sábado, 7 de março de 2015

DICA DO DIA 

Conquista da autoconfiança 

Para começar, goste de si mesmo! Este é o mais importante ingrediente da autoconfiança. Pessoas que se amam são alegres e otimistas, sentem-se bem consigo mesmas e os outros gostam de estar com elas.

Depois, faça a escolha certa dos seus pensamentos. Você é a soma total dos seus pensamentos. Dizem que temos 90 mil pensamentos por dia, dos quais 60 mil são repetitivos – ou seja, repetimos os mesmos pensamentos muitas vezes ao dia. Então, a única diferença entre um otimista e um pessimista é o que eles escolhem como centro de seus pensamentos e é você quem tem a liberdade de escolher que tipo de pensamento vai conservar e quais vai dispersar... Por isso, diga "não" aos pensamentos que causam um estado de espírito negativo e procure outros que provoquem otimismo e alegria.

Outro recurso para adquirir autoconfiança é a escolha das influências que deseja receber. Você sabe, estamos expostos a todo tipo de influência e opiniões diariamente. Por isso saiba exatamente o que o influencia e escolha a quais influências expor-se. Inunde a sua mente com pensamentos e idéias animadoras e positivas... Leia biografias de pessoas que fizeram coisas extraordinárias... Desenvolva a imunidade ao pessimismo de modo a não absorvê-lo. Por fim, cuidado com as comparações.

A maneira rápida de você acabar com sua autoconfiança é comparar-se com pessoas erradas... Portanto, não coloque ninguém em um pedestal... A melhor maneira de agir é esquecer as comparações e escolher alguém de valor como exemplo – uma pessoa que tenha qualidades e características que você admira e que poderá lhe ensinar alguma coisa.
 

(diabetenet.com.br)
 

OS JORNAIS 

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)

 

INQUÉRITOS

Após um dia de muita tensão, o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou ontem à noite investigação contra 50 pessoas acusadas no escândalo de corrupção na Petrobras apurado na Lava-Jato, entre elas 49 políticos e um operador, Fernando Baiano. A lista enviada ao STF pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, detalha até pagamentos semanais de propina a investigados no esquema e inclui, entre os que responderão a inquérito, os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha, ambos do PMDB. Segundo a acusação, Renan chegou a fazer reuniões em casa para tratar do esquema e "receber valores". Já Cunha é acusado de achacar empreiteiros. Os dois negam. As investigações autorizadas ontem são baseadas ainda apenas nas delações do ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa e do doleiro Youssef. Por isso, a maioria dos acusados é do PP (31), seguidos por PT (8) e PMDB (7). O PTB tem o senador Fernando Collor. E há dois nomes da oposição: o senador Antonio Anastasia (PSDB) e Luiz Argôlo (Solidariedade). Não foi aberta ação penal nem feita denúncia. Os políticos ainda serão investigados.
 

CAMPANHA DE DILMA 2010

O ex-ministro Antonio Palocci será investigado no Paraná, pela acusação de ter intermediado repasse de R$ 2 milhões desviados da Petrobras para campanha de Dilma em 2010.
 

PEDIDOS ARQUIVADOS

O procurador-geral rejeitou pedidos de investigação contra quatro políticos ou ex-políticos. O STF concordou. Não serão investigados: Aécio Neves (PSDB-MG), Henrique Alves (PMDB-RN), Delcídio Amaral (PT-MS) e Alexandre Santos (PMDB-RJ).
 

ELES SABIAM

Youssef disse que Lula e Dilma sabiam. Depoimento revelado ontem confirmou que o doleiro disse que Lula e Dilma sabiam do esquema na Petrobras, como publicara a "Veja" antes da eleição.
 

COMPLEXA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, descreve o esquema de desvios na Petrobras como uma "complexa organização criminosa" dividida em núcleos, como o mensalão: político, econômico (empreiteiras), administrativo (funcionários da Petrobras) e financeiro (operadores da propina). Chamada na PGR de "petição do fim do mundo", a de n° 5260, que pede inquérito contra 39 pessoas, é considerada a chave para a futura denúncia por formação de quadrilha.
 

INFLAÇÃO

Tarifaço faz inflação atingir 7,7% em 12 meses, a maior desde maio de 2005. Preços que são controlados pelo governo e estavam represados, como gasolina, energia e ônibus, tiveram maior alta.
 

∆∆∆ Bom dia a todos!

sexta-feira, 6 de março de 2015

DICA DO DIA 

Os sentimentos de um parceiro oferecem informações essenciais que precisam ser compartilhadas com o outro. A dor física é um aviso de que há alguma coisa errada com nosso corpo, de modo que possamos agir para sanar o problema. Da mesma forma, as emoções – tanto agradáveis quanto desagradáveis – dirigem nossa atenção para circunstâncias importantes. Se não tivéssemos emoções, não saberíamos como distinguir as situações que são benéficas para a nossa vida das prejudiciais.

