sábado, 21 de fevereiro de 2015

DICA DO DIA 

Existem muitos dados falsos à nossa volta. Indivíduos mal intencionados constroem isto para servir a seus propósitos. Alguns deles decorrem apenas de uma evidente ignorância sobre os verdadeiros dados.

O principal processo de aprendizado consiste em examinar os dados disponíveis, separando o verdadeiro do falso, o importante do supérfluo, e chegar – deste modo – a conclusões que são tiradas e aplicadas. Se uma pessoa faz isto, ela está indo bem no caminho para alcançar a competência...

Outra parte do aprendizado consiste simplesmente em confiar as coisas à memória – como a ortografia de palavras, tabelas e fórmulas matemáticas, a sequência dos botões a apertar. Mas, mesmo na simples memorização, o indivíduo tem que saber para que serve o material, e como e quando utilizá-lo.

(L. Ron Hubbard, em "O caminho da felicidade") 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)
 

LICITAÇÕES ADIADAS

Com os escândalos de corrupção investigados na Lava-Jato, dificuldades de caixa e troca na sua presidência no início deste mês, a Petrobras adiou licitações previstas para este primeiro semestre. Segundo fontes de estaleiros e fornecedores, projetos como a construção de plataformas para o pré-sal, obras em refinarias e numa unidade de fertilizantes foram suspensas. São ao menos R$ 11,8 bilhões (cerca de US$ 4,1 bilhões) em licitações adiadas, e sem data para retomada, informa Bruno Rosa. A produção de petróleo e gás da empresa caiu 0,9% em janeiro, após ter subido em quase todos os meses de 2014. A Petrobras disse que "revê sistematicamente os projetos" para "preservar o caixa". Nos EUA, a Justiça decidirá em 4 de março quem será o líder no processo contra a estatal movido por investidores. 

DE VOLTA PARA O PASSADO

A presidente Dilma disse ainda que impunidade na década de 90, se referindo ao governo FH, levou a aumento da corrupção. 

ZOMBARIA

Presidente do PSDB, Aécio Neves reagiu dizendo que Dilma zomba dos brasileiros. FH afirmou que ela tenta encobrir responsabilidade. 

MPF PEDE DEVOLUÇÃO

Nas primeiras ações por improbidade administrativa contra empreiteiras e executivos investigados na Lava-Jato, o Ministério Público Federal pede a devolução de R$ 319 milhões desviados, aplica multa de R$ 959 milhões e estabelece indenização por danos morais de R$ 3,19 bilhões. O total de ressarcimento chega a R$ 4,47 bilhões. Para juristas, a inclusão do dano moral é incomum em casos de improbidade. 

VOLTANDO PARA CASA

O novo embaixador da Indonésia no Brasil espera para entregar suas credenciais à presidente Dilma, no Planalto. Por causa da crise pela execução do brasileiro Marco Archer, Dilma se recusou a recebê-las. A Indonésia reagiu chamando de volta o embaixador. 

PIOR QUE CHAVEZ

Com 60 presos políticos, o governo Nicolás Maduro comete mais abusos contra opositores do que o antecessor Chávez, avaliam ONGs e analistas venezuelanos. EUA, Colômbia, Chile e Espanha condenaram a prisão do prefeito de Caracas, Ledezma. A presidente Dilma disse que é questão interna da Venezuela.  

VETANDO

Depois de vetar o aumento de 6,5% para a tabela do Imposto de Renda, a presidente Dilma anunciou ontem que a correção será de 4,5%. Como o índice é menor do que a inflação de 2014, o brasileiro pagará mais imposto. 

PROGRAMA PRORROGADO

Depois de exaustiva negociação, os membros da zona do euro aprovaram a prorrogação por mais quatro meses do resgate Financeiro à Grécia. O programa de empréstimo terminaria no dia 28. Em troca, o governo terá de apresentar até segunda (23) lista de reformas, que, segundo o bloco, devem envolver combate à corrupção e à evasão Fiscal e medidas que melhorem a eficiência do setor público. 

TRUCULÊNCIA EM VEZ DO DIÁLOGO

Clóvis Rossi: “A prisão do prefeito metropolitano de Caracas, Antonio Ledezma, a exemplo de de tenções anteriores, evidencia que o governo venezuelano prefere a truculência em vez do diálogo. Anistia Internacional fez, a respeito do caso, o que o Itamaraty deveria fazer: condenar as prisões arbitrárias”. 

