sábado, 7 de maio de 2011

DESTAQUES DOS JORNAIS LOCAIS DESTA SEMANA

Jornal O DEBATE, de São Manuel, edição de 06 de maio de 2011

□□□ Milton Monti anuncia mais uma verba para hospital de São Manuel – Prefeitura foi informada por ofício a indicação da verba e orientada a tomar providências até o dia 30 deste mês, para garantir os recursos junto ao Ministério da Saúde.
□□□ 55º Congresso Estadual de Municípios, um congresso de resultados.
□□□ Dia das Mães: jornal publica mensagem na primeira página cumprimentando as mães pela passagem de seu dia.
□□□ Segurança Pública: capitão PM Aleksander concedeu entrevista ao programa Sociais da Rádio Clube AM.
□□□ Vereador Paulo Zapparoli quer audiências públicas para Diretorias Municipais.
□□□ Vereadores Cicarelli e João Paulo visitam Diretoria Regional de Ensino: projetam instalação da Câmara Mirim em nossa cidade.
□□□ Drª. Michela, delegada de Polícia da DDM, concede entrevista ao programa Sociais da Rádio Clube AM, falando sobre o Dia Nacional da Mulher.
□□□ Fundo Social do Município abre inscrições para Campanha do Agasalho.
□□□ “O Estrangeiro”, com Guilherme Leme (de Insensato Coração), e direção de Vera Holtz, será apresentada no Cine Teatro.
□□□ Areiópolis comemora aniversário com shows.
□□□ Equipe de futebol feminino de São Manuel, o América F. C. joga hoje às 10 horas contra o Marília, no Estádio Municipal da Rua XV. A partida será transmitida pela Rede Vida de Televisão para todo o Brasil.
□□□ Opinião: A coluna refere-se à importância da CND hoje em dia.
□□□ Ponto de Vista: Edgard Felipe, que começou na Rádio Clube de São Manuel, é o mais popular narrador esportivo do Paraná. Ele conta um pouco de sua história nesta entrevista.
□□□ Os pioneiros – Nesta edição o jornalista Miguel Roberto Nítolo conta a história da Família Solano.
□□□ COLUNAS: Esporte (Osmar Corrêa), Bloco de Notas (coluna deste blogueiro), Direito em Debate (drª. Edilaine Rodrigues de Góis Tedeschi), Casual (Letícia Castaldi), Motivação (Bene Bassetto), Cornetando (Sandro Dálio).
□□□ Flash – as personalidades da cena de nossa região.
□□□ Badalação – moças e rapazes da cidade em fotos coloridas.
□□□ Classificados – os melhores classificados da cidade.

Jornal O PRATIANO, de Pratânia, não está circulando neste final de semana
DICA DO DIA
A reação natural à hostilidade é. . . hostilidade. Ainda assim, muito da hostilidade que encontramos se deve à ignorância e à incompreensão. Com frequência, quando as partes desenvolvem um melhor entendimento uma da outra, a causa da ira desaparece.
Na próxima vez que você encontrar hostilidade, tome o tempo necessário para explicar-se, clara e pacientemente, com sinceridade, sem amargura ou sarcasmo. Coloque-se no lugar da outra pessoa e esforce-se para entender sua perspectiva.
O modo como você reage à hostilidade depende de você. Você pode seguir com a luta até o ponto em que ninguém ganha. Ou você pode tentar a compreensão. A compreensão serve para esfriar a ira. Pode revelar bases comuns para o entendimento e a cooperação.
Sim, existem pessoas que preferem a ira, não importa o que aconteça. Mas existem muitas outras que desejam simplesmente sentir-se compreendidas.
(Autor Anônimo)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
O inspetor de um colégio em Viña del Mar (Chile) decidiu adotar uma medida extrema para manter a ordem na escola Cardenal Raúl Silva Henríquez: amarrou um aluno de 9 anos, que ficou preso ao inspetor por uma corda, para que o menino ficasse quieto, de acordo com o site do jornal "El Mercúrio".
A mãe do menor, Katherine Damiano, disse reconhecer que o filho é inquieto e que gosta de conversar. Mas, acrescentou, nada justifica o comportamento do inspetor, identificado como J.C., que acabou denunciado por Katherine.
O inspetor está sendo investigado e, por enquanto, a "pena" aplicada foi singela: ele não pode se aproximar da criança. Katherine exige que o funcionário seja destituído...
Não seria melhor expulsar o aluno?... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Pela primeira vez desde julho de 2005, a inflação oficial, medida pelo IPCA, estourou o teto fixado pelo governo. O centro da meta é de 4,5%, com tolerância de dois pontos para baixo ou para cima. Ou seja, 6,5%. Com os 0,77% registrados em abril, a inflação acumulou 6,51 % nos últimos 12 meses. Na realidade, o custo de vida até desacelerou um pouco no mês passado em comparação com março, quando tinha ficado em 0,79%. O grande vilão continua sendo o combustível. As maiores altas foram de etanol e gasolina em abril. Agora, a grande dúvida dos analistas é se, nos próximos meses, a inflação, dará trégua para fechar o ano nos 6,5%. O ministro Guido Mantega disse que o pior já passou.

● Barack Obama cumprimentou soldados em Fort Campbell, onde teve o quarto encontro com forças policiais e militares desde a morte de Bin Laden, reconhecida ontem pela Al-Qaeda. "Cortamos a cabeça da A1-Qaeda", disse o presidente. Numa solenidade privada, agradeceu aos Navy Seals que mataram o terrorista. Os EUA se apressam em analisar o material apreendido na casa onde Bin Laden foi morto.

● Mais de R$ 214 milhões doados às campanhas eleitorais no ano passado estão acima do limite legal e serão investigados. O TSE identificou 15.921 pessoas físicas e 3.996 pessoas jurídicas que, aparentemente, excederam os limites da lei.

Folha de S. Paulo

● Pela primeira vez desde 2005, o índice oficial de inflação ultrapassou a meta fixada pelo governo Dilma para o período de 12 meses. O IPCA ficou em 6,51% em abril, segundo o IBGE. A meta do Banco Central é de 4,5% para 2011, com uma tolerância de até 6,5%.

● Armas foram incineradas em Volta Redonda (RJ) no primeiro dia da 3ª campanha de desarmamento nacional. Verba permite recolher no máximo 100 mil unidades, menos de 25% do resultado da 1ª edição.

● O dia seguinte à decisão que garantiu a união estável gay foi de autocríticas no Legislativo. "O STF fez o que o Congresso se recusou a fazer. Mais uma vez, foi atropelado, ficou para trás", disse o líder do DEM, senador Demóstenes Torres (GO). Nos últimos 16 anos, foram apresentados mais de 20 projetos sobre gays; nenhum foi votado. Para o líder do PT na Câmara, Paulo Teixeira (SP), o Congresso "dormiu no ponto" sobre um assunto de interesse nacional.

● A rede terrorista AI Qaeda confirmou a morte de Osama bin Laden cinco dias depois do anúncio do presidente Barack Obama e prometeu novos ataques contra os EUA e seus aliados. Pela internet, o grupo divulgou texto em que afirma que o sangue de Bin Laden "não foi vertido em vão".

