sábado, 9 de abril de 2011

DICA DO DIA

Não importa com o que você esteja desapontado neste instante, se é seu estilo de vida, seu relacionamento, etc. Isto já faz parte do seu passado. A estrada de sua vida ainda está para ser definida por você, é sua para formar o que você deseja ser. Para o seu futuro é possível fazer um arranjo infinito de possibilidades. Se você não está satisfeito como as coisas têm estado até este momento, há uma abundância de outras opções para você. Caso esteja desapontado como o seu progresso, isto é um sinal de que você necessita de mudança.
Recuse a deixar o seu passado "contaminar" o seu futuro. Todo dia é uma nova oportunidade. A necessidade de continuar com seus erros dos passado existe apenas na sua imaginação. Na realidade, você possui tanto potencial para o sucesso quanto a maioria das pessoas que conseguiram.
Agora mesmo, um "novo você" está se formando em sua vida. Este "novo você" é positivo, disciplinado, apaixonado, com foco e capaz de alcançar o que imagina. O "velho você" pode assim desaparecer dentro de sua memória do passado. O "novo você" irá formar o seu futuro. Faça isto com atenção, com prazer, com paixão e este "novo você" será grande.
(diabetenet.com)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Uma águia virou sensação na internet depois que uma câmera foi instalada em cima de uma árvore onde a ave construiu seu ninho em Decorah, no estado de Iowa (EUA). O ninho é filmado 24 horas por dia. Milhares de pessoas têm acompanhado on-line através do site www.raptorresource.org/ o dia-a-dia da águia. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Massacre em Realengo - Adeus, crianças - Vítimas do ataque em escola pública são enterradas sob comoção; assassino pode ter aprendido sobre armas na internet.

● O Itamaraty rechaçou documento do Departamento de Estado dos EUA que denuncia violência policial, tortura e impunidade no país. Em nota, queixou-se de "relatórios elaborados unilateralmente".

● Apesar do esforço pessoal do presidente Barack Obama, democratas e republicanos não chegaram a um acordo sobre o Orçamento até as últimas horas de ontem, ameaçando paralisar hoje o governo dos EUA.

Folha de S. Paulo

● O atirador que matou 12 alunos numa escola do Rio fez mais de 60 disparos com revólver usado no ataque e o recarregou nove vezes. Wellington Menezes de Oliveira portava outra arma, com a qual efetuou poucos disparos, segundo a polícia. O delegado Felipe Ettore, da Divisão de Homicídios, disse que Oliveira atirou a esmo nas salas. A polícia informou que tenta recuperar os arquivos do computador, achado queimado na casa dele, e que foi pedida a quebra de seu sigilo telefônico.

● Cinco amigos com 20 e poucos anos se reuniram perto da escola Tasso da Silveira para discutir o massacre. Recordaram como Wellington, o autor dos disparos, era "zoado" no colégio, em especial pelas meninas, relata Laura Capriglione. "A gente chorou muito pensando que Wellington matou aquelas 12 crianças em represália pelo que aconteceu com ele quando estudávamos juntos", disse o assessor cultural Thiago da Cruz, que conheceu o assassino.

● Em reunião em SP, Luciano Coutinho, do BNDES, exortou empresários a protestar contra a política cambial do Ministério da Fazenda e do BC, relatam Valdo Cruz e Sheila d'Amorim. Para Coutinho, Fazenda e BC abandonaram compromisso de manter o câmbio em R$ 1,65 por causa da inflação. O dólar fechou ontem a R$ l,57.

● Forças de segurança da Síria mataram ao menos 29 pessoas ao reprimir protestos contra o ditador Bashar Assad, segundo testemunhas e ativistas de direitos humanos. A maior parte das mortes ocorreu em Daraa. Em três semanas, o número de vítimas já chega a ao menos 90. Governo relata que rebeldes mataram 19 de seus agentes.

O Estado de S. Paulo

● O ministro Edison Lobão (Minas e Energia) afirmou que a presidente Dilma Rousseff é quem mais freia a eventual reajuste dos preços da gasolina: "Ela não quer o aumento". A possibilidade fora aventada pelo presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli. Segundo Lobão, a empresa tem pleiteado o reajuste sob a justificativa de que os preços não sobem há nove anos e a última alteração ocorreu há dois anos, mas para baixo. O ministro admitiu, no entanto, que, se a cotação do barril de petróleo ultrapassar "muito" os níveis atuais, o reajuste será inevitável. Entretanto, Lobão não quis dar um valor exato. "A Petrobras imaginava que, se o petróleo chegasse a US$ 105, teria de haver reajuste. Mas estamos a US$ 120 e não houve”. Para analistas, porém, a declaração de Lobão e apenas uma demonstração política da disposição de Dilma em comer a inflação, às vésperas de um anúncio de reajuste da Petrobras.

● A presidente Dilma Rousseff posou com Integrantes do U2 no Palácio da Alvorada: banda liderada por Bono Vox inicia hoje série de três shows em São Paulo.

● Wellington Menezes de Oliveira recarregou o revólver calibre 38 pelo menos nove vezes durante o ataque de anteontem aos estudantes em Realengo, no Rio. O atirador disparou ao menos 66 vezes, matando 12 jovens e ferindo 12. Wellington tinha outros 23 projéteis prontos para disparo. Mais de 4 mil pessoas compareceram ontem aos enterros de 11 das 12 vítimas. Três das crianças internadas permanecem em estado grave.

● Desde dezembro, o mercado tem driblado as restrições ao crédito impostas pelo governo com uma invenção brasileira: o cheque pré-datado. Do último trimestre de 2010 para o primeiro deste ano, a fatia desse tipo de cheque no total emitido subiu de 76,37% para 78,04%.

Correio Braziliense

●Mais de quatro mil pessoas acompanharam o enterro de 11 dos 12 adolescentes mortos em escola no Rio. Dez alunos feridos permanecem internados, três em estado grave. Assassino disparou pelo menos 60 vezes e tinha 66 cápsulas intactas. Irmão que vive no entorno do Distrito Federal traça perfil do autor do massacre de Realengo e conta que ele já tomou remédio controlado. Como ocorre nos Estados Unidos, temor de novos ataques deve marcar de agora em diante o cotidiano de estudantes brasileiros.

Estado de Minas

● Um micro-ônibus caiu numa ribanceira no começo da noite de ontem, na MG-342, no Vale do Mucuri, matando pelo menos 12 pessoas. Os ocupantes do veículo, a maioria com idade entre 18 e 20 anos, iam de Frei Gaspar para Itambacuri, participar de um carnaval temporão, alguns para trabalhar e outros apenas para se divertir. Segundo a PM, 15 feridos foram levados para hospitais de Teófilo Otoni.

Jornal do Commercio

● O renascimento das vítimas da tragédia - Córneas, ossos e tendões doados por famílias dos alunos covardemente chacinados por atirador em escola do Rio vão beneficiar 41 pessoas. Ninguém apareceu para liberar corpo do agressor.

Zero Hora

● Republicanos ameaçam parar governo dos EUA - Em duro teste para Obama, divergência sobre o orçamento pode afetar serviços como funcionamento de parques, emissão de passaportes e Justiça Federal.

sexta-feira, 8 de abril de 2011


TEXTOS EM COR DE LUTO, COMO HOMENAGEM PÓSTUMA ÁQUELAS CRIANÇAS ASSASSINADAS NO RIO DE JANEIRO, POR UM LOUCO INSANO...

DICA DO DIA
Uma das formas da raiva é o rancor que criamos quando somos injustiçados. A solução para eliminar esse ranço é lembrar que ninguém nos machucou mentalmente ou emocionalmente e que somos nós que fazemos isso com nós mesmos.
Outra forma da raiva é o ressentimento que criamos em relação àqueles que nos insultaram. Para acabar com ele, devemos entender que não são as palavras dos outros que nos machucam, mas o que fazemos com essas palavras.
A raiva também aparece em forma de desprezo, que criamos quando desaprovamos profundamente a ação de outros. Isso também tem solução: basta lembrar que não podemos controlar as outras pessoas, mas podemos influenciá-las.
(Portal Diabetes)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Um restaurante em Yogyakarta, na Indonésia, vende hambúrguer de carne de cobra. Segundo a agência Reuters, caçadores capturam cerca de mil cobras a cada semana. Os hambúrgueres com carne de cobra são vendidos por 10 mil rúpias (US$ 1,15 ou R$ 1,84). Alguns clientes acreditam que a carne de cobra pode curar doenças e melhorar desempenho sexual. E, convenhamos, é bem baratinho... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

"Escutamos muito barulho e a professora disse que era só estouro de bexiga. Chegaram duas meninas mandando subir porque um homem estava matando pessoas lá embaixo. Todos saíram pisoteando o outro, e alguns desmaiaram na escada. Já tinha um monte de gente agonizando no chão. Ele dava tiro nos pés das crianças. Mandava virar para a parede e dava tiro. Ele atirava na cabeça. Só olhava pra frente e seguia em frente. Ele estava carregando a arma e já entrando na sala. A professora trancou a porta e colocou armário. A sala ficou suja de sangue. Deu muito, muito, muito tiro. Ele falava: 'Vira de costas pra parede, vira de costas, vou matar vocês.' Um monte de gente gritava 'não, não atira em mim, não me mata', mas morreram mesmo assim. Tinha muita gente agonizando, muitos amigos. Colegas do meu irmão morreram. Meu irmão saiu de porta em porta me procurando, e o atirador vivo procurando a gente. Meu irmão conseguiu me pegar. A escada parecia uma cachoeira de sangue. Vinha aquele sangue escorrendo feito água. E muita gente morta na escada. Tinha mais meninas mortas do que garotos. Muita gente entrou em choque e desmaiou na escada. Essas ele matou ... Achava a escola segura. Agora eu fico com medo".
Depoimento de Jade Ramos de Araújo, 12 anos, 6ª série, turma 1703, da escola que sofreu o atentado de ontem, que abalou o mundo inteiro...

