sexta-feira, 13 de março de 2015

DICA DO DIA

Há pessoas de sucesso que são muito infelizes porque não fazem o que realmente toca a alma delas. Por incrível que pareça, é possível ter sucesso só com a inteligência, mas é impossível ser feliz só com a inteligência. Para ser feliz é preciso saber ouvir a voz que vem do coração. Se você não se sente feliz com a vida que vem levando, por mais confortável e estável que seja, está na hora de decidir.

Se você realmente quer ser feliz, arrisque! Tenha a coragem de ir atrás de um novo destino. Tenha a ousadia de jogar tudo para o alto e a humildade de recomeçar do zero se for preciso. Você pode até perder algumas coisas, mas ganhará a chance de sonhar de novo, de planejar e sentir o gostinho de cada uma das novas conquistas que terá. E – o mais importante – fará tudo isso mantendo, ou até mesmo resgatando, sua dignidade – o bem mais valioso que existe.

O primeiro passo que você deve dar é se conscientizar de um detalhe importantíssimo: a semente de todo e qualquer problema nasce em você. É como uma erva daninha que se alastra pelo seu jardim. Cabe a você chamar para si essa responsabilidade e – se for preciso – arrancar o mato à unha. Só assim, seu jardim estará livre para que novas flores brotem.

Não brigue com o seu problema! Olhe-o de frente, escute o que ele tem a dizer e aproveite esse aviso para crescer e tornar sua vida melhor. Assumir as causas das suas dificuldades é a melhor maneira de você encontrar uma solução consistente.

(Roberto Shinyashiki, em "O poder da solução")

 
OS JORNAIS 

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)

 
DINHEIRO NA SUIÇA

Dinheiro do crime organizado também circulou pelas contas bancárias atribuídas a brasileiros no HSBC da Suíça. Na lista de 8.667 correntistas residentes no Brasil, obtida pelo GLOBO e pelo portal UOL, estão o bicheiro Capitão Guimarães, apontado como chefe da máfia dos caça-níqueis no país, e o traficante internacional Gustavo Durán Bautista, que, apesar de colombiano, era radicado no Brasil. Ambos dizem desconhecer as contas . O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que espera ter a lista em “alguns dias” da França, país que recebeu os documentos do ex-funcionário do banco suíço que vazou os dados. A relação será investigada pela PF, pela Receita e por uma CPI na Câmara.

 
INQUÉRITO ABERTO

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu ontem inquérito para investigar denúncias de envolvimento dos governadores do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e do Acre, Tião Viana (PT), no esquema de corrupção na Petrobras. A investigação sobre Pezão inclui o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) e o ex-secretário da Casa Civil Régis Fichtner. Ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa acusa Cabral de ter pedido, dentro de um dos palácios do governo do estado, R$ 30 milhões para caixa dois na campanha de 2010. Pezão, Cabral e Tião Viana negam as acusações. 

 
NO ALVO DA CPI

Num esforço para proteger o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), das investigações de denúncias contra ele na CPI da Petrobras, um grupo de deputados do baixo clero propôs requerimentos para que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, seja chamado a depor na comissão. Cunha prestou depoimento ontem à CPI, mas foi incensado por parlamentares de diversos partidos, que, como ele, também atacaram o procurador.
 

LEI EMPERRADA

Para não perder R$ 700 milhões em arrecadação, o governo recuou de acordo feito no Senado e conseguiu aprovar na Câmara relatório alternativo para regulamentar os direitos das domésticas, mantendo em 12% a contribuição dos empregadores para a Previdência. O texto aprovado antes no Senado previa a redução da alíquota para 8%, para compensar os patrões por gastos com os novos direitos dos empregados. Com a manobra, o texto terá que ser novamente apreciado pelos senadores, atrasando a entrada em vigor de benefícios como FGTS e seguro-desemprego para domésticas.
 

AJUSTE FISCAL

Ao defender o ajuste fiscal, a presidente Dilma disse que as medidas contra a crise de 2009 tiveram impacto nas contas públicas. Ela afirmou que o crescimento é sua “obsessão”. 
 

GOVERNO PODE REVER

Após Senado devolver a MP do governo, a equipe econômica negocia excluir alguns setores da alta de até 150% na contribuição previdenciária.

 
DENGUE CRESCE

O número de casos de dengue este ano no Brasil  cresceu 162% em comparação com o mesmo período de 2014. Houve, porém, queda de 32% nas mortes causadas pela doença.