O Estado de S. Paulo

● O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,77% em abril. No acumulado de 12 meses, o índice chegou a 6,51%, acima do teto da meta do governo de 6,5%. Os combustíveis, que tem os preços vigiados pelo governo, puxaram a alta - no ano passado, os vilões haviam sido os alimentos. Além disso, pesam no índice os reajustes de transporte público, energia elétrica e água, informou o IBGE. O Banco Central diz, porém, que a inflação vai baixar nos próximos meses e que a meta só vale para o período de janeiro a dezembro e não leva em conta variações além da primeira casa decimal depois da vírgula - ou seja, a inflação ainda estaria dentro da meta. Além disso, o índice surpreendeu o mercado ao desacelerar levemente em abril, após subir 0,79% em março. A notícia animou os analistas, que previam uma inflação maior. As taxas de juros caíram ontem no mercado futuro.

● Os direitos garantidos aos homossexuais pelo Supremo Tribunal Federal anteontem se tornaram intocáveis pelo Congresso. Pelos termos da decisão do Supremo, uma lei que eventualmente seja aprovada para impedir a adoção de crianças por casais do mesmo sexo, por exemplo, será considerada inconstitucional, conforme ministros do STF consultados pelo Estado.

● Autoridades do Paquistão deram ultimato para que estrangeiros deixem Abbottabad, a cidade onde estava Bin Laden, informa Adriana Carranca, enviada especial. Militares impediram o trabalho da imprensa.

● Presidente do PMDB, o senador Valdir Raupp (RO) diz ao Estado que a sigla pode entrar na disputa com Dilma Rousseff e prepara os nomes de Michel Temer e Sérgio Cabral (para 2014).

Correio Braziliense

● O assassinato de 12 crianças numa escola do Rio de Janeiro deflagrou uma onda de indignação no Congresso contra o comércio de armas. Até mesmo a realização de um plebiscito voltou a ser discutida. Hoje, o tema parece morto entre os parlamentares. De prático, no país, só a antecipação da campanha do desarmamento, que teve início ontem.

Estado de Minas

● A BR-381, entre BH e a divisa com o Espírito Santo, conhecida como Rodovia da Morte, teve 116 acidentes com perda de vidas em 2010, número mais alto do país. Em todo o percurso mineiro da 381, foram 334 mortes, um quarto do total (1.344) registrado no estado no ano passado. No trecho da BR-040 em Minas, terceiro mais violento do Brasil, morreram 217 pessoas. As duas estradas juntas responderam por 41% das vítimas nas BRs no estado.

Jornal do Commercio

● Alagamentos até com sol - Apesar do dia bonito, ribeirinhos seguiram ilhados e trânsito parou em trechos inundados. No interior, cenário é desolador.

Zero Hora

● Gasolina e carne fazem inflação romper teto de 6,5% em 12 meses. IPCA acumula 6,51%, e o ministro da Fazenda reconhece os preços altos, mas afirma que os índices a partir de agora vão mudar “para baixo”.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

DICA DO DIA
Não se deixe arrastar pela vaidade. Aprenda a conhecer-se. Não se julgue indispensável. Quando vier a tentação de julgar-se insubstituível, lembre-se de uma verdade irrefutável: só Deus é indispensável. Não se envaideça! Deus, que é grande, não assinou nenhuma de suas obras... Não se esqueça: quem se exalta será humilhado, mas quem se humilha será exaltado. (retirado da internet)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
A arara Jasper, de 11 anos, vem causando constrangimento aos visitantes do zoológico de Devon (Inglaterra). A ave costuma falar palavrões para os que se aproximam da sua gaiola. Preocupados com o comportamento de Jasper, tratadores do zoo estão treinando a arara para que ela pareça "educada" diante das pessoas que visitam o local, principalmente as crianças.
"Jasper é disparado o animal mais barulhento que temos aqui e você pode ouvi-lo de qualquer lugar do zoo. Seus palavrões ecoam", comentou à agência SWNS Tim Steward, porta-voz do zoológico.
Entre os palavrões repetidos por Jasper estão "bugger off" (aquela versão suja para "dane-se") e "wanker" (algo mais forte que "babaca")
Algumas pessoas se queixaram formalmente à administração. Para evitar mais problemas, os tratadores estão tentando incrementar o vocabulário de Jasper com palavras mais agradáveis.
(contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● O Supremo Tribunal Federal se antecipou ao Congresso e, numa decisão unânime e histórica, reconheceu legalmente as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo. A partir de hoje, casais gays terão os mesmos direitos de heterossexuais previstos no Código Civil. O STF não especificou os direitos, mas, por analogia, os gays poderão, por exemplo, receber pensão em caso de morte do companheiro, partilhar bens e herança, além de fazer declaração conjunta de IR. Comunidades gays comemoraram e disseram que, agora, a luta será pela aprovação da criminalização da homofobia.

● Após dois anos de buscas, foi retirado ontem do fundo do mar, a 3.900 metros de profundidade, o primeiro corpo encontrado em meio aos destroços do Airbus da Air France. O acidente matou 228 pessoas e, até então, apenas 51 corpos tinham sido encontrados, na superfície.

● A Vale lucrou R$ 11,3 bi no primeiro trimestre do ano, o último resultado da Era Roger Agnelli. O número foi 292% maior do que o de 2010 e surpreendeu o mercado.

● Quatro dias após anunciar a morte de Bin Laden, o presidente Obama foi ontem ao Marco Zero, em Nova York, homenagear as vítimas do 11 de Setembro. Três dias depois do maior atentado terrorista da História, no mesmo local, o então presidente republicano George W. Bush prometera o que seu sucessor democrata finalmente conseguiu. "Quando dizemos que nunca vamos esquecer, estamos falando sério", disse Obama.

Folha de S. Paulo

● Brasil aprova união estável gay. Em julgamento histórico, STF decide que casais homossexuais também formam uma família, com iguais direitos e deveres.

● O governo dos EUA informou que a rede Al Qaeda discutia a realização de atentados contra o sistema ferroviário do país no próximo dia 11 de setembro, quando se completam dez anos dos ataques as Torres Gêmeas, em Nova York. A informação estava em material apreendido no local onde Osama bin Laden se escondia, no Paquistão.

● Os serviços secretos paquistaneses identificaram planos dos EUA para aumentar a presença americana no Afeganistão, criando novas bases em Mazar-e-Sharif, Candahar e Cunduz, informa Igor Gielow. Isso significa um anel de projeção de poder no país e uma presença significativa perto das fronteiras da rival emergente China e da antiga vilã Rússia.

● O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, incentivou os brasileiros a adiar compras e aproveitar o juro alto para fazer aplicações financeiras. Ele refutou usar o real forte no combate à inflação, importando bens a preços baixos.

O Estado de S. Paulo

● O mercado global ensaia correção de rota após a divulgação, nas últimas semanas, de vários indicadores que mostram que a economia dos países desenvolvidos ainda não ostenta o vigor que muitos imaginavam. Ontem, essa percepção se refletiu em forte queda nos preços das commodities. O petróleo perdeu quase 9% no mercado nova-iorquino, maior, queda diária desde abril de 2009. Café, milho, algodão, trigo e soja também declinaram. No Brasil, esse movimento fez o dólar subir quase 1% ante o real, para R$ 1,626. A moeda americana acumula valorização de 3,3% ante a brasileira em maio. O Ibovespa perdeu 0,33% ontem (e 4,12% no mês).

