador apareceu na TV e declarou: “Estou em Trípoli, e não na Venezuela. Não acreditem nos canais que pertencem a esses cachorros vira-latas”.

● Com os protestos na Líbia, o barril do petróleo negociado em Londres subiu 5,6%, para US$108,03. Já em Nova York, a alta foi de 6,3%. Os preços voltaram ao nível de antes do agravamento da crise global, em 2008. A disparada preocupa porque puxa a inflação.

● A instabilidade política no Bahrein chegou às pistas de Fórmula-1. Ontem, os organizadores do GP, marcado para o próximo dia 13, cancelaram a prova alegando que o país precisa se preocupar com assuntos mais importantes que a promoção da corrida.

● Em reação às críticas de José Serra ao governo Dilma, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, disse que “o fracasso lhe subiu à cabeça”. Líderes da oposição elogiaram o tucano, mas, nos bastidores, alguns desaprovaram os ataques.

Folha de S. Paulo

● Após seis dias de uma revolta que deixou ao menos 400 mortos e paralisa até Trípoli, a capital, o governo do ditador líbio Muammar Gaddafi – há 42 anos no poder – dá sinais de implosão. Mesmo usando bombardeios e metralhadora contra civis, o regime perdeu o controle de áreas inteiras do território, como Benghazi, a segunda maior cidade do país. Gaddafi já enfrenta deserções de ministros, chanceleres, Forças Armadas e até de tribos que o apoiavam.

● O governo federal quer permitir que policiais de folga possam trabalhar como seguranças particulares na Copa do Mundo de 2014 e na Olimpíada do Rio em 2016. O Ministério da Justiça escalou um grupo que vai sugerir mudança na legislação para autorizar o “bico”.

● A presidente Dilma Rousseff afirmou, em reunião fechada com os governadores do Nordeste, que o governo discute formas de aumentar os recursos para a saúde. O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse, em São Paulo, que a CPMF, extinta em 2007, pode voltar com novo nome.

O Estado de S. Paulo

● As manifestações na Líbia contra os 42 anos de ditadura do coronel Muamar Kadafi enfrentaram ontem o mais sangrento dia de repressão. Em uma jornada caótica, o governo teria ordenado à Aeronáutica que bombardeasse os dissidentes nas ruas da capital, Trípoli, para onde centenas de milhares de líbios estariam marchando para protestar contra o coronel. O ministro da Justiça renunciou em protesto pelo uso excessivo da força na repressão. Embaixadores líbios abandonaram seus postos, e dois pilotos da Força Aérea desertaram, refugiando-se em Malta.

● Organizações internacionais falam em mais de 300 mortos. Ao longo do dia, os rumores sobre a partida de Kadafi rumo ao sul do país se multiplicaram, mas não foram confirmados. Ataques contra prédios públicos, como o Congresso Geral do Povo, o Parlamento líbio e o Ministério da Justiça, se multiplicaram. Postos de polícia, comitês governamentais e emissoras de TV e rádio estatais também foram destruídos.

● Entre 2003 e 2009, as matrículas em cursos tecnológicos no Brasil cresceram 324%. Em 2000, havia apenas 364 cursos registrados, ante 4.449 em 2009, alta de 1.122%. A qualidade desses cursos, no entanto, só começou a ser avaliada nos últimos três anos. Até agora, apenas 38% deles passaram por algum tipo de avaliação do Ministério da Educação. O resultado não é bom: cerca de 160 mil estudantes estão hoje em um curso superior de qualidade ruim.

Correio Braziliense

● Segundo o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, os estudos para a correção estão prontos, seja qual for o percentual determinado pela presidente Dilma Rousseff. A expectativa é de que o índice chegue a 4,5%, o que implica renúncia fiscal de R$ 2,2 bilhões.

Valor Econômico

● Com um coquetel para cerca de 1.400 convidados, um ato multirreligioso e um concerto da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, foi comemorado ontem o aniversário de 90 anos da "Folha de S. Paulo". Também fez parte das comemorações o lançamento do Acervo Folha, uma versão digitalizada de seu conteúdo impresso desde 1921. Da adoção do sistema de fotocomposição, em 2001, ao lançamento, no ano passado, de uma versão do jornal para o iPad, a "Folha" chega aos 90 anos repleta de exemplos pioneiros que mostram como os jornais podem se adaptar aos novos tempos sem deixar de ser relevantes para a sociedade. Em seu discurso, a presidente Dilma Rousseff disse que a comemoração da "Folha" era, também, "uma celebração da liberdade de imprensa".