Por exemplo, a alegria que sentimos assistindo ao nascer do sol lembra-nos de como é importante reservar algum tempo para admirar as belezas da natureza. Sem emoções, não perceberíamos que uma determinada situação é tediosa e não faríamos nada para torná-la mais interessante. Sem o medo e a raiva, não saberíamos sair de situações potencialmente danosas. Devemos, portanto, tomar nossas emoções como ponto de partida para a reflexão, ou elas poderão produzir reações automáticas que não nos farão bem.

Emoções, pensamentos e ações são trigêmeos que precisam trabalhar juntos e em harmonia. Quando percebemos uma emoção, temos de analisá-la a fim de poder ouvir a mensagem que ela nos está enviando. Usadas assim, as emoções nos levam à percepções ocultas, medos e preferências. Quando usamos as informações oferecidas, tanto pelas emoções quanto pela reflexão, podemos determinar o melhor modo de agir.

(Susan Heitler) 

OS JORNAIS 

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)

 

CRIADAS QUATRO SUB-RELATORIAS NA CPI

Com autorização do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), determinou a criação de quatro sub-relatorias e entregou uma delas para o PSDB. Na prática, a manobra isolou o PT e enfraqueceu o trabalho do relator, o petista Luiz Sérgio. Os sub-relatores irão funcionar de maneira autônoma e paralela ao petista. A criação de sub-relatorias causou bate-boca e troca de acusações na CPI. Oito senadores com mandato (10% do total) estão confirmados na lista de 45 parlamentares contra os quais o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF): Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Humberto Costa (PT-PE), Romero Jucá (PMDB-RR), Edison Lobão (PMDB-MA), Ciro Nogueira (PP -PI) e Fernando Collor (PTB-AL), além do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O procurador-geral também pedirá abertura de inquéritos no STJ contra os governadores do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e do Acre, Tião Viana (PT).

 

RESGATE

No mesmo dia em que se reuniu como presidente do BNDES, Luciano Coutinho, o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, defendeu ontem o “resgate reputacional” das empreiteiras investigadas pela Lava-Jato. Na conversa, Adams tratou da manutenção de empréstimos para o grupo de empresas. 

 

ATAQUE DE RENAN

Presidente do Senado diz que Janot está “em processo de reeleição” e se queixa por não ter sido ouvido.

 

RAPIDEZ

O ministro da fazenda, Joaquim Levy, pediu rapidez na definição das medidas de ajuste fiscal no Congresso ao destacar a gravidade da situação financeira do país. No entanto, afirmou que "o Brasil não está doente". A declaração ocorre em meio à crise política com aliados do governo e à piora de indicadores econômicos. O ministro defendeu suas medidas numa comparação indireta com o regime da presidente Dilma. Para ele, "dieta efetiva requer comer menos e melhor". Assim, disse, "resultados aparecem" apesar do ceticismo de alguns. Levy agora afirma que a desoneração da folha ainda é importante para alguns setores da economia. 
 

DÓLAR SUPERA r$ 3,00

As dúvidas sobre o ajuste fiscal fizeram o dólar comercial subir mais 1,04%, a R$ 3,011. Pesou na alta a decisão do BC europeu de injetar € 60 bilhões por mês na região. O euro caiu, e a diferença da cotação para o dólar é a menor desde 2003. Viajar para Paris já está mais barato do que ir a Nova York, por exemplo.
 

SAQUES NA POUPANÇA

Os resgates na Poupança superaram os depósitos em R$ 6,2 bilhões em fevereiro. Com orçamento apertado pela inflação, as famílias se desfizeram de economias.
 

PRODUÇÃO DE CARROS CAI

Montadoras tiveram queda de 28,9% em fevereiro, e setor fechou 2.200 vagas este ano. Consultores veem risco a outros 15 mil empregos.
 

MST DESTRÓI

Com rostos cobertos por lenços, cerca de 500 mulheres ligadas ao MST invadiram ontem uma empresa em Itapetininga, no interior de São Paulo, e destruíram milhares de mudas de eucaliptos mantidas para pesquisas genéticas há cerca de 14 anos. O ato foi filmado pelo grupo. As mulheres quebraram as estufas da empresa e picharam o local.
 

PT NÃO É MAIS AQUELE

O desespero tomou conta dos petistas. Eles não veem capacidade de o Planalto virar o jogo. Apesar do esforço de seus operadores, o clima na base aliada é de insubordinação. A Operação Lava-Jato e a lista Janot tiraram a iniciativa do PT e reduziram sua capacidade de intervir na luta política. Esses petistas dizem que, para reagir, o governo depende de uma improvável reviravolta na economia.
 