● Especialistas apresentaram várias explicações para a queda das commodities, inclusive os modestos dados sobre o desemprego nos EUA e a valorização do dólar - o que tende a tornar as commodities denominadas em dólar mais baratas para quem tem essa moeda e mais caras para os detentores de outras.

● Supremo reconhece união estável entre homossexuais.

● Equipes francesas resgataram ontem o corpo de um dos passageiros do voo 447 (Rio-Paris), que afundou no Atlântico em 31 de maio de 2009. O cadáver estava junto dos destroços do avião, imerso a uma profundidade de 3,9 mil metros e ainda preso ao assento da aeronave. Os restos mortais serão levados para a França, onde vão ser realizados exames de DNA. Vários corpos já foram localizados no fundo do mar, mas a polícia francesa diz que há "forte incerteza" quanto a capacidade técnica de resgate.

Correio Braziliense

● STF legitima direitos dos casais gays.

● Diante do atraso na ampliação dos terminais — algumas obras nem sequer saíram do papel —, o governo admite que módulos provisórios serão construídos para atender os passageiros no Mundial. Os aeroportos que serão privatizados, como o de Brasília, também não devem escapar do improviso.

Valor Econômico

● A valorização do câmbio e o aumento de custos derrubaram a rentabilidade das exportações da grande maioria dos setores da economia no primeiro trimestre deste ano. De janeiro a março, o rendimento caiu em 19 de 24 segmentos acompanhados pela Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior (Funcex), a despeito de todos terem conseguido reajustar seus preços no exterior.

Estado de Minas

● Para Ouro Preto sem escalas – Prefeitura anuncia edital de aeroporto e amplia o mercado de aviação regional em Minas. Será lançada na próxima semana a concorrência pública para a construção do terminal, num terreno de 930 mil metros quadrados, já desapropriado, entre os distritos de Glaura e Cachoeira do Campo. A previsão é de que as obras durem um ano e consumam R$ 28 milhões, dos quais R$ 1,075 milhão já foi liberado pelo Ministério do Turismo. O restante será negociado com os governos estadual e federal.

Jornal do Commercio

● Dia de sol que seria de recomeço virou caos graças à boataria sobre catástrofe a caminho do Recife. Eduardo Campos pediu tranquilidade e garantiu poder alertar para riscos reais com 12 horas de antecedência.

Zero Hora

● Por decisão unânime, ministros do STF dão status de família a casais do mesmo sexo que mantenham relacionamento público, contínuo e duradouro.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

DICA DO DIA
Cada pensamento seu constrói seu caráter. Da mesma forma que os tijolos são colocados um em cima do outro para construir uma casa, assim são seus pensamentos a cada momento. A pessoa que você se torna, as coisas que você conquista, a alegria e a realização que você sente, tudo isso depende dos pensamentos que você usa para construir a sua vida.
Você pode usar cada pensamento e cada momento para tornar-se mais forte. Nenhuma conquista de real valor surge do nada. Precisa ser construída. Você tem o poder de construir a vida que realmente deseja. E esse poder surge em momentos que você vive, nas escolhas que você faz, nas atitudes que você toma.
Neste exato momento, você está construindo sua vida. Neste exato momento, você está fazendo a diferença no rumo que a sua vida tomará. Este é um momento especial que pode mudar seu futuro. Você está aproveitando este momento ao máximo?
(Autor Anônimo)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Na China, aeromoças de diversas companhias aéreas estão participando de aulas de kung fu Wung Chu, para aprenderem a se defender de passageiros "assanhados". Segundo o Orange News, chefes das empresas aéreas garantem que as comissárias precisam lidar com cerca de três casos por semana em que clientes bêbados tentam apalpá-las durante os voos.
O objetivo é aumentar a segurança das funcionárias e de outros passageiros. A técnica Wung Chu de kung fu permite que se imobilize e neutralize um agressor em poucos segundos, com movimentos precisos.
Segundo o instrutor Sifu Lu Heng, o Wung Chu é ideal para esse tipo de situação pois é uma arte marcial que funciona melhor em espaços pequenos, como em um avião. É melhor pensar duas vezes antes de beber demais e tentar dar uma de engraçadinho para cima das aeromoças chinesas...

(contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● O presidente Barack Obama, contrariando o desejo de 56% dos americanos expresso numa pesquisa da rede CNN, decidiu ontem que as fotos de Osama bin Laden morto não serão divulgadas por motivo de segurança nacional. O presidente disse temer que a exibição das imagens, classificadas de "horrendas" e "potencialmente incendiárias" pelo governo, inflame ainda mais a violência no Oriente Médio. Os exames de DNA do corpo do líder da al-Qaeda também não foram exibidos. "Bin Laden não é um troféu", justificou Obama.

● Políticos americanos criticaram a decisão do presidente, classificando-a como um erro que alimenta dúvidas sobre a eliminação do líder terrorista. Fotos de homens mortos na invasão da casa de Bin Laden, no entanto, foram divulgadas por autoridades paquistanesas, segundo a Reuters. A CIA admitiu que pistas que levaram ao terrorista foram obtidas por meio de tortura de presos em Guantánamo.

● Jornalistas e especialistas opinam sobre a conveniência de divulgar ou não as fotos. Para Roberto Romano, professor de Ética e Filosofia da Unicamp, se Bin Laden foi morto, bastaria mostrar o DNA. Para Celso Schroder, presidente da Federação Nacional dos Jornalistas, há um interesse público que exige a divulgação das imagens.

● Apesar da posição contrária da CNBB, o STF deve reconhecer definitivamente, hoje, a união entre pessoas do mesmo sexo. Ontem, o relator, ministro Ayres Britto, deu o primeiro voto a favor dos homossexuais, e deverá ser seguido pela maioria. Os casais gays passarão a ter os mesmos direitos dos heterossexuais, como partilha de bens, pensão e herança.

Folha de S. Paulo

● Em todo o país, 8.516 pessoas morreram nas estradas federais em 2010, recorde pelo segundo ano consecutivo e 15,5% mais que 2009. Esse crescimento é quase o dobro do aumento no fluxo de veículos nas rodovias, informam José Ernesto Credendio e Dimmi Amora. Estatísticas do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes revelam que as ocorrências ficaram mais violentas. Para cada 10 mil acidentes, houve 471 mortes no ano passado. Em 2009, foram 464. Minas Gerais, com maior malha federal, lidera em vítimas.

● O presidente Barack Obama decidiu que não serão divulgadas fotos do corpo de Osama bin Laden, morto no domingo, no Paquistão. A avaliação da Casa Branca é que a difusão de imagens pode suscitar revolta.

● O Conselho Nacional de Educação aprovou novas diretrizes para o ensino médio que incentivam as escolas a decidir a carga horária das disciplinas obrigatórias. Nos cursos noturnos, 20% das aulas poderão ser à distância. As medidas precisam ser aprovadas pelo Ministério da Educação para entrar em vigor.

● Com a meta de aliviar a dor crônica, o Hospital das Clínicas da USP em São Paulo testa um aparelho que, colocado na cabeça, gera estímulo magnético e libera analgésicos produzidos pelo próprio corpo.

O Estado de S. Paulo

● Obama decide não divulgar fotos do corpo de Bin Laden. 'Não exibimos troféus', diz o presidente, que invocou 'segurança nacional' para arquivar as imagens.