∆∆∆ Bom dia a todos!

 

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

DICA DO DIA 

Você receberá um corpo físico. Você pode amá-lo ou detestá-lo, mas ele será seu ao longo de toda a sua existência.

Você receberá lições. Você estará matriculado na escola da vida em período integral. Você terá oportunidades para aprender a cada dia que passa. Você poderá usar estas oportunidades ou deixá-las passar simplesmente. Não há erros, apenas lições.

O crescimento é resultado de um processo de tentativa e erro: uma experimentação. Os experimentos fracassados são tão parte do processo quanto os experimentos que funcionam. Uma lição se repetirá até que tenha sido aprendida. Esta lição será apresentada a você sob várias formas até que você a tenha aprendido. Quando conseguir isso, poderá então passar para a próxima lição.

Aprender lições é um processo interminável. Não há nenhum evento na vida que não contenha uma lição. Se você está vivo, sempre haverá uma lição para aprender.

Lá não é melhor que aqui. Quando o seu lá se transformar em aqui, você apenas estará obtendo outro lá que, mais uma vez, parecerá melhor que aqui. Os outros são apenas espelhos da sua própria imagem.

Você não pode amar ou detestar alguma coisa em outra pessoa sem que isso reflita alguma coisa que você ama ou detesta em si mesmo.

É você quem escolhe o que quer fazer da sua vida. Você tem todas as ferramentas e recursos de que precisa. O que faz com eles é problema seu. A escolha é sua. As respostas estão dentro de você. As respostas às questões da vida estão dentro de você.

Tudo que você tem a fazer é prestar atenção, ouvir e confiar.
 

(diabetenet.com.br) 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)
 

CLASSE C TEM CONSUMO REDUZIDO

Quase metade das famílias da classe C reduziu suas compras nos supermercados nos últimos seis meses, segundo pesquisa do Instituto Data Popular, informa João Sorima Neto. A inflação alta, com elevados reajustes na conta de luz, nos aluguéis e no transporte público, que pesam mais no bolso da classe C, estão deixando as famílias com orçamento apertado. Outra pesquisa, da Nielsen, mostra que a classe média baixa gasta em média 15% mais que sua renda mensal. Segundo analistas, a situação pode se agravar ao longo do ano, com a piora no mercado de trabalho, o que levará parte dessas famílias a perder a ascensão social recém-conquistada.  

DOAÇÃO SERÁ INVESTIGADA

O Ministério Público Federal vai investigar a origem do dinheiro que financiou o desfile da Beija-Flor de Nilópolis, campeã do carnaval. A nova versão é que o patrocínio de R$ 10 milhões para o enredo sobre a Guiné Equatorial teria sido dado através de empreiteiras brasileiras ou empresas africanas (o total de doadores pode chegar a 30). Procuradores investigam crime de lavagem de dinheiro por parte do filho do ditador Teodoro Obiang, que tem carros de luxo e imóveis valiosos no Brasil.  

CRITICADO

Criticado por audiência com defensores de uma empreiteira investigada na Lava-Jato, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reiterou, em entrevista ao GLOBO, que é seu dever receber advogados. Disse que a pauta do encontro com representantes da Odebrecht foi registrada em ata e que esta foi a única empreiteira que o procurou. 

REDUÇÃO DE 28%

No período de carnaval foi registrado, segundo a Polícia Rodoviária Federal, o menor número de mortes em oito anos. A redução em relação a 2014 foi de 28%. 

PRECISA TER CPF

Filhos e outros dependentes com mais de 16 anos incluídos na declaração do IR precisarão informar o CPF. A regra vale para este ano, e o documento pode ser tirado na hora.
 

INOCENTADO

A Justiça do Rio inocentou Thor Batista, filho do empresário Eike Batista, pelo atropelamento e morte do ciclista Wanderson dos Santos, na BR-040, em 2012. O MP ainda pode recorrer. 

PRESO NA VENEZUELA

Um dos principais opositores do governo Maduro, Antonio Ledezma, prefeito de Caracas, foi detido ontem em seu gabinete. Ele é acusado de participar de conspiração contra o presidente da Venezuela. 