Ex-aluno da escola, que frequentou de 1999 a 2002, e que escolheu para um ataque sem precedentes no país, Wellington de Oliveira, de 23 anos, tinha habilidade com armas, vestia-se de preto, vivia na internet e estava cada vez mais isolado. Desempregado, deixou uma carta confusa, com instruções sobre seu sepultamento e uma colagem de referências religiosas.

Após o massacre, o ministro Jose Eduardo Cardozo anunciou que o governo retomará a campanha do desarmamento. Levantamento de CPI diz que o Estado do Rio tem 581 mil armas no mercado i1egal, em mãos de civis e criminosos. A presidente Dilma chorou e decretou luto de três dias.

Folha de S. Paulo

Em um massacre sem precedentes no país, um ex-aluno de uma escola municipal de Realengo (zona oeste do Rio) entrou ontem pela manhã com duas armas no local, matou dez meninas e dois meninos, feriu 12 e se suicidou. As vítimas tinham entre 12 e 15 anos. Wellington Menezes de Oliveira, 23, chegou à escola com dois revólveres e um cinto com munição. O colégio promovia um ciclo de palestras com ex-alunos para comemorar os 40 anos.

Segundo vizinhos, Wellington Oliveira era estranho e introspectivo. Rosilane, sua irmã adotiva, disse que ele era "muito estranho mesmo". Em carta, ele dá indicações para seu sepultamento.

Numa medida para tentar frear o consumo e conter a inflação, o ministro Guido Mantega (Fazenda) anunciou que o IOF no crédito de pessoas físicas vai passar de 1,5% para 3% ao mês em compras parceladas. Em março, o índice IPCA chegou a 6,3% no acumulado em 12 meses, apenas 0,2 ponto abaixo do teto da meta de inflação.

O Estado de S. Paulo

● Massacre no Rio - Ex-aluno mata 10 meninas e 2 meninos em escola. Três crianças estão em estado grave. O atirador, que morreu, deu mais de 100 tiros.

A Presidência admitiu ter falhado ao permitir a carona clandestina de uma amiga do comandante no avião que levou Dilma Rousseff a Natal (RN) no carnaval. O caso foi revelado ontem pelo Estado. O Planalto nega, porém, que a segurança da presidente tenha sido afetada.

A Fazenda elevou de 1,5% para 3% o IOF sobre operações de crédito para pessoa física. Segundo o ministro Guido Mantega, o objetivo é reduzir o consumo.

Brasil vai reduzir teor de sódio de alimentos.

Correio Braziliense

● Columbine à brasileira - País vive dia de terror semelhante a tragédias americanas. Eram 8h quando Wellington Menezes de Oliveira, 23 anos, chegou a uma escola municipal em Realengo, subúrbio do Rio, dizendo que ia fazer uma palestra e deu início a uma tragédia sem precedentes no Brasil.

Valor Econômico

Um dia depois de anunciar medidas para tentar conter o ingresso de capitais externos, que valoriza o real, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, determinou mais uma ação, desta vez para conter um inimigo mais imediato, a inflação. O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) no crédito ao consumo, inclusive o imobiliário, dobrou de 1,5% para 3%. O ministro volta a empregar uma das armas que usou em janeiro de 2008, também para brecar uma economia a pleno vapor. Os resultados não foram brilhantes: o crédito caiu no primeiro mês, estacionou no segundo e voltou a crescer daí em diante. E a arrecadação do IOF das pessoas físicas deu um salto, de R$ 3 bilhões para R$ 7,6 bilhões. O aumento da tributação agora pode ser mais eficaz porque há restrição nos prazos de financiamento, acreditam a Fazenda e o BC.

Estado de Minas

Já tinha ocorrido em Columbine, no Texas e em Virgínia Tech, nos EUA. Só que agora foi no Realengo, subúrbio do Rio de Janeiro. Pela primeira vez, o trauma dos massacres em colégios assombra o Brasil. Às 8h, 400 crianças e adolescentes assistiam as aulas na Escola Municipal Tasso da Silveira, quando chegou o ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira, de 24 anos. “Vim dar uma palestra”, disfarçou. Em seguida, sacou dois revólveres, invadiu as salas, matou 12 jovens e feriu outros 12. Só parou ao ser baleado nas pernas por um policial militar. Wellington se suicidou com um tiro na cabeça. “Só tinha visto isso em filme nos Estados Unidos. Aqui, não”, declarou o pai de um dos alunos.

Jornal do Commercio

Massacre no Rio de Janeiro.

Zero Hora

● O país em choque - Do lado de fora de escola no Realengo, no Rio, mulher traduz a perplexidade diante do ato de um ex-aluno de 23 anos, que matou pelo menos 12 adolescentes e se suicidou.

Como falar do massacre asa crianças?

Editorial: O que fazer com essa dor?

quinta-feira, 7 de abril de 2011

DICA DO DIA

Não fique triste! Procure o conforto que o céu dá a todos aqueles que se conformam e aceitam as dores com resignação. Se aquela criatura que você ama acima de tudo, mais do que a você mesmo, foi ingrata com você, não fique triste: peça que o Pai a ajude e que ela se torne cada vez mais feliz... Entregue ao Pai Todo-Compreensivo aqueles a quem você ama, e ame-os você também. (autor desconhecido)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
A americana Rhonda Williams decidiu arrumar sua bolsa no fim de semana e descobriu um bilhete de loteria premiado, de 17 de janeiro. Ela ganhou US$ 189.302 (mais de R$ 305 mil). Rhonda, de 55 anos e moradora de Fairburn, disse que tinha se esquecido do bilhete, que estava no fundo da bolsa. "Eu conferi e fiquei por um momento sentada, tentando entender", disse. Ela acertou os números 18, 25, 28, 39 e 24, segundo a TV local. "Eu estou chocada, mas muito feliz", disse em entrevista. A mulher disse que pretende usar o dinheiro para quitar suas dívidas e talvez fazer um cruzeiro. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, voltou atrás e admitiu ontem que poderá subir o preço dos combustíveis nas refinarias, o que acabaria sendo repassado aos postos de gasolina. Ele lembrou que não há aumento desde 2009, apesar de o preço do barril de petróleo, só nos últimos dois meses, ter saltado de US$ 100 para US$ 122 no mercado internacional. Nas bombas, o consumidor do Rio já está pagando mais de R$ 3 pelo litro de gasolina - 23,6% a mais do que a média de 2009. Sem saber das declarações de Gabrielli, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que "não está prevista nenhuma alta da gasolina no Brasil". Recentemente, a Petrobras chegou a anunciar que importaria gasolina para atender a demanda crescente.

● Com o dólar ameaçando romper o piso de R$ 1,60, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou a elevação para 6% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) em empréstimos no exterior de empresas e bancos com prazo de até dois anos. Semana passada, já tinha subido o IOF para transações de até um ano e para compras no cartão de crédito. Para analistas, a medida será inócua.

● Numa carta de três paginas, o ditador líbio, Muamar Kadafi, apelou ao presidente dos EUA para que suspenda os ataques da Otan. Ele desejou sorte na reeleição a Obama, a quem chamou de querido filho.

● Portugal tornou-se o terceiro país da região a pedir socorro para sair da crise financeira. Até agora, Grécia e Irlanda receberam recursos de União Europeia e FMI. A previsão é que o país receba entre € 60 bi e € 80 bi.

Folha de S. Paulo

● O ex-presidente Lula ironizou, nos EUA, o impacto de novo relatório da PF que aponta uso de dinheiro público no mensalão, informa Andrea Murta. Após palestra sobre educação na Microsoft, Lula disse a jornalistas que, caso o documento entre nos autos, o processo "só vai ser julgado em 2050".

● Em mudança de discurso, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli disse que em SP que, se o preço do petróleo continuar no patamar atual, haverá reajuste nos combustíveis no país. Em Brasília, o ministro Guido Mantega afirmou que não há previsão de alta.

O Estado de S. Paulo

● Governo amplia IOF para conter dólar. Imposto incidirá sobre empréstimos de prazo mais longo no exterior; Mantega diz evitar medidas 'drásticas' por causa de 'efeitos colaterais'.

● O comandante do avião da Presidência, coronel Geraldo de Lyra Junior, infiltrou uma amiga no voo que levou Dilma Rousseff para Natal no carnaval. O episódio abriu uma crise no Gabinete de Segurança Institucional, responsável pela segurança da presidente. A "convidada" disse que Dilma não sabia de sua presença e que sua mala foi parar no gabinete presidencial.

● Aécio Neves e José Serra estiveram no plenário do Senado, onde o senador mineiro discursou. Ele defendeu a herança de FHC, elogiou Lula e disse que, "entre os interesses do País e a conveniência do partido, o PT escolheu o PT".