TRIMESTRE DIFÍCIL

A inflação do primeiro trimestre será a pior do ano. Significa que no meio de todas as más notícias que o governo deu aos brasileiros neste início de 2015, e dos conflitos no Congresso, estamos agora atravessando a zona de turbulência. A grande responsável pela inflação do trimestre é a energia elétrica. Os preços administrados chegarão quase a 9,5% só nos primeiros três meses. Irão a 13,5% no ano (Mirian Leitão).
 

JURO ALTO NÃO SEGURA INFLAÇÃO

A escalada recente do dólar, que ontem fechou a R$ 3,01, consome o ganho que o capital estrangeiro poderia obter com as taxas de juros crescentes do país. Para os fundos, buscar a proteção no câmbio custa cada vez mais caro, por isso, há a expectativa de saída do país. A crise política colabora para esta percepção. E os juros altos não são capazes de trazer a inflação para dentro da meta. Segundo o Bradesco, isso só ocorrerá em 2017.
 

QUEDA NO LUCRO

Com receita estável em 2014, o caixa líquido da EMBRAER  ficou negativo, em boa parte devido ao atraso de pagamento do governo para o desenvolvimento do cargueiro KC 390. No ano, o lucro subiu 2%, ficando em R$ 796,1 milhões.
 

NOVOS PARTIDOS

PEC do PMDB no Senado endurece ainda mais as regras aprovadas na Câmara para criação de legendas. Apoio do Planalto a novo partido de Kassab acirrou mobilização.
 

MARTHA SUPLICY

A senadora escreve: “Em política existem duas coisas que levam a vaca para o atoleiro: a negação da realidade e trabalhar com a estratégia errada. O governo recém-empossado conseguiu unir as duas. A estratégia de culpar FHC não faz sentido. O povo, de todas as classes, está ficando irritado”.  

∆∆∆ Bom dia a todos!

 

quinta-feira, 5 de março de 2015

DICA DO DIA 

Mantenha uma atitude vitoriosa! Quando você olha para uma pessoa curvada e triste, perde a confiança, porque verifica que está abatida e preparada para uma derrota. Não deixe que ninguém pense isso a seu respeito! Mantenha-se de cabeça erguida, confiante e risonho, e todos confiarão em você. Irradie força e entusiasmo até por meio da atitude do seu corpo. 

(C.T. Pastorino – Minutos de Sabedoria) 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)

 

DE 70 PARA 75 ANOS

O descompasso entre o governo e o Congresso, agravado com a inclusão de Renan Calheiros e Eduardo Cunha, presidentes do Senado e da Câmara, na lista de políticos enviada ao STF para investigação da Lava-Jato, impôs ontem nova derrota ao Planalto. Apesar dos esforços do governo para evitar a votação, a emenda constitucional que amplia a idade máxima para a aposentadoria de ministros de tribunais superiores de 70 para 75 anos foi aprovada por 318 votos a 131. Com isso, se confirmada em outras votações, a presidente Dilma só fará mais indicações para o STF se algum ministro se aposentar voluntariamente. Renan avisou ao Planalto que, se insistir no veto à correção de 6,5% no Imposto de Renda, sofrerá outra derrota. Relator da Lava-Jato no Supremo, o ministro Teori Zavascki deve abrir o sigilo da lista de políticos até amanhã.

 

FORA DA LISTA

Menções à presidente Dilma e ao senador tucano Aécio Neves, concorrentes na última eleição, foram descartadas no material remetido ao STF, informa Vinicius Sassine (O Globo). O MP considerou insuficientes as citações referentes aos dois.

 

REJEITANDO

Um dia após pedir ao STF a abertura de 28 inquéritos sobre a Lava-Jato, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, rejeitou as pressões políticas sobre o MPF e disse que não levou em conta vínculos partidários. 

 

DÓLAR NAS ALTURAS

O temor de que medidas de ajuste fiscal não sejam aprovadas pelo Congresso levou o dólar comercial abater R$ 3, na máxima do dia, e fechar a R$ 2,98, o maior patamar desde 19 de agosto de 2004. Nas casas de câmbio, o dólar turismo era negociado por até R$ 3,33 nos cartões pré-pagos de viagem e a R$ 3,17 em espécie. Lojas de importados já reajustam preços e preveem queda nas vendas.

 

JUROS EM ALTA

Juros básicos foram de 12,25% para 12,75% ao ano para segurar a inflação, que tem avançado com tarifas e dólar.

 

GENOINO TEM PENA EXTINTA

Condenado no mensalão, o ex-presidente do PT José Genoino recebeu perdão do STF após indulto de Natal.

