sexta-feira, 29 de abril de 2016


PERDA SOFRIDA

Perdi minha esposa ELZA no último dia 18 de abril. Depois de uma curta internação no Hospital da Unimed de Botucatu (antiga Misericórdia), uma parada cardíaca a levou, infelizmente. Iríamos completar 48 anos de casados no dia 21 de setembro. Não deu tempo. Ela sofria da Doença de Alzheimer, eu e meu filho Renato cuidávamos dela.Nossa netinha Lívia Maria chorou muito a morte da vovó. Agradecemos a todos que nos confortaram, bem como aos profissionais que a atenderam em seus últimos momentos de vida, especialmente ao Dr. Merege, pela extrema dedicação. Elza, adeus. Rezamos por sua alma.

☺☺☺ Bom dia todos!