AÇO BRUTO

A produção brasileira de aço bruto cresceu 7,7% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2014, chegando a 2,96 milhões de toneladas. Enquanto o volume de vendas internas sofreu retração de 8,5% no período, as exportações apresentaram crescimento de 32,9%, puxadas principalmente pela desvalorização do real frente ao dólar, mas também pelo aumento da demanda da indústria automobilística dos Estados Unidos. 

TROCA

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou a intenção de rescindir o contrato com o consórcio da segunda fase da linha 4-amarela do metrô de São Paulo devido à lentidão das obras. Até o momento apenas foi entregue a estação Fradique Coutinho, em novembro. Os dois lotes vencidos pelo grupo espanhol Isolux Córsan-Corviam incluem as paradas Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi, Vila Sônia e a extensão dos trilhos em direção à cidade de Taboão da Serra. O valor dos contratos é de R$ 559 milhões. Segundo o governo, faltam equipamentos e material, além de não haver funcionários em número suficiente para as obras. Se houver nova licitação, as estações Higienópolis e Oscar Freire, que têm inauguração prevista para 2015, ficarão prontas só no ano que vem. Financiador da obra, o Banco Mundial precisa aprovar a rescisão. Na próxima semana, haverá reunião de conciliação coma empresa, que recebeu duas multas e 30 notificações do governo estadual. Os espanhóis dizem que se manifestarão após o encontro. 

LIBERAÇÃO

O Ministério da Educação informou que liberou verbas, que estavam retidas, de escolas privadas participantes do Pronatec — programa de cursos técnicos gratuitos. O anúncio foi feito após a Folha noticiar que as cerca de 500 instituições que participam não receberam pelas aulas desde outubro. O Ministério da Educação disse que foram liberados R$ 119 milhões, suficientes para regularizar todos os repasses atrasados.  

RIXA

A Alemanha rejeitou pedido da Grécia para estender o resgate financeiro da zona do euro ao país. A decisão criou impasse para líderes do bloco, reunidos hoje para discutir o crédito igual a R$ 560 bilhões. Eleito com discurso antiausteridade, o partido de esquerda Syriza promete evitar ações contra metas fiscais. A extensão pode ser decisiva para a permanência grega entre os 19 países com moeda única. 

∆∆∆ Bom dia a todos!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

DICA DO DIA 

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

    É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e abrange bem mais do que dizer um simples "obrigado" diante de uma gentileza.

    É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto. É uma elegância desobrigada.

    É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam. Nas pessoas que escutam mais do que falam. E, quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no dia a dia.

    É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas. Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores, porque não sentem prazer em humilhar os outros.

    É possível detectá-la em pessoas pontuais.

    Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete.

    Oferecer flores é sempre elegante.

    É elegante não ficar espaçoso demais.

    É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.

    É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.

    É elegante retribuir carinho e solidariedade.

    Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.

    A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que "com amigo não tem que ter estas frescuras". Se teus amigos não merecem uma certa cordialidade, teus inimigos é que não irão desfrutá-la.

    Educação enferruja por falta de uso. E, detalhe: não é frescura.   

    Imagine Jesus esnobando os pescadores-apóstolos Pedro e João pela pouca prática em pescaria; ou os cobradores-pecadores Mateus e Zaqueu pela traição ao povo judeu; ou você, após admitir que caiu em pecado mais uma vez e que não conseguiu "chegar lá", como pretendia. Para Jesus, aceitar os outros, ouvi-los, conversar coisas que não Lhe interessavam, não ser espaçoso demais, etc., era uma necessidade. Ele era assim. Assim como? Fino!

    Ser cristão é ser delicado, embora seguro. É ser elegante. Cavalheiro, como só o Espírito Santo pode ser. Com certeza, a elegância no teu comportamento revela muito do quanto você se dispôs a crescer por causa do Evangelho.

(Diabetenet.com.br -  enviado por Maria José Caporrino)

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente) 

PIB EM AQUEDA

Os economistas do mercado financeiro estimam que o PIB brasileiro sofrerá uma queda de 0,42% este ano, segundo pesquisa semanal do Banco Central. Foi a primeira vez que os analistas projetaram uma retração em 2015. E, em Nova York, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, admitiu que o PIB de 2014 pode ter encolhido. Os números oficiais só serão divulgados pelo IBGE no fim de março. Em palestra a investidores, Levy prometeu que conseguirá fazer o ajuste fiscal sem “cortes draconianos” e afirmou que as medidas de aperto são necessárias para criar um “novo ciclo de crescimento”. 