● Os governos da Arábia Saudita e de outros países do Golfo articulam acordo para que o presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, entregue o poder a um conselho tribal e político. Há dois meses o Iêmen enfrenta onda de protestos, reprimidos com violência por Saleh, no cargo há 33 anos.

Correio Braziliense

● Até 2050, o país terá 49% da sua população ativa com mais de 65 anos. Essa realidade exigirá do governo grandes reformas e investimentos em áreas como a saúde e a previdência social. Mudanças que devem começar a partir de agora.

Valor Econômico

● A operadora de telefonia Oi recorreu à Anatel e ao Cade contra as concorrentes Vivo, Claro e TIM, alegando que elas se recusam a reduzir as tarifas de interconexão cobradas nas ligações entre telefones fixos e móveis. A interconexão é o nome que se dá ao uso da rede de uma operadora por outra para completar uma chamada. Toda vez que o assinante de uma tele chama um número de outra operadora, esta é remunerada. Segundo a Oi, as operadoras Vivo, TIM e Claro se negam a diminuir as tarifas de interconexão fixo-móvel porque representam até um terço da receita. "A situação está insustentável e gera distorções no mercado de telefonia móvel", afirma o diretor da Oi, Paulo Mattos. As outras empresas não comentam o assunto.

Estado de Minas

● Em queda de braço com as operadoras devido à baixa remuneração, os médicos paralisam hoje, Dia Mundial da Saúde, o atendimento a associados de convênios. Não haverá consultas, nem cirurgias programadas. Só casos de urgência terão atenção. A greve prejudica 45,7 milhões de usuários no país, 4,7 milhões em Minas. Segundo entidades médicas, em 10 anos, os planos aumentaram 140%, enquanto o reajuste dos profissionais foi de pouco mais de 40%.

Zero Hora

● STF manda pagar piso de R$ 1.187 a professores. Ministros do Supremo determinam que Estados e municípios adotem o salário mínimo nacional estabelecido para profissionais do magistério.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

DICA DO DIA

Geralmente estamos procurando, procurando e procurando explicações para as coisas que acontecem em nossa vida. Ficamos dias, meses, anos e até partimos daqui sem saber o porquê de determinados fatos. Quando não conhecemos as leis que regem as energias deste nosso planeta, preferimos chamar estes fatos de coincidência, de conspiração do universo, e muitos acreditam que o responsável por tudo isto é o destino.
O destino é um processo tão complicado para a mente humana, que o seu produto final é um grande mistério. Talvez seja importante entender a palavra "destino", mas não decifrá-la, pois se Deus chegasse até nós com o resultado final da nossa existência, a vida ficaria um pouco sem graça.
O que nos move é a expectativa por um novo dia. Tenha certeza de uma coisa: Deus é sábio e lhe reserva um grande presente no seu destino final. Basta acreditar! (diabetenet.com)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Um ganso caminha todas as manhãs ao lado de seu proprietário pelas ruas de Pequim, na China. A ave conta, inclusive, com um cartão de identificação colocado no pescoço. O homem adotou o ganso como animal de estimação após encontrá-lo perdido. E ele se comporta como se fosse um cachorrinho... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● A resistência à construção da hidrelétrica de Belo Monte, maior obra do PAC, no Pará, cruzou fronteiras. A Comissão Interamericana de Direitos Humanos, da Organização dos Estados Americanos (OEA), pediu oficialmente ao governo brasileiro a suspensão do processo de licenciamento da usina, abrindo uma crise internacional. Irritada, a presidente Dilma Rousseff determinou ao Itamaraty que redigisse uma nota "à altura". No comunicado, o Ministério das Relações Exteriores chamou de "precipitadas e injustificáveis" as recomendações da Comissão. A OEA quer ainda que as comunidades indígenas tenham acesso aos relatórios de impacto social e ambiental.

●Na primeira cerimônia com militares, a presidente Dilma comandou a promoção de oficiais e afirmou: "Um país que conta com Forças Armadas caracterizadas pelo estrito apego às obrigações constitucionais é um país que corrigiu caminhos". Dilma evitou temas polêmicos, como os arquivos da ditadura, e recebeu a Ordem do Mérito da Defesa, jamais dada a uma mulher.

● O Exército planeja deixar os complexos do Alemão e da Penha em setembro, um mês antes do prazo acordado entre o estado e o Ministério da Defesa. No lugar dos militares, surgirão dez Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Este será o maior conjunto de UPPs já instalado pela Secretaria de Segurança, com o emprego de 2.200 PMs.

● A indicação de Murilo Ferreira para a presidência da Vale agradou ao mercado. Para analistas, ele é técnico, mas tem bom trânsito com o governo. Desde o último dia 31, desligou-se de sua empresa, na expectativa de assumir a nova função.

Folha de S. Paulo

● O STJ (Superior Tribunal de Justiça) anulou todas as provas obtidas a partir das escutas telefônicas da Operação Castelo de Areia, da Polícia Federal, que investigou denúncias de corrupção em obras públicas. A decisão compromete a investigação de executivos da construtora Camargo Corrêa acusados de crimes financeiros, pagamentos de propinas e fraudes em licitações. A empreiteira sempre negou as irregularidades.

● Em palco montado na Esplanada dos Ministérios, ruralistas tocaram berrantes em ato pela aprovação da revisão do Código Florestal; segundo a PM, 10 mil pessoas participaram das manifestações em Brasília.

● Quase 75% dos tribunais estaduais do país desrespeitam resolução do Conselho Nacional de Justiça que determina atender o público de segunda a sexta, das 9h às 18h. Só em 7 dos 27 existentes o cidadão é recebido no horário comercial.

Para representantes dos tribunais de Justiça e da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), a resolução é inconstitucional porque caberia aos Estados definir os horários de funcionamento. É possível um recurso no STF.

●O Japão informou que peixes pescados em Ibaraki, a 80 km de Fukushima, apresentaram índices de iodo radioativo acima do limite legal. O bombeamento de água radioativa ajudou a contaminar a água perto da usina.

O Estado de S. Paulo

● Pela primeira vez em seus quase 70 anos de história, o Fundo Monetário Internacional admitiu a adoção de controles de entrada de capital estrangeiro, em um documento divulgado ontem. Mas o teto recomenda a adoção de outras medidas antes de se levantar barreiras a entrada de capitais e defende cautela na adoção dos controles. As barreiras seriam o último recurso a ser usado por países emergentes. O representante brasileiro no FMI, Paulo Nogueira Batista, reagiu com irritação às recomendações, em um momento em que o Brasil enfrenta grande pressão no câmbio. “O FMI não tem conhecimento acumulado sobre o assunto", disse Nogueira. "O Brasil fará o que for preciso para conter o fluxo de dólares." Para o Fundo, porém, o principal instrumento usado pelo Brasil para frear o ingresso de capitais estrangeiros - o aumento do IOF que incide sobre investimentos de renda fixa, não trouxe o resultado esperado pelo governo.

● A presidente Dilma Rousseff já cogita ceder ao lobby dos prefeitos, preocupados com a eleição, e prorrogar a validade de obras e serviços contratados por convênios feitos na gestão de Lula. Para fazer valer o ajuste fiscal anunciado em fevereiro, o governo anunciara a intenção de cancelar parte das despesas contratadas pela administração anterior e deixadas sem pagamento.

●Tsuyako Ito, a última gueixa de Kamaishi, sobreviveu ao quarto tsunami em seus 84 anos de vida. No primeiro deles, em 1933, sua mãe a levou nas costas para um local seguro. Desta vez, ela iria se apresentar num restaurante quando a onda gigante chegou. Um admirador a carregou, nas costas, para um ponto mais elevado.

Correio Braziliense

● Brasília será palco hoje de um julgamento inédito. Pela primeira vez, o Conselho Nacional do Ministério Público se reúne para decidir o destino de um ex-procurador-geral de Justiça. No banco dos réus, além de Leonardo Bandarra — o homem que até pouco tempo atrás ocupava o mais alto cargo da hierarquia do MP no Distrito Federal —, estará a promotora Deborah Guerner. Ambos são acusados de envolvimento no maior escândalo de corrupção da história de Brasília e podem ser punidos com a pena máxima prevista nos estatutos do CNMP: o pedido de abertura de processo na Justiça para que sejam expulsos do serviço público. Até lá, eles ficariam sem receber salário.

Valor Econômico

● A presidente Dilma Rousseff determinou aos seus principais ministros, em reunião no fim da tarde de segunda-feira, a

"transferência compulsória" do controle e da fiscalização sobre a cadeia produtiva do etanol à Agência Nacional do Petróleo (ANP). O produto passará a ser tratado como combustível estratégico e não mais como um mero derivado da produção agrícola.

Estado de Minas

● Aécio Neves, senador mineiro, sobe hoje à tribuna para fazer um discurso com duras críticas ao PT. “Sempre que precisou fazer uma opção entre o país e o partido, o PT ficou com o PT”, disse o tucano, antecipando o tom de sua fala. O objetivo é, sem ataques e ofensas pessoais, deixar claro ao Congresso e ao eleitorado que haverá espaço para a oposição.

Zero Hora

● Com cerca de 600 páginas, relatório do Ministério Público de Contas abastece força-tarefa encarregada da devassa após denúncia de fraude nos pardais.