● O diretor da CIA e futuro secretário da Defesa dos EUA, Leon Panetta, admitiu que "algumas informações valiosas" sobre Bin Laden foram obtidas por meio de "métodos reforçados de interrogatório" (ou seja, tortura).

● O Conselho Nacional de Educação aprovou as novas diretrizes do ensino médio, que agora precisam ser homologadas pelo Ministério da Educação. Elas visam a dar mais autonomia às escolas na definição da grade curricular. Uma escola de uma região industrial, por exemplo, poderia enfocar a área de tecnologia, abrindo mais espaço às disciplinas de física e química. Outra medida permite que os estudantes de ensino médio noturno tenham mais tempo para concluir os estudos.

● A expectativa de reforma no Código Florestal foi acompanhada pelo aumento do desmatamento na Amazônia, sobretudo em Mato Grosso e no Pará. Para autoridades, trata-se de uma tentativa de criar novas áreas de ocupação consolidada na Amazônia.

● Depois de ter adotado diversas medidas para tentar segurar a alta do real, o governo decidiu não fazer mais intervenções ousadas e vai aproveitar o dólar baixo para importar produtos que complementem o consumo interno e ajudem a conter a inflação. O ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento) disse na segunda-feira que o "câmbio vai continuar no atual patamar este ano" e “os exportadores vão ter que conviver com isso".

Correio Braziliense

● Os Estados Unidos devem ou não divulgar imagens que provem a morte de Osama bin Laden? A questão divide o mundo. Nos EUA, já virou até guerra política. O presidente Barack Obama firmou posição no debate. “Bin Laden não é um troféu”, argumentou. “Dada a natureza violenta da foto, criaria um risco para a segurança nacional.” Cotada para enfrentar o democrata nas próximas eleições, a republicana Sarah Palin discorda. “Mostre a foto como aviso àqueles que buscam a destruição da América”, cobrou. “Faz parte da missão.”

● Mas especialistas em terrorismo, como o afegão Abdulhadi Hairan e o sueco Magnus Ranstorp, concordam que aumentam os riscos de retaliação caso as fotos sejam divulgadas. “Se as pessoas querem confirmar que Bin Laden está morto, podem fazê-lo por meio de sua mulher e de seus filhos”, disse Hairan. Ontem, começaram a circular as primeiras imagens de supostos terroristas mortos durante a caçada a Osama. São, de fato, chocantes. O Correio decidiu não publicar na primeira página.

Valor Econômico

● Discretamente, a presidente Dilma Rousseff corrigiu os rumos da política econômica. Nos primeiros três meses de sua gestão, elegeu o combate à inflação como prioritário, mas declarou guerra também à apreciação do real frente ao dólar. Aprovou o aumento do superávit primário das contas públicas, mas desde que não afetasse os investimentos públicos em infraestrutura. Para a campanha contra a inflação, a presidente estabeleceu um limite: o Ministério da Fazenda e o Banco Central (BC) deveriam adotar medidas para derrubar os preços, mas sem sacrificar crescimento do PIB de 4,5% a 5% em 2011.

Estado de Minas

● Na véspera de nova campanha nacional de desarmamento, que o Ministério da Justiça lança amanhã, os números mostram que Minas está cada vez mais armada. Desde 2005, ano do referendo, 42.858 pistolas e revólveres foram vendidos legalmente no estado. Em média, são comercializadas 23 armas por dia, ou praticamente uma a cada hora. Em cinco anos, a venda desses equipamentos cresceu 45,8%. No Brasil, o aumento foi de 81,2%, passando de 68.086 armas de fogo negociadas em 2005 para 123.338 no ano passado.

Jornal do Commercio

● Balanço oficial, ontem à noite, apontava 74,8 mil pessoas afetadas pela chuva no Estado. Possibilidade de precipitação mais forte na madrugada de hoje deixou governo e prefeituras do Grande Recife em alerta para remover ribeirinhos.

Zero Hora

● Pacote que mexe no bolso dos gaúchos vai a teste no Conselhão. Piratini confirma inspeção veicular e aumento da previdência e anuncia fundo para aposentadorias. Regras mudam para futuros servidores.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

DICA DO DIA
Cada um recebe de acordo com o que dá. Se você der ódios e indiferenças, há de recebê-los de volta. Mas se der atenção e carinho, há de ver-se cercado de afeto e amor. Ninguém se aproxima do espinheiro, por causa dos espinhos, nem do lodo, porque suja. Mas todos apreciam permanecer perto das flores, que espalham beleza e perfume. Cada um recebe de acordo com o que dá.
(recolhido na internet)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
É grosso? É grande? É torto? Essas são as maiores preocupações em uma competição realizada na Alemanha, que procura por novos talentos.
Um dos organizadores do Campeonato Mundial de Nariz Grande explicou ao site Orange como tudo acontece e ressaltou a necessidade de achar novos narigudos.
- Nós julgamos altura e largura, e nós não queremos ver apenas os mesmos rostos. Devem existir pessoas por aí que tenham narizes enormes, então queremos trazer esses novos talentos para a competição.
O atual campeão, Josef Dewold, tem 12 cm de “nareba”. Já Margot Sikora, a mulher com o maior nariz, tem cerca de 10 cm. Como se observa, são bem narigudos... (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Dois dias depois de assassinar Osama bin Laden, numa operação militar no Paquistão, e se livrar do corpo no Mar Arábico, o governo dos EUA se viu ontem sob crescente pressão para divulgar fotos do cadáver. Parlamentares e parentes de vítimas dos atentados do 11 de Setembro pediram que a Casa Branca libere as imagens para por fim às controvérsias. A alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Navy Pillay, cobrou mais detalhes sobre a operação, ressaltando em comunicado que "todos os atos contra o terrorismo devem respeitar o direito internacional".

● O governo americano disse estar estudando se vai divulgar as fotos, que alegou serem "horrendas" e "potencialmente incendiárias", pois mostrariam Bin Laden desfigurado. Ontem, o Paquistão negou ter dado permissão para a ação militar americana. Especialistas ouvidos pelo GLOBO discutiram os pontos polêmicos da Operação Geronimo, como a invasão do território paquistanês, a morte do terrorista desarmado - fato admitido ontem pela Casa Branca e que configuraria uma execução - e o lançamento do corpo ao mar.

● Os vizinhos da mansão-fortaleza de Bin Laden em Abbottabad tinham curiosidade sobre os reclusos moradores do casarão, mas não imaginavam que ali dentro se escondia o terrorista mais procurado do mundo. Os supostos proprietários justificavam os muros altos e o arame farpado alegando ter muitos inimigos. E às crianças das redondezas não era permitido entrar para pegar bolas que caiam no quintal. Em vez disso, eram ressarcidas em dinheiro.

● O Ministério do Desenvolvimento Social informou que o Brasil tem 16,2 milhões de miseráveis (8,5% da população). São pessoas obrigadas a sobreviver com renda familiar per capita de até R$ 70 por mês. O número de miseráveis, obtido a partir da versão preliminar do Censo de 2010, surpreendeu por ser bem maior que o estimado até hoje, com base na Pnad: 10 milhões de pessoas (5% da população). Com isso, ficará ainda mais difícil para a presidente Dilma Rousseff cumprir a promessa de erradicar a pobreza extrema em quatro anos. Ela lançará o Plano Brasil sem Miséria.

