sábado, 5 de outubro de 2013



DICA DO DIA
Nesta vida existem muitas coisas especiais. Uma delas é a música. A música deveria fazer parte de todos os momentos do nosso dia a dia. Ela tem dom de encantar nossos sonhos, de abrir portas para a imaginação e de fazer com que a nossa vida fique bem mais doce e harmoniosa.
Tudo isto ocorre pois a música é uma obra celestial, porém interpretada pelos seres humanos. O cosmo envia e nós aqui na Terra traduzimos.
Se todos nós compreendêssemos a grande virtude que a música opera em nossas mentes, daríamos mais espaço para a compreensão entre os povos e com isto, teríamos um mundo bem melhor.
Assim, enriqueça o mundo com muitas músicas ao vento, falando da vida, da felicidade, do amor e da paixão de viver. Lembre-se a vida é uma grande festa. E uma grande festa só começa com uma boa música.
(Autor Anônimo)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Meredith Fitzmaurice entrou na disputa de uma meia maratona em Detroit (EUA) como preparativo para encarar a sua primeira maratona.
Só que a canadense de Ontario pegou o caminho errado no meio da prova e acabou entrando no circuito destinado aos 42 quilômetros da maratona.
"Assim que percebi o que tinha feito, pensei: Só são mais 21 quilômetros", contou a corredora à Postmedia News.
Mas Meredith não apenas entrou no corrida errada, como também chegou em primeiro lugar!
Como a canadense tinha se programado para correr uma prova mais curta, o seu ritmo estava bem mais acelerado que o das outras competidoras da maratona.
"A adrenalina me empurrou. Se eu soubesse que correria uma maratona, provavelmente não correria tão rapidamente", afirmou a canadense de 34 anos, que completou a prova em 3h11m48s.
(contaoutra.com.br)

AS MANCHETES DOS JORNAIS DE HOJE

O Globo: Crime e castigo: PMs acusados da morte de Amarildo são presos

Folha de S. Paulo: Aliados divergem, e Marina adia decisão sobre candidatura

O Estado de S. Paulo: Com base dividida, Marina deixa decisão para prazo final

Correio Braziliense: Plano de saúde lesa 195 mil conveniados

Estado de Minas: FGTS esquenta busca pela casa própria

Jornal do Commercio: A falta que o metrô faz

Zero Hora: Galeão e Confins: Governo espera R$ 27 bilhões por aeroportos

QUER MAIS DETALHES DOS PRINCIPAIS JORNAIS BRASILEIROS? CLIQUE NO SITE ABAIXO:


NOTÍCIAS LOCAIS E REGIONAIS

Laudo aponta que pasta base era cafeína

Lilian Grasiela

Laudo divulgado pelo Instituto de Criminalística (IC) de Bauru revelou que os 42 quilos de suposta pasta base de cocaína apreendidos pela Polícia Militar (PM) de Jaú (47 quilômetros de Jaú) no último dia 25 (leia mais abaixo) tratavam-se, na verdade, de cafeína. Após a divulgação do resultado, que descartou a presença da droga, R.F.M., de 24 anos, que estava detido desde o flagrante por tráfico de drogas, foi colocado em liberdade.
Segundo Gustavo Alonso Garmes, delegado da Delegacia de Investigações Gerais/Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DIG/Dise) de Jaú, foram feitos vários exames e todos deram negativo para cocaína e positivo para a cafeína. “Não é comum que o exame de constatação preliminar, realizado no plantão, no momento da apreensão, seja contrariado pelo laudo definitivo, mas pode ocorrer, pois, como o próprio nome diz, é preliminar, provisório”, diz.
“Nestes casos, peritos nomeados, de acordo com suas experiências profissionais, atestam que a substância apreendida tem semelhança com algum tipo de entorpecente. Eles se atentam à cor, ao odor e a outras características de cada droga. Além do mais, deve ser utilizado um reagente químico”.
O delegado conta que, assim que o laudo definitivo foi divulgado, a delegacia encaminhou o documento, via ofício, à Justiça de Jaú para que o acusado fosse liberado. “A cafeína normalmente é utilizada para batizar a cocaína, dando uma sensação de euforia. Também acrescentam lidocaína para dar uma sensação de dormência. Não podemos ainda afirmar se esta cafeína apreendida seria ou não destinada a este fim”, declara.
Conforme divulgado pelo JC, a apreensão dos 42 quilos da substância que a PM acreditou ser pasta base de cocaína ocorreu por volta das 21h do último dia 25, após denúncia anônima, em uma residencia localizada na rua Edson Merighi, no jardim Maria Luiza IV.  Na ocasião, além do produto, a polícia encontrou no imóvel dois litros de acetona e R$ 70,00 em dinheiro. Indagado, R.F.M. alegou que guardava droga em casa em troca de uma dívida. Ele foi autuado em flagrante por tráfico e levado  à Cadeia de Barra Bonita.
(Jornal da Cidade, de Bauru(