Telefones públicos poderão ter teclados em Braille até fim de 2012


Projeto do deputado Milton Monti obriga as empresas de telefonia a instalar teclados numéricos no sistema Braille em todos os telefones de uso público

O projeto de lei 589/2011, apresentado pelo deputado federal Milton Monti (PR-SP) à Mesa da Câmara, altera a lei 10.098/2000, que fixa as diretrizes para a eliminação de barreiras arquitetônicas às pessoas portadoras de necessidades especiais. Pela proposta do deputado paulista, as companhias que operam o sistema de telefonia no País ficam obrigadas a implantar aparelhos com teclado no sistema Braille em todos os orelhões. A mudança, prevê ele, aconteceria em duas etapas. Mas o objetivo final é que todos os terminais de telefone público tenham o teclado em Braille até o final do ano que vem.

Para o deputado, o projeto visa promover a inclusão social das pessoas portadoras de deficiência visual, bem como a democratização do uso dos telefones públicos. “A palavra acessibilidade tem que sair do papel e ganhar as ruas definitivamente. O meu desejo é que as pessoas que são portadores da deficiência visual tenham total condição de acessibilidade a esse serviço público”, avalia.

Milton Monti reconhece que muitos telefones públicos ainda não contam com esse dispositivo, limitando o acesso de uma parcela significativa da população a um serviço que é de interesse do povo brasileiro. “Não é porque não tinham até agora que podem continuar assim. Com nosso trabalho, vamos melhorar o nosso país. Não tem hoje, mas pode ter amanhã e nós queremos que seja uma obrigatoriedade. O projeto é bem claro. Diz que todos os telefones públicos, os chamados orelhões, tenham o teclado em Braille para que as pessoas possam ter acesso a esse serviço público", reforçou.

O parlamentar reconhece também que há, em algumas regiões do País, empresas de telefonia que já oferecem o teclado em Braille, mesmo sem uma exigência legal. “É uma boa iniciativa, não é? Mas não pode ser uma coisa rara, tem que ser em todos os postos e cabines telefônicas”, defende.

Devido ao alcance e importância da proposta, Milton Monti acredita que seu projeto de lei terá grande aceitação no Congresso Nacional. Na sua avaliação, o custo é baixo e o benefício é alto, inclusive para as companhias telefônicas. “Inclusão social, neste caso, é também inclusão de novos clientes ao serviço. É bom para todos”, acredita.

O projeto de Milton Monti já ganhou apoio de entidades que defendem os interesses das pessoas portadoras de deficiência na visão. A Associação Brasiliense de Deficientes Visuais é uma delas. O presidente Justino Bastos elogiou a proposta. “Os deficientes visuais até se adaptam, na maioria das vezes, por aquele pontinho que existe no número cinco. Mas o interessante é que todo tipo de serviço, não só de teclado numérico ou alfanumérico, ou de outras situações tenha um formato Braille sim, para que as pessoas com deficiência visual possam ter o acesso com mais tranquilidade e certeza de que aqueles números ali são os que ele precisa”, disse. (com informações da Agência Câmara e Rádio Câmara).

terça-feira, 5 de abril de 2011

DICA DO DIA

Dez coisas que levei anos para aprender


1- Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.


2- Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".


3- Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".


4- As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.


5- Não confunda nunca sua carreira com sua vida.


6- Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.


7- A força mais destrutiva do universo é a fofoca.


8- Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa (esta nunca falha).


9- Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.


10- Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.


(Luis Fernando Veríssimo)


NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Coisas bizarras acontecem ao redor do mundo diariamente, mas algumas realmente nos assustam. Médicos do hospital francês de La Timone, em Marselha, examinaram o caso raro de um homem que leva uma vida normal, apesar de ter um “cérebro praticamente ausente” nas imagens de ressonância magnética, revela a revista britânica The Lancet.
Atualmente casado e pai de dois filhos, o francês de 44 anos que não teve o nome revelado é funcionário público. Ele foi ao hospital em 2003 devido a um problema de locomoção.
A equipe do médico Lionel Feuillet diagnosticou uma hidrocefalia não comunicante, o que compreende um aumento da quantidade de líquido na cabeça. A ressonância magnética revelou “imagens muito infreqüentes, com cavidades ventriculares enormes”, explicou o neurologista. “O cérebro em si, a substância cinzenta e a substância branca, estão comprimidas nas paredes do crânio”. Para Feuillet, esse caso de “discordância entre a ressonância muito inquietante e uma vida praticamente normal” representa “uma mensagem de esperança”.
Apesar de o quoeficiente intelectual (QI) do paciente ser de 75 (abaixo da média considerada normal de 80), isso não impediu seu desenvolvimento ou sua vida em sociedade, destacou o especialista. Hoje em dia ele segue sua vida normalmente. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Quase dois anos após o desastre com o voo AF 447 que matou 228 pessoas na costa do Brasil robôs submarinos detectaram corpos dentro de partes inteiras do Airbus da Air France que caiu no Atlântico em 12 de junho de 2009. Num achado inédito na história da aviação, que pode revolucionar as investigações a cargo do Escritório de Investigação e Análises francês (BEA), dois trens de aterrissagem, dois motores e uma das asas do avião estão quase intactos, a 3.900 metros de profundidade. As caixas-pretas, no entanto, chave para elucidar o acidente, ainda não foram encontradas. As autoridades francesas não revelaram detalhes sobre o estado dos corpos, conservados graças às baixas temperaturas. Também está sob sigilo o lugar exato do avião, próximo do Arquipélago de São Pedro e São Paulo, ainda em águas brasileiras. O trabalho de resgate, que requer submarinos automáticos com câmeras de alta definição, deve levar três semanas para começar.

● No mesmo dia em que deu a largada na campanha para a reeleição em 2012, o presidente dos EUA, Barack Obama, cedeu numa das promessas mais simbólicas de sua campanha. Seu governo anunciou que o mentor do 11 de Setembro e outros quatro presos de Guantánamo terão julgamento militar, e não civil, num indício de que tão cedo a prisão em Cuba não será fechada, contrariando, assim, a decisão assinada por ele nos primeiros dias na Casa Branca.

● Estudo liga colesterol alto a Alzheimer - A descoberta de mais cinco genes relacionados ao surgimento do mal de Alzheimer na terceira idade - perfazendo um total de dez genes conhecidos - revelou uma associação inesperada entre o colesterol alto e o desenvolvimento da doença. O estudo envolveu 300 cientistas americanos e britânicos, que avaliaram o perfil genético de mais de 50 mil pessoas.

Folha de S. Paulo

● O vice-presidente Michel Temer é investigado em inquérito no Supremo Tribunal Federal sob a suspeita de ter participado de esquema de cobrança de propina de empresas detentoras de contratos no porto de Santos, informam Breno Costa e Fernando Rodrigues. Temer é acusado de ter recebido mais de R$ 600 mil. Vice de Dilma nega ligação.

● O executivo Murilo Pinto Ferreira, 58, foi escolhido pelos controladores da Vale para substituir Roger Agnelli na presidência. Ex-diretor-executivo, Ferreira conta com o aval da presidente Dilma Rousseff.

● Em ataque liderado pela França, helicópteros da ONU dispararam mísseis contra forças de Laurent Gbagbo, na Costa do Marfim. Há duas semanas, na Líbia, a ONU já atuara em favor de rebeldes.

O Estado de S. Paulo

● A agência de classificação de risco Fitch, uma das mais respeitadas do mundo, melhorou a nota do Brasil, de BBB- para BBB. Na prática, significa que, segundo essa análise, o País ficou ainda mais seguro para receber investimentos. “Fomos encorajados pelo fato de que o governo tem dado sinais de contenção fiscal", disse Shelly Shetty, diretora da Fitch. Com isso, a expectativa é que mais dólares entrem no País, o que tende a valorizar o real, um movimento que preocupa o governo. A moeda americana fechou a segunda-feira cotada a R$ 1.609, queda de 0,19%. É o valor mais baixo desde agosto de 2008. Especialistas esperam mais medidas para segurar a alta do real.

● Apesar de mostrar contentamento com o aumento da nota do Brasil, o ministro Guido Mantega (Fazenda) admitiu que a situação deve estimular ainda mais a entrada de dólares, o que é um problema. Por isso, Mantega afirmou que haverá novas medidas, para proteger a competitividade do setor exportador. Uma das hipóteses é elevar de novo o IOF.

● O empresário Genivaldo Marques dos Santos, pivô da chamada máfia da merenda, relatou ao Ministério Público Estadual supostos pagamentos de propina e doações i1egais para campanhas eleitorais em pelo menos 57 cidades, administradas por diversos partidos. Entre elas estão quatro capitais - São Paulo, Recife, Maceió e São Luis. Os citados negam as acusações.

Correio Braziliense

● Acusada de ser cúmplice de Leornardo Bandarra em crimes de extorsão, corrupção e formação de quadrilha, a promotora Deborah Guerner sai em defesa do ex-procurador-geral de Justiça do DF. Para se defender, alega “doença da cabeça”. Mas não hesita em expor supostas relações pessoais embaraçosas envolvendo políticos e integrantes do Ministério Público no caso.

Valor Econômico

● Empresas brasileiras que fabricam produtos manufaturados mais simples e padronizados enfrentam grandes dificuldades com a concorrência chinesa. Nos setores de válvulas industriais, elevadores e ferramentas, quem produz bens de baixo valor agregado tem sido duramente atingido pela competição asiática. Para reagir, muitos passaram a importar o que antes fabricavam ou compravam de outras empresas no país, um movimento que provoca demissões. O dólar barato (fechou ontem a R$ 1,609), a carga tributária, os juros altos e o custo da mão de obra atrapalham a vida desses setores, dizem empresários.