● Para barrar o plano da presidente Dilma de eleger Humberto Costa presidente do PT, o deputado cassado José Dirceu ameaçou se candidatar.

Folha de S. Paulo

● O governo dos EUA mudou sua versão sobre a morte de Osama bin Laden, mentor do 11 de Setembro, dizendo que ele estava desarmado na ação no Paquistão e que não usou mulheres como escudo humano. Os primeiros relates diziam que o terrorista havia sido baleado depois de atirar contra agentes norte-americanos. Sem dar detalhes, a Casa Branca reafirmou, porém, que Bin Laden "ofereceu resistência".

● Dúvidas do caso:
A ordem era tentar prender ou matar Bin Laden?
Como ele "resistiu" à ação?
Qual foi o papel do Paquistão?
A casa ficava a 4km de academia militar: em 5 anos, nunca foi investigada?

● O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, símbolo do serviço de saúde gratuito e universal, vai quadruplicar os atendimentos prestados a convênios; 12% deles serão realizados para planos privados, relata Laura Capriglione. Segundo a superintendência do HC, o dinheiro dos planos será usado para financiar melhorias no atendimento gratuito do HC.

● O Brasil terá, em dois anos, o primeiro laboratório público para a análise química de cigarros da América Latina. Só há cinco do tipo no mundo. O objetivo será checar se as informações fornecidas pelos fabricantes são verídicas.

O Estado de S. Paulo

● O governo Dilma definiu como alvo do plano "Brasil sem Miséria", que pretende erradicar a pobreza extrema no País, os que tem renda mensal de até R$ 70 por pessoa da família. Nessa condição, contam-se hoje 16,3 milhões de brasileiros, ou 8,5% da população, segundo cálculos preliminares feitos com base no recém-lançado Censo de 2010. A pobreza extrema não se limita a insuficiência de renda. Perfil apresentado pelo IBGE mostra que os miseráveis brasileiros, em 7% do total de domicílios, tem menos acesso a energia elétrica, água e condições sanitárias. Entre os extremamente pobres, o índice de analfabetismo chega a 22% nas cidades e a 30,3% nas zonas rurais. Com base nessas informações, o governo vai estabeleceras medidas contra a miséria, que serão anunciadas neste mês pela presidente Dilma Rousseff. Discutido em sigilo, o plano deve reciclar programas já existentes, como o água para todos.

● O governo americano retificou parte nas informações que deu sobre o ataque que resultou na morte do terrorista Osama bin Laden no Paquistão, domingo. Ele não estava armado, embora, na versão da Casa Branca, tenha “resistido". Uma de suas mulheres, presente no cômodo, teria avançado sobre um soldado americano e tomado um tiro no joelho. Não foi mencionado o uso de escudos humanos. Segundo o governo, não houve ordem para a execução do terrorista.

● EUA, Grã-Bretanha e França cobraram explicações do Paquistão sobre o fato de que Osama bin Laden vivia num grande centro urbano do país nos últimos anos.

● O Itamaraty informou que os passaportes diplomáticos concedidos a quatro filhos e três netas do ex-presidente Lula nos últimos dias de governo do petista não foram devolvidos. O Ministério Público Federal deverá recorrer à Justiça para tentar obrigá-los a devolver os documentos. Há cerca de um mês, procuradores analisaram o caso e concluíram que a concessão dos passaportes, que garantem tratamento privilegiado, foi irregular.

● Resgatada segunda caixa-preta do 447. Aparelho tem os registros das duas últimas horas de diálogos da tripulação, além de ruídos e alarmes do voo Rio-Paris. Resgate de corpos ainda está indefinido.

Correio Braziliense

● Prédio onde se escondia Osama bin Laden, o homem mais procurado do planeta, atrai curiosos e suscita questões que intrigam o mundo. O Paquistão protegia o terrorista ou ajudava a CIA a procurá-lo? Por que Obama não avisou o aliado sobre a caçada? Temia que o extremista fosse alertado? O certo é que as relações entre os dois países estão abaladas. E o governo de Islamabad corre o risco de perder a ajuda bilionária que recebe dos EUA pela suposta cooperação no combate ao terror. A ONU cobra dos norte-americanos informações detalhadas sobre a morte de Osama.

Valor Econômico

● Dois focos de pressão sobre os custos das companhias preocupam os principais dirigentes de empresas do país, conforme manifestaram ontem durante a cerimônia de entrega do prêmio Executivo de Valor. Para eles, as maiores dificuldades enfrentadas hoje por seus grupos são os aumentos das matérias-primas e a falta de mão de obra qualificada. Em alguns já é clara a desaceleração da atividade, mas de qualquer maneira, o Brasil deverá crescer cerca de 4% este ano.

Estado de Minas

● Sobre o Paquistão: Estados Unidos e aliados europeus cobram explicações sobre como Bin Laden pôde viver anos em área urbana, próximo a uma base militar. A dúvida é sobre o tamanho da rede de proteção que o terrorista tinha no país. O chefe da CIA afirmou que o governo paquistanês não foi informado da operação por medo de vazamento. Congressistas americanos exigem revisão do repasse de bilhões de dólares em ajuda ao Paquistão.

● E sobre os EUA: A expectativa do mundo inteiro em torno da divulgação de fotografias de Bin Laden morto foi objeto de debates na Casa Branca. O receio é de que as imagens possam provocar mais revolta e ódio aos EUA entre os muçulmanos. Também causam constrangimento as versões desencontradas sobre a operação dadas por autoridades do governo. O medo de uma vingança da Al-Qaeda mantém o estado de alerta para norte-americanos em todo o planeta.

Jornal do Commercio

● Feirão da Caixa garantirá até 100% de imóveis.

Zero Hora

● Dia decisivo: As últimas pressões pelo Código Florestal - Com Palocci, governo age para garantir que seja votado hoje o novo texto da controversa legislação.

terça-feira, 3 de maio de 2011

DICA DO DIA
Mantenha seu equilíbrio
O equilíbrio depende da serenidade da mente.
Jamais se aborreça nem se exalte.
Não ligue importância às coisas passageiras que lhe vêm de fora.
Não se impressione com o que os outros dizem.
Siga a conduta ditada por sua consciência, e não perca seu equilíbrio.
Caminhe para frente, alegre e certo de que há de vencer, por maiores que sejam as dificuldades do caminho.
(Carlos Torres Pastorino)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Após realizar uma cirurgia na boca há um ano e meio, a norte-americana Karen Butler disse que acordou da anestesia com um forte sotaque estrangeiro. A mulher contou que nunca mais falou como uma nativa do estado do Oregon (EUA). Para a maioria das pessoas, seu sotaque soa como britânico. De acordo com a reportagem, Karen sofre de um problema conhecido como síndrome de sotaque estrangeiro, um distúrbio raro em que o paciente tem sua fala afetada. Conforme a "KATU", apenas 60 casos desse tipo foram documentados em todo o mundo desde 1900. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Numa decisão que levantou questionamentos ao redor do mundo, os EUA jogaram no mar o corpo do terrorista Osama bin Laden, líder da al-Qaeda, morto numa operação militar no Paquistão, domingo. A intenção seria privar os extremistas islâmicos de um ponto de peregrinação. A operação foi denominada "Geronimo", em referência a um renegado apache do século XIX. "Este é um dia bom para os EUA" - celebrou o presidente Obama. "O mundo está mais seguro." O país foi tomado por uma onda de patriotismo, com festa nas ruas de Nova York - onde os atentados do 11 de Setembro mataram quase 3 mil pessoas. As autoridades aumentaram o alerta em aeroportos, estações de trem, bases militares e representações diplomáticas no exterior, temendo represálias. Na Líbia, foram enterrados os corpos do filho e de três netos de Muamar Kadafi, mortos pela Otan no sábado.