Quer mais informações? Acesse o site da Rádio Clube AM ou o do jornal O Debate:

sexta-feira, 4 de outubro de 2013



DICA DO DIA
Quando eu era muito jovem, minha mãe me perguntou qual era a parte mais importante do corpo. Eu achava que o som era muito importante para nós seres humanos, então eu disse:
- Minhas orelhas, mãe.
- Não. Muitas pessoas são surdas. Mas continue pensando sobre este assunto. Em outra oportunidade eu volto a lhe perguntar.
Algum tempo se passou até que minha mãe me perguntou outra vez. Desde que fiz minha primeira tentativa, eu imaginava ter encontrado a resposta correta. Assim, desta vez eu lhe disse:
- Mãe, a visão é muito importante para todos, então devem ser nossos olhos.
- Você está aprendendo rápido, mas a resposta ainda não está correta, porque há muitas pessoas que são cegas.
Dei mancada outra vez. Mas continuei minha busca pela resposta ao longo do tempo. Minha mãe me perguntou várias vezes e sempre sua resposta era "Não. Mas você está ficando mais esperto a cada ano, minha criança".
Então, um dia meu avô morre. Todos ficaram tristes. Todos choraram. Até mesmo meu pai chorou. Eu me recordo bem porque tinha sido apenas a segunda vez que eu o via chorar. Minha mãe olhou para mim quando fui dar o meu adeus final ao vovô. Ela me perguntou:
- Você já sabe qual a parte do corpo mais importante, meu filho?
Fiquei chocado por ela me fazer aquela pergunta naquele momento. Sempre achei que era apenas um jogo entre nós. Observando que eu estava confuso ela me disse:
- Esta pergunta é muito importante. Mostra como você viveu realmente a sua vida. Para cada parte do corpo que você citou no passado, eu lhe disse que estava errado e eu lhe dei um exemplo que justificava. Mas hoje é o dia que você necessita aprender esta importante lição.
Ela me olhou de um jeito que somente uma mãe pode fazer. Eu vi lágrimas em seus olhos. Ela disse:
- Meu querido, a parte do corpo mais importante é seu ombro.
- Porque eles sustentam minha cabeça?
- Não, é porque pode apoiar a cabeça de um amigo ou de alguém amado quando eles choram. Todos precisam de um ombro para chorar em algum momento de sua vida, meu querido. Eu espero que você tenha bastante amor e amigos e que você tenha sempre um ombro para chorarem quando precisarem.
E, para completar, em algum lugar eu li. As pessoas se esquecerão do que você disse... as pessoas se esquecerão do que você fez... mas as pessoas nunca se esquecerão de como você as fez sentir.
(Autor Anônimo)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Uma mulher de 85 anos recuperou seu anel de formatura escolar mais de seis décadas depois de tê-lo perdido. Lodema Correia, ex-aluna de uma escola em Chickasha, no estado de Oklahoma (EUA), tinha perdido a joia em 1947 após ela cair no vaso sanitário.
O anel foi encontrado em uma tubulação de esgoto em Stillwater, cidade para onde Lodema se mudou após se casar com Eddie Correia. O funcionário do departamento de esgoto da cidade Charlie Yeats achou a joia enquanto fazia a manutenção da tubulação.
Como o anel tinha as iniciais "L.N." gravadas, um funcionário da "Chickasha High School" conseguiu localizar Lodema (Noland era seu sobrenome de solteira). Uma baita sorte dessa mulher!
(contaoutra.com.br)

AS MANCHETES DOS JORNAIS DE HOJE

O Globo: Dança eleitoral – TSE rejeita Rede e sete partidos assediam Marina

Folha de S. Paulo: TSE veta Rede; Marina tem até amanhã para aderir a partido

O Estado de S. Paulo: Maioria do TSE vota contra criação do partido de Marina

Correio Braziliense: Sem Rede, Marina diz hoje se sai candidata

Valor Econômico: Defesa contra rebaixamento inclui maior esforço fiscal

Estado de Minas: Como a educação engole seu salário

Jornal do Commercio: Taxa d’água fixa para condomínios

Zero Hora: TSE nega criação de Rede e Marina decide futuro hoje

Brasil Econômico: Dólar alto é ônus e bônus para a indústria nacional

QUER MAIS DETALHES DOS PRINCIPAIS JORNAIS BRASILEIROS? CLIQUE NO SITE ABAIXO:


NOTÍCIAS LOCAIS E REGIONAIS

Farmacêutico é esfaqueado durante tentativa de assalto

O proprietário de uma farmácia localizada na rua Piracicaba, no Jardim Paulista, em Dois Córregos (73 quilômetros de Bauru), foi esfaqueado no peito durante tentativa de assalto ocorrida anteontem, por volta das 21h30.
De acordo com a polícia, o assaltante entrou na farmácia usando capuz e anunciou o roubo. O farmacêutico C.M.S.S., de 38 anos, reagiu e acabou sendo atingido por uma facada no peito. Por sorte, o ferimento foi superficial.
Ele foi medicado na Santa Casa e liberado. O ladrão fugiu sem levar nada. A Polícia Militar (PM) foi acionada e, durante diligências, chegou ao nome de um suspeito, de 27 anos. Uma faca apreendida na casa dele será periciada.
(Jornal da Cidade, de Bauru)

Quer mais informações? Acesse o site da Rádio Clube AM ou o do jornal O Debate:

quinta-feira, 3 de outubro de 2013



DICA DO DIA
Permanecer no topo é, com freqüência, mais difícil do que chegar lá em primeiro lugar.
Ser líder implica enormes responsabilidades, desafios e vulnerabilidade. Trata-se de uma posição que deve ser encarada com confiança e uma certa dose de humildade.
Só porque você é um vencedor hoje, não significa que o será pelo resto da vida. Só porque você conquistou grandes coisas, não fica imune ao fracasso. Desfrute a vitória, deixe-se abraçar pela glória, e então ache um desafio ainda maior. Leve sua visão para um novo patamar e veja coisas que jamais foram vistas.
Não tem sentido vencer se isso o torna complacente em relação às novas realizações que você deve empreender. Veja cada conquista como um passo no caminho que leva a coisas maiores. Respire fundo e volte à corrida enquanto seu ímpeto está ainda forte.
Quando você se torna líder, o desafio está apenas começando. Esteja à altura do desafio e suas possibilidades serão extraordinárias.
(Autor Anônimo)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Surgiu um novo super-herói na praça. Chama-se Capitão Manchester, mas não tem qualquer superpoder. Pelo menos um daqueles tradicionais da Marvel e da DC Comics.
Mas, como outros super-heróis famosos, a identidade dele é desconhecida do público.
A missão do Capitão Manchester não é combater o crime. O seu heroísmo é mais simples. Desempregado, ele costuma sair às ruas de Manchester (Inglaterra) para ajudar os idosos a carregar compras e a recolher o lixo das casas.
Quando um fã perguntou qual era o seu superpoder, o Capitão Manchester não vacilou: "Boas ações".
Em recente entrevista ao "Oldham Chronicle", o super-herói comum disse ter se inspirado nos gibis que lê e que encontrou no Capitão Manchester um modo produtivo de preencher o tempo enquanto não consegue um novo emprego.
 (contaoutra.com.br)

AS MANCHETES DOS JORNAIS DE HOJE

O Globo: Violência policial: Inquérito culpa PMs por tortura e morte de Amarildo

Folha de S. Paulo: Em meio a dúvidas, Oi se funde à Portugal Telecom

O Estado de S. Paulo: Endividada, supertele nacional se une a portugueses

Correio Braziliense: Até morto assinou ficha de partido de aluguel...

Valor Econômico: Portugueses ampliam controle na Oi

Estado de Minas: Onde mora o perigo

Jornal do Commercio: Tragédia e dor no Agreste

Zero Hora: Itamaraty tenta liberar bióloga presa na Rússia

Brasil Econômico: Fusão fortalece planos de Oi e PT para crescimento

QUER MAIS DETALHES DOS PRINCIPAIS JORNAIS BRASILEIROS? CLIQUE NO SITE ABAIXO:


NOTÍCIAS LOCAIS E REGIONAIS

Liminar barra resolução da Aneel

Prefeitura de São Manuel consegue na Justiça Federal o direito de não assumir os serviços de iluminação pública