GRANA ALTA

Em meio à polêmica por ter o desfile patrocinado pela ditadura da Guiné Equatorial, um dos carnavalescos da Beija-Flor, Fran-Sérgio Oliveira, disse ontem que os R$ 10 milhões recebidos para a preparação do desfile campeão saíram de empresas brasileiras que têm obras no país africano. Ele citou Queiroz Galvão e Odebrecht, envolvidas em denúncias da operação Lava-Jato, e o grupo ARG como financiadores da azul e branca. Em sua passagem pelo carnaval carioca, a comitiva do presidente Teodoro Obiang, há 35 anos no cargo, pagou cerca de R$ 120 mil pelo aluguel de dois camarotes na Sapucaí, onde exigiu champanhe Dom Pérignon. No dia seguinte, o grupo gastou R$ 79 mil numa churrascaria. 

INTOLERÁVEL

O juiz da Lava-Jato, Sérgio Moro, criticou os advogados de empreiteiras investigadas pelo encontro com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Moro considerou intolerável a atitude dos advogados. Cardozo disse que é seu dever recebê-los. 

INCONVENIENTE

Encontro inconveniente “Triste é o país no qual se tem que explicar ao ministro da Justiça o que ele não deve fazer, porque é institucionalmente inadequado. Ele não pode receber a portas fechadas, no seu gabinete, advogados de pessoas que estão sendo investigadas pela Polícia Federal, que ele comanda. Se o faz, parecerá aos comandados uma desautorização e, aos cidadãos, que haveria um acerto de gabinete. (Miriam Leitão)

BRIGA NO SENADO

Aliados do governo no Senado querem repetir manobra usada na eleição para a Mesa Diretora e dominar comissões permanentes da Casa. Oposição pede respeito a tradição.  

QUESTÃO DA ÁGUA

A reserva de água do Alto Tietê teve a maior alta do ano e chegou a 16,3% da capacidade. O sistema é considerado estratégico pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB) e o plano é usá-lo para atender regiões que são hoje abastecidas pelo Cantareira, o maior e em situação mais crítica.  

PAGAMENTOS ATRASADOS

Desde o fim de 2014, a União não paga por volta de 500 escolas privadas responsáveis por aulas do Pronatec, programa que oferece cursos técnicos gratuitos e uma das bandeiras da campanha da presidente Dilma Rousseff. Segundo representantes das instituições, o último repasse do governo ocorreu em novembro, pelas aulas dadas em setembro. Estão atrasados os pagamentos referentes de outubro a janeiro, informa Fábio Takahashi. Donos das instituições dizem estar recorrendo a empréstimos bancários e atrasando salários por causa da interrupção dos pagamentos. Se a situação persistir, afirmam que podem ter de sair do programa federal. O Ministério da Educação prevê o pagamento de parcela dos repasses pendentes a partir de agora, passado o Carnaval. A pasta não informou quando a situação estará regularizada nem por que houve o atraso. 

BUSCA EM GENEBRA

Acusado de ajudar clientes a lavar dinheiro e evitar o fisco em diversos países, o HSBC em Genebra foi alvo de busca ontem (18). Informante disse que há uma grande petroleira envolvida. A Receita Federal vai apurar operações de brasileiros em contas secretas.

PROTESTO ARGENTINO

Milhares de pessoas saíram de avenida do centro de Buenos Aires rumo à praça de Maio, diante da sede do governo, em homenagem ao promotor Alberto Nisman, morto um mês atrás. Nisman investigava ato terrorista. Organizadores negaram motivação política. Governistas disseram haver “golpismo judicial”.

∆∆∆ Bom dia a todos!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

DICA DO DIA 

Quarta-feira de Cinzas!

A Felicidade


Tristeza não tem fim
Felicidade sim
A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranquila
Depois de leve oscila
E cai como uma lágrima de amor
A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho
Pra fazer a fantasia
De rei ou de pirata ou jardineira
Pra tudo se acabar na quarta-feira
Tristeza não tem fim
Felicidade sim
A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar
A minha felicidade está sonhando
Nos olhos da minha namorada
É como esta noite, passando, passando
Em busca da madrugada
Falem baixo, por favor
Pra que ela acorde alegre com o dia
Oferecendo beijos de amor
 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente) 

PAGANDO SEM QUERER

Concluída em outubro, ao custo de R$ 4,9 bilhões, a segunda linha de transmissão das usinas do Rio Madeira ainda não traz energia ao Sudeste. Mas as empresas responsáveis pela obra e pela usina de conversão vão receber R$ 400 milhões por ano, o que pressiona as tarifas, já que o custo é repassado ao consumidor, mesmo sem a energia ser entregue. 