Estado de Minas

● O preço do litro subiu em média 7% desde dezembro, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo. Em BH, já é vendido a R$ 2,99 em alguns postos. A diferença em relação às revendas mais baratas alcança R$ 0,40, o que pode representar uma economia de R$ 20 ao encher um tanque de 50 litros. O principal motivo apontado é a forte alta do álcool, que ficou 20% mais caro desde o fim do ano passado.

Zero Hora

● Álcool caro força consumo recorde de gasolina no RS. Saída de combustível da refinaria em Canoas é 46,4% maior do que a de janeiro, quando o etanol ainda não havia disparado.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

DICA DO DIA



Não diga que não pode trabalhar em benefício dos outros. Quantos mudos dariam uma fortuna para poderem falar como você! Quantos paralíticos suspiram pelos passos que você pode dar! Quantos milionários que entregariam suas riquezas, para terem um décimo da fé que você tem! Não diga que não pode trabalhar! Distribua os bens que Deus lhe concedeu, em gestos de bondade e palavras de carinho. (retirado da internet)



NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO


Alan Belmont, de 24 anos, resolveu emagrecer urgentemente. Pesando 216 quilos, o inglês de Worcester está em apuros: os médicos não conseguem mais ouvir o seu coração. No hospital, médicos disseram que nem os equipamentos mais modernos são capazes de penetrar na espessa camada de gordura do paciente. Então, não restou outra alternativa para Alan, que veste roupas XXXXXL: tem que emagrecer. "Fui ao hospital recentemente e eles (médicos) me disseram que não podiam achar o meu coração. Então pensei: Sou um morto-vivo. Eles não conseguiram nem usando ultrassom", relatou Alan à agência SWNS. (contaoutra.com)



O QUE DIZEM OS JORNAIS



O Globo



● Uma alteração - ainda inexplicável - tirou do texto final da licença para a construção de Angra 3 a obrigação de a Eletronuclear assumir a manutenção do Parque Nacional da Serra da Bocaina e da Estação Ecológica de Tamoios. As duas exigências, que constavam da primeira licença (de 2008), eram uma compensação ambiental pelos riscos que a usina representa para a região. Pelo texto original, a Eletronuclear teria de repassar ao Instituto Chico Mendes, que administra os parques, R$ 13 milhões em cinco anos, mas nada aconteceu e a cláusula foi suprimida. Também não saiu do papel a exigência de que fosse construída uma estrada entre Paraty e Cunha, para servir de rota de fuga em caso de acidente. O ex-ministro do Meio Ambiente Carlos Minc, que lutou pela inclusão das exigências no documento, ficou surpreso com as mudanças. A Eletronuclear alega que a obrigação continua valendo e será cumprida, mesmo se não consta mais da nova licença. Na Alemanha, ONGs ambientalistas enviaram cartas a autoridades do país pedindo que desistam de financiar a construção de Angra 3.



● O MST deu início ao "Abril Vermelho" com invasões em três fazendas da Bahia no fim de semana. O movimento de sem-terra queixa-se da falta de diálogo com o governo Dilma e ameaça aumentar pressão com a invasão de 100 propriedades ainda em abril. O Incra diz que diante do corte no Orçamento este ano, os programas de reforma agrária estão sendo reavaliados.



● A ONU acusou ontem soldados dos dois presidentes em luta pelo poder na Costa do Marfim pelo massacre de centenas de civis na cidade de Duekoue. A organização católica Cáritas fala em até mil mortes. O presidente eleito Alassane Ouattara nega a acusação.



● Após duas semanas de bombardeio da coalizão internacional, o filho mais ocidentalizado do ditador líbio Muamar Kadafi, Seif, está propondo liderar a transição à democracia, diz o "New York Times".



Folha de S. Paulo



● O rendimento dos trabalhadores na região metropolitana do Rio de Janeiro superou o de São Paulo, informa Mariana Schreiber. Em fevereiro, o salário médio no Rio foi de R$1.682, contra R$1.637 em SP. Os rendimentos em São Paulo vem perdendo vantagem também em relação a outras regiões metropolitanas, segundo o IBGE.



● Explosão em mesquita no Paquistão, reivindicada por talebans, matou ao menos 40 pessoas e feriu 65. O alvo eram devotos do sufismo - forma de misticismo islâmico. No Afeganistão, mais três morreram em protesto por queima do Alcorão nos Estados Unidos.



● O negócio do visto – No entorno do Consulado dos EUA em SP, despachantes lucram com a desinformação. Ajuda para preencher formulário de visto custa R$ 50.



O Estado de S. Paulo



● Com mercado de trabalho aquecido, forte demanda interna e recuperação da indústria, a economia brasileira mostrou vigor nos três primeiros meses do ano. Apesar dos esforços do governo para conter a inflação. O ritmo dos negócios manteve-se intenso. Economistas ouvidos pelo Estado em sete dos maiores bancos e consultorias do País projetam alta de 0,7% a 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre de 2011 em relação ao quarto trimestre de 2010, descontados efeitos sazonais. O que mostra aceleração ou, no mínimo, manutenção do crescimento.



● O presidente iemenita, Ali Abdallah Saleh, declarou que está disposto a negociar uma "transferência política do poder" e pediu à oposição o fim dos protestos. Duas pessoas morreram e 100 ficaram feridas ontem durante confronto entre manifestantes e policiais.



● A ONU e líderes mundiais pediram explicações ao presidente eleito da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, sobre o massacre de 800 pessoas, atribuído a seus partidários. O atual governo recusa-se a deixar o poder. Soldados franceses ocuparam o aeroporto da capital.



● A bancada trabalhista na atual legislatura é a maior da história: 87 parlamentares ou 15% do Congresso. São 80 deputados e 7 senadores ligados a sindicatos. Com esse quadro, a presidente Dilma Rousseff precisará negociar com o setor mais do que fizeram seus antecessores.



Correio Braziliense



● Ameaças, intimidações, tapas e empurrões… tudo feito pela própria família. A violência contra idosos chega anualmente a 120 mil agressões segundo o IBGE, a maioria pelos parentes da vítima. Dona Edna teve de recorrer à polícia devido aos constantes ataques de sua nora, que insiste em expulsá-la da residência comprada pela senhora de 75 anos.



Valor Econômico



● O aumento da inflação reforçou o caixa do governo e garantiu arrecadação extra de R$ 7 bilhões no primeiro bimestre. O acréscimo decorreu da difusão do efeito preço no recolhimento de todos os impostos e contribuições, mas com resultados mais evidentes no Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), PIS e Cofins.



● Com esses recursos adicionais - e, de certa forma, surpreendentes -, o Tesouro realizou 42% do superávit primário do governo central, de R$ 16,84 bilhões, no bimestre. O cálculo, do Ministério da Fazenda, considerou o montante de R$ 149,9 bilhões das receitas administradas pelo Fisco nos dois primeiros meses, valor 21% superior, em termos nominais, ao do mesmo período de 2010.



Jornal do Commercio



● Destroços do airbus achados um ano após acidente.



Zero Hora



● Descoberta reanima a investigação sobre desastre da Air France – Destroços achados no Atlântico aumentam a chance de encontrar caixas-pretas de Airbus do voo Rio-Paris e esclarecer acidente prestes a completar dois anos.

domingo, 3 de abril de 2011

DESTAQUES DOS JORNAIS LOCAIS DESTA SEMANA


Jornal O DEBATE, de São Manuel, edição de 01 de abril de 2011


□□□ Povo elege de novo Jornal O Debate e Rádio Clube de São Manuel como melhores do ano.

□□□ Mais uma empresa se estabelece em Areiópolis.

□□□ Lions Clube de São Manuel comemora 46 anos com a presença do Governador do LC-3.

□□□ Vereadores da região se reúnem na Câmara de Botucatu para tratar de assuntos relativos ao Instituto de Criminalística e IML.

□□□ Opinião: População de São Manuel não sabe o que ocorre com contratos da Prefeitura – publicações não são feitas na imprensa local.

□□□ Adesivos de famílias em carros podem se transformar e chamativos para falsos seqüestros.

□□□ Reforma da Capela de N. Srª. Consolata em Pratinha prossegue celeremente.

□□□ Sala de Visita ao Pé do Coreto: sucesso de público na 2ª edição.

□□□ Contas da Telefonica atrasam para ser entregues.

□□□ Interestadual de Futebol Firmino neste final de semana no Estádio “Dr. Adhemar de Barros”.

□□□ Ponto de Vista: Entrevista com o músico são-manuelense Arnaldo Catalan Júnior, que retornou a São Manuel, mas mantém-se à frente da Associação dos Artistas, agora com seção também aqui na cidade.

□□□ Os pioneiros – Nesta edição o jornalista Miguel Roberto Nítolo conta a história da Família Caglioni.

□□□ COLUNAS: Esporte (Osmar Corrêa), Bloco de Notas (coluna deste blogueiro), Direito em Debate (drª. Edilaine Rodrigues de Góis Tedeschi), Casual (Letícia Castaldi), Motivação (Bene Bassetto), Cornetando (Sandro Dálio).

□□□ Flash – as personalidades da cena de nossa região.