Estado de Minas

● Desavenças na cobrança de propina para permitir o tráfico de drogas levaram ao assassinato de dois inocentes no Aglomerado da Serra. É o que estão denunciando testemunhas e moradores que ontem fizeram protestos na capital. Os quatro PMs envolvidos estão afastados, e o governo estadual promete apuração rápida. O esquema de milícia envolveria mais policiais, com outros assassinatos, e está sendo investigado. As vítimas teriam sido mortas por engano. Uma fonte da Polícia Civil afirma que a versão dos PMs de que foram recebidos a bala é fantasiosa.

Jornal do Commercio

● Dilma promete manter verbas do Nordeste.

Zero Hora

● Repressão na Líbia assombra o mundo. Pressionado pela revolta, regime de Kadafi estremece e lança as forças armadas contra manifestantes, levando líderes mundiais a pedir fim do “banho de sangue”. Mas, pilotos se negam a bombardear o povo.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

DICA DO DIA
ONDE quer que se encontre uma criança, derrame sobre ela todo o seu carinho, estenda-lhe a mão para ajudá-la a crescer. Em cada criança, existe um dia novo que surge para a felicidade do mundo. Em casa, na escola, num jardim, num hospital, jamais olhe com indiferença para uma criança: facilite ao máximo a estrada que ela vai percorrer e semeie de flores o caminho que ela palmilhar. (Do livro MINUTOS DE SABEDORIA, de C. Torres Pastorino)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Antes, a pequena Grantham era conhecida como a cidade natal de Margaret Thatcher, a Dama de Ferro, ex-premier britânica. Agora, a cidade terá mais uma referência: produtora da pimenta mais forte do planeta! A Infinity alcançou 1,17 milhão na escala Scoville, que mede a "potência" das pimentas. Ela é tão forte que é vendida com advertência sobre os riscos à saúde. A pimenta superpoderosa foi desenvolvida por Nick Woods. Na próxima edição do livro Guinness, ele deverá roubar o título da Bhut Jolokia, da Índia, segundo o "Sun". (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Apesar de gastar cerca de R$ 2,6 milhões anualmente com o auxílio-combustível dado aos deputados, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) não tem controle sobre como esse benefício é utilizado. Os parlamentares recebem um cartão com um crédito mensal de 1.150 litros, que lhes permite rodar, em média, 300 quilômetros por dia, o equivalente a uma viagem a Taubaté, em São Paulo. Mas a Alerj não tem como saber se o combustível foi mesmo parar no tanque dos 70 carros oficiais dos deputados, já que o cartão não identifica que veículo foi abastecido. Na prática, os parlamentares podem usar o benefício do jeito que quiserem. E os créditos não utilizados acumulam de um mês para o outro. No ano passado, mesmo com a pequena atividade parlamentar devido às eleições, o gasto com o auxílio superou o total de 2009 em R$ 30 mil.

● Menos de dois meses após a posse, o ex-governador José Serra faz fortes ataques à administração de Dilma Rousseff. Em entrevista ao Globo, diz que o governo está aumentando despesas e que o valor do salário mínimo serviu para passar um rigor fiscal que o governo não tem. Ele classifica como estelionato eleitoral o fato de o governo estar paralisado, sem cumprir o que prometeu na campanha. “A herança maldita deixada por Lula é gigante, em razão do descontrole de gastos”.

Folha de S. Paulo

● Em mais um dia de violência na Líbia, Saif el Islam, filho do ditador Muammar Gaddafi, ordenou às forças de segurança que restaurem a ordem “a qualquer custo”. Prometeu ampla reforma e propôs nova Constituição e mais autonomia a regiões do país. A alternativa, afirmou, é a “guerra civil”, relata Marcelo Ninio. Pela primeira vez, há relatos de distúrbios na capital do país, Trípoli. Em Benghazi, principal foco de revolta, forças de segurança abriram fogo contra milhares de opositores que participavam de funerais. A cena foi descrita como um “massacre”, e o número total de mortos passa de 200, dizem entidades internacionais.
● Concerto e ato multirreligioso celebram os 90 anos da Folha. Evento na Sala São Paulo deve ter a presença de Dilma, Alckmin e Kassab.