PETROBRAS NOS TRIBUNAIS

Investidores que movem ações contra a Petrobras na Justiça dos EUA alegam ter tido prejuízo de US$ 527,7 milhões com os escândalos de corrupção da estatal. 

SUS FALHA

Criado em 2011, sistema de dados do SUS custou R$ 34,5 milhões, mas ainda está longe de prestar informações essenciais aos pacientes, como número de vagas, consultas e remédios.  

AINDA BARBOSA

O ex-presidente do STF Joaquim Barbosa centrou fogo ontem em advogados que usam a política para resolver questões judiciais. “Eles buscam corromper” a Justiça, disse. A declaração gerou debate entre juristas. 

CORREIOS PEDEM REAJUSTE

O presidente da empresa, Wagner Pinheiro de Oliveira, vai encaminhar ao Ministério da Fazenda a solicitação de realinhamento das tarifas, que estão defasadas desde maio de 2013. No ano passado, a arrecadação chegou a R$ 18 bilhões, praticamente consumidos pelas despesas. O investimento realizado em 2014 foi de R$ 570 milhões, com ênfase em projetos de logística, novo foco dos Correios. 

BRIGA DE TORCIDAS

Nos últimos dez anos, pelo menos 11 pessoas morreram em decorrência de brigas e confusões envolvendo torcidas organizadas de clubes paulistas de futebol. Não houve no período, entretanto, nem sequer uma condenação judicial por violência. Para especialistas, falta vigor. Ao deter o torcedor em uma briga, a praxe entre os policiais é fazê-lo assinar um documento e liberá-lo. Sem ser responsabilizado, ele "se sente livre para fazer o que quiser", diz o pesquisador da Unicamp Felipe Lopes.  

RECUO

O setor de serviços, que desempenhou o papel de motor da economia e puxou a geração de emprego no país nos últimos anos, registrou recuo de 11% na criação de vagas em 2014. A expectativa de analistas é que a situação se agrave neste ano. A inflação alta, que reduz o poder de compra e gera redução do consumo, é apontada como uma das vilãs nesse processo.  

∆∆∆ Bom dia a todos!

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

DICA DO DIA 

O Carnaval chegou ao fim! 

SACA ROLHA 

As águas vão rolar
Garrafa cheia eu não quero ver sobrar
Eu passo mão na saca, saca, saca rolha
E bebo até me afogar
Deixa as águas rolar
 

Se a polícia por isso me prender
Mas na última hora me soltar
Eu pego o saca, saca, saca rolha
Ninguém me agarra, ninguém me agarra
 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)
 

RECEITA INVESTIGA
A Receita Federal começou a investigar empreiteiras, doleiros e funcionários públicos envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras com o objetivo de comprovar sonegação fiscal e outros crimes tributários, informa Jailton de Carvalho. Além de responder às ações penais, empresas e pessoas investigadas na Operação Lava-Jato deverão receber multas pesadas por valores expressivos não declarados ao Fisco. A fiscalização poderá atingir partidos políticos beneficiados com verbas desviadas de contratos da estatal.  

YANIS, O GREGO
Charmoso, firme, com respostas prontas para as autoridades europeias e os analistas, Yanis Varoufakis é osso duro de roer pelos alemães. Ele é o novo ministro das Finanças da Grécia e tem dito seguidos “nãos” ao ministro alemão Wolfgang Schäuble. Ontem, fracassou nova reunião de ministros europeus sobre a Grécia. O maior problema não é o país em si, mas o risco de contágio político. (Míriam Leitão) 

CHUVAS CHEGAM
As chuvas do final de semana no sistema Cantareira fizeram os primeiros 16 dias de fevereiro superarem a média histórica mensal. A precipitação acumulada está em 206 mm, contra média de 199 mm para todo o mês. O volume dos reservatórios do sistema, que abastece 6,2milhões de pessoas na Grande SP, subiu para 7,8%. O sistema Alto Tietê também totaliza chuvas acima da média mensal (197 mm e 192 mm, respectivamente). O nível de suas cinco represas aumentou para 14,6%. Nos outros quatro grandes sistemas produtores de água da região metropolitana, a média histórica mensal de pluviosidade não chegou a ser ultrapassada. A situação crítica de escassez, entretanto, está longe de ser superada. Em 16 de fevereiro de 2014, o Cantareira tinha 18,5%, quase 11 pontos além do nível atual, mas sem contar duas cotas de volume morto já em uso. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) conta com mais chuvas até março para evitar um rodízio.  