TERMOS MILITARES

Após Lula afirmar que conta com o “exército” de Stédile, o líder do MST, em ato no Sul, conclamou militantes: “Engraxem botas e chuteiras” para sair às ruas. 


R$ 830 MIL DESVIADOS

O juiz Flávio Roberto de Souza confessou ter desviado R$ 830 mil de outro processo. Ele é investigado por peculato e lavagem de dinheiro. 


CORTES DE DESPESAS

Pelo menos 15 governadores começaram a implantar medidas para enxugar a máquina administrativa. Os primeiros afetados foram os cargos comissionados. Além disso, há renegociação de contratos de prestação de serviços e até utilização de estádio para economizar com aluguel.
 

MÉDICOS CUBANOS

Cuba pressiona profissionais do programa Mais Médicos, vitrine da gestão Dilma Rousseff (PT), para que seus parentes que estejam no Brasil voltem à ilha. Se isso não ocorrer, ameaça trocá-los por outros médicos, relata Cláudia Collucci. O principal argumento para a ameaça de repatriamento é que o contrato entre governo cubano e médicos permite visitas de cônjuge e filhos no Brasil, mas a falta de restrições para essas viagens não pode abrir brecha para uma migração temporária. A vice-ministra da Saúde de Cuba, Estela Cristina Morales, tem visitado cidades para dar o aviso. Há relutância. Uma das médicas diz que o marido está empregado há meses, com carteira assinada. Outra tem o filho matriculado em uma escola. O governo brasileiro, que dá aos parentes dos médicos visto de permanência de três anos, diz não poder interferir nessa questão. Até dezembro, 11.429 dos 14.462 profissionais atuando no Mais Médicos eram cubanos (79% do total). 
 

PROTESTO

Sindicatos e movimentos sociais alinhados ao governo federal que organizam atos nesta sexta (13) em 24 capitais aumentaram a pressão sobre a presidente Dilma ao incluir entre as reivindicações críticas à condução da economia e ao ajuste fiscal. Em Porto Alegre, entidades ligadas à CUT defenderam a Petrobras, e sindicatos associados à CSP protestaram contra Dilma. 

∆∆∆ Bom dia a todos!

quinta-feira, 12 de março de 2015

DICA DO DIA

Em uma época de equipamentos intrincados e máquinas e veículos de alta velocidade, a sobrevivência de uma pessoa depende muito da competência geral de outros. No mercado, nas humanidades e no governo, a incompetência pode ameaçar a vida e o futuro de poucos, ou muitos. Eu tenho certeza que você pode pensar em vários exemplos disso. O homem tem tido sempre um impulso de controlar a sua sorte. Superstição, conciliação com os deuses certos, danças rituais antes da caça – tudo isso pode ser visto como esforços, não importando se fracos ou inúteis, para controlar o destino. Mas, a verdadeira "dádiva que vem dos céus" é o potencial de cada um para ser competente. E o teste para a verdadeira competência é o resultado final. Na medida em que o homem é competente, ele sobrevive. Encoraje o talento da competência que existe em você, em alguma ocupação que valha a pena. Exija altos padrões de performance. Os ingredientes da competência incluem observação, estudo e prática.  

(L. Ron Hubbard, no livro "O Caminho da Felicidade") 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)
 

CONTAS SECRETAS

Alista de brasileiros que mantiveram contas secretas na Suíça inclui personagens envolvidos em ao menos dez escândalos recentes de corrupção no Brasil, como a Operação Lava-Jato e o caso Alstom, sobre a suspeita de propina na obra do metrô de São Paulo. Eles estão entre os 8.687 brasileiros que constam da relação de correntistas do HSBC em Genebra, entre 2006 e 2007, vazada por um ex-funcionário, revelam Chico Otavio, Ruben Berta e Cristina Tardáguila (O GLOBO). O caso, conhecido como SwissLeaks, é tema de uma série de reportagens que O GLOBO começa a publicar hoje em parceria com o portal UOL. Também fazem parte da lista, investigada pela Polícia Federal, personagens-chave da máfia da Previdência, que desviou US$ 310 milhões em indenizações trabalhistas. As pessoas localizadas negaram ter conta na Suíça.
 

REUNIÃO

Uma reunião na casa do então deputado André Vargas, para tratar da regularização do laboratório Labogen, teve a participação do petista Alexandre Padilha, que era ministro da Saúde, e do doleiro Alberto Youssef — o verdadeiro dono do empreendimento de fachada. Segundo delação do doleiro, não se falou de propina. O MPF recuperou ontem R$ 182 milhões da propina desviada pelo ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco. 
 