□□□ Badalação – moças e rapazes da cidade em fotos coloridas.

□□□ Classificados – os melhores classificados da cidade.



A previsão do tempo de hoje - do Climatempo - deu certo: chovelá fora!
Testando

Testando
DICA DO DIA



Não se esqueça de que somos o reflexo daquilo que pensamos. O pensamento plasma nossa vida de amanhã. Aproveite, portanto, o momento que passa, a fim de construir um amanhã risonho. Plante em torno de você as sementes de otimismo e bondade, para que possa colher amanhã os frutos do amor e da felicidade. Se somos escravos do ontem, somos donos de nosso amanhã. (retirado da internet)


NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
"Status de relacionamento". É uma das primeiras coisas que olhamos ao visitar o perfil de alguém nas redes sociais. Solteiro? Namorando? Casado? Casado... Com duas? Foi esse tipo de entrave que a polícia de Grand Rapids, nos Estados Unidos, teve que resolver... Eles acusaram o detento Richard Leon Barton Jr, de 34 anos, de poligamia. Por quê? O cara casou com outra mulher sem ter se divorciado da primeira! E o esquisito é que essa história toda só veio à tona por causa do Facebook. Tudo começou quando Richard Leon Barton Jr., de 34 anos, tirou da lista de amigos sua atual mulher, Adina Quarto, com quem é casado desde 2004.Ela achou isso meio estranho e foi dar uma olhada no perfil dele. Adina só não esperava ver no álbum fotos dele se casando com outra. (contaoutra.com)
- Eu somei dois mais dois. Aquelas eram, definitivamente, as fotos de um casamento dele. Eu fiquei chocada. Não imaginei que ele seria tão estúpido de se casar antes de pedir o divórcio. Adina até tentou, depois da surpresa, fazer o marido preencher o divórcio. Só que o malandrão não quis. Aí o jeito foi chamar a polícia. - Não sou uma pessoa rancorosa e não estou tentando destruir a vida dele. Se ele quer começar uma nova vida, tudo bem. Mas ele se casou quando não devia, disse a esposa número um... (contaoutra.com)


CRÔNICA DE DOMINGO

Alô gente! Bom domingo! Esta crônica foi publicada no jornal O PRATIANO recentemente. Fiz referência a algumas fobias das mais esquisitas, com base em uma reportagem que li na internet. Tem muita fobia que eu nem sabia que existisse... Boa leitura!



Algumas fobias mais do que esquisitas...

O prezado leitor, por certo, sabe o que é fobia. Em todo caso, para não complicar para alguém, vamos à definição: nome genérico de várias espécies de medo mórbido, aversão a alguma coisa. Mas tem gente que tem medo de certas coisas incomuns, como de chulé, de legumes, de umbigo, etc.

Li um artigo um dia destes que faz referência a esse assunto, na revista “Mundo Estranho”. Quem sofre de bromidrofobia, por exemplo, é aquele que tem medo de exalar mau cheiro, de cecê ou de chulé, e por isso toma vários banhos por dia, e de tanta esfregação, chegam a ficar com a pele machucada.

O ator Tony Ramos e o guitarrista Slash são o maior pesadelo de quem tem caetofobia. É que eles morrem de medo de pessoas muito peludas ou com uma baita cabeleira. Em geral, os "caetofóbicos" cortam o cabelo bem curtinho ou até raspam a cabeça. Alguns chegam a contratar alguém só para lavar seu cabelo e não ter que tocar na "coisa peluda"!

E deipnofobia, sabe do que se trata? É o medo que certas pessoas têm de jantar em família ou com amigos. Para elas, basta sentar à mesa para uma singela refeição e está pronto o cenário do terror: elas aprontam o maior suador, sentem falta de ar e são tomadas por uma sensação de impotência. É que elas enxergam um jantarzinho como uma terrível ameaça, que trará à tona conflitos emocionais não resolvidos.

E o medo de olhar em espelhos? Chama-se eisoptrofobia. E, geral esse medo está ligado ao temor diante do sobrenatural. As pessoas temem ver no reflexo do espelho fantasmas e outros seres. Superstições ligadas a esse objeto (como a crença de que quebrar um espelho dá sete anos de azar) também ajudam a aumentar a paranoia.

Cuidado: nunca encoste no umbigo de quem sofre de onfalofobia, pois o indivíduo pode ter o maior ataque nervoso. Na verdade, essas pessoas também ficam nervosas só de ver um umbigo. Quando a coisa rola com mulheres grávidas, é ainda pior. É que elas têm o maior pavor de que seu umbigo cresça demais ou fique com o formato conhecido como couve-flor...

Há os que sofrem de lachanofobia. Não sabe o que é isso? É o medo de vegetais. Cenouras, amoras, abobrinhas, são tidos como vegetais "assassinos", algozes de quem tem lachanofobia. A forma incomoda, a cor não agrada, a textura causa aversão e o cheiro, náuseas. Parece brincadeira, mas é coisa séria...

Há outros medos inusitados. Mas, para encerrar, este basta, tal o seu tamanho: Hipopotomonstrosesquipedaliofobia. O próprio nome desta fobia já obriga quem sofre do distúrbio a confrontar seu medo: um temor irracional de palavras longas ou de uso pouco comum, como termos técnicos e médicos, por exemplo. Essas pessoas também evitam mencionar palavras estranhas ao vocabulário coloquial. Segundo os especialistas, essa paúra surge do medo de pronunciar a palavra de forma incorreta e, por isso, cair no ridículo...



O QUE DIZEM OS JORNAIS



O Globo



● Eleita na onda da popularidade de Lula, a presidente Dilma Rousseff chegará aos cem dias de governo com o desafio de resolver dois problemas da herança de seu antecessor: inflação em alta e gastos excessivos. Para isso, já descumpriu promessas de campanha, como a de não privatizar e não fazer ajuste fiscal - em fevereiro, anunciou corte de R$ 50 bi no Orçamento. Dilma mudou o estilo no Planalto, com um perfil mais técnico de administrar, mas ainda repete erros como o de lotear cargos entre aliados. Mostrou força na negociação do salário mínimo e ampliou apoios no Congresso, além de distender o clima com a oposição, como se viu nos dois encontros que já teve com o ex-presidente Fernando Henrique. Na política externa, até agora, a guinada foi ainda mais visível.



● O ex-presidente Lula abriu a LILS Palestras, Eventos e Publicações Ltda. Seu sócio é Paulo Okamotto - que, em 2006, admitiu ter pagado dívida de Lula com o PT. O capital da empresa é de R$ 100 mil, menos que o preço da palestra de Lula.



● A pousada Ilha do Breu, numa área de preservação ambiental na Baía de Paraty, com quiosques avançando pelo mar, não poderia nem existir, mas cobra R$ 810 de diária, tem restaurante e loja. Diagnóstico do Instituto Chico Mendes da Bioversidade - órgão do Ibama - mostra que abusos semelhantes acontecem em 25 das 63 ilhas que fazem parte da APA do Cabuçu, em Paraty.



Folha de S. Paulo



● A China, maior importador mundial de soja, está promovendo uma ofensiva em várias frentes e vários Estados no Brasil visando aumentar a presença na cadeia produtiva da cultura do país, informam Fabiano Maisonnave e Estelita Hass Carazzai. A estratégia será concretizada por meio de acordos de exportação com os agricultores, investimentos em indústrias e compra de terras. Levantamento da Folha mostra que empresários chineses estão em contato com cooperativas e governos de pelo menos seis Estados.



● A Polícia Federal e o TCU investigam a duplicação da rodovia BR-101. Pelo menos três lotes da obra têm indícios de fraude, pagamento de propina ou má execução, informam Flávio Ferreira e Bernardo Mello Franco. O projeto do PAC se arrasta desde 2005 e deve custar R$ 2,5 bilhões. Os seus 398 km cortam os Estados do RN, da PB e de PE. Procuradas, as construtoras negaram irregularidades ou não se pronunciaram.



O Estado de S. Paulo



● Encerrado o primeiro trimestre do mandato de Dilma Rousseff, o retrato das contas públicas contraria seu discurso na campanha. Gastos com investimentos caíram. As despesas com salários, custeio da máquina pública e da rotina do governo subiram. Com pessoal e custeio, o governo gastou R$ 10 bilhões a mais no primeiro trimestre em comparação ao mesmo período de 2010. Incluindo gastos com juros, a soma chega a R$ 13,2 bilhões. Já em investimentos, a redução foi de pouco mais de R$ 300 milhões. Os dados foram lançados no Sistema Integrado de Administração Financeira e pesquisados pela ONG Contas Abertas. O governo, entretanto, discorda: "Nós estamos cortando o custeio administrativo, não estamos cortando os investimentos", disse Dilma em março, na Bahia, em inauguração de obra do PAC.



● O assessor para assuntos internacionais do Planalto, Marco Aurélio Garcia, admitiu a Roberto Simon que o governo Dilma mudou a política externa. Segundo ele, diferentemente do presidente Lula, Dilma tem uma percepção do mundo voltada aos direitos humanos: "Ela enfatiza questões ligadas a seu passado de presa política". Garcia, porém, nega que Lula tenha tido simpatia por autocratas.



● População vai às ruas de Portugal protestar contra a crise; a inflação voltou ao radar das autoridades econômicas em todo o mundo, mesmo nos países ricos, onde há poucos meses o grande fantasma econômico era o da deflação. O petróleo é um dos vilões.