O Estado de S. Paulo

● A organização não governamental Bola Pra Frente cobra de prefeituras uma taxa de intermediação do Programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, comandado por Orlando Silva, filiado ao PCdoB. Documentos revelam que a entidade, dirigida por membros do partido, exige de prefeitos paulistas comissão para levar o Segundo Tempo às cidades. Mas o governo federal já repassa verba para a implementação do projeto criado para oferecer a crianças e jovens carentes a prática esportiva após o turno escolar e nas férias.

● Dirigida pela ex-jogadora de basquete Karina Rodrigues, vereadora pelo PCdoB em Jaguariúna, a ONG mantém contrato de R$ 13 milhões com o Ministério do Esporte. Karina confirma a cobrança, mas diz que precisa dos recursos para pagar contrapartida de R$ 520 mil exigida pelo governo. Reportagem publicada ontem pelo Estado mostrou que o programa gera ganhos para o partido.

● Estudo projeta que 1,3 milhão de mulheres foram agredidas no País nos 12 meses anteriores à pesquisa. A situação pode ser pior. Só 8% dos homens admitem ter batido na mulher.

Correio Braziliense

● Itamaraty tenta retirar trabalhadores de Benghazi, cidade onde houve fortes confrontos entre forças do regime de Muamar Kadafi e manifestantes. Filho do ditador diz que o país (a Líbia) está “à beira da guerra civil”

Valor Econômico

● Os smartphones caíram no gosto dos brasileiros e, pela primeira vez, vão ultrapassar as vendas de computadores no país. Segundo dados da consultoria IDC, a expectativa é de que sejam vendidos 10 milhões de smartphones neste ano, o dobro de 2010. Os micros de mesa ou desktops vão somar 7,7 milhões de unidades, e os notebooks, 8 milhões. Em 2012, a projeção é de que os celulares superem as duas categorias de computadores juntas.● Os smartphones são celulares que usam sistemas operacionais, a exemplo dos computadores, o que os diferencia dos telefones comuns. Os aparelhos são capazes de executar várias tarefas ao mesmo tempo e oferecem funções avançadas, como edição de vídeos em alta definição. O principal atrativo é a capacidade de navegar na internet com uma facilidade semelhante à de um PC.

Estado de Minas

● O contribuinte precisará de atenção redobrada com o Imposto de Renda. O leão está mais criterioso no cruzamento de dados financeiros e admite que mais pessoas podem ter a declaração retida. Outra novidade é a Declaração de Serviços Médicos (Dmed) para detalhamento de todos os gastos com saúde. A medida é considerada necessária para obrigar operadoras e usuários a apresentarem dados corretos e coincidentes. Uma dica importante de especialistas é a atenção na hora de digitar os valores dos rendimentos.O sistema da Receita não acusa a troca de pontos por vírgulas. O único alerta feito pelo programa gerador das declarações é emitido em casos de ajustes,com montantes acima de R$ 500 mil.

Jornal do Commercio

● Santa volta ao topo - Tricolor bateu o Central por 1x0, ontem, em Caruaru, quebrou tabu de sete anos e assumiu a liderança do Estadual. Na Ilha, o Sport fez 3x1 no Petrolina e ficou a apenas dois pontos do G-4. E mais: Salgueiro 5x1 Vitória e Cabense 2x0 Ypiranga.

Zero Hora

● Exército se engaja no combate à dengue. Militares vão atacar focos do mosquito em São Luiz Gonzaga, onde surgiram casos.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

DICA DO DIA
Derrame raios de sol de alegria em torno de si.Desta maneira, formará um círculo de pessoas que sentirão prazer de estar em seu lado.Quando algum amigo seu estiver triste, sabe que encontrará alegria em você.Derrame sua luz sobre todos os que o rodeiam, porque a alegria é obra Divina.Seja um raio de luz a iluminar a vida das criaturas que se acercam de você.
(C. Torres Pastorino)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
O americano John Iverson havia escolhido a última segunda-feira (dia 14), Dia dos Namorados nos EUA, para pedir sua namorada em casamento, em Denver. Mas o que era para ser uma noite romântica quase se tornou um pesadelo depois que ele deixou o anel de noivado cair no esgoto... Os bombeiros foram chamados e ajudaram Iverson e sua noiva a recuperar o anel. Por sorte do noivo, os bombeiros conseguiram após 45 minutos encontrar a joia. O anel que Iverson deixou cair na tubulação de esgoto pertencia à sua futura sogra. O casal está esperando um bebê para julho e pretende mudar de Fort Collins para Denver. Levando o anel, é claro... (contaoutra.com)


CRÔNICA DE DOMINGO
Alô gente! Bom domingo! De vez em quando surge uma notícia dessas: o sujeiro encontra uma grana, muito mais do que ele ganha no ano inteiro, procura o dono e devolve... Tem muitos que ficam com o dinheiro, mas a maioria demonstra honestidade. Aconteceu na cidade de Osvaldo Cruz, perto de Marília... Boa leitura!