LEGENDA PARALISADA

Em carta ao PT, Edinho Silva, o ex-tesoureiro da campanha de Dilma, admite “erros” e diz que a legenda nunca esteve “tão paralisada”. 
 

COM DILMA

O ministro Toffoli foi recebido por Dilma ontem, dia em que foi formalizada sua ida para a turma do STF que julgará a Lava-Jato.
 

COORDENAÇÃO POLÍTICA

Os ministros Aldo Rebelo (PCdoB), Eliseu Padilha (PMDB) e Gilberto Kassab (PSD) reforçarão articulação política com Congresso.
 

PRIVATIZAÇÃO

Os terminais de Salvador , Porto Alegre e Florianópolis serão privatizados ainda este ano, informa Geralda Doca. Dessa vez, a Infraero terá participação menor por causa das restrições fiscais do governo para realizar investimentos. A estatal deverá ficar com pouco mais de 15% das ações. Nos cinco aeroportos já privatizados, a Infraero ficara com 49%.
 

TABELA DO IR DARÁ ALÍVIO AO GOVERNO
 

Como só valerá a partir de abril, a tabela do IR negociada com o Congresso reduzirá em apenas R$ 3,975 bilhões a arrecadação, menos que os R$ 5,3 bilhões da proposta original.
 

NA MESMA COMISSÃO

Acordo para superar impasse deve pôr na Comissão de Direitos Humanos os deputados Jean Wyllys e Marcos Feliciano.
 

NOVA METODOLOGIA

Com a mudança nos critérios do Sistema de Contas Nacionais, que transforma despesas em investimentos, houve, em média, uma expansão de 2,1% nos valores correntes do PIB de 2000 a 2011. Analistas estimam que também haverá impacto nos indicadores de crescimento de 2014 e 2015. “Com certeza essa revisão metodológica vai quebrar com as perspectivas do mercado”, diz o economista João Luiz Mascolo, do Insper. “Talvez para 2014 não tenhamos um crescimento do PIB perto de zero e sim em 1%, e 2015 saia da retração”.
 

CRÉDITO ESTUDANTIL

O governo federal decidiu reformular o Fies, maior programa de financiamento estudantil do país, que tem sido alvo de críticas de faculdades privadas e alunos. Haverá um sistema unificado on-line que mostrará o número máximo de financiamentos para cada curso de cada instituição. Hoje essas informações não são públicas. A medida deve vigorar no segundo semestre. O Ministério da Educação definiu que a oferta de vagas considerará, primeiro, a verba disponível para os créditos. Em seguida, adotará critérios de qualidade (a nota do curso) e proporcionalidade (interesse pelo curso). O Fies foi reformulado em 2010, com juros menores. Os beneficiados passaram de 76 mil em 2010 para 1, 9 milhão em 2014 e o custo, de R$ 1 bilhão para R$ 14 bilhões. Só que, em crise orçamentária, o governo endureceu regras para conceder o crédito e conter gastos. Assim, estudantes não têm conseguido se inscrever ou renovar o Fies. A criação de um teto para o reajuste de mensalidades, por exemplo, tem dificultado as matrículas. O aluno que adere ao Fies tem a mensalidade paga pela União, restituindo o valor após se formar.
 

CARTA BRANCA

A chamada Lei Habilitante, que deve ser aprovada no domingo pelo Legislativo venezuelano, dará ao presidente Nicolás Maduro poder para governar por decreto, sem consultar o Parlamento, em temas de segurança nacional por seis meses. A medida gera temores de que, em crise econômica, o governo aperte o cerco à oposição e suspenda eleições parlamentares. 
 

∆∆∆ Bom dia a todos!

quarta-feira, 11 de março de 2015

DICA DO DIA 

O valor de um abraço 

Aproxime-se mais. Tente sentir o que um abraço é capaz de fazer. Quando bem apertado, ele ampara tristezas, sustenta lágrimas, combate incertezas, põe a nostalgia de lado. É até capaz de amenizar o medo.

Se for cheio de ternura, ele guarda segredos e jura cumplicidade. Um abraço amigo de verdade divide alegrias e se apraz em comemorações.

Trata-se de pequenas orações de fé, de força e energia. Olhe para o lado: há sempre alguém que quer ser abraçado e não tem coragem de dizer.

Enlace-o. O pior que pode acontecer é ganhar de volta um sorriso de carinho ou, quem sabe, uma palavra sincera.

Você vai descobrir que ninguém esta sozinho, e que a vida pode ser um eterno céu de primavera.
 