● Os desentendimentos de Roger Agnelli com o Planalto foram significativos, mas o que selou sua queda da presidência da Vale foram os interesses empresariais do Bradesco no governo, em associação com o Banco do Brasil. Depois que essa aliança foi fechada, líderes petistas passaram a chamar Agnelli de "tucano", e o executivo entrou em rota de colisão.



Correio Braziliense



● O brasileiro vive cada vez mais. Porém, ao contrário do que se imagina, a notícia nem sempre é boa para ... quem envelhece. Atualmente, para cada 100 crianças de até 14 anos no país, há 24 idosos. em 2050, serão 172. Na série que o Correio publica de hoje a quarta-feira, a repórter Renata Mariz traça o retrato de um país que não sabe lidar com essa questão. e mostra como o descaso do estado e da sociedade, muitas vezes da própria família, transformam em um inferno a vida de quem deveria estar desfrutando da longevidade. O caso do viúvo Heleno Mendes da Silva, 88 anos, é emblemático. Ele nunca tinha pensado que um dia sairia de casa Mas denúncias de que sofria maus-tratos fizeram com que fosse parar num asilo onde afirma se sentir melhor do que na companhia dos familiares. "Pelo menos aqui zelam por mim", resigna-se.



Estado de Minas



● A rotina de um detento – Toda noite, Macarrão faz tudo sempre igual: pega o colchão e vai dormir no chão, ao lado da cama do amigo Bruno Fernandes de Souza, na única cela ocupada de um longo corredor. Detidos desde o início de julho pela acusação de sequestro, cárcere privado e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio, Bruno e Macarrão ficam juntos também nas duas horas diárias reservadas ao banho de sol dos detentos da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. É o horário em que o ex-jogador do Flamengo, de meião e caneleira, treina com o amigo. No pátio de cimento e observado pelos agentes penitenciários, ele volta a ser goleiro. O grande lance da defesa de Bruno, porém, virá nos próximos dias, quando o advogado Cláudio Dalledone Júnior tentará a liberdade temporária de seu cliente. “Ele tem plenas condições de voltar a jogar”.



● A doce vida atrás das grades:

- Cela só é trancada à noite.

- Banheiro com água quente.

- Frutas, chocolates e quitutes caseiros à vontade.

- Visita íntima de quase dois dias.

- Tevê e rádio à disposição.



● O senador Aécio Neves afirmou, durante encontro de governadores tucanos em BH, que chegou a hora de o PSDB agir com firmeza e mostrar ao país as “contradições” do governo Dilma. O principal alvo é a criação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, com status de ministério. “Essa notícia de que a presidente criará um ministério para acomodar um dirigente partidário que não foi eleito é um escárnio para com a população brasileira”, atacou.



Jornal do Commercio



● Relatório confirma que houve mensalão.



Zero Hora



● Por que o MST encolheu – Crescimento do país, alternativas de renda e decisões judiciais reduzem contingente de sem-terra acampados.



O QUE DIZEM AS PRINCIPAIS REVISTAS SEMANAIS BRASILEIRAS

Veja

□□□ A rede do terror no Brasil - VEJA teve acesso a documentos da CIA, FBI, Tesouro americano, Interpol e Polícia Federal que mostram que extremistas islâmicos usam o país como base de operações e aqui aliciam militantes. Encontramos e fotografamos cinco deles.

□□□ Khaled Hussein Ali, um dos chefes de propaganda da Al Qaeda, de Osama bin Laden: ele mora em São Paulo.



Época

□□□ EXCLUSIVO Mensalão - ÉPOCA revela todas as provas da polícia sobre o maior escândalo do governo Lula.

□□□ O dinheiro que alimentava o valerioduto saía mesmo dos cofres públicos. Marcos Valério pagou a segurança pessoal de Lula em 2002.

□□□ O cheque de R$ 247 mi que financiou a campanha do ministro Fernando Pimentel.

□□□ Os contratos secretos da empresa do banqueiro Daniel Dantas para dar R$ 50 milhões ao PT.

□□□ As novas acusações contra Romero Jucá, Vicentinho, Benedita da Silva, Pimenta da Veiga...

□□□ José Alencar - O empreendedor visionário, o político tardio e o símbolo de perseverança na luta contra o câncer.



ISTOÉ

□□□ José Alencar 1931-2011

□□□ As lições de um brasileiro - O político - O empresário - O ser humano



CartaCapital

□□□ O fantasma fardado - Militares insistem em comemorar o golpe de 1964. Vale até insubordinação.

□□□ Exclusivo: Documentos inéditos mostram aquilo que o inglês não viu.

□□□ Comissão da Verdade: O apoio civil à repressão não será ignorado, diz a ministra Maria do Rosário.

□□□ José Alencar - O vice-presidente corajoso que virou unanimidade.

□□□ Estreia - O ex-chanceler Celso Amorim, nosso novo colunista.

DICA DO DIA

Não se esqueça de que somos o reflexo daquilo que pensamos. O pensamento plasma nossa vida de amanhã. Aproveite, portanto, o momento que passa, a fim de construir um amanhã risonho. Plante em torno de você as sementes de otimismo e bondade, para que possa colher amanhã os frutos do amor e da felicidade. Se somos escravos do ontem, somos donos de nosso amanhã. (retirado da internet)



NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO

"Status de relacionamento". É uma das primeiras coisas que olhamos ao visitar o perfil de alguém nas redes sociais. Solteiro? Namorando? Casado? Casado... Com duas? Foi esse tipo de entrave que a polícia de Grand Rapids, nos Estados Unidos, teve que resolver... Eles acusaram o detento Richard Leon Barton Jr, de 34 anos, de poligamia. Por quê? O cara casou com outra mulher sem ter se divorciado da primeira! E o esquisito é que essa história toda só veio à tona por causa do Facebook. Tudo começou quando Richard Leon Barton Jr., de 34 anos, tirou da lista de amigos sua atual mulher, Adina Quarto, com quem é casado desde 2004.Ela achou isso meio estranho e foi dar uma olhada no perfil dele. Adina só não esperava ver no álbum fotos dele se casando com outra.
- Eu somei dois mais dois. Aquelas eram, definitivamente, as fotos de um casamento dele. Eu fiquei chocada. Não imaginei que ele seria tão estúpido de se casar antes de pedir o divórcio. Adina até tentou, depois da surpresa, fazer o marido preencher o divórcio. Só que o malandrão não quis. Aí o jeito foi chamar a polícia. - Não sou uma pessoa rancorosa e não estou tentando destruir a vida dele. Se ele quer começar uma nova vida, tudo bem. Mas ele se casou quando não devia, disse a esposa número um... (contaoutra.com)

CRÔNICA DE DOMINGO

Alô gente! Bom domingo! Esta crônica foi publicada no jornal O PRATIANO recentemente. Fiz referência a algumas fobias das mais esquisitas, com base em uma reportagem que li na internet. Tem muita fobia que eu nem sabia que existisse... Boa leitura!

Algumas fobias mais do que esquisitas...

O prezado leitor, por certo, sabe o que é fobia. Em todo caso, para não complicar para alguém, vamos à definição: nome genérico de várias espécies de medo mórbido, aversão a alguma coisa. Mas tem gente que tem medo de certas coisas incomuns, como de chulé, de legumes, de umbigo, etc.

Li um artigo um dia destes que faz referência a esse assunto, na revista “Mundo Estranho”. Quem sofre de bromidrofobia, por exemplo, é aquele que tem medo de exalar mau cheiro, de cecê ou de chulé, e por isso toma vários banhos por dia, e de tanta esfregação, chegam a ficar com a pele machucada.

O ator Tony Ramos e o guitarrista Slash são o maior pesadelo de quem tem caetofobia. É que eles morrem de medo de pessoas muito peludas ou com uma baita cabeleira. Em geral, os "caetofóbicos" cortam o cabelo bem curtinho ou até raspam a cabeça. Alguns chegam a contratar alguém só para lavar seu cabelo e não ter que tocar na "coisa peluda"!

E deipnofobia, sabe do que se trata? É o medo que certas pessoas têm de jantar em família ou com amigos. Para elas, basta sentar à mesa para uma singela refeição e está pronto o cenário do terror: elas aprontam o maior suador, sentem falta de ar e são tomadas por uma sensação de impotência. É que elas enxergam um jantarzinho como uma terrível ameaça, que trará à tona conflitos emocionais não resolvidos.

E o medo de olhar em espelhos? Chama-se eisoptrofobia. E, geral esse medo está ligado ao temor diante do sobrenatural. As pessoas temem ver no reflexo do espelho fantasmas e outros seres. Superstições ligadas a esse objeto (como a crença de que quebrar um espelho dá sete anos de azar) também ajudam a aumentar a paranoia.

Cuidado: nunca encoste no umbigo de quem sofre de onfalofobia, pois o indivíduo pode ter o maior ataque nervoso. Na verdade, essas pessoas também ficam nervosas só de ver um umbigo. Quando a coisa rola com mulheres grávidas, é ainda pior. É que elas têm o maior pavor de que seu umbigo cresça demais ou fique com o formato conhecido como couve-flor...

Há os que sofrem de lachanofobia. Não sabe o que é isso? É o medo de vegetais. Cenouras, amoras, abobrinhas, são tidos como vegetais "assassinos", algozes de quem tem lachanofobia. A forma incomoda, a cor não agrada, a textura causa aversão e o cheiro, náuseas. Parece brincadeira, mas é coisa séria...