Lilian Grasiela

A prefeitura de São Manuel (69 quilômetros de Bauru) obteve liminar na Justiça Federal de Botucatu que a desobriga de assumir a polêmica manutenção do sistema de iluminação pública, conforme prevê Resolução Normativa nº 414/2010, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A Justiça já havia se manifestado favoravelmente a pedidos semelhantes feitos pelos municípios de Marília e Agudos (leia mais abaixo).
No pedido de tutela antecipada, que integra ação contra Aneel e Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), a prefeitura de São Manuel questionou o artigo 218 da resolução, que impõe às prefeituras a obrigação de receber o chamado Ativo Imobilizado em Serviço (AIS), hoje sob responsabilidade da concessionária de energia elétrica.
O município alega que os serviços de expansão, operação e manutenção de rede na cidade sempre foram realizados pela CPFL e que a transferência compulsória dos serviços a partir de janeiro do ano que vem ou a obrigatoriedade de receber os ativos por resolução editada por agência reguladora ferem a autonomia municipal e o pacto federativo.
O Executivo defende ainda que terá prejuízos ao assumir os custos dos serviços – que incluem a troca de lâmpadas, relês, reatores, luminárias, braços e materiais de fixação – e argumenta que a resolução nº 414/2010 da Aneel, com redação dada pela resolução nº 479/2012, extrapola o poder regulamentar da Agência, previsto na Lei nº 9.427/1996.
Na avaliação da juíza da 1ª Vara Federal de Botucatu, Margarete Morales Simão Martinez Sacristan, a Aneel “extrapolou seu poder regulamentar, além de ferir a autonomia municipal assegurada no art. 18 da Constituição Federal, uma vez que, a princípio, estabelece novos deveres e obrigações ao Município”.
Segundo ela, o Decreto nº 41.019/1957, que regulamenta serviços de energia elétrica, diz que “os circuitos de iluminação e os alimentadores para tração elétrica até a subestação conversora, pertencentes a concessionários de serviços de energia elétrica, serão considerados parte integrante de seus sistemas de distribuição”.
A magistrada citou decisões semelhantes em casos analisados pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região e disse que a concessão da liminar se justifica pelo risco de dano irreparável ou de difícil reparação.
Por meio de nota, a CPFL Paulista informou que ainda não foi notificada da decisão judicial. Em razão do horário em que teve acesso ao teor da decisão, a reportagem não conseguiu entrar em contato com a assessoria de imprensa da Aneel.

Casos semelhantes
Em março, a Justiça Federal concedeu liminar à prefeitura de Marília desobrigando-a de assumir o sistema de iluminação pública. Recentemente, a decisão foi mantida com o julgamento do mérito da ação em primeira instância. O município de Agudos não conseguiu inicialmente a liminar, mas recorreu e obteve decisão favorável ao pedido em segunda instância.
A prefeitura de Bauru também entrou com pedido de liminar na Justiça Federal para não assumir os ativos da iluminação pública. Porém, o juiz da 3ª Vara Federal, Diogo Ricardo Goes Oliveira, negou a solicitação alegando que a resolução da Aneel está em conformidade com o que determina a Constituição Federal. O município pode recorrer ao TRF.
(Jornal da Cidade, de Bauru)

Quer mais informações? Acesse o site da Rádio Clube AM ou o do jornal O Debate:


DICA DO DIA
Permanecer no topo é, com freqüência, mais difícil do que chegar lá em primeiro lugar.
Ser líder implica enormes responsabilidades, desafios e vulnerabilidade. Trata-se de uma posição que deve ser encarada com confiança e uma certa dose de humildade.
Só porque você é um vencedor hoje, não significa que o será pelo resto da vida. Só porque você conquistou grandes coisas, não fica imune ao fracasso. Desfrute a vitória, deixe-se abraçar pela glória, e então ache um desafio ainda maior. Leve sua visão para um novo patamar e veja coisas que jamais foram vistas.
Não tem sentido vencer se isso o torna complacente em relação às novas realizações que você deve empreender. Veja cada conquista como um passo no caminho que leva a coisas maiores. Respire fundo e volte à corrida enquanto seu ímpeto está ainda forte.
Quando você se torna líder, o desafio está apenas começando. Esteja à altura do desafio e suas possibilidades serão extraordinárias.
(Autor Anônimo)

NOTÍCIA DE CAIR O QUEIXO
Surgiu um novo super-herói na praça. Chama-se Capitão Manchester, mas não tem qualquer superpoder. Pelo menos um daqueles tradicionais da Marvel e da DC Comics.
Mas, como outros super-heróis famosos, a identidade dele é desconhecida do público.
A missão do Capitão Manchester não é combater o crime. O seu heroísmo é mais simples. Desempregado, ele costuma sair às ruas de Manchester (Inglaterra) para ajudar os idosos a carregar compras e a recolher o lixo das casas.
Quando um fã perguntou qual era o seu superpoder, o Capitão Manchester não vacilou: "Boas ações".
Em recente entrevista ao "Oldham Chronicle", o super-herói comum disse ter se inspirado nos gibis que lê e que encontrou no Capitão Manchester um modo produtivo de preencher o tempo enquanto não consegue um novo emprego.
(contaoutra.com.br)

AS MANCHETES DOS JORNAIS DE HOJE

O Globo: Violência policial: Inquérito culpa PMs por tortura e morte de Amarildo

Folha de S. Paulo: Em meio a dúvidas, Oi se funde à Portugal Telecom

O Estado de S. Paulo: Endividada, supertele nacional se une a portugueses

Correio Braziliense: Até morto assinou ficha de partido de aluguel...