 

PRODUÇÃO INDUSTRIAL

A produção industrial em janeiro subiu 2% em relação a dezembro. Entretanto, em 12 meses o setor acumula retração de 3,5%. Em relação a janeiro de 2014, a queda é de 5,2%. O crescimento foi considerado um suspiro, que não representa ainda uma tendência de recuperação.

 

DENGUE

Levantamento da Folha em 50 cidades paulistas mostrou ao menos 44.140 pessoas infectadas com dengue no primeiro bimestre. É a pior situação desde 2010. A explosão de casos levou à suspensão de aulas, e até capela virou hospital improvisado. Prefeituras doaram repelentes e sementes de planta para atrair predador do Aedes aegypti.  

 

∆∆∆ Bom dia a todos!

 

quarta-feira, 4 de março de 2015


MUNDO SERTANEJO EM LUTO 

Morreu ontem, após um ataque cardíaco, o cantor José Rico, que fazia dupla com Milionário. A perda desse artista causou comoção em todos os fãs de música sertaneja e várias emissoras de televisão prestaram homenagem a ele, reverenciando sua memória. Em maio de 2004 escrevi uma crônica falando sobre a dupla, que reproduzo aqui, também em forma de homenagem ao artista que partiu. 

Crônica


NESTA LONGA ESTRADA DA VIDA


Gildo Sanches 


            Corria o ano de 1977 e eu, funcionário do Banco Itaú em São Manuel, nas horas de folga, participava ativamente da programação da Rádio Clube, comentando, produzindo e apresentando programas de esportes, enfim, fazendo aquilo que gostava de fazer e que gosto até hoje. De quebra, começavam a surgir convites para apresentar eventos, até shows. Foi assim que apresentei, num sábado à noite, em praça pública, na Rua Moraes Gordo, defronte à casa de eletrodomésticos de Paulo Tocci, uma dupla que estava começando a despontar no cenário musical do Brasil, como algo diferente. Chamavam-se Milionário e José Rico e o grande sucesso, de um LP gravado em 1976, era “Estrada da Vida”.

            Aquele quarteirão entre as Ruas Batista Martins e Gomes de Faria ficou lotado por um público sequioso de conhecer os dois artistas, um deles, digamos,  bastante exótico, usando óculos escuros em plena luz do luar, barba e bigode vastos, cabelos compridos, voz aguda e bem modulada. O outro, mais “comportado”, usando um grande chapéu, fazendo a segunda voz, que, para quem não conhece das coisas do canto em duplas, é tarefa das mais difíceis.

            O show foi um sucesso. Terminado o espetáculo e o cerco aos artistas para colher autógrafos, alguém, sabendo que os cantores dormiriam na cidade e partiriam somente no domingo pela manhã, sugeriu a eles uma visita aos detentos da Cadeia Pública de São Manuel, que gostavam muito de suas canções. Eles toparam e, no dia seguinte, fomos até lá.

            Eu imaginava que seria uma passagem rápida, uma conversa aqui e ali, e que retornaríamos logo. Mas não foi. Milionário e José Rico, na impossibilidade de apresentarem algumas de suas músicas para todos os detentos, já que as nove celas colocadas em seqüência,  não permitem que os que lá estão tenham visão para um só local, resolveram o problema cantando uma música inteira à frente de cada cela. Foram, pelo menos, nove canções, entre elas a famosa “Estrada da Vida”.

            Numa de suas últimas passagens por São Manuel, quando da realização de uma Festa do Peão no Conjunto Poliesportivo, Milionário e José Rico lembraram-se do ocorrido e, num intervalo entre uma música e outra, falaram a respeito, como fato pitoresco de uma carreira que se iniciava, que teve seus altos e baixos, mas que, no todo, foi repleta de êxito.

            Eles se conheceram em São Paulo, no hotel onde ambos se hospedavam, em  1968. José Rico já tinha esse nome artístico e Romeu adotou o nome de Milionário, para combinar. A dupla, após atuar em São Paulo sem obter resultados vistosos, dirigiu-se para Londrina, no Paraná, onde começaram a cantar em um estúdio de gravação de jingles comerciais. Foram apresentados à gravadora Chantecler em 1973, pelo compositor Prado Júnior, que também trabalhava na produção de jingles.

            O sucesso veio nos anos 70. A canção rancheira "Estrada da Vida", que vendeu mais de dois milhões de cópias, deu origem ao roteiro do filme homônimo, dirigido por Nelson Pereira dos Santos. Além de fazer sucesso em todo o Brasil, o filme alcançou sucesso também na China. A dupla foi convidada a se apresentar naquele país, para onde foi em excursão com um mês de duração, em 1985.