REMESSAS PARA O EXTERIOR
Os valores enviados pelos imigrantes que vivem no país para seus familiares tiveram, em 2014, o maior avanço desde 2007, atingindo a marca de R$ 1,2 bilhão. O aumento se deve ao maior fluxo de estrangeiros e ao uso de bancos — antes parte do dinheiro ia por cartas ou amigos.  

VIÉS POLÍTICO
Petistas defenderam José Eduardo Cardozo após o ex-presidente do STF Joaquim Barbosa ter pedido a demissão do ministro da Justiça por ele ter estado com advogados de alvos da Lava Jato. Houve interesse político, diz o secretário de Comunicação do PT. A oposição quer explicações de Cardozo. 

POUPADA
Para evitar vaias, boneca gigante de Dilma fica fora de desfile em Olinda. 

TERMINOU
No Rio de Janeiro terminou a festa das escolas de samba do primeiro grupo. Agora vem a angustia e o sofrimento na espera das notas dos jurados... Em Salvador o Carnaval continua, não se sabe extamente até quando... 

∆∆∆ Bom dia a todos!

 

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

DICA DO DIA 

Ainda é Carnaval! 

PRAÇA ONZE 

Vão acabar, com a Praça Onze,

Não vai haver mais Escolas de Samba, (não vai,)

Chora o tamborim !

Chora o morro inteiro !

Favela, Salgueiro,

Mangueira, Estação Primeira,

Guardai os vossos pandeiros, guardai,

Porque a Escola de Samba não sai.


Adeus, minha Praça Onze, adeus,

Já sabemos, que vais desaparecer,

Leva contigo a nossa recordação,

Mas ficarás, eternamente em nosso coração,

E algum dia, nova praça nós teremos,

E o teu passado cantaremos !

(Adeus minha Praça Onze...) 
 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente) 

PEDIU DEMISSÃO DO MINISTRO 

Um dia após a divulgação de notícias sobre reuniões do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, com advogados de empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa decidiu esquentar a polêmica. Pelo Twitter, ele pediu a demissão de Cardozo no último sábado, 14. O ministro evitou polemizar, mas petistas saíram em sua defesa e criticaram Barbosa. 

“Nós, brasileiros honestos, temos o direito e o dever de exigir que a presidente Dilma demita imediatamente o ministro da Justiça”, escreveu Barbosa, que foi relator do processo do mensalão. “Reflita: você defende alguém num processo judicial. Ao invés de usar argumentos/métodos jurídicos perante o juiz, vc vai recorrer à Política?”, completou o ex-presidente do Supremo, que condenou à prisão dirigentes históricos do PT e se orgulhava de não receber advogados. 

Cardozo disse ao Estado que só recebeu em audiência advogados da Odebrecht, como consta de sua agenda, e negou que tenha tratado da Lava Jato com Sérgio Renault, defensor da UTC, ou com advogados da Camargo Corrêa. As três são alvo da operação e as duas últimas têm executivos presos pela Polícia Federal. 

“Eu não vou polemizar com o ministro Joaquim Barbosa. Ele, como qualquer cidadão, tem todo o direito de se manifestar livremente. Vivemos numa democracia”, afirmou Cardozo.
 

ESTADOS NO VERMELHO
Levantamento da Folha revela que 18 dos 27 governadores fecharam 2014 com as contas no vermelho, sem receitas suficientes para pagar pessoal, custeio, programas sociais e investimentos. Desde a aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal, em 2000, nunca houve tantos Estados nessa condição. Em 2011, apenas dois deles tiveram saldos negativos. O deficit total foi de R$ 13,2 bilhões, segundo metodologia do Banco Central (ou R$ 11,7 bilhões, de acordo com os balanços locais). Os maiores deficits são de Rio de Janeiro (governo do PMDB), com R$ 7,3 bilhões negativos, e Paraná (PSDB), deficit de R$ 4,6 bilhões. Pelo programa do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para reequilibrar as contas públicas os Estados deveriam obter neste ano superavit de R$ 11 bilhões. Isso equivale a 17% dos R$ 66 bilhões de ajuste previstos para o setor governamental. Planalto e governos estaduais temem que aumente a resistência aos cortes, como ocorreu no Paraná.
 