E ele achou todo aquele dinheirão, e devolveu!
Li a notícia na Folha.com no dia 30 de novembro passado, e a vi novamente, dias depois, em uma reportagem na TV Bandeirantes, essa que captamos de Presidente Prudente. O motorista Manoel Cavalcante, de 61 anos, encontrou uma carteira com R$ 27 mil no chão, em Osvaldo Cruz, cidade do interior de São Paulo. Foi em uma segunda-feira, era dia 29, e ele devolveu tudo ao dono do dinheiro, o comerciante Vanderlei Bilhar.
Para encontrá-lo, Cavalcante fez como todo mundo faz em uma cidade pequena do interior: procurou a emissora de rádio local. Coisa que aqui em São Manuel e em Pratânia as pessoas também fazem, quando acham alguma coisa na rua. Ou quando perdem alguma coisa, como documentos, chaveiros e hoje em dia, telefones celulares.
O motorista contou ao repórter que ia de carro para o trabalho, quando viu a carteira no chão. "Já peguei e já levei para a rádio. Nem abri", disse ele. A intenção dele era fazer um anúncio em um programa da manhã, a fim de alcançar o maior número de pessoas possível. O rádio interiorano na parte da manhã é muito ouvido pela população das cidades onde estão instaladas as estações.
Enquanto isso o dono da grana, Bilhar, estava registrando um boletim de ocorrência pela perda. "Ligaram na delegacia e disseram que o dinheiro estava na rádio", contou ele. O motorista diz que ficou satisfeito por ter encontrado o dono da carteira. "Fiquei muito feliz e ele também ficou. Se emocionou. É duro perder as coisas, né?", disse com simplicidade.
O dinheiro perdido e depois encontrado seria usado para pagar dívidas, afirma Vanderlei Bilhar. Ele saiu da caminhonete para ir até um estabelecimento, retornou com a carteira na mão, colocou-a sobre o veículo e esqueceu-se dela. Quando partiu com o veículo a carteira despencou de onde estava, permanecendo no chão até ser encontrada.
O comerciante felizardo, que conseguiu recuperar um dinheiro praticamente perdido, deu uma gratificação de R$ 700 para Cavalcante. Sobre o que fazer com o dinheiro, o motorista respondeu: "Vou comprar um celularzinho melhor pra mim e está bom".
Agora Bilhar planeja convidar Cavalcante para um churrasco. "A atitude dele foi muito boa. É difícil encontrar um ser humano assim, que aja dessa maneira", diz ele.
Os dois não se conheciam, mas o comerciante reconheceu o motorista. Ele conta que quando tinha uma mercearia em Osvaldo Cruz – hoje sua loja fica em Salmourão, um distrito próximo à cidade –, lembra que Cavalcante fazia compras ali de vez em quando.
A boa ação deixou o motorista conhecido na cidade e também em todo o Estado de São Paulo. No trabalho, quando procuram por ele, os colegas já sabem que o assunto é a carteira. E ele se diverte: "Fiquei famoso", diz com um sorriso no rosto.
A atitude desse cidadão é um exemplo. A reportagem da televisão entrevistou algumas pessoas, depois do ocorrido, perguntando a elas o que fariam se encontrassem uma certa quantia de dinheiro dando sopa na rua. Poucos disseram que procurariam o verdadeiro dono. A maioria ficaria com a grana...

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Levantamento do GLOBO mostra que as seis principais agências reguladoras do país deixaram de arrecadar R$ 2,2 bilhões em multas aplicadas às empresas, entre 2005 e 2010. A ANS recebeu só 2,3% do cobrado.

● Enquanto faziam escutas na operação que prendeu 30 policiais civis e militares acusados de corrupção, agentes da Polícia Federal descobriram pelo menos um agente da Polícia Civil fazendo um serviço inusitado: o transporte de 15 fuzis e munição do tráfico no Morro de São Carlos para a Rocinha. O agente escapou do cerco.