            Em 1991, a dupla se separou. Milionário gravou com Mathias, da dupla Matogrosso e Mathias, na época também separada. José Rico tentou carreira solo. Em 1994, a dupla se refez e gravou seu 21º LP, "Nasci para te amar", que saiu também em CD pela Chantecler. Aliás, esse foi o primeiro CD da dupla, depois da era dos discos de vinil. Agora, os chamados “Gargantas de Ouro do Brasil” lançaram o CD “Decida!!!”, pela Warner Music, seu 27º álbum, regravando pela primeira vez verdadeiros clássicos do cancioneiro popular e romântico, além de três canções inéditas.

Ouvi o CD adquirido por meu filho Renato (Shã), e gostei principalmente de algumas músicas regravadas, como “Moça”, “Gita” e “ Meu primeiro Amor”.  Percebi que os cantores agradam os mais antigos, como eu e meus amigos Décio Bizotto e Ademar Destro (barbeiro), e os mais jovens, como meu filho e seu amigo Leco, engenheiro eletricista da Soletrol, entre tantos outros. Então me lembrei e resolvi contar a história que vivi no começo da carreira de Milionário e José Rico, época do início da vitoriosa “estrada da vida” da dupla.

DICA DO DIA 

Por que está guardando tantas coisas inúteis? Para que tantas coisas em seus armários, quando seus irmãos estão com os deles vazios? Distribua tudo aquilo que lhe não está servindo, para que sua alma não fique pesada demais, quando se afastar da terra. 'O coração do homem está onde está seu tesouro'. Se você juntar muitas coisas inúteis, a elas poderá permanecer preso, sem conseguir alçar vôo para as regiões bem-aventuradas. 

(C.T.Pastorino – Minutos de Sabedoria) 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente) 

AVISADOS

Avisados de que constam da lista de políticos envolvidos na Operação Lava-Jato enviada ao STF, os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha, reagiram retaliando o governo Dilma e acirrando a crise entre seu partido, o PMDB, e o Palácio do Planalto . Renan devolveu ao governo a medida provisória que anula os efeitos da desoneração da folha de pagamento das empresas, um dos pilares do ajuste fiscal de Dilma, e disse ter se arrependido de não ter feito o mesmo com outros projetos. Imediatamente, a presidente enviou um projeto de lei com o mesmo conteúdo ao Congresso, com urgência constitucional de 90 dias. Cunha disse ter sido vítima de “alopragem”, em referência a petistas envolvidos no escândalo dos aloprados, em 2006.  

LISTA CHEGOU AO STF

Na noite de ontem, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF 28 pedidos de abertura de inquérito contra 54 suspeitos de participar dos desvios na Petrobras. No grupo há políticos com foro especial, mas também pessoas que não ocupam cargos públicos. Janot pediu o arquivamento de sete petições por falta de provas suficientes para abertura de investigação. Por enquanto, todos os procedimentos estão em segredo. Em Curitiba, dois executivos da Camargo Corrêa que fecharam acordo de delação premiada se comprometeram a detalhar fraudes em contratos de Belo Monte e Angra 3. 

DEPORTAÇÃO

A Justiça Federal em Brasília determinou a deportação do italiano Cesare Battisti por considerar que ele está “em situação irregular no Brasil e por ser criminoso condenado em seu país de origem”. Em 2010, o STF aprovou parecer pela extradição de Battisti, mas a medida foi rejeitada pelo então presidente Lula. 

DÓLAR EM ALTA

Pelo segundo dia seguido, o BC reduziu os leilões de câmbio no mercado. Com isso, o dólar subiu 1,13%, para a maior cotação em 10 anos:Rr$ 2,92. Analistas temem impacto na inflação. 

PROCESSO DE EIKE BATISTA SUSPENSO

O TRF afastou o juiz que dirigiu Porsche do empresário, anulando depoimentos e audiência, mas mantendo bloqueio de bens. Desembargador criticou imprensa. 

MP DEVOLVIDA

Dilma Rousseff reagiu rapidamente, assinando ontem à noite projeto de lei com urgência constitucional retomando os termos da medida provisória que eleva as alíquotas das desonerações de indústria e serviços. 

IMPOSTO DE RENDA

Planalto acena com reajuste do IR maior. Proposta em estudo deve ficar entre 5% e 5,5%, um meio termo entre os 4,5% que queria o governo e os 6,5% aprovados pelos parlamentares, mas vetados por Dilma Rousseff. 

EXCLUIDOS

O governo vai excluir 5 milhões de famílias do programa Tarifa Social, que dá desconto na conta de luz. Elas representam 38% das famílias beneficiadas. Segundo a Aneel, os excluídos não se enquadravam mais nas regras, seja por erro de cadastro ou por mudança no perfil econômico. O corte reduzirá em R$ 600 milhões o custo do programa. 