(diabetenet.com.br) 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)
 

GOVERNO CEDE

Para evitar nova derrota, o governo cedeu à pressão do Congresso e concordou com proposta de reajuste escalonado da tabela do Imposto de Renda. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, se reuniu com os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha, ambos do PMDB e que estão em atrito com o Planalto por causa da Lava Jato. O acordo prevê a correção da tabela do IR com reajustes que variam de 4,5% a 6,5%. Com isso, nova MP será editada hoje, quando o governo deveria ser derrotado na votação do veto da presidente Dilma à correção de 6,5% para toda s as faixas. Na Câmara, o projeto que mantém a atual regra de correção do salário mínimo foi aprovado.

 

DEPOIMENTO DE BARUSCO

Em depoimento à CPI, o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco detalhou com naturalidade o esquema de corrupção, reafirmou que o PT recebeu propina de até US$ 200 milhões e contou que US$ 300 mil da holandesa SBM foram repassados à campanha da presidente Dilma em 2010. O PT negou. Barusco disse que dividia o dinheiro da corrupção, na sua área, com o ex-diretor Renato Duque, indicado pelo PT, e o tesoureiro do partido, João Vaccari. E reafirmou que começou a receber propina em 97-98, no governo FH, mas de forma “individual”, frisando que o esquema só começou a funcionar de forma “institucionalizada” em 2003-2004, no governo Lula. 

 

TÓFOLI PRESIDIRÁ

Solução interna resolveu o impasse causado pela demora da presidente Dilma a indicar o 11º integrante do STF. Um ministro da Primeira Turma irá para a Segunda, que concentrará a maior parte da Lava-Jato. Toffoli se ofereceu para a vaga e vai presidir o colegiado.

 

VAIAS APÓS PANELAÇO

A presidente Dilma foi recebida com vaias e gritos de “fora!” ao visitar o Salão da Construção, em SP. Em discurso, a presidente admitiu momento difícil na economia. O governo pediu à CUT para suspender manifestação de sexta.

 

OBRAS SUSPENSAS

A Galvão Engenharia parou as obras da BR-153, entre Goiás e Tocantins, um dos seis trechos leiloados em 2014, informa Danilo Fariello (o Globo). Citada na Lava-Jato, a empresa não obteve crédito inicial do BNDES. Outras construtoras que participaram do leilão receberam empréstimo inicial do BNDES, mas ainda negociam o crédito de longo prazo para os projetos.

 

CONSELHO DA PETROBRAS MUDA

O presidente da Vale, Murilo Ferreira, foi convidado para o Conselho de Administração da Petrobras e deverá assumir a presidência do órgão, no lugar do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega.

 

MAIS PODER

O presidente venezuelano Maduro promoveu a ministro um dos punidos pelos EUA e evocou a “ameaça imperialista” para pedir carta branca para governar por decreto.

 

PEDINDO AJUDA

Findo o período de fartura com os royalties, prefeituras do Norte Fluminense querem agora socorro para enfrentar uma perda de arrecadação estimada em até 60%, provocada pela queda das cotações internacionais e pela crise na Petrobras. Em fevereiro, a receita com a produção de petróleo despencou 27% em apenas um ano.

 

COTAÇÃO DO DÓLAR CAI

A moeda chegou a ser negociada a R$ 3,17 e caiu sem novidades econômicas. Onde há “realização” não há crise, ou pelo menos não aquela que estava sendo alardeada, alerta Luiz Sérgio Guimarães.  

 

PETROBRAS

Para conseguir publicar até 31 de maio balanços auditados de 2014, a Petrobras armou força-tarefa para calcular o prejuízo com propinas a ex-funcionários e políticos. Já as perdas com sobrepreço em obras só serão incluídas após a investigação da Lava Jato. Se o prazo não for cumprido, credores poderão exigir a imediata quitação de dívidas. 

 

SEM KIT ESCOLA

Passado mais de um mês do início das aulas, 1 de cada 12 alunos das redes municipal e estadual de São Paulo não recebeu o kit com material escolar. O número corresponde a 7,8% dos quase 5 milhões de estudantes. A gestão Haddad (PT) diz que a situação em outros anos nas escolas paulistanas era pior. O governo Alckmin (PSDB) afirma que resolverá o problema até dia 20 nos colégios do Estado.

 

∆∆∆ Bom dia a todos!

 

terça-feira, 10 de março de 2015

DICA DO DIA

Um famoso palestrante começou um seminário segurando uma nota de 20 dólares. Ele perguntou para as duzentas pessoas que ali estavam:

- Quem quer esta nota de 20 dólares?