Há outros medos inusitados. Mas, para encerrar, este basta, tal o seu tamanho: Hipopotomonstrosesquipedaliofobia. O próprio nome desta fobia já obriga quem sofre do distúrbio a confrontar seu medo: um temor irracional de palavras longas ou de uso pouco comum, como termos técnicos e médicos, por exemplo. Essas pessoas também evitam mencionar palavras estranhas ao vocabulário coloquial. Segundo os especialistas, essa paúra surge do medo de pronunciar a palavra de forma incorreta e, por isso, cair no ridículo...


O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Eleita na onda da popularidade de Lula, a presidente Dilma Rousseff chegará aos cem dias de governo com o desafio de resolver dois problemas da herança de seu antecessor: inflação em alta e gastos excessivos. Para isso, já descumpriu promessas de campanha, como a de não privatizar e não fazer ajuste fiscal - em fevereiro, anunciou corte de R$ 50 bi no Orçamento. Dilma mudou o estilo no Planalto, com um perfil mais técnico de administrar, mas ainda repete erros como o de lotear cargos entre aliados. Mostrou força na negociação do salário mínimo e ampliou apoios no Congresso, além de distender o clima com a oposição, como se viu nos dois encontros que já teve com o ex-presidente Fernando Henrique. Na política externa, até agora, a guinada foi ainda mais visível.

● O ex-presidente Lula abriu a LILS Palestras, Eventos e Publicações Ltda. Seu sócio é Paulo Okamotto - que, em 2006, admitiu ter pagado dívida de Lula com o PT. O capital da empresa é de R$ 100 mil, menos que o preço da palestra de Lula.

● A pousada Ilha do Breu, numa área de preservação ambiental na Baía de Paraty, com quiosques avançando pelo mar, não poderia nem existir, mas cobra R$ 810 de diária, tem restaurante e loja. Diagnóstico do Instituto Chico Mendes da Bioversidade - órgão do Ibama - mostra que abusos semelhantes acontecem em 25 das 63 ilhas que fazem parte da APA do Cabuçu, em Paraty.

Folha de S. Paulo

● A China, maior importador mundial de soja, está promovendo uma ofensiva em várias frentes e vários Estados no Brasil visando aumentar a presença na cadeia produtiva da cultura do país, informam Fabiano Maisonnave e Estelita Hass Carazzai. A estratégia será concretizada por meio de acordos de exportação com os agricultores, investimentos em indústrias e compra de terras. Levantamento da Folha mostra que empresários chineses estão em contato com cooperativas e governos de pelo menos seis Estados.

● A Polícia Federal e o TCU investigam a duplicação da rodovia BR-101. Pelo menos três lotes da obra têm indícios de fraude, pagamento de propina ou má execução, informam Flávio Ferreira e Bernardo Mello Franco. O projeto do PAC se arrasta desde 2005 e deve custar R$ 2,5 bilhões. Os seus 398 km cortam os Estados do RN, da PB e de PE. Procuradas, as construtoras negaram irregularidades ou não se pronunciaram.

O Estado de S. Paulo

● Encerrado o primeiro trimestre do mandato de Dilma Rousseff, o retrato das contas públicas contraria seu discurso na campanha. Gastos com investimentos caíram. As despesas com salários, custeio da máquina pública e da rotina do governo subiram. Com pessoal e custeio, o governo gastou R$ 10 bilhões a mais no primeiro trimestre em comparação ao mesmo período de 2010. Incluindo gastos com juros, a soma chega a R$ 13,2 bilhões. Já em investimentos, a redução foi de pouco mais de R$ 300 milhões. Os dados foram lançados no Sistema Integrado de Administração Financeira e pesquisados pela ONG Contas Abertas. O governo, entretanto, discorda: "Nós estamos cortando o custeio administrativo, não estamos cortando os investimentos", disse Dilma em março, na Bahia, em inauguração de obra do PAC.

● O assessor para assuntos internacionais do Planalto, Marco Aurélio Garcia, admitiu a Roberto Simon que o governo Dilma mudou a política externa. Segundo ele, diferentemente do presidente Lula, Dilma tem uma percepção do mundo voltada aos direitos humanos: "Ela enfatiza questões ligadas a seu passado de presa política". Garcia, porém, nega que Lula tenha tido simpatia por autocratas.

● População vai às ruas de Portugal protestar contra a crise; a inflação voltou ao radar das autoridades econômicas em todo o mundo, mesmo nos países ricos, onde há poucos meses o grande fantasma econômico era o da deflação. O petróleo é um dos vilões.

● Os desentendimentos de Roger Agnelli com o Planalto foram significativos, mas o que selou sua queda da presidência da Vale foram os interesses empresariais do Bradesco no governo, em associação com o Banco do Brasil. Depois que essa aliança foi fechada, líderes petistas passaram a chamar Agnelli de "tucano", e o executivo entrou em rota de colisão.

Correio Braziliense

● O brasileiro vive cada vez mais. Porém, ao contrário do que se imagina, a notícia nem sempre é boa para ... quem envelhece. Atualmente, para cada 100 crianças de até 14 anos no país, há 24 idosos. em 2050, serão 172. Na série que o Correio publica de hoje a quarta-feira, a repórter Renata Mariz traça o retrato de um país que não sabe lidar com essa questão. e mostra como o descaso do estado e da sociedade, muitas vezes da própria família, transformam em um inferno a vida de quem deveria estar desfrutando da longevidade. O caso do viúvo Heleno Mendes da Silva, 88 anos, é emblemático. Ele nunca tinha pensado que um dia sairia de casa Mas denúncias de que sofria maus-tratos fizeram com que fosse parar num asilo onde afirma se sentir melhor do que na companhia dos familiares. "Pelo menos aqui zelam por mim", resigna-se.

Estado de Minas

● A rotina de um detento – Toda noite, Macarrão faz tudo sempre igual: pega o colchão e vai dormir no chão, ao lado da cama do amigo Bruno Fernandes de Souza, na única cela ocupada de um longo corredor. Detidos desde o início de julho pela acusação de sequestro, cárcere privado e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio, Bruno e Macarrão ficam juntos também nas duas horas diárias reservadas ao banho de sol dos detentos da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. É o horário em que o ex-jogador do Flamengo, de meião e caneleira, treina com o amigo. No pátio de cimento e observado pelos agentes penitenciários, ele volta a ser goleiro. O grande lance da defesa de Bruno, porém, virá nos próximos dias, quando o advogado Cláudio Dalledone Júnior tentará a liberdade temporária de seu cliente. “Ele tem plenas condições de voltar a jogar”.

● A doce vida atrás das grades:
- Cela só é trancada à noite.
- Banheiro com água quente.
- Frutas, chocolates e quitutes caseiros à vontade.
- Visita íntima de quase dois dias.
- Tevê e rádio à disposição.

● O senador Aécio Neves afirmou, durante encontro de governadores tucanos em BH, que chegou a hora de o PSDB agir com firmeza e mostrar ao país as “contradições” do governo Dilma. O principal alvo é a criação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, com status de ministério. “Essa notícia de que a presidente criará um ministério para acomodar um dirigente partidário que não foi eleito é um escárnio para com a população brasileira”, atacou.

Jornal do Commercio

● Relatório confirma que houve mensalão.

Zero Hora

● Por que o MST encolheu – Crescimento do país, alternativas de renda e decisões judiciais reduzem contingente de sem-terra acampados.

O QUE DIZEM AS PRINCIPAIS REVISTAS SEMANAIS BRASILEIRAS

Veja

□□□ A rede do terror no Brasil - VEJA teve acesso a documentos da CIA, FBI, Tesouro americano, Interpol e Polícia Federal que mostram que extremistas islâmicos usam o país como base de operações e aqui aliciam militantes. Encontramos e fotografamos cinco deles.
□□□ Khaled Hussein Ali, um dos chefes de propaganda da Al Qaeda, de Osama bin Laden: ele mora em São Paulo.

Época

□□□ EXCLUSIVO Mensalão - ÉPOCA revela todas as provas da polícia sobre o maior escândalo do governo Lula.

□□□ O dinheiro que alimentava o valerioduto saía mesmo dos cofres públicos. Marcos Valério pagou a segurança pessoal de Lula em 2002.
□□□ O cheque de R$ 247 mi que financiou a campanha do ministro Fernando Pimentel.
□□□ Os contratos secretos da empresa do banqueiro Daniel Dantas para dar R$ 50 milhões ao PT.
□□□ As novas acusações contra Romero Jucá, Vicentinho, Benedita da Silva, Pimenta da Veiga...□□□ José Alencar - O empreendedor visionário, o político tardio e o símbolo de perseverança na luta contra o câncer.

ISTOÉ

□□□ José Alencar 1931-2011

□□□ As lições de um brasileiro - O político - O empresário - O ser humano

CartaCapital

□□□ O fantasma fardado - Militares insistem em comemorar o golpe de 1964. Vale até insubordinação.
□□□ Exclusivo: Documentos inéditos mostram aquilo que o inglês não viu.
□□□ Comissão da Verdade: O apoio civil à repressão não será ignorado, diz a ministra Maria do Rosário.□□□ José Alencar - O vice-presidente corajoso que virou unanimidade.□□□ Estreia - O ex-chanceler Celso Amorim, nosso novo colunista.