● Trinta anos após o Riocentro, Júlio Bierrenbach, ministro aposentado do Superior Tribunal Militar, diz que o governo do presidente Figueiredo deixou de apurar o atentado para proteger oficiais, entre eles o general Octávio Medeiros, então chefe do SNI. "Era omissão de todos os lados”.

● Míriam Leitão: No mercado, clima é de incerteza e tensão sem data para acabar: ontem, o petróleo caiu, subiu e caiu.

Folha de S. Paulo

● Países ocidentais receiam represálias da Al Qaeda e de outros aliados do terrorista que comandou o 11 de Setembro.
Osama bin Laden, a quatro meses do aniversário de dez anos do 11 de Setembro, encerra o ciclo de caçada ao terrorista e desencadeia em países do Ocidente o temor de uma onda de atentados em represália. Para a CIA, central de inteligência dos EUA, "quase certamente" a rede Al Qaeda tentará vingar o líder.

● Janio de Freitas: Morte foi vingança; Al Zawahiri já era o líder da Al Qaeda.

● O RIC (Registro de Identidade Civil), que vai substituir o RG a partir de julho, poderá custar até R$ 40 ao cidadão. O Executivo quer reduzir o valor para R$ 15. O governo diz que o custo é alto porque o RIC é um cartão com chip e certificação digital, o que permite usá-lo na internet.

● Levantamento da Ajufe (Associação dos Juízes Federais) mostra que 40 dos cerca de 300 juízes criminais federais sofrem ameaça do crime organizado. Alguns que são monitorados por criminosos abdicam da vida social e pedem transferência para outros Estados.

O Estado de S. Paulo

● Após a morte de Bin Laden, EUA mantêm guerra ao terror.
Obama diz que 'justiça foi feita' e 'mundo está mais seguro', mas Casa Branca alerta americanos. Hillary afirma que país 'redobrará' esforços na luta antiterror. Washington pede que Taleban abandone Al-Qaeda e entre no processo político.

● O relator do novo Código Florestal, Aldo Rebelo (PC do B-SP), apresentou o texto que será votado hoje na Câmara. A proposta estende a todas as propriedades o benefício de não ter de recuperar a vegetação nativa correspondente à reserva legal desmatada ilegalmente até julho de 2008.

● Apesar das medidas para conter o consumo, o varejo aposta na expansão das vendas para o Dia das Mães e elevou em 15% as compras de eletrodomésticos e eletrônicos à indústria.

Correio Braziliense

●O presidente Obama diz que o planeta ficou mais seguro com a morte do chefão da Al-Qaeda, mentor do maior ataque terrorista da história: o 11 de setembro de 2001. Mas a guerra contra o terror, advertem especialistas, está longe do fim. Nos Estados Unidos e em todo o mundo, países entram em alerta temendo retaliações. No DF, Brasil reforça segurança na embaixada americana. Agora, o principal alvo dos EUA, passa a ser o médico Ayman Al-Zawahiri: a recompensa pelo sucessor de Osama é de US$ 25 milhões.

Valor Econômico

● O líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, foi morto por forças americanas no domingo, no Paquistão, como parte de uma cruzada contra o terrorismo que, desde que foi lançada, em 11 de Setembro de 2001, envolveu duas guerras e um gasto calculado em US$ 1,283 trilhão para o Tesouro dos EUA. A guerra ao terrorismo é para os Estados Unidos a segunda mais cara da história, de acordo com cálculos do economista e ganhador do Prêmio Nobel Joseph Stiglitz. Ele estima que a Segunda Guerra Mundial tenha custado US$ 5 trilhões para os americanos em valores atualizados

Estado de Minas

● Quase 10 anos depois do ataque às torres gêmeas, em Nova York, período de fracassos de George W. Bush na guerra contra o terror e de outros atentados sangrentos, como em Londres e Madri, a morte de Osama bin Laden no Paquistão fecha um ciclo histórico e abre novo período de incerteza. A começar pelas primeiras reações: houve manifestações de euforia, nos EUA e na Europa, e de protesto no mundo islâmico. Veio também o alerta. Temendo vingança, o governo Obama lançou avisos de segurança a norte-americanos em todo o mundo. O rápido sepultamento do corpo de Bin Laden no mar despertou questionamentos; mais um ponto de interrogação sobre o que está por vir.

Zero Hora

● O mundo sem Bin Laden - Na área do complexo que substitui o World Trade Center, em Nova York, manifestantes celebram o fim do líder dos atentados às Torres Gêmeas. EUA reforçam segurança com receio de ataques. Os detalhes da operação que matou terrorista.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

DICA DO DIA
A alegria é o único sentimento que, em vez de ser diminuído e dividido, deve – de preferência – ser somado e multiplicado aos montes... A energia da alegria é contagiante e impulsiona. Por isso contagie a todos com sua alegria, sem vergonha de parecer maluco ou ridículo. Esbanje esse sentimento começando pelo sorriso... Além de ser a demonstração mais visível da alegria, o sorriso ajuda a prevenir o envelhecimento, as rugas e diversos tipos de doenças. Nos Estados Unidos já existem grupos de pessoas que se reúnem regularmente com um único intuito: trocar gargalhadas.
Encarar a vida com alegria é a melhor maneira de ter mais saúde, atrair amizades e – quem sabe um grande amor. Afinal, o sorriso costuma ser a senha para uma aproximação, uma conversa, uma dança. É a porta de entrada de nosso coração. Ficar de cara amarrada só espanta as pessoas.
Desarme-se, a guerra não leva a nada. Uma postura ameaçadora, em guarda, conduz gradativamente a uma vida solitária e vazia. E ninguém sonha com um futuro assim! Dê-se uma chance; faça algo diferente – alimente a alma! Mexa-se, saia, dê espaço ao novo em sua vida. Relaxe – aproveite o dia... Não deixe a vida passar sem experimentar essa sensação transformadora.
(Tadashi Kadomoto)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
A modelo turca Sila Sahin é a primeira muçulmana a posar nua para uma revista masculina. Ela tem 25 anos e aceitou ser capa da edição alemã da Playboy do mês de maio desafiando, assim, a cultura religiosa islâmica, que proíbe radicalmente tal comportamento.
A família não gostou da “surpresa” e foi a primeira a cortar relações com a corajosa modelo: “Para mim estas fotografias são um ato de libertação à repressão cultural que senti durante a minha infância”, diz Sila.
“Com isso eu quero mostrar às jovens mulheres turcas que não há problema de se viver como se quer e da maneira que somos. Não é indecente mostrar pele e devemos sempre seguir os nossos objetivos em vez de darmos ouvidos aos outros. Agora só espero que um dia os meus pais voltem a falar comigo”, disse ela. (contaoutra.com)

O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● O líder da al-Qaeda, Osama bin Laden, responsável pelos atentados de 11 de Setembro, há dez anos, foi morto ontem no Paquistão, numa operação de 40 minutos comandada diretamente pela Casa Branca, com apoio paquistanês. O presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou a morte do terrorista mais procurado do mundo num pronunciamento no fim da noite. Militares americanos estariam com o corpo de Bin Laden. “Em noites como esta”, afirmou Obama, “podemos dizer que a justiça foi feita”. O presidente americano frisou que “os Estados Unidos não esqueceram seus mortos” e que sua guerra é contra o terror, e não contra o islamismo.