Mãos começaram a se erguer. Ele disse:

- Eu darei esta nota a um de vocês, mas, primeiro, deixem-me fazer isto!

Então ele amassou a nota. E perguntou, outra vez:

- Quem ainda quer esta nota?

As mãos continuaram erguidas.

- Bom - ele disse - e se eu fizer isto?

E ele deixou a nota cair no chão e começou a pisá-la e esfregá-la. Depois pegou a nota, agora imunda e amassada, e perguntou:

- E agora? Quem ainda quer esta nota?

Todas as mãos permaneceram erguidas. Então ele disse:

- Meus amigos, vocês todos devem aprender esta lição. Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês ainda irão querer esta cédula, porque ela não perde o valor. Ela ainda valerá 20 dólares.

Essa situação também se dá conosco.

Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e ficamos sujos, por decisões que tomamos e/ou pelas circunstâncias que vêm em nossos caminhos. E assim, ficamos nos sentindo desvalorizados, sem importância.

Porém, creiam, não importa o que aconteceu ou o que acontecerá, jamais perderemos o nosso valor ante o Universo. Quer estejamos sujos, quer estejamos limpos, quer amassados ou inteiros, nada disso altera a importância que temos.

A nossa valia. O preço de nossas vidas não é pelo que fazemos ou sabemos, mas pelo que SOMOS!

Somos especiais. VOCÊ é especial. Muito especial.

Jamais se esqueça disso!
 

(diabetenet.com.br) 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente) 

PANELAÇO

Após ter sido alvo de um panelaço em pelo menos 13 capitais na noite de domingo por causa de seu pronunciamento na TV, a presidente Dilma ontem defendeu o direito de manifestação, mas afirmou que o “terceiro turno” não é motivo para um pedido de impeachment contra ela: “Há que caracterizar razões para o impeachment.” Mais cedo, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, também condenou o que chamou de terceiro turno. O PT acusou a oposição de financiar o panelaço, que considerou um fracasso e coisa da burguesia. O ex-presidente Fernando Henrique afirmou que “não adianta nada tirar a presidente”. 
 
CAIXA DOIS

Em depoimento aos procuradores da Lava-Jato, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou ter arrecadado R$ 30 milhões de empresas que atuaram nas obras do Complexo Petroquímico do Rio (Comperj) para o caixa dois da campanha de Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão, ambos do PMDB, eleitos governador e vice em 2010. Com base nas acusações, a Procuradoria Geral da República (PGR) pedirá, até amanhã, abertura de inquérito no Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre os dois. Cabral chamou a denúncia de mentirosa e se disse indignado. Pezão, atual governador, classificou a acusação de Costa de absurda e disse que ele precisará provar o que disse.
 
EMPRÉSTIMOS COBRADOS DEPOIS

Em depoimento, Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, disse que no Brasil as doações para campanhas são “uma grande falácia”. Segundo ele, “na verdade são verdadeiros empréstimos a serem cobrados posteriormente a juros altos”, quando os políticos são eleitos.

 UNIVERSITÁRIOS PREJUDICADOS

Cortes de verbas e problemas no Fies estão afetando universitários das redes pública e privada. Ontem, UFRJ e Uerj adiaram de novo o início das aulas. Na Veiga de Almeida, alunos como Larissa da Silva, que não conseguiram financiamento federal do Fies por problemas no site, foram ameaçados de ter a matrícula cancelada.

EQUILÍBRIO FISCAL

Um dia após a presidente Dilma ter pedido paciência à população e apoio às medidas de austeridade, o ministro da Fazenda reforçou o recado e disse, em entrevista a Martha Beck (o Globo), confiar que as pessoas entendem que sem equilíbrio fiscal não há crescimento. Ele atribuiu a alta do dólar a um fenômeno global.

DÓLAR SOBE

Com a crise política e a dificuldade para aprovar o ajuste fiscal, o dólar comercial bateu novo recorde. A cotação para turistas chegou a R$ 3,56. 

AMEAÇA A SEGURANÇA

Presidente Obama disse que a Venezuela ameaça a segurança nacional dos EUA e aplicou sanções a sete autoridades do país. Já a SIP denunciou aumento da censura à imprensa.

“VÍTIMA”

Presidente da Câmara se sente “vítima” de inquérito e garantiu que não fará de seu cargo fonte de retaliação ao governo, mas adiantou que PMDB poderá sair da base aliada para disputar as eleições de 2018. 

NÃO HÁ RAZÃO

Um dia após seu discurso na TV ter sido alvo de vaias e “panelaço” em pelo menos 12 capitais, a presidente Dilma (PT) disse que “há que caracterizar razões para o impeachment” e que tentar fazer um “terceiro turno” seria “ruptura democrática”. Num cenário de crise econômica e política, com o petrolão envolvendo a sua base de apoio, o governo teme o aumento dos protestos. Há o receio de que atos marcados para o próximo domingo contra a petista repitam as manifestações de 2013. A repercussão negativa do pronunciamento presidencial, usado por Dilma para defender o ajuste fiscal e pedir paciência da população, pode servir de munição para o ato antigoverno. Dilma disse apoiar o direito de protesto, mas sem violência. Grupos contra a presidente esperam levar 100 mil às ruas. Em evento, o ex-presidente FHC (PSDB) disse não ver o impeachment como uma saída, mas que “a continuidade dos acontecimentos, aí sim, desafiará as lideranças a sentir o momento”. A PM de SP dividirá os manifestantes do ato marcado para a av. Paulista em blocos, segundo a reivindicação de cada movimento. A partida do Palmeiras foi antecipada das 16h para as 11h para evitar coincidência de horário com o protesto. 

∆∆∆ Bom dia a todos!

segunda-feira, 9 de março de 2015


MORRE INEZITA BARROSO
 
 

Morreu na noite deste domingo (8) a cantora e apresentadora Inezita Barroso (FOTO), conhecida por sua defesa da cultura caipira, à qual dava espaço no programa "Viola, Minha Viola", que apresentou por quase 35 anos. A informação foi confirmada pelo perfil oficial da TV Cultura. Inezita estava internada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde o dia 19 de fevereiro. Completou 90 anos no último dia 4. A cantora deixa uma filha, Marta Barroso, três netas e cinco bisnetos.

Segundo a família, Inezita morreu em decorrência de uma insuficiência respiratória aguda e o velório se iniciou às 6h da manhã na Assembleia Legislativa de São Paulo, no centro da capital paulista, e fica fechado apenas para a família por meia hora. O enterro acontecerá às 17h no cemitério Gethsemani, no Morumbi, zona sul da cidade.
 

DICA DO DIA

Procure compreender o próximo. Não magoe aqueles que o beneficiaram. Procure compreender as palavras e ações dos outros, especialmente se o amam. Não fira a sensibilidade alheia, porque você sabe como sofre, quando fazem isso com você. Como dói ouvir palavras duras, de ingratidão, proferidas pelos lábios da pessoa a quem amamos! Não faça isso! Procure compreender os outros!

(C.T. Pastorino – Min. De Sabedoria)


OS JORNAIS 

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente)

 

FALA GERA PROTESTOS

Em pronunciamento de rádio e TV neste domingo (8), a presidente Dilma Rousseff defendeu o ajuste fiscal, pediu apoio da população e do Congresso na implementação de medidas que afetam a “todos” e disse que as críticas contra o governo são “injustas”. De acordo com a petista, o ajuste das contas públicas é uma medida tomada “corajosamente”. “Mesmo que isso signifique alguns sacrifícios temporários para todos e críticas injustas e desmesuradas ao governo”, afirmou a presidente. Durante o pronunciamento, motoristas fizeram buzinaços em São Paulo, Brasília e Belo Horizonte. Nas janelas dos prédios, moradores batiam panelas, xingavam a presidente, enquanto piscavam as luzes dos apartamentos. Dilma chamou o ajuste de travessia. Negou que irá trair a classe média e os trabalhadores, mas anunciou que todos pagarão pelas medidas. “Absorvemos a carga negativa até onde podíamos e agora temos de dividir parte deste esforço com todos os setores”. 
 

SALÁRIO MÍNIMO

A Câmara dos Deputados pode votar nesta semana projeto que aumenta os gastos e desagrada o Palácio do Planalto. Está na pauta proposta que torna permanente a política de reajuste do salário mínimo e estende as regras para o reajuste das aposentadorias.
 

CONTRA POLÍTICOS

Ao autorizar investigação contra políticos, incluindo parlamentares com mandato, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavaski, ressaltou que os inquéritos não representam culpa antecipada. Nos pedidos da Procuradoria Geral da República, são detalhados indícios de como funcionaria o esquema de corrupção entre ex-diretores da Petrobras e partidos políticos. Cúpula do Congresso Nacional, parlamentares com cargos importantes na Câmara e ex-ministros são suspeitos.
 

CRISE POLÍTICA

Numa tentativa de conter a maior crise política de seu governo, a presidente Dilma Rousseff usou o pronunciamento pelo Dia Internacional da Mulher para pedir o apoio da população às medidas de ajuste fiscal. Enquanto, na TV, ela exortava “paciência e compreensão”, nas ruas de Rio, São Paulo, Brasília e em algumas cidades de Santa Catarina, houve panelaço. O movimento espontâneo ocorreu, sobretudo, em bairros de classe alta e teve repercussão nas redes sociais. Pouco antes, em reunião com ministros da articulação política no Planalto, Dilma decidiu apelar para o vice-presidente Michel Temer, que será chamado a conter as retaliações do PMDB de Renan Calheiros e Eduardo Cunha no Congresso.
 

COMPRA DE VOTOS

Após uma denúncia anônima, a PF investiga um esquema de compra de votos pelo governador reeleito do Amazonas, José Melo de Oliveira (PROS), nas eleições do ano passado. 
 

BRASIL QUER MAIS

Em lugar da estratégia Sul-Sul defendida por Lula, governo agora busca reforçar trocas com os Estados Unidos. Fluxo comercial entre os dois países tem potencial para crescer 50%, o equivalente a US$ 30 bilhões anuais.
 

DIVIDIR TAREFAS

Líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE) afirma que a união de partidos para governar é dividir tarefas, não é ser convocado apenas na hora do aperto. O senador, derrotado por um petista na disputa pelo governo do Ceará, atribui a origem da crise com o Executivo à falta de apoio de Dilma aos candidatos do PMDB nos estados. Ele promete defender o ajuste, desde que o prometido diálogo com o Parlamento aconteça. “No Congresso a gente precisa fazer a pauta do convencimento. A gente só convence quando está convencido”.
 

ACORDO RENOVADO

Brasil e México renovaram o acordo que rege o comércio de veículos entre os dois países até 2019. A cota para a troca de carros sem pagar Imposto de Importação recuará do atual US$ 1,64 bilhão para US$ 1,56 bilhão no primeiro ano de vigência do acerto.


∆∆∆ Bom dia a todos!

 

domingo, 8 de março de 2015

DIA INTERNACIONAL DA MULHER 

O Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, tem como origem as manifestações das mulheres russas por melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada da Rússia czarista na Primeira Guerra Mundial. Essas manifestações marcaram o início da Revolução de 1917. Entretanto a ideia de celebrar um dia da mulher já havia surgido desde os primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas de mulheres por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto. O Dia Internacional das Mulheres e a data de 8 de março são comumente associados a dois fatos históricos que teriam dado origem à comemoração. O primeiro deles seria uma manifestação das operárias do setor têxtil novaiorquino ocorrida em 8 de março de 1857 (segundo outras versões em 1908). O outro acontecimento é o incêndio de uma fábrica têxtil ocorrido na mesma data e na mesma cidade. Não existe consenso entre a historiografia para esses dois fatos, nem sequer sobre as datas, o que gerou mitos sobre esses acontecimentos. De qualquer forma, parabéns a todas as mulheres!


DICA DO DIA 

Mulher! Todos os grandes senhores te reverenciam no dia de hoje, pois eles nasceram do teu ventre. Mulher! Além de todos os poderes cósmicos, levas dentro de ti a semente sagrada que provê a vida. Tu és o mais belo pensamento de Deus. Teu coração é manancial de sabedoria. De teu íntimo brota a força amorosa que nutre, regenera e ressuscita. 

(autor desconhecido) 

OS JORNAIS  

(Matérias obtidas no site EBC Empresa Brasil de Comunicação, que as fornece gratuitamente) 

INDÍCIOS

Ao autorizar investigação contra políticos, incluindo parlamentares com mandato, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavaski, ressaltou que os inquéritos não representam culpa antecipada. Nos pedidos da Procuradoria Geral da República, são detalhados indícios de como funcionaria o esquema de corrupção entre ex-diretores da Petrobras e partidos políticos. Cúpula do Congresso Nacional, parlamentares com cargos importantes na Câmara e ex-ministros são suspeitos. 

CONTRA CUNHA

Documentos do Congresso reforçam as acusações feitas pelo doleiro Alberto Youssef contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Youssef afirmou em sua delação premiada que Cunha pressionou a empresa Mitsui, que tinha contratos com a Petrobras para o aluguel de um navio-plataforma, depois de ela suspender o pagamento de propina ao PMDB. A pressão, segundo o delator, foi feita por meio de requerimentos de informações apresentados por aliados do peemedebista, o que efetivamente ocorreu. Em 2011, a então deputada Solange Almeida (PMDB-RJ), aliada de Cunha, apresentou pedidos de informações na Comissão de Fiscalização e Controle sobre investigações contra a Mitsui, informa Paulo Celso Pereira. Cunha negou relação com os requerimentos. Mais cedo, o presidente da Câmara insinuou que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, atua em conluio com o governo Dilma, como se "todos fossem partícipes da mesma lama". O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que é "inverossímil" que o governo tenha interferido na investigação. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também investigado, articula uma CPI sobre o Ministério Público.  

PRESSÃO

O doleiro Alberto Youssef relatou aos procuradores da Lava-Jato que a disputa dentro do PP pela divisão do dinheiro desviado da Petrobras levou o partido a pressionar o governo Dilma a trocar o ministro das Cidades, o que efetivamente ocorreu. Em 2012, Mário Negromonte foi substituído por Aguinaldo Ribeiro e saiu queixando-se de "fogo amigo". Ao todo, 21 dos 45 parlamentares do PP serão investigados. 

FREIO NO MERCADO IMOBILIÁRIO

Com vendas em queda e estoques elevados, empresas devem reduzir em 20% seus lançamentos imobiliários este ano no Rio. Os preços se estabilizaram. Construtoras já oferecem descontos e negociam melhores condições de pagamento. 

TABELA DE PREÇOS

O pagamento de dinheiro desviado da Petrobras a congressistas do PP provocava brigas e obedecia a "tabela de preços" proporcional à força política de cada um, disse o doleiro Alberto Youssef, em delação. Segundo o doleiro, líderes recebiam de R$ 250 mil a R$ 500 mil por mês, e os demais, até R$ 150 mil. Presidente do PP, Ciro Nogueira, disse que são "denúncias irresponsáveis".

 
AS REVISTAS 

Veja

Manchete: Saiu! A lista de Janot

Começa o processo de investigação dos políticos implicados na Operação Lava-Jato. (Pág. 1)


Energia solar

O Brasil na vanguarda dos OPVs, os painéis fotovoltaicos orgânicos. (Pág. 1)

 

Época

Manchete: Agora é com eles

A lista dos políticos acusados de envolvimento no petrolão foi apenas o primeiro passo. O grande salto rumo a um Brasil melhor cabe aos quatro ministros do Supremo que julgarão o caso.

Exclusivo: Depoimentos inéditos revelam quais são os parlamentares que receberam propina para matar a CPI da Petrobras no Senado. (Pág. 1)

Luz no fim do arco-íris

A história do primeiro divórcio gay no Brasil - e os avanços no Judiciário que reconhecem a igualdade de direitos dos homossexuais. (Pág. 1)

 ISTOÉ

Manchete: A lista que encolhe o governo

A relação de Janot atinge em cheio a gestão Dilma. Ex-ministros e líderes no Congresso estão no centro do escândalo.

Trapalhadas de bastidores e avaliações políticas desastrosas do Planalto às vésperas da divulgação dos nomes abrem crise institucional.

Presidentes da Câmara e do Senado declaram guerra ao Executivo, que está cada vez mais isolado. (Pág. 1)


As histórias do homem da mala da Camargo Corrêa

Durante 40 anos João Paulo dos Santos distribuiu propinas da empreiteira. Em entrevista ele conta detalhes do esquema e revela o suborno a três ex-governadores. (Pág. 1)



ISTOÉ Dinheiro

Manchete: Levy no País das armadilhas

O agravamento da crise política faz sua primeira vítima: o plano de ajuste econômico do ministro da Fazenda. O cenário surreal de Brasília agrava as incertezas, leva o dólar a R$ 3 e provoca a reação dos empresários contra o aumento dos juros e dos impostos. Como Joaquim Levy vai sair do isolamento? (Pág. 1)

Economia

O preço da barbeiragem cambial. (Pág. 1)

Mensalão

Advogado da banqueira presa desabafa e critica o STF. (Pág. 1)

Negócios

A saga dos empresários arrependidos. (Pág. 1)


Carta Capital

Manchete: A lista de Janot

Sem nomes da oposição e de expoentes do governo, os pedidos de inquérito do procurador-geral empurram a crise política para o Congresso. (Pág. 1)

Rodovias

As concessões completam 20 anos sem um modelo ideal. (Pág. 1)

 
∆∆∆ Bom dia a todos!