DÓLAR TURISMO CHEGA A R$3
Dólar turismo chega a R$ 3 e faz brasileiro rever plano de viagem.
 

O CARNAVAL NO RIO DE JANEIRO
Na primeira noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio, a bolsa de apostas não se confirmou e Salgueiro –vice-campeã em 2014, mas que neste ano não figurava nas listas de favoritas– despontou como o principal destaque, com um desfile luxuoso sobre a culinária mineira.

Outra escola que se apresentou bem e não estava nas “cabeças” foi a Vila Isabel, que homenageou o maestro Isaac Karabtchevsky e a música clássica.

Ambas também foram favorecidas por passar pela avenida na segunda metade do desfile, que aconteceu sem chuva, ao contrário do cenário encontrado pelas três primeiras escolas. A Grande Rio também desfilou no “seco” e fez uma boa apresentação.

Penúltimo a desfilar, o Salgueiro trouxe carros e fantasias grandes, luxosos e bem acabados desde o início do desfile. Na comissão de frente, bailarinos representavam “índios enlouquecidos” que faziam acrobacias na avenida, segundo seu idealizador, o coreógrafo Hélio Bejani.

No abre-alas, seguiam as referências à cultura indígena. O segundo carro, que representava o garimpo de diamantes, foi o mais aplaudido. Na alegoria estavam os protagonistas da novela da TV Globo “Império”: Leandra Leal (Cristina), Alexandre Nero (comendador José Alfredo) e Lília Cabral (Maria Marta) –os três cantavam o samba e arrancavam gritos da plateia. 

∆∆∆ Bom dia a todos!

domingo, 15 de fevereiro de 2015

DICA DO DIA 

Para lembrar o Carnaval 

Tomara que chova! (especial para os paulistanos) 

Tomara que chova,
Três dias sem parar,
Tomara que chova,
Três dias sem parar.

A minha grande mágoa,
É lá em casa
Não ter água,
Eu preciso me lavar.

De promessa eu ando cheio,
Quando eu conto,
A minha vida,
Ninguém quer acreditar,
Trabalho não me cansa,
O que cansa é pensar,
Que lá em casa não tem água,
Nem pra cozinhar.
 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente) 

CONTRA A CORRUPÇÃO
Projeto contra corrupção será enviado à Câmara em duas semanas  - São cinco propostas que serão enviadas pelo Ministério da Justiça, entre elas estão a que transforma em crime o caixa 2, a que acelera o confisco de bens sob suspeita de corrupção e a que cria nova estrutura no Judiciário para julgar crimes de desvio de dinheiro público. 

CONTAS NA SUIÇA
A Receita Federal iniciou investigação para apurar se correntistas do Brasil usaram contas do HSBC na Suíça e se cometeram, por isso, crimes contra o Fisco. Os técnicos da Fazenda já receberam uma relação desses clientes. 

FORÇA DO DINHEIRO
Nada influencia tanto o resultado do carnaval carioca quanto as alegorias e os adereços, um dos custos mais altos das escolas. Levantamento inédito do Núcleo de Jornalismo de Dados do GLOBO mostra que, nos últimos 11 anos, venceram as escolas que tiveram as melhores notas nesse quesito, informam Fábio Vasconcellos e Rafael Galdo. A Unidos da Tijuca, atual campeã, lidera o ranking com 97% dos pontos possíveis. 

FRAUDE
Gestora de investimentos do Postalis, o fundo de pensão dos Correios, recorreu até a liquid paper e corte e cola digital para fraudar títulos, revela Gabrieal Valente (O Globo). Operações causaram perdas de R$ 68 milhões. Caso é investigado pela SEC, o órgão regulador do mercado americano. 

PREOCUPAÇÃO
O Brasil se tornou uma preocupação para multinacionais, que se queixaram da economia fraca, do aperto no crédito, da inflação e do câmbio durante a divulgação de seus resultados nas últimas semanas. Levantamento da Folha baseado nessas apresentações identificou que 85 empresas estrangeiras citaram o Brasil. Do total, 54 apresentaram reclamações. Para 12 delas, a atual situação econômica do país não está impactando os resultados, enquanto 19 veem boas oportunidades no país.