∆∆∆ Bom dia a todos!

terça-feira, 3 de março de 2015

DICA DO DIA 

Você conhece alguém que reclama de tudo? Já ficou ao lado de alguém que parece pesado, chato, cansativo? Já conviveu com alguém que bate as portas, que fala gritando e que tem sempre uma palavra rude na ponta da língua para disparar em quem se atrever a lhe perguntar algo?

Já conheceu alguém que reclama até de propaganda de televisão, que fica nervoso com os telejornais, com a política, com a burocracia, com o cachorro, com as seguradoras, com o síndico e com a mulher (ou marido), filhos, sogra e até com o tempo?

Se faz sol é porque o calor é insuportável. Se chove é porque “pobre não tem sorte mesmo”. Tudo é motivo pra reclamar! E o maior problema é que as pessoas que são (ou estão) assim, quase sempre não percebem! Por isso, pergunte-se: você anda reclamando demais da vida?

Tem se comportado como uma pessoa pesada e desagradável? Ou seja, tem se comportado como pessoa-repelente? Tem se dado conta de que poucos amigos ainda continuam ligando de vez em quando e que dificilmente alguém te paquera, se interessa e se mantém interessado por você depois de te conhecer melhor?

Sim, porque ninguém gosta de ficar perto de alguém que mais parece uma “ziquizira” do que um “convite”... E essa é a notícia chata que eu tinha pra dar... Mas eu tenho também uma notícia muito boa!

De pessoa-repelente você pode passar a pessoa-atraente... E é mais simples do que você imagina. O primeiro passo é se tornar uma pessoa afetuosa. Sobre isso, Leo Buscaglia (em seu livro “Vivendo, Amando e Aprendendo”) deu algumas dicas:

- “Para começar, acredito... que a pessoa afetuosa seja uma pessoa que goste de si. ... Não me refiro ao narcisismo... Refiro-me a uma pessoa que goste de si como alguém que sabe que só podemos dar aquilo que possuímos, de modo que é bom começar a conseguir alguma coisa.”

- “Acho que a segunda coisa mais importante num indivíduo afetuoso é que ele se liberta de rótulos... Basta você ouvir um rótulo para pensar que sabe tudo sobre ele. Ninguém jamais se dá o trabalho de dizer: ‘Ele chora? Sente? Entende? Tem esperanças?’. Palavras... Você, se for uma pessoa afetuosa, se dirá o que significa uma palavra só depois de descobrir, por experiência, o que significa; não por acreditar na definição de outras pessoas.”

- “Também acho que o indivíduo afetuoso é o que detesta o desperdício e não suporta a hipocrisia. Rosten diz: ‘Os fracos é que são cruéis. Só se pode esperar a brandura dos fortes.’”

- “Por fim, acho que o indivíduo afetuoso é aquele que não se esqueceu de suas próprias necessidades... A necessidade de sermos vistos, conhecidos, reconhecidos... A necessidade de desfrutar do nosso mundo, de ver a maravilha contínua da vida, de poder ver como é maravilhoso estar vivo.”

Bom, o Leo escreveu muitas outras coisas fantásticas e eu adoraria continuar citando essas maravilhas, mas sugiro que você leia este livro! E eu vou continuar meu artigo... Depois de se tornar afetuosa, sugiro que você se torne uma pessoa gostosa.

Não, não estou falando de medidas, peso, busto, quadris e cintura... Estou falando de leveza, de alto astral, de risada, flexibilidade, senso de humor, otimismo... Estou falando da criança que existe em cada um de nós... mas que talvez você tenha esquecido a sua trancada no porão, desde quando se deu conta de que cresceu, de que os anos passaram. Bobagem! Abra o porão, resgate a sua capacidade de transformar pequenas ocasiões em festas.

E assim, afetuoso e gostoso, você terá se tornado uma pessoa-atraente. Daquelas que a gente tem vontade de ligar, de convidar pra sair, de conversar, de contar segredos, de pedir conselhos... Daquelas que a gente tem vontade de amar! Porque, afinal, de que mais a vida é feita?

E nunca se esqueça: se não conseguir sozinho, procure ajuda!
 

(diabetenet.com.br) 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)
 

ENTREGA SERÁ HOJE

Segundo o Jornal Nacional (Rede Globo) o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vai entregar, nesta terça-feira (3), ao Supremo Tribunal Federal (STF), os pedidos de abertura de inquérito contra políticos envolvidos na Operação Lava Jato. A denúncia para abrir investigação deve atingir mais de 30 políticos de diferentes partidos. Janot também vai pedir quebra de sigilo ao ministro Teori Zavascki, relator dos processos no Supremo, para que os nomes possam ser divulgados. 