● Com caixa-preta, Mistério do voo 447 mais perto do fim.

Folha de S. Paulo

● O presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou ontem à noite a morte de Osama bin Laden, líder da organização Al Qaeda - responsável pelos atentados de 11 de Setembro. Segundo a rede CNN, seu corpo está com autoridades do país. Os EUA perseguiam Bin Laden desde seu desaparecimento nas montanhas do Afeganistão no fim de 2001, logo após atentados contra as torres gêmeas em Nova York. Segundo a CNN, Bin Laden foi morto na periferia de Islamabad (Paquistão).

● O módulo de memória de caixa-preta do avião da Air France que caiu no Atlântico em 2009 foi achado ontem, informa o BEA (escritório francês que investiga segurança na aviação).
Localizado por um robô submarino, ele ajudará na investigação sobre a causa do acidente.

● As embaixadas britânica, americana e italiana na Líbia foram incendiadas por multidões leais a Muammar Gaddafi, numa reação ao ataque da Otan que matou um filho e netos do ditador. O clima de caos em Trípoli levou a ONU a retirar às pressas seus funcionários do país.

O Estado de S. Paulo

● A pressão inflacionária deu o tom da disputa entre governo e oposição nas comemorações do 1º de Maio organizadas em São Paulo por centrais sindicais. No evento montado pela Força Sindical e outras quatro centrais, o senador tucano Aécio Neves atacou a “omissão" do Palácio do Planalto em relação à inflação - fazendo eco ao artigo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso publicado ontem pelo Estado.
"A primeira vítima da inflação é a classe trabalhadora", disse Aécio. A resposta do governo veio em uma nota da presidente Dilma Rousseff, lida na festa da CUT pelo ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência. “Não permitirei sob nenhuma hipótese que a inflação volte a corroer o poder aquisitivo dos trabalhadores", prometeu Dilma. Carvalho disse que a presidente já tomou medidas contra a alta da inflação, que o ministro considerou sazonal, provocada pela alta de preços agrícolas.

● A presidente Dilma Rousseff está com um foco de pneumonia no pulmão esquerdo. A infecção havia sido diagnosticada por um raio X na quinta-feira, em Brasília, e foi confirmada ontem, depois de novos exames realizados no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. “Dilma deverá tomar o medicamento por mais dez dias", disse o médico Roberto Kalil Filho, acrescentando que a presidente está bem. "Ela é uma pessoa saudável”.

● O governo francês anunciou ontem ter recuperado em “bom estado” a caixa-preta do Airbus da Air France que caiu em maio de 2009 no trajeto Rio-Paris, matando 228 pessoas. Içado pelo robô Remora 6000 a 3.900 metros de profundidade no Oceano Atlântico, o equipamento registra dados como velocidade e posições do manche durante o voo. A equipe de investigação ainda procura outra caixa-preta, que registra diálogos da tripulação.

Correio Braziliense

● A confirmação veio da Casa Branca, no início da madrugada de hoje. Dez anos após o maior atentado terrorista da história, o homem mais procurado do mundo está morto. Osama bin Laden, líder da rede Al-Qaeda, foi assassinado por oficiais norte-americanos em uma operação militar no Paquistão.“A justiça foi feita”, disse o presidente dos EUA, Barack Obama, em pronunciamento à nação. Em Washington e Nova York, milhares de pessoas comemoram o fim de uma caçada em escala global, que representou a ação mais usada da guerra ao terror.

Valor Econômico

● Os sinais de que a economia brasileira passa por um processo de acomodação do ritmo de crescimento ficaram mais fortes em abril. Enquanto fabricantes de bens de consumo ainda registraram encomendas fortes em março e abril, setores importantes de produção de bens intermediários, como aço e papelão ondulado, começaram a rever, para baixo, suas projeções para o crescimento do ano. Ao mesmo tempo, sindicatos relatam negociações salariais mais difíceis. Com database em abril, trabalhadores têxteis de Brusque, importante polo catarinense do setor, fecharam acordo só com a inflação dos últimos 12 meses.

Estado de Minas

● Forças norte-americanas mataram ontem o terrorista mais procurado do mundo, informou o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Em anúncio na madrugada de hoje, ele disse que o corpo do líder da Al Qaeda e autor do atentado de 11 de setembro de 2001 às torres gêmeas do World Trade Center e ao Pentágono estaria em poder das autoridades dos EUA. “A justiça foi feita”, disse o presidente, ao ressaltar que a luta não era contra o islã, mas contra a Al Qaeda. Centenas de norte-americanos saíram às ruas e cercaram a Casa Branca para comemorar a morte de Osama Bin Laden.

Jornal do Commercio

● Ataque norte-americano mata Osama Bin Laden. O presidente dos EUA, Barack Obama, confirmou à 0h30 de hoje que o líder da rede terrorista Al Qaeda e mentor do 11 de Setembro foi morto no Paquistão.

Zero Hora

● Dossiê Mercari: A operação que rastreou fraude contra o Banrisul - As 375 páginas da denúncia do Ministério Público que levou 25 pessoas a se tornarem réus expõem detalhes como supostas manobras para eliminar provas.

domingo, 1 de maio de 2011

DICA DO DIA
Só o trabalho constrói. Todo o conforto de que a humanidade goza hoje em dia é fruto do trabalho de muitas pessoas, através de várias gerações.
Todo trabalho honesto dignifica, por mais humilde que seja. Quem faz do trabalho o seu maior prazer da vida, vê que só tem a lucrar, pois além de manter-se com orgulho e honestidade, não tem vontade nem tempo para a ociosidade, que quase sempre leva a maus hábitos.
O Dia do Trabalho é essencialmente importante, porque é nessa data que lembramos o esforço humano para modificar a natureza e explorá-la para o progresso da humanidade.
Todas as pessoas, cada uma na sua profissão, são igualmente necessárias. A comunidade depende tanto de engenheiros e médicos quanto de pedreiros, padeiros, agricultores, recolhedores de lixo, empregadas domésticas.
(adaptado da internet)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
A polícia de Independence, no estado do Missouri (EUA), fez uma operação contra o cultivo de ilegal de maconha na cidade. Ao chegarem à casa de um dos supostos suspeitos, os agentes acharam uma plantação de tomate, em vez de maconha.
A ação provocou indignação no proprietário, já que a operação foi motivada pelo fato dele ter comprado equipamentos de cultivo hidropônico. "A última vez que verifiquei não era ilegal cultivar tomate, mas isso faz você pensar", disse ele.
"Eu entendo que muitas pessoas usam o equipamento hidropônico de forma ilegal, mas isso é o mesmo que dizer que todo mundo que compra uma arma vai se tornar um criminoso e assassino", acrescentou o homem.
(contaoutra.com)

CRÔNICA DE DOMINGO
Bom domingo a todos, bom Dia do Trabalho! É justamente sobre esse tema o texto de hoje, não uma crônica, mas um poemeto, que está em meu livro PALAVRAS, editado no ano 2000. Boa leitura!