RECLAMAÇÕES
O setor de veículos se destaca entre as reclamações. Para as montadoras, a alta do dólar prejudica a conversão dos lucros em reais para a moeda norte-americana. A crise na Petrobras afeta os fornecedores de equipamentos para a indústria de óleo e gás. Uma fabricante de sondas relatou atrasos de pagamentos para estaleiros. As medidas econômicas baixaram a confiança de empresas que atuam no mercado de consumo, e o setor agrícola reclama do aperto no crédito. 

APOIO
O ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli afirma achar “uma bobagem" blindar a diretoria da estatal de indicações políticas. “Por que o dirigente de uma empresa não pode ter unia filiação partidária?”. Alvo das investigações sobre as perdas causadas pela compra da Refinaria de Pasadena (EUA), Gabrielli, 65, declara ainda que a “fome dos cargos” é para que os partidos influam naquilo que o Estado faz.  

ROTA CLANDESTINA
A Polícia Federal investiga o uso do Brasil como rota de sírios e iraquianos, portando passaportes falsos, rumo à Europa, após deixarem seus países devido à guerra civil ou a perseguição do Estado Islâmico. Ao menos 60 pessoas recorreram a esse expediente para tentar sair do Brasil nos últimos meses, diz a PF.

 

AS REVISTAS 

VEJA 

Manchete: Para abrir só depois do Carnaval (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------

ÉPOCA

Manchete: Use a internet para escrever melhor

Frases sem pontuação, abreviações indecifráveis e raciocínios confusos? Nem sempre. Pesquisas comprovam: as redes sociais tornaram-se ferramentas úteis para afiar a boa escrita. (Pág. 1)

Chibatada: Os delatores do petrolão entregam os políticos do PT envolvidos no esquema (Pág. 1)

Chinelada: O prefeito de São Paulo afirma: "Ninguém aguenta mais tanta corrupção" (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------

ISTOÉ

Manchete: O verão do Crossfit

Por que a nova modalidade de atividade física está atraindo tanta gente às academias.

O que ela realmente pode fazer pelo seu corpo.

As histórias de quem entrou em forma com o exercício.

Os riscos que a prática pode trazer. (Pág. 1)

Política: O velho enredo que Dilma prepara para reverter a queda de popularidade (Pág. 1) 

Exclusivo: A inadimplência recorde de R$ 4 bi no BNDES (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: Ser ou não ser, eis a gestão

Como as técnicas de teatro podem ajudar sua empresa.

Cleber Morais, presidente da Bematech; "O grande líder precisa estar preparado para ser um grande showman".

Em tempos de tragédia econômica, formar equipes vencedoras requer muita criatividade e desenvoltura dos administradores de empresas no Brasil. Os presidentes e diretores de companhias como Bematech, Santander, Qualcomm, BNP Paribas e Mars sobem ao palco e aprendem a arrancar aplausos (e resultados) de funcionários, clientes, financiadores e acionistas. Conheça suas histórias. (Pág. 1)

Fogo amigo do PT e de aliados ameaça ajuste fiscal (Pág. 1)

A lavanderia de dinheiro sujo do HSBC (Pág. 1)

Finanças: As cartadas dos megainvestidores em 2015 (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------

Carta Capital

Manchete: Brasil, quarta de cinzas

A crise analisada por Alfredo Bosi, Celso Antônio Bandeira de Mello, Gilberto Carvalho, Guilherme Boulos, Jean Wyllys, João Pedro Atedile, Ladislau Dowbor, Luiz Gonzaga Belluzzo e Rafael Marques. (Pág. 1)

Eduardo Cunha - O presidente da Câmara encarna o antipetismo e o antigovernismo. (Pág. 1)

HSBC: Ditadores, corruptos e traficantes, clientes vips do banco inglês (Pág. 1)

Cid Gomes - O ministro fala de seus planos para a Educação. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------

EXAME

Manchete: A economia sem água

Os efeitos da seca da região mais rica do país.

Como as empresas estão se preparando para o provável racionamento.

Quem deve sofrer mais com a crise. (Pág. 1)

Petrobras: O novo presidente vai tirar nossa maior empresa da lama? (Pág. 1)


∆∆∆ Bom dia a todos!