AULA DO JUIZ

Em aula ontem para alunos de Direito, o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, defendeu que se “siga o dinheiro” para descobrir “o último beneficiário da atividade criminosa”. “Não é o chefe que vai sujar as mãos”, disse Moro, sem se referir à operação Lava-Jato, mas afirmando que as investigações contra políticos devem ser feitas como as contra traficantes de drogas. A declaração de Moro foi dada na véspera de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviar a o Supremo Tribunal Federal (STF) a lista dos políticos investigados na Lava-Jato. As petições do procurador-geral devem ser analisadas pelo ministro Teori Zavascki antes de os nomes dos políticos serem divulgados, o que causa apreensão em Brasília. Em encontro com manifestantes que pediam a divulgação da lista, Janot afirmou que “quem tiver de pagar vai pagar”.  

PETROBRAS VENDE ATIVOS

Estatal justifica decisão com necessidade de fazer caixa. E, segundo fontes, deve se desfazer de áreas na Bacia de Campos e de refinaria no Japão. 

AJUSTE DIVIDE GOVERNO

Medidas anunciadas pelo governo para elevar a arrecadação, como o aumento dos impostos para empresas antes beneficiadas por alívio na folha de pagamentos e a redução de incentivos aos exportadores, têm sofrido duras críticas dos ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento, mais ligados ao setor produtivo. A Fazenda, por sua vez, estuda tributar heranças e cobrar IR sobre a remessa de lucros para o exterior caso tenha dificuldades para aprovar no Congresso medidas já anunciadas. O rigor do ajuste fiscal começa a ser visto como um “tiro no pé” por parte do governo, que teme o aprofundamento da crise na economia. 

DÉFICIT NA BALANÇA

As importações superaram as exportações em US$ 2,842 bilhões , no pior fevereiro da série histórica. A queda nas commodities e o freio na economia chinesa afetaram o desempenho do comércio exterior.  

IRRITADA

A presidente Dilma ficou irritada com o tamanho da resistência de parlamentares do PT às medidas do ajuste fiscal que mexem em benefícios trabalhistas, mostrado ontem pelo GLOBO. E o jantar do ministro Joaquim Levy com a bancada petista, que estava marcado para ontem, foi cancelado. Já o presidente do Senado, Renan Calheiros, decidiu boicotar jantar da presidente Dilma com o PMDB, ocorrido ontem. 

SEM PASSAGENS

O Ministério Público Federal deu um prazo de 20 dias para que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, revogue a medida da Mesa Diretora que garante a concessão de passagens a mulheres e maridos de parlamentares. As bancadas de três partidos já tinham anunciado que abririam mão das passagens. Cunha já ensaia recuo. 

Míriam Leitão: Não foi só a chuva
A crise de energia é grave, tem várias causas, pesará violentamente sobre o bolso do consumidor, tirará competitividade da economia. A falta de chuvas apenas revelou o que foi construído pela incompetência e erros sequenciais do governo na gestão elétrica. Tenho defendido isso aqui há dois anos. Um estudo detalhado da ONG Amigos da Terra mostra como esta crise poderia ter sido evitada.  

PREÇO DA ENERGIA ELÉTRICA

A alta prevista nas datas de aniversário das concessões tem o objetivo de cobrir aumento do custo da energia e inflação. Ontem, a tarifa já subiu 23,4% em média, percentual insuficiente. As distribuidoras temem o aumento da inadimplência. 

DÍVIDA EXTERNA

A dívida externa de empresas e bancos privados do país dobrou entre o terceiro trimestre de 2009 e o mesmo período do ano passado, atingindo US$ 208 bilhões, o maior valor da série histórica do Banco Central, que teve início em 1989. A explosão do endividamento foi facilitada por juros baixos em países ricos para estimular suas economias após a crise global de 2008.  

VENDA PROIBIDA

A EMS, maior fabricante de remédios do país, foi proibida de vender ao poder público e pedir registro de novas drogas após a Anvisa (agência federal de vigilância sanitária) apontar problemas no processo de fabricação. A decisão não impede as vendas em farmácias. Procurada, a EMS afirmou já ter tomado providências para sanar o problema. 

∆∆∆ Bom dia a todos!

 

segunda-feira, 2 de março de 2015

DICA DO DIA 

Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.
Algum tempo depois, descobriram que era inocente. O rapaz foi solto, após muito sofrimento e humilhação, e processou o homem.

No tribunal, o homem disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal... E o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel. Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir sentença!

O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!

- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!

Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado. Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!

"Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras".

Nunca se esqueça:
Quem ama não vê defeitos...
Quem odeia não vê qualidades...
E quem é amigo vê as duas coisas...
 