O TRABALHO

Sobre a mesa, listas, relatórios,
Montanhas de papéis, tensão...
Parece ser modelo de eficiência,
Mas, no fundo, é falsa impressão.

O trabalho produtivo, verdadeiro,
Não é o que acumula informações,
É, sim, o que mergulha no cumprir,
Os prazos, as metas, as previsões.

Agitar de nada adianta, acredite,
O corpo, a boca, os olhos, a mão...
Até porque, o que conta, afinal,
É sempre, da obra, a perfeição.

Veja que um trabalho, eficiente,
Sempre busca o tempo aproveitar,
Gratifica quem foi o seu autor,
E revigora, ao invés de cansar.

(Do livro PALAVRAS, de autoria deste blogueiro)


O QUE DIZEM OS JORNAIS

O Globo

● Apesar de ter passado a campanha eleitoral prometendo priorizar a segurança, a presidente Dilma Rousseff não apenas não tirou do papel as promessas como cortou fortemente o orçamento da área. Só o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) perderá R$ 1,028 bilhão este ano, ou 47% do previsto. O investimento feito nestes quatro primeiros meses de gestão Dilma é inferior ao executado no mesmo período do ano passado. A criação dos postos de polícia comunitária e a modernização de cadeias, por exemplo, são projetos que ainda não receberam qualquer investimento. Apontado como solução para o patrulhamento de fronteiras, o projeto Vant (veículo aéreo não tripulado) também não decolou. O governo alega que a política para o setor foi replanejada.

● Após receber críticas da comunidade científica, o relator do projeto de reforma do Código Florestal, deputado Aldo Rebelo, decidiu voltar atrás num dos temas mais polêmicos: a redução das matas das margens dos rios.

● Com a crise nos países desenvolvidos e o aquecimento da economia brasileira, o número de executivos estrangeiros que vieram trabalhar no Brasil aumentou de 30% e 40%, no primeiro trimestre do ano.

Folha de S. Paulo

● Projeções do governo e do setor privado mostram que a inflação atingirá seu pico em setembro, data-base da campanha salarial de metalúrgicos, bancários e petroleiros. Índices como INPC e IPCA, que balizam negociações e metas oficiais, devem bater os 7,4% em agosto. Neste ano, a série de ganhos salariais obtidos de 2004 a 2010 entrará em choque com a política anti-inflação do governo Dilma. Para repetir o aumento do poder de compra obtido no ano passado, os metalúrgicos do ABC terão de pleitear um reajuste acima de 14%. A evolução dos salários é uma das preocupações centrais do governo, cujo objetivo é levar o IPCA à meta de 4,5% no próximo ano – 2011 já é dado como perdido.
Em ata, o Copom alertou para efeitos negativos de aumentos acima da produtividade.

● Para efetivar o investimento de U$S12 bi no país, a taiwanesa Foxconn exige incentivos fiscais, regime alfandegário diferente e terminais em portos, informa Vera Magalhães. O governo negocia contrapartidas: contratação de brasileiros e transferência de tecnologia.

● Dobra o crédito do BNDES para micro e pequenas empresas.

O Estado de S. Paulo

● As companhias aéreas querem aumentar a carga horária das tripulações – pilotos e comissários – por considerá-la uma das mais baixas do mundo e pouco produtiva nos vôos domésticos. A ideia é tratada entre os diretores das empresas como “flexibilização”. Estudos das companhias avaliam que o limite das atuais 85 horas/mês deveria subir para cerca de 100 horas/mês, relata a repórter Tânia Monteiro. A carga horária das tripulações brasileiras é regulamentada por lei de 1984, segundo a qual, nas rotas domésticas, o limite é permitido para “uma jornada (diária) é de 9 horas e 30 minutos de vôo e cinco pousos”. As empresas temem a reação do Sindicato dos aeronautas.

● A Engenharia do Exército está com a capacidade de emprego no limite, e a Força não tem mais condições de atender nenhum novo pedido de ajuda do Planalto. A "empreiteira" militar atende preferencialmente a projetos do PAC e trabalha hoje nas obras de sete aeroportos, de três rodovias e na transposição do Rio São Francisco, não tendo como ajudar na infraestrutura dos estádios da Copa.

● TV digital interativa pode se tornar obrigatória.

Correio Braziliense

● Católicos de todo o mundo estarão hoje com os olhos voltados para o Vaticano. Às 10h, pelo horário de Roma (5h em Brasília), começa a cerimônia de beatificação de João Paulo II, em meio a polêmicas sobre a aceleração do processo de canonização. O carismático religioso teve importante papel na mudança geopolítica do planeta e capacitou a Igreja para a globalização durante os seus 27 anos de papado. Com a iminente santificação do seu líder mais popular, a Santa Sé vê uma forma de reaproximar os fiéis e conquistar seguidores.

Estado de Minas

● Tradicionais fabricantes mineiros de pão de queijo estão certos de que o sabor do famoso quitute, que já é marca da culinária do estado, vai conquistar o gosto do enorme mercado consumidor chinês. A Forno de Minas, a Pif Paf e a Clap já colocaram seus produtos em feiras de alimentação e em gôndolas de redes de lojas e supermercados da China e, animadas com a potencialidade para produtos que não são commodities, procuram parceiros asiáticos para a venda do petisco.

Jornal do Commercio

● Dez meses após a enchente que devastou a Mata Sul, poucos serviços foram executados. Temporada de chuva já chegou, nenhuma barragem foi construída e há moradias à beira do Rio Una, que segue assoreado.

Zero Hora

● Por que o clima está mais severo no RS. Temperatura sobe 0,5ºC em 50 anos. Média anual de chuva cresce 16%. Estudos comprovam que o Estado está mais sujeito a devastações, em especial nas cidades maiores.

O QUE DIZEM AS PRINCIPAIS REVISTAS SEMANAIS BRASILEIRAS

Veja

□□□ A nova medicina do coração da mulher - Sim, ele é muito diferente do masculino e a cardiologia está tendo de se reinventar para diagnosticá-lo e tratá-lo com sucesso.

Época

□□□ Açúcar mata? Novas pesquisas levantam uma forte suspeita: além de engordar, ele pode ser um tóxico cancerígeno, tão nocivo como o cigarro ou o álcool.
□□□ A volta de Delúbio - Os negócios da família do tesoureiro do mensalão.
□□□ Donald Trump - Agora, o bilionário quer demitir Obama.

ISTOÉ

□□□ O projeto de poder Delúbio - De volta ao partido que o expulsou em meio ao escândalo do Mensalão, o ex-tesoureiro do PT, após um exílio de cinco anos, traça um plano de projeção que passa pelas urnas, pelo controle da máquina petista e por sua absolvição na Justiça
□□□ Exclusivo: Como o primeiro brasileiro a decifrar sua DNA pode mudar o próprio destino

CartaCapital

□□□ A disputa política pela classe C - Otimistas, pragmáticos e influenciados pelos jovens, os “emergentes” rejeitam o discurso do medo.
□□□ Araguaia - A busca por filhos de guerrilheiros raptados pela ditadura.