Folha de S. Paulo

● Embora a previsão oficial do PIB (Produto Interno Bruto) para este ano seja de 5%, o governo Dilma já trabalha reservadamente com a perspectiva de um crescimento de 4,5%. Em 2010, a alta ficou em torno de 7,5%. O maior temor é que a elevação dos preços e a instabilidade externa reduzam a expansão da economia a menos 4%.

● O governo da Líbia intensificou a repressão aos protestos, bloqueou a internet desde a madrugada de ontem, proibiu o acesso da mídia internacional e aumentou o isolamento do país. A televisão estatal tem ignorado as manifestações. O número de mortes nos últimos quatro dias subiu para 84, segundo estimativas de entidades de direitos humanos feitas por meio de telefone. O número, que poderá aumentar, não inclui as baixas de ontem.

● No Bahrein, o governo retirou as forças de segurança da praça da Pérola, no centro da capital, Manama, o principal palco das manifestações. O país possui importância estratégia por sediar a Quinta Frota Marinha dos EUA, que atua no golfo Pérsico.

O Estado de S. Paulo

● O Programa Segundo Tempo, principal bandeira do Ministério do Esporte, serve para dar dividendos eleitorais e financeiros ao PC do B, legenda do ministro Orlando Silva. Ele tem funcionado com entidades ligadas ao partido, que recebem verba pública, mas não entregam os prometidos núcleos esportivos para o “desenvolvimento integral do homem”, como apregoa o site do ministério. Só em 2010, ano eleitoral, os contratos somaram R$ 30 milhões. O dinheiro deveria ter sido usado para criar 590 núcleos e beneficiar 60 mil crianças. Um dos núcleos cadastrados, em Novo Gama (GO), por exemplo, é na verdade um terreno baldio onde deveria haver um campo de futebol. Em Teresina (PI), no lugar de uma quadra poliesportiva, os jovens usam um matagal, onde improvisam tijolos e bambus na jogar futebol e vôlei.

● Lula e a difícil arte de deixar o poder. Depois de oito anos na Presidência, Lula ainda não consegue ser “ex”, informa a repórter Vera Rosa. Ele tem rotina de popstar, mas convive com uma goteira no apartamento.

● Dados do Banco Central da Suíça mostram que brasileiros mantêm pelo menos US$ 6 bilhões em Genebra, Zurique e outras praças financeiras do país, relata o correspondente Jamil Chade. Esse é o valor das contas declaradas, mas bancos privados dizem que a cifra pode ser dez vezes maior.

Correio Braziliense

● Células-tronco: Brasil é pioneiro contra enfisema pulmonar
Pesquisador obtém avanços no combate à doença, que afeta 210 milhões de pessoas no planeta.

Jornal do Commercio

● O trânsito ideal.

Zero Hora

● A nova Califórnia: A exemplo de vinícolas que transformaram a costa oeste dos EUA em região produtora de bons vinhos, empresas do Estado desbravam uma nova fronteira da uva na Serra do Sudeste.

O QUE DIZEM AS PRINCIPAIS REVISTRAS SEMANAIS

Veja

□□□ Remédios para emagrecer - Por que é ruim proibir a venda. Milhões de brasileiros em guerra com a balança dependem deles e de seus médicos para perder peso e garantir uma boa saúde.

Época

□□□ O primeiro galã negro - O que o sucesso do ator Lázaro Ramos no papel de um playboy rico e sedutor revela sobre a ascensão dos negros no Brasil.
□□□ OBAMA: O que o presidente dos EUA vem fazer no Brasil

ISTOÉ

□□□ Ronaldo de fernômeno a mito - Por que a imagem e os lucros do craque continuarão em alta mesmo após ele encerrar a carreira, vencido pela dor.
□□□ RONALDO À ISTO É: "Sou homem de negócios desde os 15 anos" / "Não sei e não tem resposta pra o que aconteceu antes da final da Copa de 1998" / "Acordei às 7h para levar meus filhos à escola. Nunca havia levado antes".
□□□ SARNEY-EXCLUSIVO - "Quem não me quer aqui, que vá reclamar com o Criador"

CartaCapital

□□□ Nem Alá nem EUA - O novo mundo árabe promete não ser teocrático. Muito menos submisso. □□□ Gianni Carta, de Tel-Aviv: o isolamento de Israel e suas consequências.
□□□ Novo Mínimo - Dilma fica perto do PMDB e longe dos sindicatos.
□□□ Especial - Da classe A à C, novas opções de investimento.