(diabetenet.com.br)

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)
 

CONTRA O AJUSTE FISCAL

Levantamento feito pelo GLOBO entre parlamentares do PT revela que a grande maioria deles é contra o ajuste fiscal do governo Dilma Rousseff, o que pode dificultar a aprovação das medidas que precisam de aval do Congresso. De 59 deputados e senadores ouvidos (do total de 79), 40 disseram não concordar com as propostas, sendo que 20 deles estão dispostos a desobedecer à orientação do Planalto. Outros dez disseram que só votarão a favor caso os projetos sofram alterações. O PMDB cobra o apoio dos petistas ao ajuste, para não ter de carregar sozinho o ônus de defender medidas impopulares. 

FALA DIFICULTA

Integrantes do governo consideram que, ao chamar o programa de desoneração da folha de pagamento feito pelo governo Dilma de “grosseiro”, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, dificultou a negociação com o Congresso para aprovar medidas que anulam os efeitos do benefício, criado em 2011 como parte do ajuste fiscal. 

CARIOCAS COMEMORAM

Os 450 anos de fundação do Rio não poderiam ter sido comemorados de maneira mais carioca no domingo. O bolo de aniversário, com 450 metros de comprimento, servido na Rua da Carioca, no Centro, acabou virando alvo da irreverência típica do povo da cidade. (...) À tarde, Paes, a presidente Dilma Rousseff e o governador Luiz Fernando Pezão inauguraram um túnel de 1,4 quilômetro, que liga o Centro à Zona Portuária, batizado de Rio 450. Dilma disse que as obras feitas na cidade têm como principal objetivo integrar “morro e asfalto”. 

RICARDO NOBLAT

O jornalista escreve: De esperança à ameaça - O que leva Dilma, aos 67 anos de idade, a ser tão rude com seus subordinados? A pedido de quem me contou, não revelarei a fonte da história que segue. No ano passado, ao ouvir do presidente de uma entidade financeira estatal algo que a contrariou, Dilma elevou o tom da voz e disse: “Cale a boca. Cale a boca agora. Você tem 50 milhões de votos? Eu tenho. Quando você tiver poderá ocupar o meu lugar”. 

MINHA CASA MELHOR

No dia seguinte ao anúncio do corte de crédito para compra de móveis e eletrodomésticos, os papéis de Magazine Luiza e Via Varejo recuaram até 7,6%. Para analistas, a decisão sobre o programa é mais um fator ruim para a já abalada confiança do consumidor.

CPI DA PETROBRAS

Uma operação articulada nos bastidores entre o PMDB na Câmara dos Deputados e o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), quer isolar o PT na nova comissão. O principal objetivo é limitar os trabalhos de investigação aos governos Lula e Dilma (2005-2015), como quer a oposição. A estratégia é desidratar os planos do relator Luiz Sérgio (PT-RJ ) de investigar desvios desde o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). O relator se baseia no depoimento do ex-gerente da estatal Pedro Barusco à PF, em que diz ter começado a receber propina entre 1997 e 1998.  

CRONOGRAMA

Peemedebistas firmaram um cronograma para a CPI, onde também ficou decidido que será criada uma sub-relatoria para recuperar ativos da Petrobras no exterior. Segundo a Folha apurou, Motta irá propor a criação de quatro sub-relatorias no total — uma delas terá o auxílio de consultoria privada. A alegação de parlamentares ouvidos pela reportagem é que investigações da estatal sob a gestão tucana fogem do escopo da CPI. J unto com a oposição, os peemedebistas prometem convocar todos os ex-diretores da empresa que foram indicados pelo PT desde o início do governo Lula.  

ASSÉDIO

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tem sofrido assédio de deputados e senadores que tentam verificar se estão na lista de cerca de 40 políticos mencionados na Lava Jato. Janot e 11 procuradores do grupo de trabalho da operação passaram o fim de semana revisando pedidos de abertura de investigação que deverão ser enviados amanhã (3) ao STF. 

MANIFESTAÇÃO DE CMINHONEIROS

Nove caminhoneiros foram presos por incentivo à desordem e por desobedecer ordem judicial de liberar rodovia no Rio Grande do Sul. Lideranças do ato divergem sobre os próximos passos. Ontem (1º) à noite, havia interdição em quatro Estados (RS, SC, MT e MS ).

 AÉCIO NEVES ESCREVE

Planalto não tem respostas para suas próprias incoerências - O governo vive grave paralisia diante das múltiplas crises — econômica, política e ética. São problemas demais e providências de menos. Mas outro protagonista assume papel relevante: o sentimento do povo brasileiro, que já transborda.

JANTAR NO PALÁCIO

A presidente Dilma Rousseff recebe nesta segunda-feira (2) a cúpula do PMDB para um jantar no Palácio da Alvorada. Planalto busca apoio do partido para votações no Congresso. 

∆∆∆ Bom dia a todos!