Valor Econômico: Portugueses ampliam controle na Oi

Estado de Minas: Onde mora o perigo

Jornal do Commercio: Tragédia e dor no Agreste

Zero Hora: Itamaraty tenta liberar bióloga presa na Rússia

Brasil Econômico: Fusão fortalece planos de Oi e PT para crescimento

QUER MAIS DETALHES DOS PRINCIPAIS JORNAIS BRASILEIROS? CLIQUE NO SITE ABAIXO:


NOTÍCIAS LOCAIS E REGIONAIS

Liminar barra resolução da Aneel

Prefeitura de São Manuel consegue na Justiça Federal o direito de não assumir os serviços de iluminação pública

Lilian Grasiela

A prefeitura de São Manuel (69 quilômetros de Bauru) obteve liminar na Justiça Federal de Botucatu que a desobriga de assumir a polêmica manutenção do sistema de iluminação pública, conforme prevê Resolução Normativa nº 414/2010, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A Justiça já havia se manifestado favoravelmente a pedidos semelhantes feitos pelos municípios de Marília e Agudos (leia mais abaixo).
No pedido de tutela antecipada, que integra ação contra Aneel e Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), a prefeitura de São Manuel questionou o artigo 218 da resolução, que impõe às prefeituras a obrigação de receber o chamado Ativo Imobilizado em Serviço (AIS), hoje sob responsabilidade da concessionária de energia elétrica.
O município alega que os serviços de expansão, operação e manutenção de rede na cidade sempre foram realizados pela CPFL e que a transferência compulsória dos serviços a partir de janeiro do ano que vem ou a obrigatoriedade de receber os ativos por resolução editada por agência reguladora ferem a autonomia municipal e o pacto federativo.
O Executivo defende ainda que terá prejuízos ao assumir os custos dos serviços – que incluem a troca de lâmpadas, relês, reatores, luminárias, braços e materiais de fixação – e argumenta que a resolução nº 414/2010 da Aneel, com redação dada pela resolução nº 479/2012, extrapola o poder regulamentar da Agência, previsto na Lei nº 9.427/1996.
Na avaliação da juíza da 1ª Vara Federal de Botucatu, Margarete Morales Simão Martinez Sacristan, a Aneel “extrapolou seu poder regulamentar, além de ferir a autonomia municipal assegurada no art. 18 da Constituição Federal, uma vez que, a princípio, estabelece novos deveres e obrigações ao Município”.
Segundo ela, o Decreto nº 41.019/1957, que regulamenta serviços de energia elétrica, diz que “os circuitos de iluminação e os alimentadores para tração elétrica até a subestação conversora, pertencentes a concessionários de serviços de energia elétrica, serão considerados parte integrante de seus sistemas de distribuição”.
A magistrada citou decisões semelhantes em casos analisados pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região e disse que a concessão da liminar se justifica pelo risco de dano irreparável ou de difícil reparação.
Por meio de nota, a CPFL Paulista informou que ainda não foi notificada da decisão judicial. Em razão do horário em que teve acesso ao teor da decisão, a reportagem não conseguiu entrar em contato com a assessoria de imprensa da Aneel.

Casos semelhantes
Em março, a Justiça Federal concedeu liminar à prefeitura de Marília desobrigando-a de assumir o sistema de iluminação pública. Recentemente, a decisão foi mantida com o julgamento do mérito da ação em primeira instância. O município de Agudos não conseguiu inicialmente a liminar, mas recorreu e obteve decisão favorável ao pedido em segunda instância.
A prefeitura de Bauru também entrou com pedido de liminar na Justiça Federal para não assumir os ativos da iluminação pública. Porém, o juiz da 3ª Vara Federal, Diogo Ricardo Goes Oliveira, negou a solicitação alegando que a resolução da Aneel está em conformidade com o que determina a Constituição Federal. O município pode recorrer ao TRF.
(Jornal da Cidade, de Bauru)

Quer mais informações? Acesse o site da Rádio Clube AM ou o do jornal O Debate: